MabClin amplia atendimento e oferece consultas com especialistas a preços populares

Com 10 anos de atuação no mercado, a MabClin, que antes só oferecia serviços na área da medicina ocupacional, ampliou suas atividades e hoje também está presente na medicina convencional. E com um perfil diferenciado, oferecendo consultas médicas a preços populares, em várias especialidades, como cardiologia, ortopedia, pediatria, oftalmologia, entre outras. “Estamos oferecendo esses atendimentos com preço diferenciado, bem abaixo do mercado, e alcançando os assalariados de menor poder aquisitivo”, afirma o proprietário, João Tatagiba. Ele diz que essa é uma maneira de atingir uma faixa maior do mercado, ao mesmo tempo em proporciona, para as pessoas de menor poder aquisitivo, a assistência médica devida, “numa região carente, onde a estrutura de saúde, tanto pública quanto privada, deixa a desejar”. “Estamos tendo êxito e quem se interessar pode nos procurar, verificar os nossos preços. Aqui temos consultas a preço popular assim como exames, entre eles, eletrocardiograma, eletroencefalograma, espirometria, raios-x e laboratório”, anuncia ele. Marabá João Tatagiba tem quase 30 anos em Marabá, já foi secretário municipal de Indústria, Comércio, Ciência, Tecnologia e Mineração e hoje ocupa diretoria na Associação Comercial e Industrial de Marabá (Acim) e afirma que já se sente como se tivesse nascido aqui. Ouvido pelo Zeca News sobre a situação econômica em que o município se encontra, ele afirma que prefere ser muito otimista e diz que vê as coisas pelo lado positivo. “Marabá nos dá essa condição. Infelizmente, a nossa economia está querendo dar uma arrancada, mas as questões políticas não deixam. O lado político atrapalha a economia”, afirma ele, acrescentando que, mesmo…

Senador Paulo Rocha quer que o MP passe a acompanhar ações de reintegração de posse

O senador paraense Paulo Rocha, líder do PT no Senado Federal, apresentou projeto de lei que inclui acompanhamento presencial de representante do Ministério Público em ações de manutenção e reintegração de posse, de despejo ou de qualquer medida judicial que importe na remoção de famílias, em litígios coletivos pela posse de terra rural ou urbana. A proposta visa alterar o Código de Processo Civil, com a inclusão de parágrafo ao artigo 178 da Lei 13.105, de 16 de março de 2015.

Rocha justificou que os conflitos por imóveis urbanos e rurais são antes de tudo litígio de natureza social em que são frequentes as violações aos direitos humanos. O senador paraense citou o recente caso da chacina de Pau D’Arco, em que foram mortos dez trabalhadores rurais, numa operação executada pelas polícias civil e militar do Governo do Pará, no último dia 24 de maio.

A expectativa do parlamentar é de que a proposta possa democratizar a execução de medidas judiciais com a presença de representante do advogado do cidadão, papel do Ministério Público, e ao mesmo tempo garantir que as decisões judiciais sejam cumpridas estritamente dentro da legalidade. (Com informações da Assessoria Parlamentar)

Compartilhe:

Boi-Bumbá “Encantos da Minha Terra” estreia hoje no Amapá após dois meses de ensaios

Após dois meses de ensaios, o Boi-Bumbá “Encantos da Minha Terra”, do Bairro Belo Horizonte, estreia na noite deste sábado, dia 3, uma série de apresentações pela cidade. Formado por 70 componentes, entre músicos, brincantes, atores e pessoal de apoio, fez o último ensaio geral ontem, sexta-feira, e hoje anima a comunidade do Bairro Amapá, onde se exibe, a partir das 20h30, na Igreja Católica. O grupo folclórico nasceu da iniciativa do frei Hernane Costa dos Santos, coordenador do Seminário dos Frades Capuchinhos. O religioso, que nasceu em Codó, no Maranhão, Estado onde o folclore tem raízes fortes e profundas, conta que quando chegou a Marabá, em 2012, estranhou o fato de, naquele bairro, não haver festividade junina. “Tudo era muito parado”, lembra ele, contando que começou a mobilizar comunidade e criou o “Encantos da Minha Terra”, que define como “um projeto de integração social e que, ao mesmo tempo, leva a alegria contagiante às famílias – independentemente de preferência religiosa –, aos arraiais e às escolas ”. “Temos ido aonde o povo pede. A beleza do boi-bumbá é que ele envolve pessoas dos oito aos 80 anos, não tem separação de idade ou religião, envolve a família”, observa o religioso, explicando que pensou nesse projeto popular porque “muitas festas são feitas para os jovens, para as pessoas maduras, enfim”. Na visão de Frei Hernane, é preciso pensar no ser humano na sua totalidade, da criança ao idoso. Por isso, durante esses cinco anos o grupo tem trabalhado muito e amadurecido a parte técnica e…

Associação do Bairro Francisco Coelho prepara eleição para 9 de julho próximo

A Associação de Moradores do Bairro Francisco Coelho já está preparando a eleição do próximo dia 9 de julho, na qual será escolhida a nova diretoria para o quadriênio 2017–2021. Para isso, o presidente Estanislau Cordeiro da Silva, mais conhecido como Coronel Cordeiro, está lançando do Edital de Convocação para a inscrição das chapas que queiram concorrer no pleito. “Podem se inscrever e concorrer aos cargos maiores de 18 anos, moradores do bairro. Já, para votar no dia da eleição, basta ter 16 anos de idade, comparecer com documento com foto e comprovante de residência”, explica ele ao Zeca News. Cordeiro diz que a situação do bairro, também conhecido como Cabelo Seco, ainda é muito difícil, apesar de ser mais velho que o próprio município, que completou 104 anos, enquanto o Francisco Coelho vai completar 119 no dia 7 de junho. “As histórias se confundem, porque tudo começou lá e, mesmo assim, as coisas ali chegam por último”, lamenta ele, afirmando que as dificuldades começam pelo traçado arquitetônico da orla. “Não temos arborização nem espaço de esporte e lazer, não tem espaço para ampliação do posto de saúde, a nossa escola, que poderia também abrigar uma creche, também não tem espaço”, descreve Cordeiro. Ele afirma que a associação já enviou documento à prefeitura solicitando que seja feito um estudo sobre todas essas questões a fim de melhorar as condições de vida no bairro. “Temos também um pedido para que possa ser revisto o problema do esgoto, despejado diretamente no rio, tendo em vista que muitos…