Luciano Guedes exige que Carlos Xavier mostre as prestações de contas da Faepa e do Fundepec

O vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Pará (Faepa), pecuarista Luciano Guedes, enviou nesta segunda-feira, 5, expediente ao presidente do Fundo de Desenvolvimento da Pecuária do Estado do Pará (Fundepec) e da Faepa, Carlos Xavier, solicitando as prestações de contas das ações desenvolvidas pelo Fundo, nos exercícios financeiros de 2015, 2016 e de janeiro a abril de 2017.

Guedes se refere a documentos como extratos bancários, notas fiscais de bens e serviços, detalhamento patrimonial, escrituração contábil e financeira e demais documentos de receitas e despesas do Fundepec.

Na mesma correspondência, Luciano Guedes requer ainda as prestações de contas dos últimos 10 anos da Faepa, também acompanhadas de documentos como extratos bancários, notas fiscais de bens e serviços, detalhamento patrimonial, escrituração contábil e financeira bem como a descrição das ações desenvolvidas pela federação.

O vice-presidente da Faepa argumenta que a prestação de contas é um ato de transparência e “demonstra respeito das entidades Faepa e Fundepec com os produtores rurais que representam”, além ser uma obrigação e, sem dúvida, “uma condição imprescindível para quem ocupa o cargo de presidente de qualquer entidade”.

Ao final do expediente, Guedes, que também preside o Conselho Fiscal do Fundepec, justifica que a medida é necessária para que os produtores rurais possam tomar ciência da aplicação de todos os recursos repassados para as duas entidades, por meio de contribuição sindical e convênios e dos recursos arrecadados pelo Fundepec, com o recolhimento do percentual das Guias de Transporte Animal (GTAs), entre outras receitas.

Compartilhe:

Vereadores Gilson Dias e Ray Athie intercedem pelos pescadores marabaenses no pagamento do Seguro-Defeso

Gilson Dias Cardoso e Ray Athie, ambos vereadores da Câmara Municipal de Marabá, pelo PC do B, mantiveram reunião nesta segunda-feira, 5, na Superintendência do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), da qual participaram o gerente Executivo do órgão nas regiões Norte e Centro-Oeste, Wilson Gaby, e a coordenadora do Seguro Defeso, Rai Ávila.

A audiência teve como tema o pagamento do Seguro-Defeso, o seguro-desemprego o pescador em época de piracema, cujos associados da Colônia de Pesca Z-30, estão encontrando dificuldade em receber as parcelas, que já deveriam ter sido pagas desde o início do ano.

Gilson e Ray foram muito bem recebidos pelos representantes do INSS, que mostraram empenho em verificar o que está travando o pagamento do benefício e fazer o possível para que os pescadores sejam pagos no menor espaço de tempo possível.

Compartilhe:

Wynne Costa reina soberana na 31ª Expoama

Wynne Costa é a Rainha Expoama 2017. Ela foi escolhida na noite do último sábado, 3, durante baile no Parque de Exposições de Marabá “José Francisco Diamantino”, quando cinco jurados avaliaram a beleza, a simpatia e o desempenho das cinco candidatas nos quesitos: dança em grupo, dança individual e desfile de gala. A primeira princesa é Lynda Sousa, seguida de Jaqueline Nascimento, segunda princesa. O baile foi animado por Cléo Andrade e Banda, DJ Solrac e pela dupla Ítalo e Lucca.

A rainha Wynne vai reinar durante um ano e faz sua estreia na Cavalgada que abre a 31ª Expoama, no próximo dia 8 de julho, quando tem início a maior feira de agronegócios do Norte do País, que terá encerramento no dia 16 e trará a Marabá atrações nacionais como Márcia Felipe, dia 8; Som e Louvor, dia 11; Jorge e Mateus, dia 12; DJ Jesus Luz, dia 13; Pablo do Arrocha, dia 14; Otávio Vip Sacode, dia 15; e Show Infantil Nacional, dia 16.

Compartilhe:

Instituto Vitória Barros terá Workshop sobre Compostagem Doméstica

Na próxima quinta-feira, dia 8, a partir das 19h, o Instituto de Arte Vitória Barros recebe o professor-mestre Amintas Silva Júnior para a realização do Workshop Compostagem Doméstica. Ele vai falar sobre a técnica de reciclagem de matéria orgânica, imensamente útil como solução para o problema do lixo contribuindo para diminuição de resíduos nos aterros sanitários evitando diversos riscos a saúde da comunidade.

O processo biológico de valorização da matéria orgânica se dá pela decomposição dos alimentos por meio da ação de micro-organismos e, com a ajuda de minhocas, transformam os restos de frutas, legumes e verduras em um rico adubo, tanto líquido, quanto sólido.

Amintas é professor no curso de Licenciatura em Educação do Campo, na Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, tem experiência na área de assessoria técnica a projetos comunitários, com ênfase em produção agroecológica, atuando principalmente nos seguintes temas: agricultura familiar, agroecologia, unidades de conservação, Amazônia, manejo de agroecossistemas, geração participativa de tecnologias.

Compartilhe:

Ação da Unip na Praia do Tucunaré foi positiva e fez banhistas refletirem sobre os cuidados com o meio ambiente

Conforme antecipou o Zeca News, uma turma de 20 alunos do Curso de Administração da Unip (Universidade Paulista) – do Grupo Aqui você Pode – esteve na Praia do Tucunaré no último domingo, 4, levando consciência ambiental aos frequentadores daquele balneário. Os acadêmicos distribuíram sacolinhas plásticas aos banhistas e conversaram com eles sobre as vantagens de não jogar lixo na areia da praia ou nas águas do rio, cuidando assim do meio ambiente.

Segundo a coordenadora regional da Unip, Erika Bastos, a ação foi muito bem aceita pelos banhistas, os alunos conseguiram entregar mil sacolas, o que levou muita gente a recolher o lixo que estava produzindo no local.

“Os alunos aproveitaram também para fazer uma limpeza na área em que estavam passando. Conseguimos recolher 20 sacolas cheias de lixo e foi bem positivo”, avalia ela, acrescentando: “Os banhistas gostaram bastante, disseram que, de agora em diante, vão se preocupar mais em limpar a praia quando estiverem saindo”.

Erika conta, ainda, que ela e os alunos conseguiram distribuir bastante água e refrigerante para os banhistas e os acadêmicos ficaram bem satisfeitos. “Foi um ponto bem positivo. Nós conseguimos conscientizar as pessoas que estavam lá”, comemora Erika.

 

Compartilhe:

Justiça Eleitoral apreciará em breve denúncias de conduta vedada contra o vereador Miguelito

Denunciado pelo Ministério Público Eleitoral por conduta vedada durante o processo eleitoral de 2016, o vereador Miguel Gomes Filho (PP), da Câmara Municipal de Marabá, deve ir a julgamento em breve, segundo fonte da Justiça Eleitoral. Miguelito, como é mais conhecido, é acusado de ter influenciado na contratação de servidores para a Secretaria Municipal de Agricultura, então gerida pelo irmão dele, Pedro Torres da Silva, e também de, durante a campanha para a reeleição, ter se utilizado desses servidores e até de equipamentos da secretaria. Se comprovadas as denúncias, o vereador pode perder o mandato.

Porém, segundo o advogado Renan Lopes, que defende Miguelito, tudo leva a crer que seu cliente será absolvido das acusações pelo fato de, segundo ele, não haver provas de que o vereador cometeu esse tipo de conduta.

“Nós acreditamos na inocência dele, pois nada evidencia que tivesse influência na secretaria nem que tenha usado servidores ou equipamentos públicos na campanha”, afirma Renan, antecipando, porém que, caso o juiz entenda diferente e condene Miguelito, ele imediatamente ingressará com recurso no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em Belém, o que gerará um efeito suspensivo da sentença, podendo o vereador seguir no mandato até decisão do Pleno daquela corte.

Segundo o Advogado de de defesa de Miguelito, o  processo encontra-se na fase final da instrução, onde serão feitas algumas diligências requeridas pela defesa,após as diligências será aberto prazo pra alegações finais, e por fim, virá a sentença do juiz.

Compartilhe:

Escolas municipais retomam aulas, mas o Sintepp vai recorrer da decisão da Justiça

Após a decretação de abusividade da greve dos professores da rede municipal de ensino, pelo Tribunal de Justiça do Estado, na última sexta-feira, dia 2, as escolas amanheceram funcionando normalmente nesta segunda-feira, 5. Os educadores, porém, decidiram, em assembleia geral ocorrida ontem, domingo, 4, coordenada pela Subsede do Sintepp, recorrer da decisão dentro do prazo legal de 15 dias. Foi o que informou ao Zeca News a coordenadora-geral, Joyce Rebelo. “Vamos provar ao desembargador Luiz Gonzaga da Costa Neto [que decretou a abusividade] que as alegações da prefeitura, que basearam a decisão, não são verdadeiras”, disse ela. De acordo com Joyce, o Executivo Municipal afirma no pedido de ilegalidade que já pagou os salários de dezembro aos servidores, “quando, em verdade, está pagando aos antigos contratados”. Outra alegação que a coordenadora do Sintepp diz não ser verdadeira é de que o governo já havia liberado as licenças-prêmio, o que, ainda de acordo com ela, também não é real, pois “o governo começou a liberar algumas”. Uma terceira alegação, conforme a coordenadora do Sintepp é deque a greve tem cunho político, mas Joyce afirma que não. Diz que a paralisação se deu também em razão de perdas sofridas com a aprovação do novo PCCR. Por fim, a última alegação da prefeitura é de que a grave causa prejuízos ao calendário escolar e, consequentemente, aos alunos. “Nós estamos encaminhando hoje proposta à Secretaria de Educação para essa reposição e vamos aguardar a resposta”, afirma ela. Joyce Rebelo conta que o Sintepp foi convocado pelo Ministério Público Estadual,…

ATLAS DA VIOLÊNCIA: Altamira lidera ranking de cidades mais violentas do Brasil, diz Ipea

 O Pará aparece em sexto no ranking dos estados mais violentos, na verdade. Pelo menos quando falamos em número absolutos de homicídios. Bahia lidera, depois vem São Paulo, Rio, Pernambuco, Minas e Pará, com seus 3.675 homicídios em 1 ano, em 2015. um aumento de 90% em 10 anos Altamira, Marabá, Marituba e Ananindeua entre as 30 cidades mais violentas Metade dos homicídios no Brasil em 2015 aconteceram em 2% dos municípios do país. Os dados, que mostram a desigualdade no cenário de violência, fazem parte de estudo divulgado nesta segunda-feira (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Segundo o levantamento, em 2015, apenas 111 cidades concentraram metade dos homicídios no país. Os habitantes desses locais representam 19,2% de toda a população brasileira. Outro dado que aponta desigualdade é que 10% dos municípios brasileiros, totalizando 557, concentram 76,5% do total de homicídios no país. A pesquisa ainda mostra o fenômeno da difusão da violência das grandes regiões metropolitanas para as cidades do interior, especialmente nas regiões Norte e Nordeste e nos estados de Goiás e Minas Gerais. A Bahia se destaca como o estado com mais cidades entre as mais violentas, com nove na lista. Entre as trinta cidades com maior taxa de homicídio em 2015, considerando apenas municípios com mais de 100 mil habitantes, dezoito são da região Nordeste. A Bahia se destaca como o estado com mais cidades entre as mais violentas, com nove na lista. Outras quatro cidades são do Norte, quatro do Centro-Oeste, duas do Sul e uma do Sudeste.…