Ultimas Notícias
Página Inicial / DESTAQUE / AS RÁPIDAS DO ZECA NEWS!

AS RÁPIDAS DO ZECA NEWS!

Arraiá vespertino

Acontece nesta quinta-feira, 29, dia de São Pedro, na Comunidade Kolping de Marabá “Pedro Arrupe”, a partir das 14 horas, o Arraiá  Kolping, com entrega de certificados, apresentação de quadrilhas, comidas típicas, números musicais, concurso de Miss Caipira e exibição de Grupos de Dança.

Arraiá na vila

Na sexta-feira, dia 30 de junho, e no sábado, 1º de julho, os militares do Exército e convidados vão se divertir no Arraiá da 23ª Brigada de Infantaria de Selva, a partir das 19 horas, na Vila Militar “Castelo Branco” – VP-8, próximo da Cia. Paulista de Pizza. Lá haverá comidas típicas, bebidas, apresentação dos cantores Dedê Alves e Bilú Oliveira e exibição da Quadrilha Sedução Junina e do Boi de Marabá. A realização é Círculo Militar de Marabá (CMM) e do Clube dos Sargentos e Subtenentes de Marabá (CSSM).

Advogados no Arraiá

A OAB Marabá também terá seu arrasta-pé junino. Será na sexta-feita, dia  30, na própria sede da Subseção, na Folha 26, Nova Marabá. A festança começa às  20h e os participantes devem colocar sua melhor roupa caipira, pois, quem estiver melhor caracterizado – homem e mulher -, ganhará prêmio. O ingresso individual custa apenas R$ 40,00 e crianças de  até 12 anos não pagam. A festa será animada pelo Fole do Arraiá e os ingressos podem ser adquiridos na sede da entidade. A promoção é da Comissão de Eventos da OAB-Marabá.

Feira em Palestina

Em Palestina do Pará, a 138 km de Marabá, acontece a Feira da Agricultura Familiar, Será no domingo, 2 de julho, com apoio da prefeitura local e do Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura e da Emater. O início está marcado para cedinho, às 6h da manhã, e o local será a Feira Coberta da cidade.

UHE e impactos

Depois de amanhã, sexta-feira, dia 30, acontece na Sala de Videoconferência, no Campus da Universidade Estadual do Pará (Uepa), debate sobre a UHE de Marabá. O evento tem início às 9h e vai até as 18h, a taxa de inscrição custa R$ 5 e participam das discussões uma equipe multidisciplinar, representantes dos movimentos sociais e lideranças indígenas. Eles vão debater os sérios problemas e saúde e de ordem socioambiental para as populações atingidas.

Compartilhe: