Ultimas Notícias
Página Inicial / DESTAQUE / Defesa de Lula vai recorrer à ONU contra a sentença do juiz Sérgio Moro que condenou o ex-presidente a 9,5 anos de prisão

Defesa de Lula vai recorrer à ONU contra a sentença do juiz Sérgio Moro que condenou o ex-presidente a 9,5 anos de prisão

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva divulgaram nota no fim da tarde desta quarta-feira (12) criticando a sentença proferida pelo juiz Sérgio Moro, que condenou o petista a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção ativa e lavagem de dinheiro. De acordo com a defesa do ex-presidente, o julgamento “envergonhou o Brasil” e foi “politicamente e tendencioso”.

A defesa de Lula anunciou ainda que deverá recorrer da condenação a “cortes não tendenciosas”, incluindo o Comitê de Direitos Humanos das Nações Unidas em Genebra.

Em meio a uma série de duras críticas à atuação do juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, os advogados do ex-presidente afirmam que houve “uso da lei para fins políticos” durante o julgamento e que “evidências esmagadoras de inocência”.

Os advogados chegam a sugerir que Sérgio Moro se “afaste de todas as suas funções”. “O processo foi um enorme desperdício do dinheiro dos contribuintes e envergonhou o Brasil internacionalmente. É tempo agora para reconstruir a confiança nas leis brasileiras e o juiz Moro deveria se afastar de todas suas funções”, diz a nota.

A defesa do petista também parafraseou o próprio juiz Moro, que usou em sua sentença a frase “não importa o quão alto você esteja, a lei ainda está acima de você”. “Ninguém está acima da lei, mas ninguém está abaixo da lei”, rebateram os advogados.

(Fonte: Último Segundo – iG)