Índios chegam a São Félix do Xingu para discutir direitos e o papel da mulher

Eles vêm entoando cantos, em danças cadenciadas. A pele é pintada e os corpos estão cobertos por vestimentas típicas, feitas de miçangas, penas de animais e sementes de frutos. Exibem a exuberante força, que vem do coração, prontos para mais uma Semana dos Povos Indígenas. O maior evento do gênero no Estado começou neste domingo (15), com a chegada das cerca de 70 embarcações que se encontram no cruzamento dos rios Xingu e Fresco, na orla da cidade de São Félix do Xingu, sudeste do Pará. É nesse ponto, sob a vista de centenas de pessoas, que os índios das 21 aldeias do município se unem em um congraçamento para celebrar a cultura e provocar debates em torno de direitos que querem conquistar. Os índios que chegam pelo rio são os Kayapó, povo que recebeu a primeira edição do evento, há seis anos. A importância da pauta, porém, é tamanha que a Semana Indígena tomou outras proporções. Hoje, 12 etnias participam do encontro, cujo tema, este ano, é o empoderamento da mulher feminina. Para adensar o debate, foi convidada Sônia Guajajara, uma das mais importantes líderes indígenas da atualidade, que deu o recado na noite deste domingo durante reunião com caciques na Câmara Municipal. “Precisamos discutir a representatividade da mulher indígena entre nós, nas aldeias, mas também na sociedade brasileira. Unidos somos mais fortes para lutar por direitos, entre eles a reconquista de territórios que foram sendo perdidos ao longo dos anos”. A reunião na Câmara Municipal é o momento em que os caciques discutem…

23ª BRIGADA DE INFANTARIA DE SELVA PROMOVE SEMANA DO EXÉRCITO COM O TEMA “O SEU EXÉRCITO NUNCA PARA”

      19 de abril, Dia do Exército Brasileiro. Esta data assinala a criação da instituição, que ocorreu no dia 19 de abril de 1648. Na verdade, esta data foi o dia da primeira Batalha dos Guararapes, que aconteceu no estado de Pernambuco, nos Montes Guararapes. Ali, um grupo de brasileiros, brancos, negros e índios, se juntou pela primeira vez para defender o Brasil contra a dominação holandesa. Como esse dia foi marcante para o povo brasileiro, foi instituído como o Dia do Exército Brasileiro. A 23ª Brigada de Infantaria de Selva (23ª Bda Inf Sl) comemora os 370 (trezentos e setenta) anos do nascimento da Força Terrestre, em Marabá, com uma  semana comemorativa com as seguintes atividades: Data Hora Local Atividade 17 Abr (terça) 09:00 às 11:00 Auditório da Faculdade Metropolitana Palestra: A Instalação da 23ª Bda Inf Sl em Marabá (Palestrante: Cel Inf R1 Dalter) 18 a 22  Abr (terça a domingo)   10:00 22:00 Shopping Pátio Marabá (Piso L2)                Exposição de Material Militar 18Abr (quarta-feira) 09:00 Câmara Municipal de Marabá Sessão Solene em Homenagem ao Exército Brasileiro com entrega de honrarias municipais 18Abr (quarta-feira) 19:00 Shopping Pátio Marabá Apresentação da Banda de Música na Exposição de Material Militar   19 Abr (quinta-feira)     08:00 Comando da 23ª Bda Inf Sl  Formatura do Dia do Exército (23ª Cia Com Sl, Cia C/23ªBda Inf Sl e 33º Pel PE)   19 Abr (quinta-feira)     10:00 52º BIS Formatura do Dia do Exército (52º BIS, 1º GAC Sl e 23º B…

RIO TOCANTINS RECUA NA TARDE DESTE SÁBADO

Na manhã deste sábado (14), o Rio Tocantins chegou a 11,99 metros acima do nível normal. Mas, à tarde o rio recuou cinco centímetros, atingido a marca de 11,94 metros.
Na manhã deste sábado (14), o Rio Tocantins chegou a 11,99 metros acima do nível normal. Mas, à tarde o rio recuou cinco centímetros, atingido a marca de 11,94 metros.

A cheia dos rios Tocantins e Itacaiúnas está desabrigando 1.924 famílias em Marabá. Equipes da Defesa Civil, Exército Brasileiro e Corpo de Bombeiros fazem a remoção de famílias das zonas de alagamento, que são encaminhadas para novos abrigos no Bairro Bom Planalto, no Núcleo Cidade Nova e na expansão feita no ponto de acolhimento da Avenida Transamazônica.

Enquanto muitos estão sofrendo com as cheias, outros aproveitam para se divertir, tomando banho na Orla da Marabá Pioneira, às proximidades da Colônia de Pescadores Z-30, que está embaixo d’água.
A cheia dos rios Tocantins e Itacaiúnas está desabrigando 1.924 famílias em Marabá. Equipes da Defesa Civil, Exército Brasileiro e Corpo de Bombeiros fazem a remoção de famílias das zonas de alagamento, que são encaminhadas para novos abrigos no Bairro Bom Planalto, no Núcleo Cidade Nova e na expansão feita no ponto de acolhimento da Avenida Transamazônica.

Enquanto muitos estão sofrendo com as cheias, outros aproveitam para se divertir, tomando banho na Orla da Marabá Pioneira, às proximidades da Colônia de Pescadores Z-30, que está embaixo d’água.

Compartilhe: