Nota de Protesto

 

Na manhã de ontem (11), o presidente da OAB Subseção Marabá, Haroldo Gaia, recebeu na sede da instituição a visita de membros da Associação Comercial e Industrial de Marabá – ACIM, para entregarem para assinatura da entidade a Nota de Protesto contra a transferência para o Centro-oeste, dos recursos relativos às compensações pela renovação da licença da utilização da Estrada de Ferro do Carajás pela Vale para os próximos 30 anos, os quais deveriam e devem ser aplicados no Estado do Pará em ferrovia que beneficia todo o setor produtivo local, regional e por via de consequência, nacional, a ACIM e toda a sociedade civil organizada, conforme nota anexa.

Dessa forma, a Ordem dos Advogados do Brasil – OAB Subseção Marabá adere ao movimento em protesto para repudiar essa injustiça para com o Estado do Pará.

No registro, o presidente da OAB Subseção Marabá, Haroldo Gaia, acompanhado do Delegado Regional da CAA, Ismael Gaia, com os representantes da ACIM, Ítalo Ipojucan, Alberico Roque, Raimundo Júnior, Delano e Flávio.

Assinaram também a Nota de Repúdio, os representantes da Câmara Municipal de Marabá, da Maçonaria, Conjove, Rotary Club, Lions Club, Sindicom, Sindicato dos Produtores Rurais, Sindihotel, Sindecomar e Simetal.

Confiram o inteiro teor da Nota de Protesto aqui:

Compartilhe:

PMs deram fuga para assaltantes de banco em viatura e forneceram armas

Os três policiais militares detidos por suspeita de envolvimento no assalto à agência do Banpará na cidade de Bom Jesus do Tocantins, sudeste paraense, são acusados de ajudar na fuga dos assaltantes e de fornecer armas e munições usadas no crime. As informações prestadas pela Polícia Civil do Pará em coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (11). Segundo a Polícia Civil, três homens acusados de participação no assalto foram detidos no interior de uma viatura da Polícia Militar na zona rural de Bom Jesus do Tocantins, são eles:  Marcos Roberto de Morais Araújo, 28 anos, de apelido “Neguinho”; Marco Antonio Freitas de Souza, 37 anos, de apelido “Professor”; e Pedro Henrique de Carvalho Oliveira, 31 anos. Na viatura, as equipes policiais apreenderam armas e munições usados no assalto. Foram presos os sargentos Valdenilson Rodrigues da Silva e Giomar Sampaio de Oliveira, e o cabo Moisés Lourenço Pereira, lotados em Nova Ipixuna, no sudeste do Pará, e que já estão recolhidos no Presídio Coronel Anastácio das Neves em Santa Izabel do Pará. Assaltantes estavam em viatura da Polícia Militar De acordo com o delegado-geral, Claudio Galeno, logo após a comunicação do crime, policiais civis foram deslocados para Bom Jesus do Tocantins para se juntarem a policiais civis e militares da região nas buscas e investigações do assalto. As informações iniciais recebidas eram de que seis homens participaram ativamente do crime. Durante as investigações, foi possível identificar a rota de fuga dos assaltantes que usaram o ramal da Fazenda Lua Cheia, na BR-222, a aproximadamente 14 quilômetros da sede do…