32ª EXPOSIÇÃO AGROPECUÁRIA DE MARABÁ ABRE COM GRANDE CAVALGADA

Com previsão para arrastar cerca de 1.800 cavaleiros e amazonas, em 60 comitivas, a Grande Cavalgada abre a 32ª Expoama (Exposição Agropecuária de Marabá), dia 8 de setembro, organizada pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Marabá. A concentração dos participantes será, como de costume, logo ao raiar do dia, em frente ao Aeroporto “João Corrêa da Rocha”. De lá, os cavaleiros seguem montados em charretes e animais, percorrendo aproximadamente 15 km, na Rodovia Transamazônica, até a chegada ao Parque de Exposição “José Francisco Diamantino”. A recepção dos participantes na chegada será um grande almoço com churrasco, à moda da casa. Tradicionalmente, de uma ponta a outra ao cortar a cidade, a grande Cavalgada chama atenção de toda população, com cavaleiros e amazonas em animais e charretes enfeitados. Alguns moradores chegam a colocar cadeiras à beira da rodovia, a fim de prestigiar por um longo tempo o evento. Cinco trios elétricos animarão a cavalgada durante todo o percurso, cada trio terá um locutor agitando à atração. O evento conta com a participação de todos os órgãos de segurança. O Sindicato dos Produtores Rurais de Marabá, ressalta que, defende sempre bons tratos aos animais. EXPOAMA A 32 ª Exposição Agropecuária de Marabá começa dia 8 segue até dia 16 de setembro, com shows, leilões, palestras, cursos, praça de alimentação, rodeio e muito mais. A novidade desta edição da Feira é a prova de team penning, em equipe, que consiste na separação de animais com rapidez, habilidade e sorte. A atividade está inserida na 5ª Prova de Marcha da…

MARABÁ: VEM AÍ O 2º LEILÃO DIREITO DE VIVER EM PROL DO HOSPITAL DO AMOR

Acontece no próximo dia 26, a partir das 12 horas, o 2º Leilão Direito de Viver em prol do Hospital de Câncer de Barretos, que agora se chama Hospital do Amor. O evento vai ocorrer no Parque de Exposições: “José Francisco Diamantino”, em Marabá.

Para o leilão ser realizado com sucesso, a organização do evento está solicitando doação de animal ou qualquer objeto que possa ser leiloado, para que os recursos arrecadados possam ser direcionados para o Hospital do Câncer.

O Hospital tem um déficit mensal de R$ 22.000.000,00, que é suprido pelas ações de arrecadação em todo o Brasil e no exterior. No ano passado Marabá arrecadou R$ 577.000,00 e enviou 58 pacientes, que receberam um total de 996 procedimentos. 2.107 municípios de todo o Brasil encaminharam pacientes, todos os tratamentos são sem custo para os pacientes.

Quem puder ajudar nas doações entrar em contato: (94) 98104-1385; (94) 99136-2374; (94) 99130-0420 ou (94) 98127-1399.

(Alessandra Gonçalves)

Compartilhe:

ELEIÇÃO 2018: Número de eleitores aumenta no Pará e a maioria é mulher

O Tribunal Superior eleitoral divulgou os dados estatísticos referentes ao cadastro eleitoral brasileiro. No estado do Pará houve um aumento de eleitores em comparação com as eleições gerais de 2014. O salto foi de 5.188.450 em 2014, para 5.499.283 eleitores aptos a votar em 2018, nos 144 municípios.

Após o período de recadastramento biométrico, o Tribunal Regional Eleitoral vai aplicar a votação biométrica em 54 municípios. No total, 3.492.534 eleitores, o que corresponde 63,51% do eleitorado paraense, vai votar usando a impressão digital como identificação. Sem biometria 2.006.749 eleitores (36,49%).Uma novidade deste ano também foi a garantia do direito a inclusão do nome social no Título de Eleitor para pessoas trans. Para este pleito, 185 eleitores paraenses pediram a troca no registro do TRE e vão apresentar o novo documento com o nome social.

Os dados também revelaram que 2.780.385 milhões dos eleitores declararam ser do gênero feminino, representando a maioria (50,6%

Compartilhe:

PA: Reajuste de 11,78% na tarifa de energia elétrica entra em vigor nos 144 municípios

A Agencia Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) autorizou a Rede Celpa a fazer reajustes nas tarifas de energia elétrica consumida pelos paraenses. Entra em vigor a partir desta terça-feira (7) o novo reajuste de 11,75% nos 144 municípios do Pará.

Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE/PA), este é o 20º reajuste na tarifa de energia elétrica dos paraenses autorizado pela ANEEL.

Segundo a pesquisa do Dieese, o primeiro reajuste aconteceu em 1999 em um total acumulado de 10,60%, em 2003 o reajuste chegou a 26,38% e 2014 teve um dos maiores registrados, 34,34%. (G1/PA)

Compartilhe: