Paraense: Zapzap, versão brasileira do WhatsApp, roda até no navegador.

O Zapzap, “versão” brasileira do WhatsApp que pode ser usada via smartphone e navegador em qualquer PC, já pode ser baixada por usuários de Android. Mesmo com pouco mais de um mês de vida, o novo app já provoca a curiosidade dos usuários, especialmente por sua semelhança com o popular mensageiro comprado pelo Facebook. LG lança G3, top com o dobro de resolução do S5 e câmera com foco a laser.     Baseado no código fonte do Telegram, aplicativo russo que ganhou notoriedade quando o WhatsApp foi vendido à empresa de Marck Zuckerberg, o Zapzap oferece os mesmos recursos, incluindo compartilhamento de qualquer tipo de arquivo guardado no telefone ou no computador. Já o WhatsApp se limita a vídeos, fotos, áudio, localização e contato. O design se assemelha muito ao WhatsApp, assim como seu modo de funcionamento. Inteiramente em português, o app pede também o número de telefone para fornecer o código de ativação, para, então, permitir conversas com os contatos cadastrados na agenda que têm o Zapzap instalado. Sua interface na web é outro diferencial. Afinal, diferente do WhatsApp, que precisa de alguns hacks para rodar no PC, o mensageiro brasileiro usa a flexibilidade da nuvem do Telegram para sincronizar as mensagens trocadas em qualquer dispositivo. Além disso, o app promete ser ainda mais rápido que a versão russa, oferecendo o mesmo suporte a mensagens criptografadas. “Estudei o código do Telegram por três meses até que encontrei uma maneira de utilizar a nuvem deles em um outro aplicativo com interface modificada. Depois, consegui deixar o aplicativo mais rápido no…

Google pode ser uma ameaça no setor automobilístico, prevê GM

 

O Google revelou nesta semana seu primeiro protótipo de carro autônomo, capaz de dirigir sem qualquer tipo de intervenção humana. Foi o suficiente para causar rebuliço na indústria automobilística. Um executivo da GM, uma das maiores fabricantes de veículos do mundo, já vê a empresa como uma “séria ameaça competitiva” se continuar neste caminho.

“Qualquer um pode fazer qualquer coisa com tempo e dinheiro suficientes. Se eles decidirem se esforçar para isso, não tenho dúvidas de que eles se tornarão uma ameaça”, afirma Mark Reuss, chefe de desenvolvimento de produto na General Motors, em entrevista à Bloomberg.

A declaração se segue após o anúncio de que o Google produzirá 100 carros capazes de dirigir sozinhos para fins de testes. Por enquanto, os veículos irão se deslocar a uma velocidade máxima de 40 km/h.

No entanto, mesmo que o Google esteja produzindo seus próprios carros para testes, não há previsão se eles de fato lançarão os veículos para os consumidores. Eles podem simplesmente licenciar sua tecnologia para outras fabricantes.

A GM, por sua vez, também está testando seus próprios recursos para carros autônomos, com uma tecnologia chamada Super Cruise, com alguns comandos autônomos, como controle de velocidade, freio e direção seguindo as orientações da pista. Reuss crê que a tecnologia deve chegar em alguns anos, mas será uma transição suave.

“Será uma mudança gradual, nada que irá dobrar a mente das pessoas”, ele diz. No entanto, ele crê que as cidades não serão tomadas por carros autônomos por um bom tempo.

Via Mashable e Bloomberg

Compartilhe:

Com aval da Anatel, Virgin Mobile começa a operar no Brasil em 2015

 
No começo de 2015 o brasileiro terá mais uma operadora de telefonia móvel à disposição, agora que a Virgin Mobile recebeu aval da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para operar no país.
A operadora servirá como MVNO (operadora móvel virtual), o que significa que ela dependerá de uma rede emprestada – neste caso, a da Vivo.
Em comunicado, Phil Wallace, cofundador e atual presidente da Virgin Mobile Latin America, declarou estar satisfeito “com o tratamento dispensado pelas agências governamentais, como a Anatel, que demonstrou a clara intenção de estimular a competição no mercado e melhorar os serviços para os clientes”.

Compartilhe:

Prêmio britânico dará £10 milhões para quem solucionar um grande problema da humanidade

Criado originalmente em 1765, o prêmio agora tem seis desafios que podem melhorar a vida contemporânea.   No século 18, o governo britânico ofereceu um prêmio de 20 mil libras para quem descobrisse uma forma de determinar a longitude de uma embarcação em alto mar. O desafio, chamado Longitude Prize, foi criado em 1714, e algumas décadas depois, mais precisamente em 1765, o relojoeiro John Harrison apresentou o relógio marítimo H4, garantindo assim o prêmio. Três séculos depois, o primeiro ministro britânico David Cameron anunciou uma nova edição do Longitude Prize, que dará a cientistas até 10 milhões de libras para quem descobrir maneiras de melhorar o mundo. Em vez de um único desafio, agora o governo britânico definiu seis problemas – o público definirá qual deles é o maior, e o prêmio será dado para quem solucioná-lo. Em sua edição original, o Longitude Prize visava solucionar um problema que afetava diretamente a coroa britânica – muitos de seus navios naufragavam em alto mar, e descobrir a longitude deles ajudaria a evitar novos naufrágios. Desta vez, o prêmio oferecido pelo governo britânico não pensa apenas no Reino Unido, e sim em questões que afetam o mundo inteiro. As seis categorias são as seguintes: • uma tecnologia inteligente e de baixo custo que permite que pessoas com demência vivam de maneira independente • um avião zero de carbono escalável que consegue voar de Londres a Edimburgo em velocidades normais • um alimento inovador que permite que o mundo inteiro tenha uma dieta nutritiva, sustentável e de…

Mais de 100 usuários de software espião são indiciados em 18 países

Megaoperação do FBI investigou usuários do ‘Blackshades’. Software era destinado a criminosos sem conhecimento técnico. O FBI, em parceria com autoridades de 18 países, cumpriu mais de 90 mandados de prisão e mais de 300 mandados de busca e apreensão nesta segunda-feira (19). A ação resulta da investigação de usuários de um vírus chamado “Blackshades” criado para espionar usuários capturando teclas digitadas e vídeos da webcam, entre outras funções. Nenhuma prisão foi realizada no Brasil, mas o FBI listou o Chile como um dos países que cooperaram com a investigação. O Blackshades incluía funções que permitiam disseminar o vírus a partir dos computadores infectados, facilitando o uso do programa e desobrigando usuários de encontrar ferramentas próprias para espalhar a praga por redes sociais, por exemplo. Com isso, um criminoso estava “pronto” para agir após adquirir a ferramenta. Além de usuários do software, pessoas que ajudavam a promover o programa espião também foram alvo da investigação. Não há nenhum número sobre a quantidade de dinheiro ou prejuízos que teriam sido causados pelos indiciados da operação. O sueco Alex Yucel, de 24 anos, foi preso em novembro do ano passado acusado de ser o criador do software.   Hackers ‘novatos’ De acordo com o jornalista de segurança Brian Krebs, a operação do FBI envolveu um fórum on-line chamado “Carderprofit”. O fórum, que dizia ser um espaço para hackers, era na verdade mantido pela polícia norte-americana, que usava o local para recolher dados sobre os hackers. O Departamento de Justiça já havia realizado diversas prisões em 2012 usando…

Câmera flagra ‘fantasma’ em bar medieval na Inglaterra

Imagens mostram forma circular perambulando pelo estabelecimento.
Joe McCann afirma que local é conhecido por atividades sobrenaturais.
 

O inglês Joe McCann, gerente do bar Allerton Hall, em Liverpool, afirma que as câmeras de segurança de seu estabelecimento capturaram o momento em que um “fantasma” aparece circulando pelo local.  Assista ao vídeo.

De acordo com o jornal britânico “Mirror”, o homem destacou que o bar medieval, construído em 1736, sempre foi conhecido por abrigar “acontecimentos sobrenaturais”, mas que essa foi a primeira vez que o fato foi registrado em vídeo.

Na gravação, é possível ver uma forma arredondada (conhecida como “orb”) vagando pelo local. “Não acredito em fantasmas, mas minha namorada ficou convencida de que viu algo sobrenatural”, contou Joe.

Compartilhe:

Empresa começa a vender moto voadora.

 
Daqui a três anos, você poderá ter uma moto voadora na garagem. Basta pagar os US$ 85 mil que valem um Aero-X, veículo que está em desenvolvimento pela Aeroflex.
A empresa trabalha há mais de dois anos para colocar o produto no mercado, mas já chegou num ponto em que tem certeza de que poderá lançá-lo. Por isso abriu uma pré-venda, disponível a qualquer um com US$ 5 mil para dar de entrada (valor reembolsável, em caso de desistência).
O Aero-X tem o tamanho de um carro pequeno e carrega até duas pessoas, com peso máximo combinado de 140 kg. Ele voa, no máximo, a 5 metros de altitude, tem autonomia de 1 hora e 15 minutos com o tanque cheio e funciona sobre todo tipo de superfície… até água.

Ao invés de rodas e pneus, o veículo tem dois rotores feitos de fibra de carbono que operam de forma semelhante às hélices dos helicópteros. Computador de bordo, giroscópios e acelerômetros ajudam a controlar coisas como a compensação pelas condições do vento.

Gostou da ideia? Reserve o seu por aqui.

Via CNET

Compartilhe:

Japão alerta turistas sobre riscos no Brasil.

A menos de um mês da abertura da Copa do Mundo, o governo japonês alertou os turistas que desejam torcer por sua seleção sobre os riscos de roubo, sequestro e fraude com cartões de crédito no Brasil.

“Os crimes acontecem com uma frequência muito alta no Brasil em comparação com os parâmetros mundiais, incluindo crimes organizados que implicam narcóticos”, afirma o ministério das Relações Exteriores em um comunicado de recomendações aos viajantes.
O Japão estreará na Copa do Mundo contra a Costa do Marfim em 14 de junho no Recife. Depois enfrentará a Grécia no dia 19 de junho em Natal e fechará a participação na primeira fase contra a Colômbia em 24 de junho em Cuiabá.
O texto afirma que o número de assassinatos no estado de Pernambuco é 43 vezes mais elevado que no Japão e acontecem 200 vezes mais roubos. As taxas também são elevadas em outras regiões do país.
O ministério recomenda aos japoneses deslocamentos em grupo e que evitem sair à noite. Também aconselha que evitem locais desertos, se vistam com discrição e mantenham as câmeras fotográficas e outros dispositivos móveis fora da vista.
O governo japonês abrirá escritórios temporários em três cidades sedes para ajudar os turistas do país com problemas.

Compartilhe:

Dudu Nobre posa com fuzil nas mãos

O sambista Dudu Nobre, 39, foi clicado com um fuzil nas mãos. Segundo o colunista Leo Dias, do jornal “O Dia”, a imagem em que o músico aparece com um FAL 762 usado pelo Exércitoregistra um momento de descontração do famoso no quintal da sua residência junto de mais dois amigos.

 

 
Segundo o colunista, na casa do artista, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, há muitas armas guardadas no closet do quarto dele. Inclusive, os itens estariam muito bem armazenados em uma porta atrás do espelho do dormitório. O local só abre quando Dudu aciona um controle remoto.
Procurado, o cantor não retornou o contato. Já o seu empresário, Demerval Coelho, afirmou que Dudu é um verdadeiro “colecionador de armas”.

Compartilhe: