Doença que ‘derrete’ a pele coloca cidade em Goiás na pauta médica mundial

Xerodermia pigmentosa é uma doença genética que aparece em larga escala em Araras, interior de Goiás. Médicos ainda estudam a doença, muito difícil de ser diagnosticada e que deixa a impressão de que a pele está derretida em suas vítimas.

A impressão ao primeiro olhar é de que a pele está derretendo e formando enormes bolhas. Isso porque a Xerodermia pigmentosa é uma desordem genética que tira a capacidade do organismo de remover o dano causado pela radiação ultravioleta (UV)

Compartilhe:

Cientistas descobrem como os egípcios moveram pedras gigantes para formar as pirâmides

Truque consistia em molhar a areia para que um trenó deslizasse de forma mais fácil.   Uma civilização antiga, sem a ajuda de tecnologia moderna, conseguiu mover pedras de 2,5 toneladas para compor suas famosas pirâmides. Mas como? A pergunta aflige egiptólogos e engenheiros mecânicos há séculos. Mas agora, uma equipe da Universidade de Amsterdã acredita ter descoberto o segredo – e a solução estava na nossa cara o tempo todo. Tudo se resume ao atrito. Os antigos egípcios transportavam sua carga rochosa através das areias do deserto: dezenas de escravos colocavam as pedras em grandes “trenós”, e as transportavam até o local de construção. Na verdade, os trenós eram basicamente grandes superfícies planas com bordas viradas para cima. Quando você tenta puxar um trenó desses com uma carga de 2,5 toneladas, ele tende a afundar na areia à frente dele, criando uma elevação que precisa ser removida regularmente antes que possa se ​​tornar um obstáculo ainda maior. A areia molhada, no entanto, não faz isso. Em areia com a quantidade certa de umidade, formam-se pontes capilares – microgotas de água que fazem os grãos de areia se ligarem uns aos outros -, o que dobra a rigidez relativa do material. Isso impede que a areia forme elevações na frente do trenó, e reduz pela metade a força necessária para arrastar o trenó. Pela metade.     Ou seja, o truque é molhar a areia à frente do trenó. Como explica o comunicado à imprensa da Universidade de Amsterdã: “Os físicos colocaram, em uma bandeja…

Nova falha de segurança afeta Facebook, Google e Microsoft

 

A web ainda se recupera do Heartbleed, uma das maiores falhas de segurança já registradas, com um bug no OpenSSL. No entanto, outra brecha foi encontrada em outras ferramentas de login extremamente difundidas: o OAuth e o OpenID, usados por gigantes como Facebook, Microsoft e Google.

O bug foi encontrado por Wang Jing, estudante de doutorado da Nanyang Technological University, em Cingapura. A vulnerabilidade, chamada de “Covert Redirect”, permite o disfarce da ameaça como um popup de login baseado no site afetado. Abaixo está a lista com os principais sites afetados.

 

 

Um exemplo dado pela CNET: um link malicioso de phishing pode gerar uma janela de popup do Facebook, pedindo autorização para um aplicativo. Assim, não é necessário nem mesmo usar um domínio falso para enganar a vítima; é possível usar o site real para autenticação.

Assim que o usuário autoriza o login, suas informações pessoais são enviadas diretamente para o cibercriminoso, em vez do site legítimo. Isso inclui endereços, data de nascimento, listas de contatos e, possivelmente, controle total da conta.

A dica para evitar problemas é a mesma de sempre: evitar clicar em links suspeitos que pedem a realização de um login imediato do Google ou Facebook. Caso o usuário acabe clicando no link, mas não fizer o login, seus dados devem permanecer seguros.

Via CNET

Compartilhe:

170 mil ainda não fizeram a declaração do IR

 

 
No Pará, até as 17h de ontem foram recebidas 412.597 declarações, o que corresponde a, aproximadamente, 70% da expectativa de declarações este ano, que é de 584.232. Na 2ª Região Fiscal (AC, AM, AP, PA, RO, RR), foram recebidas 962.162 declarações também até as 17h de ontem, o que representa cerca de 70% do esperado que é de 1.363.742.
Segundo o superintendente adjunto da Receita Federal na 2ª RF, Eduardo Badaró Fernandes, o movimento de entrega de declarações aumenta muito na semana que antecede o prazo final, principalmente nos últimos dias. “Neste ritmo, devemos atingir o número de declarações esperadas até o fim do
prazo”.

MULTA
A Receita Federal alerta que quem declarar fora do prazo, que encerra hoje à noite, estará sujeito a penalidades. No mínimo R$ 165,74 ou até 20% do imposto devido. Ainda explica que esse é o valor mínimo, mas que pode ser maior em função do tempo de atraso, podendo chegar a até 20% do valor devido.

DÚVIDAS
Para o contribuinte que está com dúvidas, estão disponíveis no Youtube vídeos produzidos pela TV Receita com as novidades do IRPF 2014 e dicas importantes para o preenchimento da declaração do imposto de renda. O link de acesso é o http://www.youtubecom/user/TVReceitaFederal.

Compartilhe:

Fazendeiro é condenado por mandar matar Dezinho

 
O fazendeiro Décio José Barroso Nunes, o Delsão, foi condenado a 12 anos de prisão, acusado de ser o mandante do assassinato do sindicalista José Dutra da Costa, o Dezinho, em 2000. A sentença foi lida na noite desta terça-feira (29) pelo juiz Raimundo Flexa e comemorada pelos movimentos agrários e pela viúva de Dezinho que estavam presentes no julgamento.
Dezinho foi assassinado em 21 de novembro de 2000, na cidade de Rondon do Pará, sudeste do Estado. Segundo a acusação, a motivação do crime ocorreu em razão da atuação do sindicalista em defesa de trabalhadores rurais. Dezinho era presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rondon do Pará e denunciava a prática de trabalho escravo em fazendas da região, além de apoiar famílias de trabalhadores sem terra e a desapropriação de latifúndios improdutivos.
Durante a tarde, Delsão negou ter participado ou ser mandante do crime.
A defesa de Delsão informou que irá recorrer da sentença. O réu poderá aguardar em liberdade o julgamento de todas as instâncias, já que é réu primário.

Compartilhe:

“Tem muita coisa pra ser contada sobre esse processo”, diz Lula à TV portuguesa sobre o mensalão. Tem mesmo! Quando é que ele vai contar, por exemplo, quem foi que o “traiu”?

Vocês viram Lula neste minuto de vídeo. Ele supostamente “não quer comentar” a decisão do Supremo — mas diz que a decisão foi política.

Foge vergonhosamente da pergunta sobre se os mensaleiros presos são ou não “pessoas de sua confiança”.

E diz, um vez mais, que há “muita coisa” a ser contada sobre esse processo.

TEM RAZÃO! Quando é que ele próprio vai, afinal, dizer quem foi que o traiu, como garantiu ao povo brasileiro ter ocorrido quando, constrangido, pálido, olhando para os lados, fez um pronunciamento mambembe pela TV no dia 12 de setembro de 2005.

FAZ QUASE NOVE ANOS… e Lula ainda não se explicou!!!

Aproveite e reveja o vídeo do discurso. Vejam se um inocente “traído” teria a expressão de abatimento, o ar de cachorro que caiu de caminhão de mudança do então presidente:

Compartilhe:

Vereadores cobram da Superintendência de Polícia Civil solução ao caso Calixto Yaghi

Poder Legislativo também vai exigir do Executivo que conserte câmeras de vigilância com defeito.   Na manhã desta quarta-feira, 23, 13 dos 21 vereadores da Câmara Municipal de Marabá estiveram na Superintendência de Polícia Civil do Sudeste do Pará para cobrar empenho nas investigações e prisão para os responsáveis pela morte do odontólogo Calixto José Yaghi, encontrado em uma cova rasa em uma estrada vicinal, às proximidades da Vila Sororó, km 35 da BR-155, na quinta-feira, dia 19 de abril. A visita à Superintendência foi proposta pela vereadora Vanda Américo na sessão ordinária desta terça-feira, 22, quando foi feito um minuto de silêncio em memória a Calixto Yaghi. Os vereadores foram recebidos na Superintendência pela delegada Simone Felinto, que representava o superintendente Ricardo do Rosário, que está em viagem para Belém. Com ela, participaram da audiência o delegado Rayrton Carneiro, que preside o inquérito que investiga o assassinato de Calixto, mais o investigador Wallac França, que também atua no caso. A presidente da Câmara, Júlia Rosa, explicou à delegada Simone Felinto que os vereadores e a sociedade local estão preocupados com os recentes crimes contra homossexuais que vêm ocorrendo e disse que a Câmara está estendendo a mão para ajudar no que for preciso no aspecto político. “O Calixto era uma pessoa muito querida em Marabá e desconhecemos que houvesse uma pessoa que nutrisse ódio e sentimento de vingança contra ele. Apelamos para que a polícia se empenhe no esclarecimento dos fatos. Não podemos concordar que esse tipo de crime volte a acontecer”, disse Júlia…

Dilma sanciona Marco Civil da Internet.

  A presidente Dilma Roussef aprovou hoje pela manhã o texto do Marco Civil da Internet, que cria uma espécie de Constituição para o uso da internet no país, com direitos, deveres e garantias para usuários e empresas. O aval que transforma o documento em lei foi dado na abertura do NETMundial, encontro em São Paulo que reúne representantes da governança digital de 90 países, entre eles os “pais” da internet, Vint Cerf, e da web, Tim Berners-Lee, respectivamente. Este último considerou exemplar a iniciativa brasileira. “Direitos que são garantidos offline têm de ser garantidos online”, justificou a presidente com ênfase para a neutralidade da rede, ponto mais polêmico, que proíbe as operadoras de vender pacotes de internet pelo tipo de uso. Segundo Dilma, o Marco Civil é uma “experiência inovadora que ecoou das vozes das ruas, das redes e de diferentes instituições”. O texto do projeto já havia sido aprovado ontem à noite por unanimidade no Senado, 28 dias depois de ter passado pela Câmara. A decisão de Dilma põe fim a uma espera de anos entre idas e vindas até que o projeto fosse enfim ajustado à versão final. Goste você ou não, agora o Marco Civil da Internet é lei e precisá ser seguido por todos que fazem parte do mundo digital. Então, explicamos abaixo, em cinco pontos objetivos, as principais bandeiras do documento. Confira: DIREITOS O Marco Civil considera a internet uma ferramenta fundamental para a liberdade de expressão e diz que ela deve ajudar o brasileiro a se comunicar e se manifestar…