Caminhada alerta população para sintomas do câncer infantojuvenil

Mães, pais, e crianças atendidas pelo Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo saíram em uma grande caminhada pelas ruas de Belém, na manhã deste sábado, 30/9, alertando a população para os sintomas do câncer infantojuvenil e a importância do diagnóstico precoce. A caminhada, que foi da Basílica de Nazaré ao Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, encerra a campanha “Setembro Dourado” realizada, durante todo este mês, para chamar a atenção da comunidade para a doença, que não possui formas de prevenção, sendo o diagnóstico precoce a principal forma de combate, aumentando em 80% as chances de cura do paciente. Ana Saraiva, de 32 anos, foi uma das mães que fez questão de acompanhar a caminhada. Ao lado do filho, Izaack, de 7 anos –  diagnosticado com câncer aos 5 anos de idade -, ela contou que também teve dificuldades para detectar os sintomas no próprio filho. Por isso, hoje, faz questão de alertar outras mães e participar da campanha promovida pelo Hospital Oncológico Infantil, onde o filho recebe tratamento. “A gente quer que as mães e pais observem seus filhos, porque eu sei que às vezes a gente não percebe que aquela febre persistente, dores, perda de peso, manchas roxas, podem significar um câncer. São sintomas que muitas vezes não ligamos à doença”, ressaltou. A profissional autônoma, Maiara Araújo, de 29 anos, moradora de Novo Repartimento, também conta que só identificou os sintomas do filho porque tinha um médico na família. O filho dela, Marcus Henrick, foi diagnosticado com leucemia aos 9 anos de idade, e há…

Bazar Beneficente em prol do Hospital do Câncer de Barretos está recebendo doações

Acontece no próximo dia 7 de outubro, na Praça Duque de Caxias – Marabá Pioneira -, o Bazar Beneficente em Prol do Hospital do Câncer de Barretos, que realiza tratamento gratuito em todo o País. Para o sucesso da iniciativa, a organização está solicitando e recolhendo doações que possam aumentar a oferta no dia do evento e, assim, arrecadar mais recursos.

Podem ser dados: roupas de cama, mesa e banho, objetos de decoração, tapetes, lustres, luminárias, eletroeletrônicos, ferramentas, materiais de construção, móveis e utilidades domésticas.

Perfumaria, maquiagem, bijuterias e óculos, assim como vestuário feminino, vestuário masculino, vestuário infanto-juvenil, moda gestante/bebê, moda praia, moda fitness e calçados em geral também serão bem-vindos.

A base de apoio para recolhimento das doações é a sede da ACIM – Associação Comercial e Industrial de Marabá. Os interessados em fazer doações podem ligar para Kessiana Soares, (94) 99270-1964 ou 98113-0849 (também WhatsApp).

Compartilhe:

Setembro é mês com mais incêndios nos últimos 20 anos, revela Inpe

São Felix do Xingu é a cidade que apresentou o maior número de focos de incêndio em Setembro no Pará.
O Pará registrou no mês de agosto mais de quarenta mil focos de queimadas espalhados por 119 municípios, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Para ser exato os números de focos de queimadas registrados entre 1º a 30 de Setembro resultam em Os dados foram consultados por Zeca News  no site/meio-ambiente.

Altamira-continua-sendo-a-cidade-que-mais-causa-incendio-no-para Altamira, que sempre liderou  como o municípios que mais causa incêndio e queimadas no estado, no mês passado foi ultrapassado por São Félix do Xingu. Altamira registrou 4.110 focos, enquanto São Félix registrou/causou 4.923 focos de incêndios liderando todos os municípios paraenses.

Ainda segundo dados do Instituto, após São Félix e Altamira os município de Santa Maria das Barreiras (2474 focos), Novo Progresso (2390 focos), Portel (1638 focos) e Marabá (1515 focos) são os que apresentaram maior ocorrência de focos de queimada e incêndio florestal no período<p>Canaã dos Carajás fica em 42º posição com  215 focos no mês de Setembro.

O Município teve uma animadora queda, após aparecer no últimos meses entre os municípios mais causadores de queimadas

https://youtu.be/yXOz7SPQ5zg

Compartilhe:

LEILÃO “DIREITO DE VIVER” É UM SUCESSO EM MARABÁ

Maurício Fraga, Presidente da Associação dos Criadores do Estado do Pará, mostra os resultados positivos do “Leilão Direito de Viver”.
 
O evento foi realizado no último sábado (30), no Parque de Exposições e teve o objetivo de ajudar o Hospital de Câncer de Barretos, que atende pessoas do Brasil inteiro. Foram arrecadados até agora R$449 mil. De acordo com Maurício “a população entendeu bem a proposta e muitas pessoas fizeram doações, até compraram e doaram novamente, por isso, estamos muito contentes com os resultados”. 
O apoio da Associação Comercial e Industrial de Marabá, a ACIM, fez a diferença para o sucesso da iniciativa. “A ACIM viabilizou muitas arrecadações”, afirmou Maurício.
Um terreno de 324.000 m² foi doado por um empresário local e será vendido para reverter o valor ao Hospital de Câncer.
NO PRÓXIMO SÁBADO (07) ACONTECERÁ UM BAZAR AO LADO DA SEDE DA ACIM COM OS OBJETOS DOADOS. CASO VOCÊ QUEIRA DOAR ALGO ESPECIAL PARA SER REVENDIDO NO BAZAR, BASTA LEVAR À SEDE DA ACIM NA VELHA MARABÁ. OBJETOS DE MAIOR VALOR SERÃO VENDIDOS PELA INTERNET.

Compartilhe:

Começa hoje o Censo Agropecuário 2017

O trabalho será realizado por mais de mil pessoas no Pará. O último Censo Agro foi realizado em 2006.   Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) inicia nesta segunda-feira (2) o Censo Agropecuário de 2017, que ocorrerá em todo o território nacional. No Estado do Pará, o trabalho será realizado por mais de mil pessoas. A coleta encerra no final de fevereiro de 2018 e a divulgação dos primeiros resultados deve ocorrer a partir de maio. De acordo com o IBGE, o Censo Agropecuário é a mais completa investigação da estrutura e da produção agrícola, da pecuária, da silvicultura e da aquicultura no país. Cerca de 5,3 milhões de estabelecimentos serão pesquisados em todo o Brasil e o resultado mostrará as transformações nas atividades agropecuárias ocorridas nos últimos dez anos, tais como a ação de redistribuição de terras, a expansão das fronteiras agrícolas, as alterações no uso do solo, o uso das práticas agrícolas, de conservação do solo e de tecnologias que envolvem a agropecuária. Este será o primeiro Censo Agropecuário a ser feito integralmente por meio digital, mesmo nas regiões mais remotas do país. Os recenseadores devem visitar estabelecimentos que desenvolvam atividades agropecuárias, florestais e aquícolas para venda ou subsistência, independentemente do seu tamanho. Um questionário deverá ser respondido pelo produtor ou pelo administrador da unidade, seja ele o chefe de uma pequena unidade de agricultura familiar ou o proprietário de extensas terras do agronegócio. O último Censo Agro foi realizado em 2006 e apontava que o Pará possuía cerca de 196 mil…

Demora nas obras do Pedral do Lourenço afetam a economia no Pará

 Os rios do Pará, quando bem aproveitados, são um meio de transporte econômico, eficiente e sustentável. A hidrovia Araguaia-Tocantins, por exemplo, poderia cumprir essa função, mas há quase 10 anos um projeto para tornar o rio Tocantins navegável o ano todo caminha devagar, o que atrasa o desenvolvimento econômico do estado e ainda deixa uma obra bilionária sem utilidade. As eclusas de Tucuruí, no sudeste do Pará, são quase um elefante branco. Desde que foram inauguradas, em 2010, ao custo de R$ 1,6 bilhão dos cofres públicos, elas praticamente não funcionam. Em 2013, menos de 2% da sua capacidade foram utilizados. “Esse ano ainda foram feitas algumas eclusagens lá, pouquíssimas, no máximo 10, o que não significa nada para o potencial do rio e da região, então é quase zero isso, se falar que a gente pretende transportar por ali quase 20 milhões de toneladas”, afirma Eduardo Carvalho, diretor das Empresas de Navegação Fluvial do Pará. A função das eclusas é permitir que embarcações atravessem a barragem da usina de Tucuruí, superando o desnível de 70 metros entre o rio Tocantins e o reservatório da hidrelétrica. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) é o órgão responsável pelas eclusas, mas a operação é feita pela Eletronorte, que não informou quantas embarcações utilizaram o serviço este ano. Segundo especialistas, as eclusas vão continuar subutilizadas enquanto não houver uma obra complementar no rio Tocantins: a remoção do Pedral do Lourenço, um conjunto de rochas ao longo de 43 km do rio, no município de Itupiranga, entre…

CORREIAS MERCÚRIO APRESENTARÁ NOVA FÁBRICA EM MARABÁ (PA) APÓS INVESTIMENTO DE MAIS DE R$ 100 MILHÕES

 

A empresa brasileira, líder no mercado de correias transportadoras nacional e maior fabricante de correias transportadoras da América do sul, receberá a imprensa para apresentar as instalações de sua nova fábrica no distrito industrial de Marabá (pa) em 03 de outubro, às 14h30.

No evento deve ser feito anúncio de funcionamento em três turnos, com ampliação da capacidade de produção.

A unidade é a primeira a produzir correias transportadoras em toda a região norte do Brasil, e atende indústrias de mais de 40 segmentos.

 

A Geração de 200 empregos diretos e indiretos na região de marabá (pa) é destaque da iniciativa.

O Brasil abriga o maior mercado consumidor de correias transportadoras da America do sul. Elas desempenham papel fundamental em setores de base como mineração, siderurgia e agronegócio.

 

 

 

 

 

Compartilhe:

Importância da doação de órgãos é lembrada em celebração no Hospital Metropolitano

Gesto fundamental, que ajuda na mudança de vida de muitas pessoas, a doação de órgãos e tecidos foi lembrada em cerimônia no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua (PA), nesta quarta-feira, 27/9, data que marca o Dia Nacional da Doação de Órgãos e Tecidos. A unidade, gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), orientou usuários e colaboradores para a importância da doação de órgãos e tecidos. Durante o mês de setembro, o Hospital Metropolitano está com a fachada colorida com luzes verdes em alusão ao movimento “Setembro Verde”, que chama a atenção da sociedade para a doação. A cerimônia contou com uma celebração do diácono Paulo Galende, da paróquia de São Geraldo Magela, no conjunto Marex, em Belém (PA). Em sua fala, o diácono destacou a esperança que o gesto de doação de órgãos traz a quem aguarda um transplante. “Quando uma pessoa encontra um doador, reencontra a esperança, renasce a motivação para viver”, disse. Galende lembrou aos presentes, que ao optar pela doação, as famílias são responsáveis por um gesto de caridade extrema. “Doar é um gesto de nobreza da alma, é quando você de mostra grandioso”, continuou. O diácono também ressaltou a ética que permeia o processo de doação de órgãos. “Nós sabemos que há receio em doar órgãos, mas existe uma palavrinha muito forte neste procedimento: a ética. Nada é feito contra a vontade da pessoa, nem contra a vontade da família. Tudo…

PREFEITURA PAGA VISA VALE REFERENTE A SETEMBRO DE 2017

O prefeito Tião Miranda autorizou na manhã desta quarta-feira o pagamento do Vale Alimentação para os servidores efetivos da prefeitura. O valor total do benefício é de R$ 1.663.666,75 e abrange igualitariamente os servidores de todas as secretarias.

A gestão está cumprindo seus compromissos firmados desde o início, pagando salários em dias, incluindo encargos, tributos, Ipasemar e consignados debitados da folha e repassados diretamente aos bancos correspondentes.

Compartilhe:

Oncológico Infantil encerra Setembro Dourado com caminhada em Belém

O Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo encerra neste sábado, 30/9, a campanha ‘Setembro Dourado’ com uma caminhada para lembrar a população da importância do diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil. A atividade está marcada para às 8h30, com saída do Conjunto Arquitetônico de Nazaré (CAN), no bairro de Nazaré, em Belém (PA), em direção ao Oncológico Infantil, localizado na travessa 14 de Abril. A caminhada fecha a campanha iniciada no dia 1/9. Estarão presentes voluntários, colaboradores e familiares de pacientes do Oncológico Infantil. Durante o mês os colaboradores da unidade, gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), realizaram orientação sobre os sinais e sintomas do câncer infantojuvenil. No dia 10/9, a unidade realizou uma ação na Praça da República com a partipação dos voluntários do Instituo Áster, Anjos da Esperança, Casa Ronald McDonald e Associação Amigas do Peito. As orientações do ‘Setembro Dourado’ também foram levadas a escolas da rede municipal e estadual de ensino, e da rede privada. A equipe do Oncológico passou pelas escolas Antônio Carvalho Brasil, Palmira Gabriel, Barão do Rio Branco, Santa Emília e Preventório Santa Terezinha. Foram desenvolvidas rodas de conversa com pais e estudantes para explicar sobre os sintomas do câncer, além do funcionamento do Oncológico Infantil e da rede de suporte ao paciente oncológico no Pará. Este é o segundo ano que o Hospital Oncológico Infantil faz adesão ao “Setembro Dourado”, que foi criado pela Confederação Nacional das Instituições de Apoio e Assistência…