Com ambulâncias recuperadas, Samu-192 volta a atender com capacidade total

Até pouco tempo, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu -192) de Marabá trabalhava em situação precária, diante da falta de ambulâncias de reserva, o que muitas vezes resultava em atraso no socorro a quem necessitava. Agora, com o total de seis viaturas em boas condições, o trabalho dos socorristas flui sem atropelos, porque existem três ambulâncias recuperadas na reserva técnica. Segundo Walternice dos Santos Vieira, coordenadora componente do Samu -192 -Região Carajás -, esse serviço em Marabá está autorizado a funcionar com três ambulâncias, sendo duas unidades de suporte básico (USB) uma de suporte avançado (USA) e reservas para substituições ocasionais. O que transforma uma USB em USA são as equipes e os equipamentos. Na primeira, a equipe é composta por um técnico de Enfermagem e um condutor socorrista; no segundo caso, um médico, um enfermeiro e um condutor socorrista, mais equipamentos de UTI móvel. Por isso, qualquer viatura que entre em pane é facilmente substituída por outra da reserva técnica. Ainda de acordo com Walternice, o Samu-192 faz, em média, 600 atendimentos por mês, com destaque para os acidentes de trânsito, envolvendo motocicletas; seguido de casos clínicos, a exemplo de hipertensão arterial, diabetes e psiquiatria, dentre outros. Descentralização No momento, o Samu-192 de Marabá trabalha com duas bases: uma anexa à Secretaria Municipal de Saúde, com atendimento somente por USB; e outra anexa ao Hospital Municipal, trabalhando exclusivamente com a UTI móvel. A intenção é fazer, até o fim deste ano, mais uma descentralização, com base no Bairro São Felix, para um…

Ministro Helder Barbalho anuncia o investimento de 2 bilhões de reais no novo Fies, um marco na Educação

Com a Medida Provisória assinada na última quinta-feira (6), entre os Ministérios da Educação e da Integração Nacional, os Fundos Constitucionais mudam o foco e passam a financiar também o setor educacional. São os mesmos recursos que, ao longo dos anos, foram decisivos para alavancar o desenvolvimento regional financiando o setor produtivo. O Ministério da Integração investirá R$ 2 bilhões para garantir, já a partir do ano que vem, 150 mil novas vagas em universidades privadas para alunos das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, através do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O aluno não vai garantir o financiamento direto no banco pelo Fundo Constitucional do Norte (FNO). Ele irá à universidade, que vai ao governo gerar esse crédito. Porém, para financiar, o governo precisa de recursos em caixa. “Aí é que entrará o papel fundamental dos fundos das três regiões”, explica o ministro da Integração Nacional Helder Barbalho, em entrevista ao Diário do Pará. Segundo ele, o Governo Federal está ampliando o leque de utilização dos recursos do FNO, pensando no futuro do Pará e do Brasil. “Nada melhor para isso do que começar pela Educação”, reitera. Leia, a seguir, a íntegra da entrevista: Como o senhor  avalia a inserção dos recursos dos Fundos Constitucionais, predominantemente voltados para o desenvolvimento regional, como um instrumento que vai ampliar a inserção de mais estudantes em universidades? Helder – Primeiro é preciso compreender que desenvolvimento é garantir investimentos no setor produtivo, seja na área do agronegócio, na indústria, no comércio, nos serviços, na infraestrutura. Mas. quem deseja ter…

De prevenção de acidentes de trânsito a móveis rústicos de madeira, passando por energia solar e artesanato, 31ª Expoama mostra grande diversidade ao visitante

Com estande na Expoama 2017, a Caterpillar vai promover uma palestra sobre operação e manutenção de escavadeiras hidráulicas, na sexta-feira, dia 14. Outra novidade da 31ª Exposição Agropecuária de Marabá é o estande da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que mostra os riscos de acidentes por falta de atenção, vídeos educativos e materiais usados nas fiscalizações como o etilômetro, o famoso “bafômetro”, que mede o nível de álcool ingerido pelo condutor. Segundo o agente Thales Pironi, “um carro acidentado é uma coisa impactante”. “O nosso estande, além de mostrar os equipamentos usados pela PRF e pelo DMTU, pretende alertar passageiros e condutores sobre os dispositivos de segurança, de não beber e dirigir”, afirma ele. Segundo o agente, atualmente, é muito comum a prática de digitar e dirigir por causa das redes sociais, o que tem causado acidentes sérios. “Escolhemos a Expoama porque é um dos maiores eventos da cidade, todo mundo vem visitar e o parque fica às margens da rodovia, o que é mais um motivo para alertar os condutores da importância de conscientização de um trânsito seguro”, disse. O motorista Antônio Neto gostou do que viu e aprendeu no estande da PRF. “No trânsito, em segundos, acontece um acidente. Então é bom para tirar dúvidas, aprender coisas novas, ver como é o dia a dia dos agentes”. Um estande que também chama atenção é o de energia solar e segurança. Lá é possível ver algumas placas solares que podem ser usadas separadas ou integradas aos dispositivos de segurança do imóvel. O produto tem começado…

Hospital Regional de Marabá realiza treinamento sobre lesões de pele

Na  última segunda-feira, dia 10, colaboradores do Hospital Regional do Sudeste do Pará – “Dr. Geraldo Veloso” (HRSP), em Marabá, participaram de um treinamento sobre classificação de feridas. As orientações foram repassadas pelos enfermeiros Marqueyd Barros e Rosilene Amorim, integrantes da Comissão de Prevenção e Tratamento de Feridas (CPTF).

Composto por enfermeiros, nutricionistas, médicos e farmacêuticos, o órgão é responsável pelo acompanhamento de pacientes que apresentam feridas mais complexas, orientando a equipe assistencial sobre a conduta a ser adotada caso a caso, a fim de promover a recuperação desses pacientes.

Durante o treinamento, os enfermeiros abordaram os tipos de lesões de pele mais comuns em pacientes atendidos na unidade, como queimaduras e feridas provocadas por acidentes automobilísticos. A demonstração contou com o apoio de estudantes do curso de Enfermagem da Faculdade Metropolitana, que  utilizaram maquiagem para simular os aspectos das lesões no próprio braço e em mãos de gesso.

Protocolos

Pública e gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), a unidade adota duas importantes ferramentas para evitar e tratar lesões de pele. São elas: o Protocolo de Prevenção e Manutenção da Integridade da Pele e o Protocolo de Prevenção de Lesões por Pressão.

O primeiro é direcionado a pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto e, o segundo, a todos os usuários admitidos na instituição. Os dois protocolos visam evitar o aparecimento de lesões por pressão, popularmente conhecidas como escaras. (Ascom HRSP)

Compartilhe:

Sistema de Integração Agropecuária – 3 lançado na 31ª Expoama

Na manhã desta quarta-feira (12), aconteceu na sede do Sindicato Rural de Marabá, o lançamento do Sistema de Integração Agropecuário-3 (SIAPEC) 3. O evento contou com a presença do presidente da Federação de Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa), Carlos Xavier, do diretor da Agência de Defesa Agropecuária do Pará, Luiz Pinto, e dos Secretários de Desenvolvimento Agropecuário e da Fazenda do Estado, Giovanni Queiroz e Nilo Noronha.

Segundo a Faepa, o lançamento na Expoama foi propício para divulgar aos produtores rurais as vantagens do sistema em facilitar e agilizar o processo de comercialização dos animais. O SIAPEC é integrado à emissão da Guia de Trânsito Animal, o GTA, da Nota Fiscal Eletrônica do Produtor Rural, do recolhimento do DAE (Documento de Arrecadação Estadual) e do boleto referente a contribuição junto ao Fundepec (Fundo de Desenvolvimento da Pecuária do Estado).
O Pará foi um dos primeiros nove estados brasileiros a implementar o Sistema de Integração Agropecuária (SIAPEC), em 2013. O cadastro no sistema requer o repasse de informações sobre a produção, animais, propriedade, condições sanitárias e transporte de animais vivos.
Também estiveram presentes os deputados Márcio Miranda, presidente da Assembleia Legislativa do Estado e Sidney Rosa; Clésio Santana, superintendente Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Pará; Paulo Roberto Corrêa da Silva, superintendente de Desenvolvimento da Amazônia; e Sylvio Magessi, diretor Presidente da SM Soluções para Gestão da Informação – Sistema SIAPEC.

Compartilhe:

Nova rádio FM de Marabá já está no ar

Entrou no ar, no último dia 8, a Rádio FM Correio, com a programação jovem e diversificada. O time de locutores já está interagindo com o público por meio das plataformas de redes sociais pela Internet, pelos programas da emissora, na programação de veraneio e presente na 31ª Expoama. A emissora tem em seu quadro radialistas que já militaram na comunicação na cidade como Márcio Lira, Vilma Lira, Elson Gomes, e Leverson Oliveira.
A rádio é propriedade do ex-prefeito de Curionópolis, Wenderson Azevedo Chamon, mais conhecido como Chamonzinho, agora empreendedor no ramo da Comunicação. Ele tem ampliado o raio de atuação das emissoras do Grupo Correio no sul do Pará, já atuando em Canaã dos Carajás, Curionópolis e São Félix do Xingu. E agora chega em Marabá com força total.
Entre os planos de Chamonzinho, por meio da rede de Comunicação, está alçar vôos mais altos na política estadual ou federal, nas eleições de 2018.

Compartilhe:

Com 85% da frota renovada, táxi-lotação passa a custar R$ 4,25 a partir de segunda-feira, 17 de julho

A partir da próxima segunda-feira, dia 17, a tarifa do serviço de transporte alternativo de táxi-lotação passa a valer R$ 4,25. De acordo com o presidente da Associação de Táxi-Lotação de Marabá, Rogério dos Santos Soares, o reajuste foi determinado pela Prefeitura de Marabá, por ser uma imposição legal, pois, toda vez que o preço da passagem do ônibus urbano aumenta, o do táxi lotação também deve aumentar, para que não haja concorrência desleal. “A tarifa do ônibus aumentou 28% no final do ano, passando de R$ 2,50 para R$ 3,20. Porém, se fôssemos aplicar esse percentual ao táxi-lotação, a nossa tarifa passaria dos atuais R$ 3,75 para R$ 4,80 e aí ficaria muito pesada para o passageiro”, explica Rogério, acrescentando que negociou com o poder público e chegou à tarifa de R$ 4,75 para as seis rotas com menor percurso e R$ 5,00 para Morada Nova. Indagado pelo Zeca News, se a qualidade do serviço aumenta na mesma proporção que a tarifa, Rogério Soares disse que hoje quase toda a frota de 78 carros foi renovada com ar-condicionado nos automóveis “e todo o conforto que o usuário merece”, além do que os condutores passam por treinamento para fazer o transporte de passageiros. “Apenas 15% da frota é antiga, mas também será renovada porque os carros já estão velhos e não passaram na avaliação dos órgãos de trânsito para transporte de passageiros”, anuncia ele. Sobre o aumento da frota de táxi-lotação, uma reivindicação dos usuários em razão da precariedade do transporte coletivo, Rogério Soares afirma…

Emater aprova proposta de meritocracia, que impulsiona o crescimento de programas, projetos e ações produtivas

O Conselho Técnico-Administrativo da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater-Pará) realizou nesta terça-feira, 11, no escritório central do órgão, em Marituba, reunião extraordinária para discutir a Resolução 001/2017, que disciplina a utilização e distribuição dos recursos financeiros provenientes da taxa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). A proposta, que considera premiação de metas cumpridas, foi aprovada e, no seu bojo, estimula a meritocracia no âmbito da empresa, visando, em última instância, impulsionar o crescimento de programas, projetos e ações produtivas, com foco no desenvolvimento rural no estado. A Resolução proposta pelo presidente Paulo Amazonas Pedroso, de acordo com as considerações feitas pelo conselheiro Raimundo Ribeiro, representante da Associação dos Servidores da Emater Pará (Assempa), e que resumiu o pensamento manifestado pelos demais conselheiros, “é relevante e oportuna”. A proposta estimula o extensionista rural no seu trabalho de valorização ao produtor e à produção rural, a partir da motivação funcional e profissional, e disciplina e define que, de todos os recursos gerados pela taxa de Ater, 60% serão destinados à gestão técnica, administrativa e operacional dos serviços, e 40% serão destinados à participação profissional, na forma de gratificação de produtividade condicionada ao atingimento de metas preestabelecidas. Os recursos destinados à gestão técnica, administrativa e operacional dos serviços, observarão percentuais a serem distribuídos nos escritórios: central (em ações de gestão, assessoramento, monitoramento, avaliação e investimento), regionais (em ações de gestão, assessoramento, monitoramento, avaliação das atividades de Ater) e locais (nas execuções de atividades de Ater). À produtividade os recursos observarão…

Hospital Regional do Sudeste “Dr. Geraldo Veloso” reforça práticas seguras para o uso de medicamentos

Referência em atendimento de média e alta complexidade para 22 municípios da região, o Hospital Regional do Sudeste do Pará “Dr. Geraldo Veloso” (HRSP), em Marabá, adota uma série de protocolos para garantir a segurança dos pacientes atendidos na instituição. Um deles é o Protocolo de Prescrição, Uso e Administração de Medicamentos, que foi tema de um treinamento realizado pela Diretoria de Enfermagem, com o apoio do setor de Farmácia e do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente, para enfermeiros e técnicos de Enfermagem do hospital. As orientações contemplaram todas as etapas da terapia medicamentosa em unidades hospitalares, desde a prescrição médica até a administração no paciente, a fim de reforçar práticas que ajudam a prevenir eventos adversos relacionamentos ao uso de remédios. Segundo o diretor de Enfermagem do HRSP, Leisson Pinheiro, entre as estratégias adotadas para garantir a administração segura de medicações destaca-se a regra dos ”nove certos”, orientada pelo Ministério da Saúde. ”Neste treinamento, que atendeu todos os turnos, adotamos uma metodologia que, de forma prática, explicou a essência do protocolo e os principais momentos em que pode haver falhas. Além disso, reforçamos os nove pontos que devem ser checados sempre pelo profissional antes da administração do medicamento: paciente, droga, via, dose, hora, documentação, ação da droga, forma e resposta”, comentou o gestor. Durante o treinamento, também foi reforçada a importância da identificação e do cuidado com medicamentos de alta vigilância, que possuem maior potencial de provocar dano no paciente quando há erro de utilização, como sedativos, insulinas e eletrólitos de alta…

Leilão Criadores do Pará e abertura do rodeio movimentam a 31ª Expoama nesta quarta-feira. A feira terá a presença do ministro Helder Barbalho

Acontece amanhã, quarta-feira, dia 12, a partir das 19h, no tatersal do Parque de Exposições “José Francisco Diamantino”, o  Leilão Criadores do Pará, na 31ª Expoama. Serão duas mil cabeças de gado de corte, cria, recria e engorda, colocadas à venda ao bater do martelo. Além de gado de criadores de Marabá, o leilão terá animais de Paragominas, Xinguara, Redenção e Água Azul do Norte.

O evento terá a presença de nomes importantes ligados ao agronegócio, pecuaristas e também lideranças políticas, a exemplo do ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, convidado do Sindicato dos Produtores Rurais de Marabá para prestigiar a abertura do rodeio.

Já na quinta-feira, dia 13, outro grande evento movimenta o Parque de Exposições, o lançamento do Simples Ambiental, durante aquela que já é considerada a maior feira de agronegócios do Norte do País.

Compartilhe: