Pró-Saúde abre três vagas em Ananindeua (PA)

A Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar está com vaga aberta para os cargos de enfermeiro, copeiro e maqueiro no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE) em Ananindeua (PA). Todas as vagas são destinadas a pessoas com deficiência (PCD). Os interessados podem cadastrar o currículo no site www.prosaude.org.br/trabalheconosco entre os dias 26/5 e 2/6. Cargo: enfermeiro Número de vagas: 1 Atividades: Receber o plantão e tomar providências necessárias às atividades administrativas e assistenciais. Checar todos os dias, em todos os turnos, os registros das salas cirúrgicas, SRPA, Arsenal, desinfecção de equipamentos. Priorizar o atendimento aos pacientes, dependendo do grau de complexidade clínico e cirúrgico. Verificar materiais e equipamentos necessários ao ato cirúrgico. Verificar as condições do paciente admitido no setor. Atuar em atendimento de emergência e coordenar tais situações, entre outras atividades inerentes à área. Forma de candidatura: cadastre o currículo no www.prosaude.org.br/trabalheconosco entre os dias 26/5 a 2/6. Pré-requisitos: ensino superior completo e experiência em pronto-atendimento Benefícios: salário e vale transporte Horário e escala de trabalho: 180 horas, com disponibilidade total de horário. Cargo: maqueiro Número de vagas: 1 Atividades: Executar a transferência segura dos pacientes no ambiente hospitalar. Cumprir as normas e regulamentos da instituição, bem como as rotinas operacionais da unidade. Conhecer e manusear material imprescindível ao transporte de pacientes, entre outras tarefas correlatas à área. Forma de candidatura: cadastre o currículo no www.prosaude.org.br/trabalheconosco entre os dias 26/5 a 2/6. Pré-requisitos: ensino médio completo. Desejável curso de primeiros socorros. Benefícios: salário e vale transporte Escala de trabalho: 180 horas, com disponibilidade…

Vem aí o 6º Forró do Bode. É dia 3 de junho, na Maçonaria do Novo Horizonte.

Acontece na noite de 3 de junho próximo, um sábado, na Maçonaria do Novo Horizonte – A Pioneira da Transamazônica, o 6º Forró do Bode, uma festa para a família, que este ano terá a animação do cantor Clauber Martins na abertura e, em seguida, a animação por conta da Banda Fole do Arraia, de Jacundá, que vai tocar o tradicional forró de pé de serra durante a festa. Segundo o maçom Inácio Ferreira, um dos organizadores do forró, as mesas estão à venda pelo valor de R$ 200,00, na secretaria da Maçonaria, localizada na Praça do Novo Horizonte, em frente à Igreja de Nossa Senhora da Conceição. Já o venerável Paulo Sérgio informa que a renda do forró será empregada na continuação das reformas pelas quais aquele espaço vem passando: “Estamos ampliando as estruturas para poder receber com maior comodidade os nossos amigos e familiares e também para colocar à disposição da sociedade marabaense um espaço de eventos digno de qualquer acontecimento”. Ele informa ao Blog Zeca News que hoje o salão já está mais amplo e todo climatizado a agora vão acontecer obras complementares na parte da frente, a fim de abrigar grandes eventos de cunho social. “A localização é extremamente privilegiada e sempre estamos abertos a parcerias com a comunidade marabaense”. Quanto ao 6º Forró do Bode, Paulo Sérgio e Inácio afirmam que este ano os pais não terão desculpas para deixar os filhos em casa nem poderão dizer que não foram à festa porque não tinha quem tomasse conta das crianças.…

Vereador Ray Athie explica aos eleitores porque votou a favor da aprovação do novo PCCR da Educação

O vereador Ivanildo Bandeira Athie (PC do B), mais conhecido como Ray Athie, um dos 17 que votaram pela aprovação da Lei 014/2017, que altera o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) da Educação, publicou manifesto explicando porque votou “sim” na votação da última terça-feira, dia 23. Leia a seguir a manifestação de Ray: Por que votei nas alterações do PCCR? Como vereador e representante do povo de Marabá, me sinto no dever de esclarecer os motivos pelos quais votei favorável às alterações no PCCR da Educação. Lendo o texto proposto pelo Executivo e comparando com a lei aprovada em 2011, cheguei à conclusão que havia, sim, distorções que precisavam ser corrigidas. Abaixo, veja algumas delas: 1) A folha de pagamento da Semed, mesmo com todos os cortes feitos pela gestão atual, continua sendo maior do que os recursos que o município recebe do Fundeb. Em 2011, quando o PCCR foi alterado pela última vez, o município recebeu do Fundeb R$ 106.038.045,00 e a folha era de R$ 84.543.848,13. Mas, os problemas começaram no ano seguinte e não pararam mais. Em 2012, os recursos do Fundeb foram de R$ 118.283.424,00, mas a folha de pagamento saltou para R$ 122.320.082,00. O efeito cascata subiu ano a ano e, em 2016, o governo federal enviou R$ 166.978.666,00 para Marabá, mas a folha de pagamento tinha saltado para R$ 212.225.415,00, sem contar o vale alimentação, no valor de R$ 9.739.639,00. 2) Um dos ajustes que foi feito no plano, agora em maio de 2017, diz respeito à…

NOTA CONJUNTA CUT, FETAGRI, MST E CPT

Imediatamente um dia após a audiência pública realizada na Assembléia Legislativa do Estado do Pará que tratou a respeito da acentuação da violência no campo em território paraense, fomos novamente sacudidos por mais uma chacina de trabalhadores e trabalhadores rurais, desta vez vitimando 10 (dez) pessoas na fazenda Santa Lúcia, situada no município de Pau D’Arco, na região Sul do Pará, durante ação comandada pelas Polícias Militar e civil do Pará. A chacina de Pau D’arco é mais um triste episódio que evidencia o acirramento da violência no campo, vitimando trabalhadores e trabalhadoras rurais, a parte mais vulnerável dos conflitos envolvendo a posse e uso da terra no Pará. As causas estruturais da acentuação dos asassinatos de camponeses nas áreas rurais paraenses estão associadas à impunidade, à grilagem de terras, à concentração da estrutura fundiária e ao ambiente político-institucional forjado pelo golpe parlamentar-jurídico-midiático de 2016. A chegada dos golpistas ao centro do poder no Brasil, oriundos das bancadas do Boi, da Bala e dos Bancos encorajou politicamente as elites agrárias da Amazônia e as autorizou tacitamente a empregar a violência como o principal meio de apropriação das terras e de extermínio das lideranças camponesas. Por outro lado, o desmantelamento da política de reforma agrária (extinção da Ouvidoria Agrária e do MDA) e a aprovação de medidas perversas em favor do grande capital designado sob o nome de “mercado”, tais como a MP 759/2016 aprovada ontem pelos golpistas na Câmara dos Deputados, conformam a caótica situação atual de supressão de direitos fundamentais e ataques aos bens…

Identificados os mortos em Pau D’Arco

LOCAL DO CRIME. FOTO: ASCOM MPE-PA O procurador-geral de Justiça, Gilberto Martins, o promotor de Justiça de Redenção, Erick Fernandes, os procuradores da República Deborah Duprat e Igor Spíndola, representantes de movimentos sociais e da Comissão Nacional dos Direitos Humanos  vistoriaram hoje à tarde a fazenda Santa Lúcia, em Pau D’Arco, a 50 quilômetros de Redenção, local onde dez pessoas foram mortas durante operação policial, ontem. Eles foram acompanhar o trabalho de peritos que buscavam cápsulas de bala, marcas de sangue e outras informações que contribuam para o inquérito policial. Antes, o MPE-PA reuniu com familiares das vítimas, na Promotoria de Justiça de Redenção e na sede local da OAB-PA. Os promotores de Justiça Jane Cleide Silva e Alfredo Amorim, que são lotados em outros municípios mas estão reforçando a atuação da instituição neste caso, também participaram da reunião. A pedido das famílias, os corpos  saíram no início desta noite de Marabá e Parauapebas e serão levados para a funerária Unipax, em Redenção. A expectativa é de que cheguem por volta das 23h horas. O promotor de Justiça Erick Fernandes também esteve no hospital municipal de Redenção para ouvir pessoas que foram feridas durante o confronto armado. Ele também conversou com familiares das vítimas para coletar mais informações. A perícia dos corpos, no Instituo Médico Legal de Parauapebas e de Marabá, foi acompanhada pelos promotores Francys do Vale, Patrícia Pimentel e Guilherme Carvalho. Já estão identificadas as vítimas fatais: Hércules Santos Oliveira, Ronaldo Pereira de Souza, Antônio Pereira Milhomem, Bruno Henrique Pereira Gomes, Regivaldo Pereira da Silva, Wedson Pereira…

Pró-Saúde abre sete vagas em Marabá (PA)

A Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar está com vagas abertas para os cargos de digitador, técnico em Enfermagem, enfermeiro, agente transfusional, oficial de Marcenaria e oficial de Manutenção no Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá (PA). Todas as vagas são destinadas a pessoas com deficiência (PCD). A candidatura é feita no site www.prosaude.org.br/trabalheconosco até o dia 30/5.

Cargo: digitador

Número de vagas: 01 (uma).

Descrição das atividades: digitar e arquivar laudos, conferir dados, realizar fechamento e estatística diária, dentre outras.

Pré-requisitos: ensino médio completo; conhecimentos em Informática; capacidade de solucionar conflitos e postura de trabalho voltada para o alcance de resultados.

Experiência: desejável curso de digitação avançada.

Benefícios: salário + VT.

Horário: 180h mensais.

Escala de trabalho: manhã ou tarde.

 

Cargo: agente transfusional

Número de vagas: 01 (uma). 

Descrição das atividades: realizar exames laboratoriais da área de Imuno-hematologia; participar do controle de qualidade interno e externo na área; auxiliar na supervisão e execução de atividades relacionadas à Hemoterapia no hospital e na Agência Transfusional (AT), dentre outras. 

Pré-requisitos: ensino médio completo; formação em técnico de Laboratório; registro no conselho de classe; conhecimento em Informática e domínio técnico no manejo de aparelhos, equipamentos e instrumentos para execução dos trabalhos.

Benefícios: salário + VT. 

Horário: 180h mensais. 

Escala de trabalho: tarde.

Compartilhe:

Assentados recebem o novo Cadastro Ambiental Rural em Marabá

Na última sexta-feira (19), sessenta famílias de agricultores assentados receberam os certificados do novo Cadastro Ambiental Rural (CAR). A entrega foi realizada na Vila Santa Fé, localidade próxima aos assentamentos Bom Jardim da Voltinha, Carajás Tamboril, Murajuba e Voltinha do Itacaiúnas, todos no município de Marabá (PA). Os cadastros foram elaborados em parceria com a empresa Agroatins, prestadora contratada pelo Incra para dar assistência técnica nos assentamentos. Na ocasião, o diretor da Agroatins, Ilker Moraes, explicou o que é o novo CAR. “Antigamente, o cadastro era gerenciado pelo governo do estado, através do Sistema Integrado de Monitoramento e Licenciamento Ambiental (Simlam), no caso do Pará. Hoje, o CAR é emitido pelo Governo Federal, através do Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (Sicar).” explica Ilker. É definido como um sistema eletrônico de âmbito nacional destinado à integração e ao gerenciamento de informações ambientais dos imóveis rurais de todo o País. Durante a reunião, o engenheiro agrônomo do Incra, José de Sousa Costa Júnior, falou sobre a importância do CAR. “É um documento que serve para o controle da gestão ambiental e para o ordenamento fundiário. Permite a comercialização de produtos agrícolas, assim como o acesso a linhas de crédito como o Pronaf A, exclusivo para assentados da reforma agrária.” afirma José Júnior. O CAR é obrigatório para todos os imóveis rurais, compondo base de dados para controle, monitoramento, planejamento ambiental e econômico e o combate ao desmatamento. O contrato com a prestadora prevê ainda, ações de entrega de cadastros nos projetos de assentamento Benfica, Borracheira, Cuxiú,…

Jovens condutores recebem orientações do Hospital Metropolitano sobre trânsito seguro

O Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua (PA), apresentou o programa “Direção Viva” aos estudantes do curso de Terapia Ocupacional da Universidade da Amazônia (Unama), em uma palestra comandada pelo diretor-geral da unidade, Rogério Kuntz, e pelo coordenador do setor de Pronto Atendimento da unidade, José Guataçara, nesta quarta-feira, 24/5. A atividade faz parte das ações do ‘Maio Amarelo’, um movimento que chama a atenção para os altos índices de acidentes de trânsito no país. A fala dos representantes da unidade teve foco no acidente com motocicleta. O diretor-geral ressaltou as perdas que um acidente de trânsito costuma trazer. Kuntz destacou não só o fator humano e a forma como o acidente muda a vida de dezenas de famílias, como também o impacto dos episódios na economia do Brasil. “No País inteiro, os acidentes de trânsito equivalem a 3% do Produto Interno Bruto (PIB) ou cerca de R$ 188 bilhões em pensões, seguros, danos materiais. Imagina a perda que é para o acidentado e para o país”, apontou. O gestor da unidade – gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) – apontou também maus hábitos ao pilotar motocicletas como causadores de acidentes, tais como a imprudência, uso de álcool e drogas ilícitas, desrespeito às leis de trânsito e, claro, o excesso de velocidade. “A palavra hoje sobre acidente de moto é a prevenção. Tenha cuidado, cuidado e cuidado”, aconselhou. O médico José Guataçara destacou dois tipos…

Prefeitura retoma obras da primeira etapa da Grota Criminosa

Em pouco tempo, demonstrando compromisso e eficiência, a equipe do Governo Tião Miranda restabeleceu as obras da primeira etapa da Grota Criminosa, que impactam direta e principalmente em melhorias para as folhas 23 e 26, na Nova Marabá, mas também beneficiam moradoras das folhas 20, 22, 28, 29 e 32.
Cerca de 2.300 famílias serão beneficiadas, de forma direta. O prefeito Tião Miranda e o secretário de obras, Fábio Moreira, fizeram rápidos e importantes ajustes e a obra segue, agora, em ritmo acelerado para que seja entregue o mais rapidamente possível à população.
Será aumentada a capacidade de escoamento, evitando alagamentos e implantado sistema de condução de águas da Nova Marabá para a ETE (Estação de Tratamento e Saneamento), bem como pavimentação de todas as ruas das folhas 23 e 26.

Compartilhe:

Risoterapia ajuda na recuperação de pacientes e reduz tempo de internação AF

Por  meio do ‘Programa do Voluntariado’ da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, que gerencia seis hospitais públicos no Pará, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), Dentre os benefícios da risoterapia, destacam-se o estímulo à liberação de endorfina, que dá a sensação de bem-estar, e o aumento da imunidade do organismo. Isso é possível porque, ao gargalhar, os músculos do rosto e do abdômen são movimentados. Como resultado, há a elevação da autoestima do paciente e, consequentemente, a cooperação com os profissionais da saúde no tratamento necessário à sua recuperação. O estudante Axel Tavares, de 22 anos, é um dos integrantes do grupo de palhaços ”Obra de Maria”, formado no final do ano passado, por quatro jovens da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, na Folha 28. ”Nas visitas, o maior aprendizado é para o voluntário, mais do que para o paciente, porque a história de vida dele e sua força são enriquecedoras para todos nós. Lembro de uma das visitas ao hospital em que conhecemos uma menina de 12 anos. Ela chorou quando lemos uma palavra. Perguntou para a mãe onde estava a Bíblia dela e aí vimos que ela tinha consciência de que Deus não tinha esquecido dela”, disse o voluntário. Capacitação No voluntariado em unidades de saúde, além da disposição para fazer bem ao próximo, é necessário que o participante conheça as normas e rotinas do ambiente visitado, para que não coloque em risco a sua própria saúde nem a do paciente. Para orientar sobre…