Conta de luz de maio terá bandeira vermelha

As contas de luz de maio terão bandeira tarifária vermelha patamar 1, o que representa um acréscimo de R$ 3 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Este é o segundo mês em que a bandeira vermelha é ativada neste ano. A bandeira tarifária vermelha é acionada quando é preciso ligar usinas termelétricas mais caras, por causa da falta de chuvas. Como o sinal para o consumo é vermelho, os consumidores devem fazer uso eficiente de energia elétrica e combater os desperdícios. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o uso consciente. As cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade. Recentemente, o diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, disse que as contas de luz deverão continuar com a bandeira vermelha patamar 1 até o fim do período seco, que vai até novembro. BANDEIRAS TARIFÁRIAS O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração. Quando chove menos, por exemplo, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia no país. Nesse caso, a bandeira…

‘Não há greve, mas baderna generalizada’, diz ministro da Justiça

Veja –O ministro da Justiça, Osmar Serrraglio (PMDB-PR), disse que o país não está enfrentando uma greve nacional nesta sexta-feira, mas “uma baderna generalizada” e uma manifestação que “não é dos operários”, mas das centrais sindicais insatisfeitas com o fim do imposto sindical na reforma trabalhista proposta pelo presidente Michel Temer (PMDB). “Estamos testemunhando piquetes, bloqueios em diversas partes do país. Mas a polícia está sendo muito eficiente, está desobstruindo. É um contrassenso imaginar que alguém esteja em greve e esteja se dirigindo ao serviço. Porque essa obstrução é para aqueles que desejam se locomover ao trabalho. Não temos greve, não há greve. O que há é uma baderna generalizada“, disse ao programa Jornal da Manhã, da rádio Jovem Pan. Para o ministro, há uma “insatisfação daqueles que estão percebendo que estão perdendo a fonte de recursos que fazia com que manipulassem a vontade dos nossos trabalhadores”, em referência ao fim do imposto sindical. “A população está percebendo que esse inconformismo, essa insatisfação [das centrais sindicais] provêm de quem está perdendo aquilo que, ao longo dos anos, alimentou um sistema que manietava os trabalhadores”, afirmou. Sobre o impacto dos protestos no andamento das reformas trabalhista e da Previdência no Congresso, Serraglio disse que acha que as propostas de Temer serão fortalecidas. “Num primeiro momento, eu acho que as consequências serão no sentido de fortalecer as reformas. porque, quando essas atitudes são tomadas, você cria dificuldades para que as pessoas se dirijam ao seu trabalho”, disse. “A reforma trabalhista veio para dizer ao trabalhador: você é…

Criador do jogo da baleia azul é preso

A divulgação recente sobre casos de suicídio motivados por um jogo tem alarmado pais e mães de adolescentes que se envolveram na ‘brincadeira’ que pode levar a morte. A mídia tem feito um trabalho excepcional de tentar divulgar sobre os perigos oferecidos para quem se envolve no game.

O que muitas pessoas não sabem é que o criador e proliferador da ideia já está preso. Ao que parece o jogo teria sido criado na Rússia, por um jovem, que se aproveita dos momentos de vulnerabilidade das pessoas para incentivá-las ao suicídio. Segundo informações descobertas recentemente, o homem já teria sido identificado por outros crimes online, e estaria preso desde 2015.

A ideia de criar um jogo composto por cinquenta passos a serem cumpridos teria sido inventado por ele para poder aliciar sobretudo adolescentes que estivessem passando por um momento crítico. Conheça o homem responsável pela criação do jogo macabro:O russo Philip Budeikin, de 21 anos, foi detido pela polícia.

Blog do Joabson Silva: http://www.joabsonsilva.com/#ixzz4fZtxAcmT

Compartilhe:

BR-155 está fechada e PA-287 poderá ser fechada ainda hoje

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra interditaram na manhã desta sexta-feira, um trecho da BR-155 nas proximidades do Distrito Rio Vermelho, no município de Xinguara.

Somente passam pelo bloqueio ambulâncias e carros de polícia.
CONCEIÇÃO
Populares que aderiram à manifestação nacional fecharam a PA-287 na saída de Conceição do Araguaia sentido Redenção por duas horas e depois liberaram o tráfego.

Compartilhe:

Operação Dilúvio em Mãe do Rio

A operação “Dilúvio”, da Polícia Civil, cumpriu hoje em Mãe do Rio, no nordeste do Pará, 36 mandados judiciais – 21 de busca e apreensão, oito de condução coercitiva e sete de prisão preventiva de envolvidos em desvio de recursos públicos. Policiais da Divisão de Repressão ao Crime Organizado, com apoio das Diretorias de Polícia Metropolitana e de Polícia do Interior, do Núcleo de Inteligência Policial e do Grupo de Pronto-Emprego, sob coordenação do delegado Evandro Araújo, diretor da DRCO, apuraram o sumiço de mais de R$ 2,5 milhões, valores que podem quadruplicar ao final das investigações. A promotora de justiça Andressa Ávila atuou em conjunto com a polícia e os mandados judiciais foram expedidos pelo juiz Cristiano Magalhães Gomes. Conforme o delegado Carlos Eduardo Vieira, titular da Delegacia de Repressão a Defraudações Públicas, o esquema funcionava durante a administração do ex-prefeito José Ivaldo Martins Guimarães, codinome Badel, cujo mandato encerrou em dezembro de 2016. Vários contratos estão sob suspeita, e o leque é enorme. Vai desde fornecimento de serviço funerário, marmitas e transporte escolar, hospedagem e asfaltamento, até a subtração de documentos da Prefeitura. Como se fosse pouco, o inquérito policial apurou, ainda, a falta de prestação de contas aos órgãos de controle. Cinco foram presos: o ex-secretário municipal de Finanças, João José Canuto de Moraes; a ex-secretária de Educação, Lana Regina Cordeiro de Oliveira; a ex-secretária de Assistência Social, Antônia Edilaura Tavares Lopes; o empresário Everaldo Manoel Rodrigues dos Reis, oZé do Caixão, e o empresário João Paulo de Freitas Oliveira. Estão foragidos o ex-prefeito José Ivaldo Martins Guimarães…

Sistema Norte da Vale registra produção de 36 Mt de minério de ferro no primeiro trimestre de 2017

A Vale produziu 86,2 milhões de toneladas (Mt) de minério de ferro no primeiro trimestre de 2017 (1T17). Deste total, 36 Mt foram produzidos no Sistema Norte, que compreende as operações de Carajás, Serra Leste e S11D, no Pará, representando um aumento de 11,1% em relação ao mesmo período do ano passado. O aumento deveu-se, entre outros, pelos resultados positivos do ramp-up de Ferro Carajás S11D, que está avançando conforme o planejado.   No primeiro trimestre de 2017 (de janeiro a março), a operação do Sossego, com mina em Canaã dos Carajás, produziu 24.900 t de cobre contido no concentrado no 1T17, ficando 10,7% e 11,7% acima do 4T16 e do 1T16, respectivamente. A produção de cobre contido no concentrado de Salobo, com mina em Marabá, alcançou a produção de 42.600 t no 1T17, ficando 3,6% acima do 1T16. A produção de níquel, em Onça Puma, localizada em Ourilândia no Norte, alcançou 6.100 t no 1T17, ficando 8,9% e 10,6% acima do 4T16 e do 1T16, respectivamente. O forte desempenho de produção de Onça Puma foi alcançado por meio de melhoras na utilização dos ativos e produtividade.   A Estrada de Ferro Carajás (EFC) movimentou 39,8 milhões de toneladas (Mt) de minério de ferro e carga geral no 1T17. O minério de ferro foi o principal produto transportado pela ferrovia, totalizando 38,9 Mt no período.   O S11D continua seu bem-sucedido início de operação (ramp-up), avançando de acordo com o esperado. Da mesma forma, o avanço físico na duplicação da Estrada de Ferro Carajás (EFC) chegou…

LEGISLATIVO:PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL VAI PRESTAR CONTAS DAS ATIVIDADES NESTA QUARTA FEIRA

O presidente da Câmara Municipal de Marabá, Pedro Corrêa Lima, enviou convite a Imprensa de Marabá para uma entrevista coletiva no dia 3 de maio, quarta-feira, às 10 horas.
Pedro Correa informa ao Zeca News que vai fazer balanço das atividades realizadas pelo Poder Legislativo Municipal no primeiro quadrimestre de 2017, ao mesmo tempo em que estará à disposição para responder aos questionamentos apresentados pelos jornalistas.
 .

Compartilhe:

GREVE GERAL MANIFESTAÇÃO CAUSOU INTERDIÇÃO NA PONTE DO RIO ITACAIÚNAS EM MARABÁ

Bancários do Banco do Brasil, Caixa, Banpará e Basa, assim como servidores públicos municipais, estaduais e federais de vários setores e também urbanitários, rodoviários e metalúrgicos Fecharam nesta sexta 28, a ponte do rio Itacaiúnas , o transito ficou parado no momento que manifestação passou no local em direção a Marabá pioneira, onde ocorrerá o encerramento do protesto  contras as reformas trabalhistas e da previdência. A concentração iniciou  das 8 horas, em frente à agência do INSS, e  encerrou antes de meio dia na Marabá Pioneira.

Segundo o professor Rigler Aragão, os danos causados pela aprovação das reformas trabalhista e da previdência podem provocar 70 anos de retrocesso na história do trabalhador brasileiro “Principalmente se juntar ainda com a terceirização. Piora de vez. Vai ser um clima de instabilidade, redução de salário, perda de direitos. É a precarização se generalizando para todas as categorias”, acredita Rigler.
Para Heydiane, a mobilização do povo na rua é a única maneira e ferramenta para pressionar os deputados e senadores. “Nós temos que acreditar que isso é possível, porque se a gente deixar as reformas passarem vai ser muito mais complicado reverter esse quadro. Direitos que hoje são fundamentais como FGTS, décimo terceiro, férias, auxílio transporte e vale alimentação, vão sendo retirados com essas reformas e nós não concordamos com isso”, finaliza Heydiane.

Compartilhe: