MP  irá promover Audiência Pública para debater direitos de autistas        

Em alusão às Pessoas com Transtorno do Espectro do Autista a Promotora de Justiça da Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência de Marabá, Lilian Viana Freire, irá promover no dia 03 de abril, uma Audiência Pública com o tema “Sou Autista e Tenho Direitos”. O evento visa a garantia de direitos, a construção e implementação de Políticas Públicas voltadas a esta população. O evento será realizado no Auditório da sede das Promotorias de Justiça de Marabá, localizada na Rua das Flores s/nº, Bairro Agrópole do Incra. A partir das 13h30. As Pessoas diagnosticadas com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) apresentam dificuldade para interagir socialmente, bloqueio no domínio da linguagem para se comunicar, comportamento restritivo, repetitivo, hiperatividade, agressividade, ansiedade, dentre outros sintomas. A Lei nº 12.764/2012 implementou a Política Nacional de Proteção dos direitos da pessoa com TEA, instituiu a esse grupo vários direitos, dentre eles o acesso a ações e serviços de saúde, com vistas à atenção integral às suas necessidades, à educação ao ensino profissionalizante direcionando ao mercado de trabalho e à assistência social. Ocorre que estes direitos ainda não estão devidamente positivados no Município de Marabá e são habitualmente violados. Considerando esta realidade, a Promotora de Justiça com atribuições na defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência de Marabá vem realizando várias medidas para a garantia de direito deste público. Nesse sentido, a audiência pública terá como objetivo trazer à discussão a proteção dos direitos fundamentais das pessoas com Transtorno do Espectro Autista e colocar em pauta a necessidade da implementação…

Celebrações de Páscoa no HMUE renovam a fé de pacientes

O professor Antônio Marcelo Alves de Sousa, de 40 anos, está internado no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua (PA), onde se recupera de um acidente em Garrafão do Norte (PA). Antônio estava de bicicleta quando precisou desviar de uma cobra em uma rodovia e acabou atropelado por um carro. “Na hora do acidente a única coisa que me veio à cabeça foram os meus dois filhos, porque sou viúvo, e a minha mãe”, relembra. O que mantém Antônio confiante na recuperação, e que em breve poderá voltar para a família, é a fé. Ele, que é católico, acredita que a Páscoa é um momento de renovação.  “Sou uma pessoa abençoada. As coisas só acontecem quando Deus quer e acredito que tudo na vida tem um propósito”, disse. Pensando em aproveitar a celebração da Páscoa, comemorada no próximo domingo (1), para proporcionar um momento para que os pacientes internados pudessem, assim como Antônio, manter viva a fé e a esperança em sua recuperação e aumentar o bem estar, a Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, gestora do Hospital Metropolitano, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), realizou celebrações de Páscoa para os pacientes. As comemorações tiveram início na quarta-feira (28) e foram direcionadas aos pacientes infantis da Clínica Pediátrica e do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ). Desde o início da semana, os pacientes que frequentam a classe hospitalar foram convidados a fazer cestas de páscoa utilizando copos descartáveis, EVA e adesivos com temas infantis. Na quarta,…

Motoqueiro executa esposa do Secretário de Desenvolvimento de Parauapebas na porta de igreja 

Sindicléia de Carvalho Vieira Santos, 39 anos, esposa do secretário Municipal de Desenvolvimento de Parauapebas, Isaías Queiroz de França, foi assassinada quando saía de um culto na Igreja Assembleia de Deus do bairro Vila Rica, em Parauapebas, no início da madrugada deste sábado (31). 
Segundo as primeiras informações, um motoqueiro se aproximou dela quando ainda estava entrando em seu carro, na porta da igreja, a puxou pelo braço e atirou na cabeça da vítima. Ela ainda foi socorrida por amigos e encaminhada ao Hospital Geral de Parauapebas, mas não resistiu.O corpo da empresária foi encaminhado para o Instituto Médico Legal da cidade.

Compartilhe:

Clubes homenageiam atacante Aru nas redes sociais

    Assim que foi confirmada a morte do atacante Aru, de 31 anos, nesta sexta-feira (30), clubes e atletas postaram nas redes sociais homenagens ao jogador que defendeu vários clubes do estado. Primeiro clube índigena do país, o Gavião Kyikategê prestou uma homenagem ao seu ex-atleta. Aru foi destaque do time na participação da equipe no Parazão 2014. Outro time da região, o Águia de Marabá também manifestou seu pesar sobre a morte do atleta. Quem também homenageou o jogador foi o São Raimundo de Santarém, clube defendido por Aru, em 2012, que por meio de nota manifestou seu pesar. VEJA A NOTA Com profundo pesar, o São Raimundo Esporte Clube informa e lamenta o falecimento do atacante Indígena Paulo Aritana Sompre, conhecido como Aru. Ele era um dos líderes do Gavião Kyikatejê – nome do clube e da tribo que fica no município de Bom Jesus do Tocantins, distante cerca de 450 quilômetros da capital Belém. Aru teve passagem pelo pantera no ano de 2012 na disputa do Campeonato Paraense. O indígena, que tinha 31anos, faleceu nesta sexta-feira (30) vítima de um acidente de carro na Rodovia BR-222, entre os Bairros São Félix e Morada Nova, próximo ao Residencial Tiradentes, em Marabá. O São Raimundo Esporte Clube lamenta profundamente o ocorrido e se solidariza com os familiares, amigos e profissionais que conviveram com uma pessoa de grande caráter e profissional exemplar. Aru morreu em um acidente automobilístico nesta sexta-feira (30) após seu carro se chocar com um caminhão, em uma estrada próximo a cidade…

Recém nascido com dentes causa surpresa em hospital de Belém

Um recém nascido foi motivo de assunto em um hospital da capital paraense desde a tarde desta quinta-feira (29). Tudo porque o pequenino de 3,83 kg nasceu com dentes e surpreendeu os membros de um hospital particular localizado no bairro da Pedreira, em Belém. Por telefone, Marcelle Moura, de 25 anos, conversou com o DOL e confirmou que seu filho é a bola da vez, já que um recém nascido ter dentes é um evento considerado raro. Apesar de debilitada, a moradora do bairro do Bengui não escondia a felicidade ao ter seu segundo filho e narrou os momentos antes de dar à luz: ”Eu estava em trabalho de parto desde anteontem, com muita contração. Só que, como eles só internam no hospital quando a mulher está com quatro ou mais centímetros de dilatação, eu voltei para casa e esperei. Vim uma segunda vez e ainda não dava. Até que ontem de manhã eu dei entrada oficialmente. Queria o parto normal, mas acabei tendo por cesárea. Graças a Deus deu tudo certo!” (Foto: Imagem cedida por Marcelle Moura) Mas o que chamou mais atenção mesmo foi o fato do bebê ter nascido com um dentinho. Naturalmente os dentes nascem em torno dos seis meses de vida, mas o filho de Marcelle decidiu ‘chegar chegando’. Os médicos consideram o caso raro, porém, normal. Esses dentes são chamados de ‘dentes neonatais’ e costumam ser formados quando o bebê ainda está no útero, podendo ser um ou mais. Ainda não há uma causa certa, mas é motivo de…

Remédios ficarão mais caros a partir deste domingo (1º)

partir deste domingo (1º), os remédios vão ficar mais caros: o Governo Federal autorizou um reajuste que pode variar de 2,09% a 2,84%, conforme resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED). O aumento deve ser aplicado em cerca de 13 mil apresentações de medicamentos disponíveis no mercado varejista brasileiro, de acordo com o Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma).
Segundo a entidade, o aumento atualiza a tabela de Preços Máximos ao Consumidor (PMC) e não gera elevação automática nem ajustes imediatos nas farmácias e drogarias, principalmente em relação aos remédios que registram grande concorrência.
“Medicamentos com o mesmo princípio ativo e para a mesma classe terapêutica (enfermidade) são oferecidos no país por vários fabricantes e em milhares de pontos de venda”, explica, em nota.
Conforme levantamento do Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade, uma instituição de ensino e pesquisa da área farmacêutica, o preço cobrado pelo mesmo medicamento pode variar até 81% de loja para loja. O analgésico Novalgina, por exemplo, é comercializado por R$ 8,70 a R$ 46,50, dependendo da farmácia.
O novo reajuste será de 2,09%, 2,47% ou 2,84%, conforme o tipo do medicamento. Os índices estão abaixo da inflação de 2017, que foi de 2,95%

Compartilhe:

Crianças do Oncológico Infantil recebem visita surpresa de Lyoto Machida

De passagem pela capital paraense para visitar a família, antes de entrar na fase final de preparação para a próxima luta pelo Ultimate Fight Combat (UFC), o lutador Lyoto Machida resolveu fazer uma surpresa para as crianças e adolescentes em tratamento no Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém (PA), nesta quinta-feira, 29/3. Alguns ainda acordavam e demoraram para acreditar que o lutador criado no Pará, poderia estar realmente conversando com eles. “Você é o lutador mesmo?”, perguntava uma das crianças antes de reconhecê-lo e posar com Lyoto com os punhos cerrados, gesto que se repetiu em todos os encontros, assim como as mensagens de apoio deixadas pelo atleta. Acompanhado pelo pai Yoshizo Machida, amigos da família e dos diretores do hospital, Lyoto pode conhecer um pouco da história da unidade, estrutura de leitos e brinquedotecas, outras características de atendimento da unidade que é gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Para o lutador, a experiência vivida com as crianças, certamente fará parte de sua preparação para as próximas lutas. “Encontros como esse nos fazem valorizar mais tudo aquilo que temos. Eu só tenho a agradecer por esse momento”, ressaltou Lyoto. Em agradecimento pela visita surpresa, a diretora Administrativa e Financeira do Oncológico Infantil, Tatiane Santos, ressaltou a importância da atitude do lutador que é um ídolo para muitas das crianças e adolescentes em tratamento na unidade. “Momentos como esse são importantes porque ajudam a amenizar a rotina das…

Encenação da Paixão de Cristo leva conforto a pacientes internados no Hospital Galileu

Faz uma semana que a auxiliar Administrativa Anne Pereira, de 31 anos, está internada no Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém (PA), onde se recupera após sofrer um acidente de moto. Ela que teve o pulso esquerdo quebrado durante o acidente e passará por uma cirurgia na próxima segunda-feira (2), ainda sofre com dores, mas encontrou certo alívio durante uma encenação da Paixão de Cristo, realizada na unidade na quarta-feira ( 28). “Vendo as dores pelas quais Jesus Cristo passou, a gente acaba refletindo também sobre a nossa própria dor e que elas são pequenas perto do que ele passou”, disse Anne. “Eu gostei da apresentação também porque vou passar a Páscoa aqui, longe da minha família, então é bom ter esse momento”, ressaltou. A encenação da Paixão de Cristo fez parte da Programação de Páscoa – festividade religiosa que lembra a ressurreição de Jesus Cristo, comemorada no próximo domingo, – e aconteceu no corredor da unidade, despertando a atenção de usuários, acompanhantes e colaboradores. “Temos pacientes que já estão internados há bastante tempo, então esse momento ajuda bastante, dá uma maior motivação, fé renovada, porque nem todo mundo poderá ir à igreja ou até a comunidade que participa”, disse a técnica de Enfermagem do SCIH, Adriana Cardoso. Gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), o Hospital Galileu conta com o Programa de Voluntariado para dar apoio durante as apresentações musicais e teatrais na unidade. Dessa vez, o grupo Auxiliadores…

Hospital Regional de Marabá celebra Páscoa com pacientes e colaboradores

Nesta semana, aproveitando o período da Páscoa, o Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, envolveu colaboradores e pacientes em uma programação especial. Uma delas aconteceu na Unidade de Terapia Intensiva pediátrica, onde A. L., de três anos, está internada desde o dia 15/3.

Para o pai da menina, a ação fez com que o ambiente hospitalar ficasse mais ameno. “Com a doença, minha filha deixou de ir para a creche, ver os amigos, pular e correr, atividades normais na vida de uma criança. Aí alguém chega, faz uma pintura de coelhinho no rosto dela e já arranca um sorriso. Bom seria se todos os hospitais fossem assim”, destacou o acompanhante.

Com a ajuda de grupos que integram o Programa de Voluntariado da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, além da pintura facial, o Hospital Regional de Marabá realizou também sessão de musicoterapia, missa, oficina de artesanato e entrega de bombons.

O clima pascal se estendeu, ainda, à comemoração do aniversário de colaboradores e à ação que presenteou com ovos de chocolate mais de 30 crianças atendidas no Espaço de Atendimento Provisório.

Compartilhe: