Trabalho fonoaudiológico no Hospital Metropolitano ganha destaque em revista nacional

“Quando a gente consegue algo assim que dá muita alegria, porque não é fácil publicar”. A frase resume o sentimento da fonoaudióloga Natasha Anijar, que trabalha na orientação e acompanhamento dos residentes no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua. Ela comemora a publicação do artigo “Processo de decanulação em pacientes acometidos por traumatismo cranioencefálico: estudo realizado em um hospital de trauma, na região metropolitana de Belém, PA” na Revista da Faculdade de Ciência Médicas de Sorocaba, da Universidade de São Paulo (USP). A publicação foi produzida pela fonoaudióloga Amanda Grasiele Andrade, que fez residência na unidade em 2015, e orientada pelos fonoaudiólogos José Wilson de Araújo Albuquerque e pela própria Natasha, como pesquisa científica da Universidade do Estado do Pará (Uepa). O artigo aborda o trabalho fonoaudiológico realizado no Metropolitano em vítimas de traumatismo cranioencefálico grave e os benefícios dele na recuperação dos pacientes, em relação ao processo de alimentação. Vinte usuários vítimas de traumatismo cranioencefálico (TCE) com indicação de intubação por período superior a sete dias e que receberam indicação de traqueostomia foram acompanhados entre julho e novembro de 2015. O objetivo da pesquisa foi analisar a importância do trabalho dos fonoaudiólogos para que estes pacientes pudessem passar pelo processo de decanulação e desmame, ou seja, a retirada da traqueostomia e da via de alimentação alternativa, sem que apresentassem problemas de deglutição – para engolir os alimentos. Todos os usuários participantes tiveram sua identidade preservada no artigo. Como resultado, verificou-se que a maioria dos pacientes acompanhados conseguiu retomar as funções normais de…

Pró-Saúde abre vaga para técnico de Hemoterapia em Ananindeua (PA)

  A Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar está com vaga aberta para o cargo de técnico de Hemoterapia no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua (PA). As vagas também são destinadas a pessoas com deficiência (PCD). Cargo: técnico de Hemoterapia Atividades: coletar o material biológico empregando técnicas e instrumentações adequadas para testes e exames de laboratório de Análises Clínicas. Atender e cadastrar pacientes. Proceder ao registro e identificação, separação, distribuição, acondicionamento, conservação, transporte e descarte de amostra ou de material biológico. Preparar as amostras do material biológico para a realização dos exames. Auxiliar no preparo de soluções e reagentes. Executar tarefas técnicas para garantir a integridade física, química e biológica do material coletado. Proceder a higienização, limpeza, lavagem, desinfecção, secagem e esterilização de instrumental, vidraria, bancada e superfícies. Auxiliar na manutenção preventiva e corretiva dos instrumentos e equipamentos do laboratório de Análises Clínicas. Organizar arquivos e registrar as cópias dos resultados, preparando os dados para fins estatísticos. Organizar o estoque e proceder ao levantamento de material de consumo para os diversos setores, revisando a provisão e a requisição necessária. Seguir os procedimentos técnicos de boas práticas e as normas de segurança biológica, química e física, de qualidade, ocupacional e ambiental. Guardar sigilo e confidencialidade de dados e informações conhecidas em decorrência do trabalho. Cumprir a Política Nacional de Comunicação da Pró-Saúde. Número de vagas: 1 Escala de trabalho: 180 horas mensais, horário das 13h às 19h Requisitos: curso técnico em Laboratório. Experiência mínima de seis meses na área. Desejável especialização na área de Hemoterapia.…

Colaboradores com 10 anos de SINOBRAS são homenageados

A valorização do colaborador e o estabelecimento de laços de respeito e compromisso mútuo entre empresa e equipe são alguns dos pilares da atuação da SINOBRAS. Por isso, a empresa hoje conta com muitos colaboradores que estão há mais de 10 anos em seu quadro. Na última terça-feira (27), como forma de reconhecimento pelos anos de dedicação e comprometimento com a SINOBRAS, 61 colaboradores, sendo 54 da SINOBRAS e 7 da SINOBRAS Florestal, foram homenageados, em evento realizado no restaurante da empresa com a presença da Diretoria e de Gestores. Na oportunidade, Ian Corrêa, Vice-Presidente do Grupo Aço Cearense, agradeceu a parceria de todos os colaboradores. “Ficamos muito felizes em ver pessoas que estão com a gente desde o início. São 10 anos acreditando na nossa empresa e fazendo parte da nossa história. Se não fosse o trabalho de vocês, não estaríamos onde estamos. Só temos a agradecer!”, disse Ian em seu discurso. Milton Lima, Diretor Industrial, relembrou momentos da trajetória da SINOBRAS e reconheceu o empenho de todos. O colaborador Rilson Lanhellas, Mantenedor Mecânico da Oficina de Cilindros – Laminação, falou em nome dos colegas homenageados: “Agradeço a Deus por essa rica oportunidade. Como os diretores falaram, houve muitos pessimistas dizendo que a empresa não ia dar certo, mas aqui estamos. Uma empresa sustentável se instalou em nossa cidade e assim nos mantém, e mantemos as nossas famílias por meio dela. Em nome de toda população marabaense, agradeço à diretoria por ter acreditado, porque se não fosse a fé e a vontade de lutar…

Atendimento humanizado contribui para recuperação de pacientes do Hospital Regional de Marabá

A internação hospitalar é uma situação que ninguém deseja. Mas, quando necessária, quanto mais acolhedora for, melhor para a recuperação do paciente. No Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá (PA), para tornar esse período mais ameno para o usuário, o atendimento se baseia na Política Nacional de Humanização do Sistema Único de Saúde (SUS). Assim, desde o momento da admissão até a alta hospitalar, todas as etapas da assistência prezam pelo bom relacionamento, respeito às necessidades individuais, garantia dos direitos, segurança e qualidade. Para a agente administrativo Francisca Rocha, de 54 anos, é o atendimento humanizado que alivia a saudade de casa. Há mais de 40 dias ela acompanha a mãe que está internada na unidade. ‘Não é fácil essa situação, mas o atendimento é de excelência e a gente ainda tem a visita de voluntários. Da última vez que eles vieram, minha mãe estava sem falar. Quando eles saíram, ela ficou dando tchau de longe, com os olhos cheios de lágrimas. Isso ajuda a gente a ficar mais animada. O baixo astral vai embora e a gente até esquece que está doente’, afirmou a acompanhante. O Programa de Voluntariado desenvolvido na unidade é uma das ações relacionadas à Política Nacional de Humanização. Berenice Ribas é uma das 60 pessoas que participam desta iniciativa da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar em Marabá. Ela conta que decidiu fazer visitas a pacientes hospitalizados após lutar contra um câncer de colo de útero. ‘No momento em que você…

Agente da Guarda Municipal é preso suspeito de envolvimento em homicídio

O agente Alexsandro Caldas Pó, da Guarda Municipal de Marabá, foi preso na tarde de hoje, quinta-feira (1º), pela Polícia Civil, suspeito de envolvimento na morte de Naiara Vieira Ribeiro, ocorrida em outubro do ano passado. Contra ele foi cumprido mandado de prisão temporária de 30 dias, expedido pelo Juízo da 3ª Vara Criminal da Comarca de Marabá. O agente foi encaminhado à 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil, onde foi interrogado pela equipe do Departamento de Homicídios. Ele ainda será encaminhado para realização de exame de corpo de delito e, em seguida, ao sistema prisional. A delegada Raíssa Beleboni irá conceder entrevista coletiva amanhã sobre o caso. Ainda em outubro, outro agente, Rômulo Passos Soares, também foi preso por suspeita de participação em um caso de tortura, extorsão e estupro praticado contra três pessoas, dentre elas, Naiara, encontrada morta a tiros na Folha 34, cinco dias após sofrer as agressões. O pedido de prisão preventiva contra ele foi requerido pelo delegado Luiz Otávio de Barros, responsável por investigar a denúncia realizada na semana anterior ao assassinato da jovem. Na ocasião, a mãe de uma das vítimas procurou a delegacia e informou que o filho estava em companhia de outro amigo e de Naiara quando foram abordados. Três homens agrediram as vítimas e as colocaram em um automóvel Voyage, de cor prata, próximo a um bar na Folha 34. De lá, os dois homens e a mulher foram levados até o Bairro Cidade Jardim onde ocorreram as agressões. As vítimas foram obrigadas, ainda, a manterem…

Pai é preso suspeito de estuprar a própria filha em Marabá, sudeste do PA

Delegacia Especializada no Atendimento a Criança e Adolescente cumpriu mandado de prisão preventiva na quarta-feira (28).

Um homem de 41 anos foi preso na quarta-feira (28) em Marabá, no sudeste do Pará, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça. Ele é suspeito de estupro de vulnerável contra as duas bilhas biológicas.

A prisão foi efetuada por uma equipe da Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e Adolescente (Deaca) na residência do suspeito. Segundo a Polícia Civil, o homem teria abusado sexualmente primeiro de uma das filhas, em São Paulo, e depois fugido para Marabá, onde teria abusado da outra filha, que na época tinha 8 anos.

A menina, que já está com 13 anos, contou sobre o estupro a uma mulher da igreja onde frequentava, que fez a denúncia à Polícia Civil na sexta-feira (23). O suspeito ficará preso, à disposição na Justiça, no Centro de Triagem Masculino de Marabá.

Compartilhe:

Aneel estuda sistema pré-pago para consumo de energia.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) abriu audiência pública sobre sistema pré-pago para consumo de energia, tipo o que já existe na telefonia.

As reuniões acontecem em Brasília e envolvem vários segmentos ligados ao setor: das distribuidoras aos representantes dos consumidores.

Dentro desses encontros, o presidente do Conselho de Consumidores da Enel, Erildo Pontes, participa das discussões. A ordem é amadurecer resolução sobre o modelo

Compartilhe:

Até maio, situação dos presos do Brasil poderá ser acompanhado via internet

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) apresentou nesta quarta-feira (28) o Banco Nacional de Monitoramento de Prisões (BNMP), que possibilita uma inédita radiografia do sistema prisional do país. O sistema está sendo implantado nos tribunais brasileiros desde outubro passado e após a alimentação dos dados cobrirá todos os Estados até maio. A sessão extraordinária do CNJ foi convocada pela presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, para que fosse apresentada ao ministro extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungmann, a nova ferramenta de registro online de todos os presos do Brasil. Durante o evento, a ministra Cármem Lúcia lembrou que estatísticas diferentes apontam que existem de 650 mil a 722 mil presos no país, o que mostra que há equívocos nas estimativas. “Não é possível que esse número possa ser considerado uma aproximação”, disse. As informações do cadastro serão importantes para a definição de ações e de políticas públicas do Poder Judiciário e do Poder Executivo. “É um sistema que, além de ser um resultado e um produto, é um instrumento valioso como ferramenta de gestão, de planejamento e de racionalidade na aplicação dos recursos”, disse o conselheiro Júlio Ferreira ao explicar a operacionalidade e o funcionamento do BNMP. “O Novo BNMP coloca o sistema prisional em outro patamar. É uma ferramenta decisiva para a Justiça brasileira, uma ferramenta de informação que permitirá fazer políticas públicas mais assertivas”, destacou o ministro da Segurança Pública. “Para trabalhar com uma realidade é preciso conhecer essa realidade e é com isso que o novo BNMP…

WhatsApp vai começar a avisar quando uma mensagem foi encaminhada

Em breve o WhatsApp vai avisar quando uma mensagem foi encaminhada de outra ou da mesma conversa. A medida parece fazer parte dos esforços do aplicativo para combater a disseminação de spam entre seus usuários.

A novidade foi detectada pelo WABetaInfo e foi encontrada na versão beta mais recente para Android. Nela, quando uma mensagem é encaminhada, um aviso é mostrado na bolha de conversa, como pode ser visto na imagem abaixo:

Isso vale tanto para mensagens encaminhadas de outras conversas quanto para as que são repassadas da mesma conversa. A novidade pode ser uma maneira de identificar mensagens de spam, deixando claro que o usuário que enviou não foi o mesmo que escreveu a mensagem em questão.

O WhatsApp anunciou há algum tempo uma iniciativa para combater spam e correntes compartilhadas por meio do aplicativo, como mensagens que pedem para o usuário compartilhar com mais 10 amigos para ganhar alguma coisa, ou simplesmente informações falsas que são repassadas para outras pessoas em conversas no app.

Como o recurso foi encontrado em uma versão de testes, não é possível dizer se ele será incorporado à versão final do WhatsApp, ou se é apenas uma tentativa de ver como isso pode ajudar (ou não) no combate a spam.

Compartilhe:

Hospital Regional de Marabá realiza I Oficina de Humanização

Nesta quinta-feira, 1/3, o Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá (PA), realizará a I Oficina de Humanização. Durante o evento, a unidade apresentará as ações que desenvolve para tornar o ambiente hospitalar mais acolhedor e as diretrizes e princípios da Política Nacional de Humanização, preconizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A oficina contará com a participação de grupos que participam do Programa de Voluntariado da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, entidade que administra o HRSP, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Atualmente, 60 pessoas participam voluntariamente de atividades no Hospital Regional de Marabá. Há grupos de artesanato, musicoterapia, risoterapia, embelezamento e assistência religiosa. As ações são realizadas semanalmente e envolvem pacientes, acompanhantes e, ainda, o colaborador da instituição.

Compartilhe: