Grupamento ambiental da Guarda e Semma recaptura Boto de rede de pesca, nesta manhã sexta-feira (02).

O salvamento de um Boto Cinza ainda jovem, aconteceu nesta sexta-feira (02) as 10h30, pela Equipe de fiscalização da SEMMA em parceria com o Grupamento de Proteção Ambiental da Guarda Municipal – GPA nas proximidades da Praia do Geladinho.

Segundo o Guarda Alencar um dos integrantes do GPA, informou que o resgate foi feito através de denúncia na Semma, que havia um Boto preso a uma rede de pesca, “Chegamos no local o encontramos já machucado e enrolado na rede malhadeira, conseguimos com cuidado colocá-lo no barco, retiramos a rede e devolvemos a natureza”, disse o Guarda.

O Boto da Amazônia é considerado o golfinho brasileiro e infelizmente é alvo de maldade por parte de alguns pescadores, a Semma juntamente com o GPA conseguiram salvar o animal a tempo.

Denuncie qualquer tipo de crime ambiental através do plantão da Guarda Municipal 153.

 

Compartilhe:

Concerto em Marabá encerra turnê de orquestra itinerante

A Academia Jovem Concertante encerra a turnê pelo sudeste do Pará com grande concerto em Marabá, neste sábado (3/2), na Faculdade Metropolitana, a partir das 20h, com franca. A orquestra itinerante é composta por jovens músicos do Pará, Rio de Janeiro, Goiás, Minas Gerais e Paraíba, já lotou o Centro Cultural Parauapebas, no dia 30/1, e emocionou o público de Canaã em sua apresentação na quinta-feira. Dos 28 jovens, que ensaiam desde 24 de janeiro no Centro Cultural Parauapebas, sob regência do maestro Daniel Guedes, 22 são do Pará e dois são de Marabá. Maicon Lima, 21 anos, e Lídia Macedo, 23 anos estão realizando o sonho de integrar uma grande orquestra e ser reconhecido por meio da música clássica. Se antes tinham dúvidas, agora não mais: “Estou me sentindo muito feliz, até por que nunca imaginei que iria tocar com uma orquestra um dia. Isso me dá mais um gás para eu continuar estudando música mais ainda e conseguir um dia tocar em uma grande orquestra”, declarou Lídia. Maicon e Lídia são nascidos em Marabá e integram o Academia Jovem Concertante, que conta com o patrocínio da Vale, por meio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura. O projeto tem a proposta de contribuir para a formação de músicos jovens do país. “Essa é uma oportunidade única, pois tenho aprendido muito com os músicos da orquestra que têm me passado não só o aprendizado musical, mas também suas histórias de vivência na vida musical”, comentou Maicon. Os ingressos para apresentação deste sábado poderão ser retirados na…

Hemopa abre Campanha de Carnaval neste sábado

Folia e muita solidariedade darão o tom da Campanha de Carnaval da Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa), que será aberta neste sábado (3) e prossegue até o dia 9 de fevereiro, na sede do órgão. Este ano, a mobilização encabeçada pelo Hemopa traz o tema “Quem doa sangue tem amor no coração”. A campanha tem o objetivo de restaurar o estoque de sangue do hemocentro. “Tivemos uma redução de quase 50% no número de doadores voluntários desde o final de 2017, e esse quadro se manteve em janeiro. Em Belém, onde temos o Hemocentro Coordenador e a Estação de Coleta Castanheira, costumammos coletar uma média de 220 bolsas por dia, quando o ideal seriam 350 coletas diárias para atendimento satisfatório da demanda transfusional. Atualmente, estamos fazendo 120 coletas”, relata a gerente de Captação de Doadores, Juciara Farias. Segundo a gerente, nos períodos de intensa redução no número de voluntários, a estratégia da Fundação é promover campanhas estratégicas de incentivo à doação de sangue. “É o caso do carnaval. Precisamos alertar a população para que, antes de cair na folia, pense nas centenas de pessoas que dependem desse ato solidário para viver e tirem uma hora do seu tempo para contribuir com essa causa”, ressalta Juciara. Somente na capital paraense, o Hemopa é responsável pelo abastecimento de 95 hospitais. No estado, esse número sobe para mais de 200. Em 2017, durante a semana da campanha de carnaval, 2.169 candidatos à doação compareceram ao Hemopa. Isso corresponde a uma média diária de 350 pessoas. Neste ano, a meta é repetir esses números.…

Azulão Marabaense viaja hoje para Santarém

  Todos os jogadores estão aptos para o jogo de domingo   O time marabaense viaja nesta sexta-feira rumo ao oeste do estado, para enfrentar no domingo, dia 04, em Santarém, o São Raimundo. O Águia segue de ônibus até Belém e de lá termina a viagem de avião, percorrendo cerca de mil quilômetros para o jogo dessa quinta rodada do Campeonato Paraense. Para o jogo, o técnico João Galvão tem à disposição todos os jogadores, mas como tem feito nos outros jogos, a escalação só é liberada momentos antes do jogo. De acordo com Galvão, o time está bem confiante, pois nesta semana houve um maior tempo para a preparação física, os jogadores puderam descansar e treinar e estão prontos para mais um desafio. “Nossa intenção é fazer um recreativo no Colosso do Tapajós amanhã (03), para reconhecimento do campo”, disse o técnico, que visitou o Zinho Oliveira na manhã de hoje. “Nós estamos sempre aqui, observando a obra, e na contagem regressiva para o dia 20, quando nós esperamos que o Águia finalmente jogue em casa. Com o jogo de domingo serão cinco jogos fora de casa”, pontuou o técnico. O Águia é o quarto colocado na chave A1 e vem de suas derrotas seguidas. Apesar disso o goleiro Bernardo, que atuou nas duas últimas rodadas, está confiante contra o São Raimundo. “Estamos trabalhando firme e forte para consertar os erros que cometemos nas últimas partidas”, disse o goleiro. Sobre ainda não ter jogado em casa, Bernardo disse que está ansioso pela estreia…

Hanseníase no sul do Pará é preocupante

Um dado preocupante no Pará: o estado é o quarto no ranking de pessoas com hanseníase. O diagnóstico precoce é importante para o sucesso do tratamento.

Parauapebas e a região sul do Pará inspiram atenção da Secretaria de Saúde Pública do Pará com relação à hanseníase.

No Estado, são quase 30 doentes para cada 100 mil habitantes. Por isso o estado é considerado de alto risco para a doença. Em 2017 foram registrados 2.351 casos, número pouco menor que os 2.489 casos de 2016. (G1/PA)

Compartilhe:

IFPA CAMPUS INDUSTRIAL ABRIRÁ PROCESSO SELETIVO PARA PREENCHIMENTO DE 180 VAGAS

O processo seletivo destina-se ao preenchimento de vagas em Cursos de Educação Profissional Técnica de Nível Médio ofertados pelo IFPA Campus Marabá Industrial para ingresso no 1º semestre do ano letivo de 2018, ofertando 180 vagas para os cursos de Educação Profissional Técnica de Nível Médio nos cursos de Controle Ambiental, Informática e Eletromecânica, nos turnos da manhã e tarde.

Os interessados devem fazer a inscrição no período de 5 de fevereiro, a partir das 10h, até às 23h59 min do dia 19 de fevereiro de 2018, mais detalhes no http://industrialmaraba.ifpa.edu.br/
Os candidatos irão participar, primeiramente, de uma análise curricular e depois farão uma prova objetiva respondendo a 30 questões de Língua Portuguesa e Matemática. No dia 22 de fevereiro será divulgado o resultado da análise curricular com os nomes dos classificados que farão a prova objetiva no dia 10 de março.

O Campus Marabá Industrial fica localizado na Folha 22, Quadra Especial, Lote II. Bairro Nova Marabá, onde funcionava o antigo CEFET. Nos anexos do edital os candidatos terão disponíveis o cronograma completo, distribuição de vagas, declarações e conteúdo programático.

Compartilhe:

Sicredi tem bom desempenho no ranking de reclamações do BC

  Com apenas três reclamações reguladas, nenhuma foi considerada procedente; na pesquisa NPS, Sicredi encerra 2017 com índice de 67,3% de satisfação dos associados, um crescimento de 3,8 pontos percentuais ante o ano anterior O Banco Central do Brasil (BC), órgão regulador das instituições financeiras, divulgou o Ranking de Reclamações do Sistema Financeiro Nacional relativo ao quarto trimestre de 2017. Bancos e financeiras são avaliadas em dois grupos distintos: instituições com mais e com menos de quatro milhões de clientes. O Sicredi pertence ao segundo grupo. No último trimestre de 2017, o Sicredi teve um índice de reclamações bem abaixo dos registrados pelos maiores bancos brasileiros. Neste mais recente levantamento, a instituição cooperativa financeira com 3,7 milhões de associados e atuação em 21 estados brasileiros apresentou apenas três reclamações reguladas, e nenhuma delas foi considerada procedente, registrando um índice de apenas 0,93. “Por basear a experiência do associado em um relacionamento muito próximo, conhecendo melhor sua realidade, o Sicredi oferece opções mais adequadas às necessidades de cada um, gerando uma experiência completa e um serviço de alta qualidade. Ficamos extremamente felizes em saber que todo o esforço para sermos cada dia melhores é reconhecido por meio do Ranking de Reclamações do Sistema Financeiro Nacional”, afirma Luiz Carlos Wanderer, ouvidor do Banco Cooperativo Sicredi. Na classificação em posições de queixas específicas sobre administradoras de consórcios, o Sicredi aparece com zero reclamação procedente no levantamento do último semestre de 2017. O ranking elaborado pelo BC pode ser consultado integralmente no link https://www.bcb.gov.br/ranking/index.asp. Além do bom desempenho no…

Oncológico Infantil recebe visita de ministro da Saúde

Na manhã desta quarta-feira, 31/1, usuários e colaboradores do Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo receberam a visita do ministro da Saúde, Ricardo Barros, que cumpre agenda no Pará e, além da capital, passa ainda por Abaetetuba e Santarém até o final do dia. Acompanhado do governador do Estado, Simão Jatene, do secretário estadual de Saúde Pública, Vitor Mateus, do representante da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), Joaquín Molina, e de autoridades estaduais da área da saúde e da política, o ministro pode conhecer a estrutura de atendimento do Oncológico Infantil e o trabalho de qualidade na gestão e humanização do atendimento, desenvolvidos pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, que gerencia o hospital sob contrato de gestão com Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Ao final da visita, presentado com cartas de agradecimento escritas por crianças em tratamento no Oncológico Infantil, o ministro falou sobre a qualidade no atendimento que deve ser exemplo para o país. “É um hospital oncológico de referência que tem um serviço de alta qualidade e pessoas comprometidas com a missão que, junto com o governo do Estado, tem investido para manter a qualidade e acesso das pessoas.  Um bom exemplo de gestão que nós podemos referenciar para todo o Brasil”, disse o ministro Ricardo Barros. Além do ministro da Saúde, do governador do Estado, Simão Jatene e do representante da OPAS, estiveram na visita ao hospital, o senador Flexa Ribeiro, o deputado federal Beto Salame, o presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Mauro…

Vivências no Hospital Metropolitano subsidiam pesquisas de residentes multiprofissionais

A data da defesa de uma monografia de pós-graduação é a culminância de anos de aprendizado. Para os participantes do Programa de Residência Multiprofissional em Urgência e Emergência no Trauma do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua (PA), a terça, 30/1, e quarta-feira, 31/1, foram dias especiais. Durante os dois dias, a turma de seis residentes participou da V Jornada de Defesa do Programa de Residência Multiprofissional do HMUE. Foram defendidas monografias nas áreas de Fisioterapia, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Psicologia e Enfermagem. Entre os trabalhos, pesquisas inspiradas no dia-a-dia vivenciado pelos profissionais durante a residência. Um destes trabalhos é a monografia da psicóloga Jéssica Leonardo, que estudou a arteterapia como estratégia para reabilitação de crianças vítimas de queimaduras no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), unidade do Hospital Metropolitano referência no tratamento a queimados para a região Norte. A psicóloga explicou que a arteterapia sempre fez parte de sua formação enquanto residente e que viu em sua atuação no HMUE uma oportunidade de aprofundar este estudo. “A Psicologia Pediátrica sempre me interessou muito, quis ‘casar’ as duas áreas de conhecimento e dar uma devolutiva ao hospital que foi muito importante para a minha formação”, contou. Com isso, Jéssica desenvolveu sua pesquisa por meio de uma revisão bibliográfica, na qual utilizou referências já existentes sobre o tema escolhido para construir um novo olhar com base na experiência que teve na unidade gerenciada pela Pró-Saúde sob contrato com gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). A escolha do CTQ e de…