ELEIÇÕES 2018 : Voto em trânsito: saiba como votar se estiver fora de seu domicílio eleitoral

Analista Judiciário explica quais as regras estipuladas pela Justiça Eleitoral para as eleições de outubro Para os eleitores que estiverem fora do domicílio eleitoral há outra maneira de exercer o direito de votar: o voto em trânsito. Desde 2010, a Justiça Eleitoral adotou esta medida, que permite ao eleitor votar mesmo fora da cidade em que fez seu registro. A Justiça Eleitoral estipulou algumas regras para se requerer o voto em trânsito. “Primeiro, o interessado deve procurar qualquer cartório ou posto de atendimento eleitoral, postando documento oficial (com foto) para requerer a sua habilitação do voto em trânsito”, explica o analista judiciário Donisete de Carvalho Rodrigues. Entende-se como documentos oficiais com foto RH, Carteira Nacional de Trânsito (CNH), Carteira de Trabalho, passaporte etc. Leia mais: .: Eleições 2018 são tema da 43ª “Conversa de Justiça e Paz” em Brasília .: Eleições 2018: Exército ajudará no combate a crimes cibernéticos Se o eleitor estiver fora da cidade em que registrou seu título poderá votar em outro município, desde que este tenha mais de 100 mil habitantes. “O voto em trânsito é possível em todo o território nacional. A restrição diz respeito apenas ao número de eleitores, já que o voto em trânsito só é possível nas capitais e nas cidades com mais de 100 mil habitantes”, frisa Rodrigues. Ainda de acordo com o analista judiciário, há 500 mil eleitores residentes no exterior. Estes, porém, não podem votar fora do país. “Mas o contrário é possível: o eleitor do exterior, estando no Brasil, pode votar, mas apenas para Presidente…

HOMEM É PRESO APÓS TENTAR ESTUPRAR ADOLESCENTE GRÁVIDA

Maciel Lima Rocha foi preso em flagrante após tentar estuprar uma menor de idade, de 16 anos, grávida. O crime ocorreu na madrugada de domingo (22).

O acusado só não conseguiu violentar a adolescente, pois uma vizinha da vítima viu a situação e gritou pedindo ajuda, momento em que o acusado fugiu.

Cerca de duas horas depois de tentar estuprar a adolescente, Maciel roubou o celular de Luciana Alves dos Santos, que caminhava em via pública, também no Bairro São Félix.

Diante das características repassadas pelas vítimas, a guarnição da Polícia Militar conseguiu prender o acusado, que estava em uma bicicleta cor preta, entrando em Morada Nova, no Km11.

Com Maciel foi encontrado os objetos do roubo e uma faca, arma usada na execução de ambos os crimes para ameaçar as vítimas. Ele foi apresentado na 21ª Seccional de Polícia, onde ficou à disposição da justiça.

Compartilhe:

PR indica Lúcio Vale para ser o vice de Helder Barbalho

deputado federal e presidente estadual do Partido Republicano (PR) no Pará, Lúcio Vale, será candidato a vice-governador nas eleições de outubro deste ano. Lúcio concorrerá na chapa que terá o pré-candidato Helder Barbalho para o Governo do Estado. O apoio foi oficialmente declarado na noite de ontem (19) durante o Encontro Estadual do PR, realizado no Sesi, em Belém.
Lúcio e Helder chegaram juntos ao local do evento, acompanhados do ex-deputado, Anivaldo Vale, além de deputados, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e pré-candidatos do PR. O encontro, com espaço lotado, teve como pauta principal a definição da tática eleitoral para o pleito de 2018. O PR pretende ampliar a bancada de deputados estaduais de 3 para 4 e manter uma cadeira na Câmara Federal. A chapa proporcional terá 31 candidatos do partido.
EXPERIÊNCIA
Lúcio Vale tem 46 anos, é formado em administração de empresas e natural do interior de Minas Gerais. Veio para o Pará aos 5 anos de idade juntamente com a família. Morou primeiramente em Capitão Poço, mas logo depois mudou-se para Belém. É o mais velho de cinco irmãos e o primeiro a herdar o capital político construído pelo pai, Anivaldo. No terceiro mandato consecutivo de deputado federal, Lúcio Vale foi o quarto federal mais votado nas eleições de 2014 com 148 mil votos.

Compartilhe:

EDUCAÇÃO: ANO LETIVO COMEÇA NO DIA 1º DE AGOSTO EM MARABÁ

EDUCAÇÃO: ANO LETIVO CMEÇA NO DIA 1º DE AGOSTO EM MARABÁ
23 de julho de 2018

O ano letivo para a educação municipal em Marabá começa no dia 1º de agosto. A informação foi confirmada pelo líder da pasta da educação no município, Luciano Dias. Cerca de 54 mil estudantes são previstos para o retorno às aulas no segundo semestre de 2018. Luciano Dias declarou em entrevista que o segundo semestre haverá boas programações que incluem, o desfile de 7 de setembro.

“Estamos organizando desde o mês de abril que nesse ano o núcleo Morada Nova e São Félix vai ter o retorno do desfile, assim como o desfile tradicional na Velha Marabá”, contou. “Além de uma série de atividades que a Semed vai desenvolver do calendário escolar”, complementou.

Ainda no mês de agosto duas reformas de escolas serão concluídas e entregues para a comunidade. A escola Ponta de Pedras, totalmente nova, será entregue na zona rural e a escola José Cursino na Folha 10, totalmente reformada. “A Ponta de Pedras era uma construção que estava parada desde o governo Maurino e que agora concluímos. A Cursino foi a reforma integral da unidade, toda ela reformada”, explicou Luciano.

Compartilhe:

Japonesinha é a bebê cabeluda favorita da internet

O Instagram tem uma nova bebê personalidade. Aos 7 meses de idade, uma menininha japonesa identificada como “Baby Chanco” está fazendo sucesso nas redes sociais graças aos seus cabelos volumosos.
O “diário capilar” da garotinha já conta com mais de 43 mil seguidores.

1/7A pequena com 4 meses de vida 

2/7  

3/7Imagina a quantidade de shampoo para lavar essa cabeleira 

4/76 meses 

5/7Uma florzinha  

6/7  

7/7  

Os primeiro registros foram feito aos 4 meses.
Uma fofura!
 

Compartilhe:

Moradores de rua são encontrados mortos em Marabá, no sudeste do Pará A identidade das vítimas ainda não foram confirmadas pelo IML. A polícia investiga a autoria do duplo homicídio.

dois moradores foram executados na noite de quarta-feira (18) em Marabá, no sudeste do Pará. Os corpos foram encontrados em redes penduradas em área de mata, nas proximidades de uma rotatória. As vítimas ainda não foram oficialmente reconhecidas por familiares e ainda não tiveram identidade confirmada pelo Instituto Médico Legal (IML).

Segundo a Polícia, os homens viviam no bairro Quilômetro Seis, no distrito de Nova Marabá. Moradores afirmaram que os dois eram usuários de drogas.

De acordo com a Polícia, os peritos não encontraram muitas pistas do crime. Um documento de identidade no nome de Raimundo dos Santos foi encontrado dentro do bolso de uma das vítimas, mas ainda não se sabe se o documento realmente pertencia a ele.

Compartilhe:

OPERAÇÃO CONJUNTA DA POLÍCIA DESARTICULA BOCAS DE FUMO EM MARABÁ

Uma operação coordenada pela Polícia Civil e que contou com a Polícia Militar, Graes, Guarda Municipal desarticulou quatro bocas de fumo em Marabá na manhã desta sexta-feira. A operação denominada “Impactus 3”, foi coordenada pela Superintendência de Polícia Civil sob o comando da delegada Simone Felinto. Na ação que começou logo cedo pela manhã, as equipes cumpriram seis mandados de busca e apreensão expedidos pela juíza Renata Guerreiro Milhomem, titular da primeira vara criminal de Marabá.

A ação aconteceu no bairro Amapá, onde quatro bocas de fumo foram desarticuladas. Foram presos 4 autuados por tráfico de drogas e apreendidos diversos itens como drogas, balanças, apetrechos, cigarros, dinheiros. A polícia ainda está contabilizando os itens apreendidos para a divulgação real. Os presos foram identificados como Itamar Ferreira dos Santos, Lucivânia Vieira Nascimento, Jaciane Valadares Ribeiro e Bruno Henrique.

As ações se concentraram na avenida do aeroporto onde os traficantes atuavam e os viciados lá mesmo consumiam as drogas.

Um cão farejador da guarda municipal de Marabá ajudou os agentes da Polícia na localização das drogas. A droga estava soterrada na casa de um dos traficantes

 

Compartilhe:

APÓS ORDEM JUDICIAL, ÔNIBUS VOLTAM A CIRCULAR EM MARABÁ

Os ônibus voltaram a circular em Marabá na manhã desta quarta-feira (18), após a Justiça determinar a volta imediata de 100% da frota. Os marabaenses estavam sem ônibus coletivo urbano desde às 5 horas desta terça-feira (17), quando os rodoviários realizaram uma paralisação.

O protesto encerrou três horas depois, às 8h, mas a empresa se recusou a abrir o portão da garagem para que os funcionários voltassem ao trabalho. Os rodoviários protestavam por conta do atraso no pagamento, auxílio-alimentação, férias atrasadas, além do corte no plano de saúde.

A empresa conta com 349 funcionários. Com a paralisação, cerca de 40 mil usuários foram afetados, segundo informou o gerente da RTCM, João Martins.

Martins disse ainda que a greve dos caminhoneiros prejudicou o abastecimento de combustíveis para os coletivos o que afetou o faturamento da empresa. Por isso, o pagamento dos trabalhadores está sendo efetuado aos poucos por departamentos, porque os custos estão maiores do que o faturamento.

Compartilhe:

ENCERRAM NESTA SEXTA-FEIRA AS INSCRIÇÕES PARA O 1º CIRCUITO BANCÁRIO

19 de julho de 2018

Encerram nesta sexta-feira as inscrições para o 1° Circuito Bancário de Corrida de Rua, etapa Marabá, que ocorre no próximo dia 29. As inscrições podem ser feitas no site: chipbelem.com.br ou na subsede do Sindicato dos Bancários, na Folha 27, Quadra 14, Lote 18, Nova Marabá.

A largada será às 6 horas em frente à agência Bradesco, na VP-8, na Nova Marabá. A chegada será no mesmo local. São 7,2 km de corrida e 4km de caminhada.

As inscrições custam R$ 70,00, tanto para corrida, quanto caminhada. Uma das novidades divulgada pela diretora do Sindicato dos Bancários, Heidiany Moreno é que os integrantes de grupos de corrida do município pagarão R$ 52,50, por inscrição.

Bancários sindicalizados, pessoas a partir de 60 anos e pessoas com deficiência terão 50% de desconto, ou seja, pagarão R$ 35,00. A expectativa é de 600 pessoas participem do circuito no município.

A premiação do campeão geral será de R$ 500,00, o vice-campeão geral de R$ 350,00 e o 3º colocado geral de R$ 150,00.

Compartilhe:

issão em busca de desaparecidos na Guerrilha do Araguaia faz escavações no Pará Desde a última segunda-feira (16), expedição colheu depoimentos, realizou buscas por corpos de 58 desaparecidos e visitou locais de memória. Equipe prevê o tombamento da Casa Azul, em Marabá, lugar para onde eram levados presos por militares.

Comissão Especial sobre Mortos e Desparecidos Políticos (CEMDP) encerra nesta sexta-feira (20) mais uma missão na região do Araguaia, sudeste paraense, onde acompanhou escavações em busca dos corpos de 58 desaparecidos da Guerrilha do Araguaia, movimento guerrilheiro criado pelo Partido Comunista do Brasil entre fins da década de 60 e metade da década de 70. Mais uma vez a expedição não achou restos mortais, mas foram colhidos depoimentos de muitos idosos na localidade. A equipe considerou isso uma vitória, pois muitas pessoas têm medo de falar, em razão do exército ainda ser muito atuante na região. A guerrilha do Araguaia teve o objetivo fomentar uma revolução socialista, a ser iniciada no campo, baseada nas experiências vitoriosas das revoluções cubana e chinesa. Ela foi combatida pelas Forças Armadas a partir de 1972, quando vários de seus integrantes já haviam se estabelecido na região há pelo menos seis anos. O combate entre guerrilheiros e militares ocorreu na divisa dos estados de Goiás, Pará e Maranhão. Segundo a procuradora federal dos Direitos do Cidadão adjunta Eugênia Augusta Gonzaga, dos 60 desaparecidos, até hoje somente dois foram encontrados desde o início das buscas nos anos 80. A expedição também se reuniu com representantes da Câmara Municipal em Marabá para alinhar um projeto de lei de tombamento da Casa Azul, lugar para onde eram levadas as pessoas presas na época. No município de Xambioá (TO), a equipe identificou um monumento desenhado pelo arquiteto Oscar Niemeyer abandonado pelo poder público, para o qual também será requerido tombamento. Casa Azul é utilizada…