EDUCAÇÃO: ANO LETIVO COMEÇA NO DIA 1º DE AGOSTO EM MARABÁ

EDUCAÇÃO: ANO LETIVO CMEÇA NO DIA 1º DE AGOSTO EM MARABÁ
23 de julho de 2018

O ano letivo para a educação municipal em Marabá começa no dia 1º de agosto. A informação foi confirmada pelo líder da pasta da educação no município, Luciano Dias. Cerca de 54 mil estudantes são previstos para o retorno às aulas no segundo semestre de 2018. Luciano Dias declarou em entrevista que o segundo semestre haverá boas programações que incluem, o desfile de 7 de setembro.

“Estamos organizando desde o mês de abril que nesse ano o núcleo Morada Nova e São Félix vai ter o retorno do desfile, assim como o desfile tradicional na Velha Marabá”, contou. “Além de uma série de atividades que a Semed vai desenvolver do calendário escolar”, complementou.

Ainda no mês de agosto duas reformas de escolas serão concluídas e entregues para a comunidade. A escola Ponta de Pedras, totalmente nova, será entregue na zona rural e a escola José Cursino na Folha 10, totalmente reformada. “A Ponta de Pedras era uma construção que estava parada desde o governo Maurino e que agora concluímos. A Cursino foi a reforma integral da unidade, toda ela reformada”, explicou Luciano.

Compartilhe:

Japonesinha é a bebê cabeluda favorita da internet

O Instagram tem uma nova bebê personalidade. Aos 7 meses de idade, uma menininha japonesa identificada como “Baby Chanco” está fazendo sucesso nas redes sociais graças aos seus cabelos volumosos.
O “diário capilar” da garotinha já conta com mais de 43 mil seguidores.

1/7A pequena com 4 meses de vida 

2/7  

3/7Imagina a quantidade de shampoo para lavar essa cabeleira 

4/76 meses 

5/7Uma florzinha  

6/7  

7/7  

Os primeiro registros foram feito aos 4 meses.
Uma fofura!
 

Compartilhe:

Moradores de rua são encontrados mortos em Marabá, no sudeste do Pará A identidade das vítimas ainda não foram confirmadas pelo IML. A polícia investiga a autoria do duplo homicídio.

dois moradores foram executados na noite de quarta-feira (18) em Marabá, no sudeste do Pará. Os corpos foram encontrados em redes penduradas em área de mata, nas proximidades de uma rotatória. As vítimas ainda não foram oficialmente reconhecidas por familiares e ainda não tiveram identidade confirmada pelo Instituto Médico Legal (IML).

Segundo a Polícia, os homens viviam no bairro Quilômetro Seis, no distrito de Nova Marabá. Moradores afirmaram que os dois eram usuários de drogas.

De acordo com a Polícia, os peritos não encontraram muitas pistas do crime. Um documento de identidade no nome de Raimundo dos Santos foi encontrado dentro do bolso de uma das vítimas, mas ainda não se sabe se o documento realmente pertencia a ele.

Compartilhe:

OPERAÇÃO CONJUNTA DA POLÍCIA DESARTICULA BOCAS DE FUMO EM MARABÁ

Uma operação coordenada pela Polícia Civil e que contou com a Polícia Militar, Graes, Guarda Municipal desarticulou quatro bocas de fumo em Marabá na manhã desta sexta-feira. A operação denominada “Impactus 3”, foi coordenada pela Superintendência de Polícia Civil sob o comando da delegada Simone Felinto. Na ação que começou logo cedo pela manhã, as equipes cumpriram seis mandados de busca e apreensão expedidos pela juíza Renata Guerreiro Milhomem, titular da primeira vara criminal de Marabá.

A ação aconteceu no bairro Amapá, onde quatro bocas de fumo foram desarticuladas. Foram presos 4 autuados por tráfico de drogas e apreendidos diversos itens como drogas, balanças, apetrechos, cigarros, dinheiros. A polícia ainda está contabilizando os itens apreendidos para a divulgação real. Os presos foram identificados como Itamar Ferreira dos Santos, Lucivânia Vieira Nascimento, Jaciane Valadares Ribeiro e Bruno Henrique.

As ações se concentraram na avenida do aeroporto onde os traficantes atuavam e os viciados lá mesmo consumiam as drogas.

Um cão farejador da guarda municipal de Marabá ajudou os agentes da Polícia na localização das drogas. A droga estava soterrada na casa de um dos traficantes

 

Compartilhe:

APÓS ORDEM JUDICIAL, ÔNIBUS VOLTAM A CIRCULAR EM MARABÁ

Os ônibus voltaram a circular em Marabá na manhã desta quarta-feira (18), após a Justiça determinar a volta imediata de 100% da frota. Os marabaenses estavam sem ônibus coletivo urbano desde às 5 horas desta terça-feira (17), quando os rodoviários realizaram uma paralisação.

O protesto encerrou três horas depois, às 8h, mas a empresa se recusou a abrir o portão da garagem para que os funcionários voltassem ao trabalho. Os rodoviários protestavam por conta do atraso no pagamento, auxílio-alimentação, férias atrasadas, além do corte no plano de saúde.

A empresa conta com 349 funcionários. Com a paralisação, cerca de 40 mil usuários foram afetados, segundo informou o gerente da RTCM, João Martins.

Martins disse ainda que a greve dos caminhoneiros prejudicou o abastecimento de combustíveis para os coletivos o que afetou o faturamento da empresa. Por isso, o pagamento dos trabalhadores está sendo efetuado aos poucos por departamentos, porque os custos estão maiores do que o faturamento.

Compartilhe:

ENCERRAM NESTA SEXTA-FEIRA AS INSCRIÇÕES PARA O 1º CIRCUITO BANCÁRIO

19 de julho de 2018

Encerram nesta sexta-feira as inscrições para o 1° Circuito Bancário de Corrida de Rua, etapa Marabá, que ocorre no próximo dia 29. As inscrições podem ser feitas no site: chipbelem.com.br ou na subsede do Sindicato dos Bancários, na Folha 27, Quadra 14, Lote 18, Nova Marabá.

A largada será às 6 horas em frente à agência Bradesco, na VP-8, na Nova Marabá. A chegada será no mesmo local. São 7,2 km de corrida e 4km de caminhada.

As inscrições custam R$ 70,00, tanto para corrida, quanto caminhada. Uma das novidades divulgada pela diretora do Sindicato dos Bancários, Heidiany Moreno é que os integrantes de grupos de corrida do município pagarão R$ 52,50, por inscrição.

Bancários sindicalizados, pessoas a partir de 60 anos e pessoas com deficiência terão 50% de desconto, ou seja, pagarão R$ 35,00. A expectativa é de 600 pessoas participem do circuito no município.

A premiação do campeão geral será de R$ 500,00, o vice-campeão geral de R$ 350,00 e o 3º colocado geral de R$ 150,00.

Compartilhe:

issão em busca de desaparecidos na Guerrilha do Araguaia faz escavações no Pará Desde a última segunda-feira (16), expedição colheu depoimentos, realizou buscas por corpos de 58 desaparecidos e visitou locais de memória. Equipe prevê o tombamento da Casa Azul, em Marabá, lugar para onde eram levados presos por militares.

Comissão Especial sobre Mortos e Desparecidos Políticos (CEMDP) encerra nesta sexta-feira (20) mais uma missão na região do Araguaia, sudeste paraense, onde acompanhou escavações em busca dos corpos de 58 desaparecidos da Guerrilha do Araguaia, movimento guerrilheiro criado pelo Partido Comunista do Brasil entre fins da década de 60 e metade da década de 70. Mais uma vez a expedição não achou restos mortais, mas foram colhidos depoimentos de muitos idosos na localidade. A equipe considerou isso uma vitória, pois muitas pessoas têm medo de falar, em razão do exército ainda ser muito atuante na região. A guerrilha do Araguaia teve o objetivo fomentar uma revolução socialista, a ser iniciada no campo, baseada nas experiências vitoriosas das revoluções cubana e chinesa. Ela foi combatida pelas Forças Armadas a partir de 1972, quando vários de seus integrantes já haviam se estabelecido na região há pelo menos seis anos. O combate entre guerrilheiros e militares ocorreu na divisa dos estados de Goiás, Pará e Maranhão. Segundo a procuradora federal dos Direitos do Cidadão adjunta Eugênia Augusta Gonzaga, dos 60 desaparecidos, até hoje somente dois foram encontrados desde o início das buscas nos anos 80. A expedição também se reuniu com representantes da Câmara Municipal em Marabá para alinhar um projeto de lei de tombamento da Casa Azul, lugar para onde eram levadas as pessoas presas na época. No município de Xambioá (TO), a equipe identificou um monumento desenhado pelo arquiteto Oscar Niemeyer abandonado pelo poder público, para o qual também será requerido tombamento. Casa Azul é utilizada…

PSC apoiará candidatura de Helder Barbalho

Partido Social Cristão (PSC) no Pará decidiu apoiar a pré-candidatura do ex-ministro Helder Barbalho (MDB) ao governo do Estado nas eleições deste ano. O anúncio foi feito ontem à noite durante um Encontro com lideranças políticas da legenda, na Câmara Municipal de Belém. O comunicado antecipa a homologação do apoio que acontecerá durante a convenção do partido, dia 4 de agosto. Principal expressão do PSC paraense, o vice-governador Zequinha Marinho chegou ao local acompanhado do presidente nacional do Partido, pastor Everaldo Pereira. O próprio Zequinha foi quem anunciou à plenária o apoio a Helder. “Helder é jovem, competente, com boa experiência de administração. Nos procurou, nos prestigiou e então decidimos caminhar nessa direção”,declarou. O apoio a Helder também inclui a candidatura de Zequinha na chapa de candidatos ao senado. Este ano, o PSC concorrerá, ainda, com uma chapa de 62 candidatos a deputados estadual e federal. Helder participou do Encontro juntamente com outras lideranças políticas do Estado. Sobre o apoio à candidatura emedebista no Pará, o presidente da legenda, EveraldoPereira, comentou que o momento é de renovação. “A executiva nacional concordou com a opção do PSC paraense e a nossa presença aqui, hoje, é no sentido de consolidar essa aliança. O Pará precisa renovar para que a população possa usufruir das riquezas doEstado”. PR muda local de encontro após negativa da Uepa O Partido da República (PR) no Pará não vai poder realizar o seu Encontro Estadual no ginásio da Universidade do Estado do Pará (Uepa). O comunicado da reitoria da instituição informando sobre o impedimento…

USUÁRIOS DE DROGAS SÃO ASSASSINADOS A TIROS EM MARABÁ

Dois jovens foram assassinados a tiros na tarde desta quarta-feira (18), em uma área às proximidades do Terminal Agrorodoviário Miguel Pernambuco, no Km 6, na Nova Marabá.

Eles estavam deitados em redes, no momento em que foram assassinados. O local em que foram mortos é um ponto em que ficam usuários de drogas.

Segundo o cabo PM Renato, os suspeitos de executarem os jovens estavam em uma motocicleta Bros, vermelha e usavam capacetes. “Eles chegaram, efetuaram os disparos e saíram em fuga em direção ao Residencial Cidade Jardim”.

O militar informou ainda que ninguém soube informar se teve confusão ou briga. “A princípio são viciados, essas pessoas que ficam aí são usuários de drogas e moradores de rua. Só sabe que os ocupantes de moto chegaram, efetuaram os disparos e saíram”.

Uma equipe do Departamento de Homicídios da Polícia Civil esteve no local do crime levantando as primeiras informações. “Nós só conseguimos saber que eram moradores habituais desta região, por serem usuários de drogas e envolvidos com substâncias ilícitas”, disse a delegada Raíssa Beleboni.

As vítimas não portavam documentos, mas aparentavam ter entre 25 e 30 anos.  A Polícia pede que os familiares se dirijam ao Instituto Médico Legal de Marabá para fazerem o reconhecimento

Compartilhe:

Novo Repartimento (PA): Filho mata a própria mãe a tijoladas

Em Novo Repartimento, Raimunda Lima de Sousa, 47 anos, faxineira, foi morta a tijoladas pelo próprio filho. O crime ocorreu segunda-feira (16).

Raimunda chegou na sua residência e segundo vizinhos, houve uma discussão entre ela e seu filho, Jonas Lima de Sousa, usuário de drogas. ele queria dinheiro.

O rapaz estaria sob efeito de entorpecentes e tentou agredir a mãe, não obtendo êxito na busca por dinheiro, Jonas acertou a mãe com um tijolo que caiu no chão desmaiada. Segundo a vizinhança o filho ainda deu mais um golpe e depois fugiu. (Novo Pará)

Compartilhe: