CTA de Marabá registrou 175 novos casos de Aids em 2017

Cerca de 175 novos casos de Aids foram detectados em 2017 no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) de Marabá, município do sudeste do Pará. Além destes, Marabá recebeu mais 40 transferências, totalizando 215 ocorrências. Apesar do considerável número, ainda é menor do que ano passado, onde o CTA relatou 235 novos casos. O CTA faz acompanhamento de 2.200 pessoas contaminadas. A informação foi repassada por Eliana Moreira, coordenadora do CTA em Marabá.
O centro atende 18 municípios da região e o número de resultados positivos para o vírus HIV preocupa as autoridades.
No ano de 2016, 6 mil exames foram realizados e 235 novos casos foram diagnosticados.

 

Compartilhe:

33º PELOTÃO DE POLÍCIA DO EXÉRCITO REALIZA PASSAGEM DE COMANDO

Na manhã desta sexta-feira, dia 1º de dezembro, o 33º Pelotão de Polícia do Exército
(33º Pel PE) realizará a cerimônia de Transmissão do Cargo de seu atual Comandante,
Capitão Heyder Vieira Rolim, para o Capitão Sérgio Marcos da Silva Junior, Comandante
Sucessor, em formatura na área externa do próprio Pelotão, que está localizado na
Transvila, Folha 23, na Nova Marabá, por trás da 23ª Brigada de Infantaria de Selva (23ª
Bda Inf Sl).
A atividade terá início às 9h30, com a Inauguração do Retrato do Capitão Heyder
para a Galeria de Comandantes e, em seguida, às 10 horas, acontece a solenidade de
Passagem de Comando, com a presença do General Eugênio Pacelli Vieira Mota,
Comandante da 23ª Bda Inf Sl, além de diversas autoridades civis e militares de Marabá.
A transmissão de Cargo tem como objetivos principais recepcionar o Comandante
Sucessor, de modo a facilitar a sua ambientação à nova função, além de proporcionar uma
primeira visão de como se encontra o 33º Pelotão de Polícia do Exército em todas as áreas
essenciais ao exercício do comando. O Capitão Heyder está à frente daquela Organização
Militar desde 29 de janeiro de 2015, concluindo agora seu terceiro ano de Comando.

Compartilhe:

Nota da Celpa sobre recomendação da Defensoria Pública sobre proibição de corte de energia nos fins de semana

NOTA
A Celpa esclarece que atende a todos os requisitos e prescrições previstos na Resolução 414/2010 da Aneel sobre a suspensão do fornecimento de energia elétrica. Isto significa que a empresa só suspende o fornecimento de uma unidade consumidora inadimplente após o reaviso de vencimento, feito com quinze dias de antecedência e por meio de destaque na fatura posterior ou fatura específica com essa finalidade.

Esclarece ainda que as ações de corte nunca ocorrem em final de semana ou feriado, mas apenas nos dias uteis da semana, justamente para que o consumidor tenha tempo hábil para efetuar o pagamento da fatura e solicitar a religação. As exceções são para os casos em que há ligações clandestinas e para aqueles clientes que fazem a religação à revelia da empresa, nestes casos, a suspensão é feita de forma imediata

A Concessionária informa ainda que não recebeu, até o momento, qualquer recomendação da Defensoria e que se manifestará perante o órgão tão logo tenha conhecimento da referida comunicação.

Compartilhe:

Projeto incentiva alimentação saudável para crianças

A partir de jogos e brincadeiras, o Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá (PA), tem incentivado a inclusão de frutas, verduras e legumes na alimentação das crianças internadas na unidade. O objetivo é estimulá-las a adquirirem hábitos alimentares saudáveis, contribuindo para a recuperação da saúde e influenciando para que, no futuro, tenham uma vida adulta equilibrada. As atividades são realizadas na Brinquedoteca, sob a coordenação de uma nutricionista, sempre que a unidade admite crianças na Clínica Pediátrica. Nesta semana, brincando, os pequenos C. J. e H. C., de quatro anos, aprenderam que o consumo de cenoura ajuda a proteger a visão e faz bem ao intestino, além de benefícios de outros alimentos. A mãe de H. C., Josilene dos Santos, diz que a menina gosta de frutas específicas, como melancia e laranja, e que, ao contrário da maioria das crianças, resiste a carnes. ‘Frutas e verduras fazem parte da dieta de todos os pacientes do hospital, exceto daqueles que têm algum tipo de restrição. Mas a gente nota que nem todas as crianças têm o hábito de consumir esses alimentos. Às vezes, por uma questão cultural, algumas crescem tomando leite e mingau como único alimento ofertado. Por isso, além de estimular hábitos saudáveis nas crianças, orientamos os pais sobre os benefícios desses alimentos. Até porque uma alimentação pobre em nutrientes interfere bastante na recuperação dessas crianças no ambiente hospitalar’, explicou a nutricionista Indyanara dos Passos. Além do projeto nutricional voltado para as crianças, o Hospital Regional de Marabá…

Agenda Regional do Trabalho Decente avança na região de Carajás

Nesta quinta (30) e sexta-feira (01), ocorrerá em Marabá, a Reunião Técnica da Agenda Regional de Trabalho Decente de Carajás (ARTD), na qual serão apresentados os resultados do “Diagnóstico do Trabalho Decente na Região de Carajás”; discutidos os temas prioritários das Consultas Públicas ocorridas nos meses anteriores, com a participação de especialistas nos temas; serão definidos objetivos a serem alcançados e linhas de ação para cada um dos temas prioritários. A Agenda está sendo implantada na região pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), em parceria com a sociedade local, gestores municipais, empresários e entidades. A AmatCarajás, como associação que congrega 38 municípios do Sul e Sudeste do Pará, apoia o projeto desde o início das atividades, através da assinatura de um Termo de Cooperação e estará participando do evento. Está será a primeira vez que os municípios que aderiram a ARTD estarão reunidos. Nesta etapa atual, a partir das informações obtidas nas Consultas Públicas e no estudo técnico, será possível definir os temas prioritários da Agenda e quais os resultados que se esperam alcançar com esta iniciativa. A Reunião ocorrerá na Câmara Municipal de Marabá, das 8h às 17h. Durante a programação, ocorrerão painéis com especialistas, sobre os temas: Igualdade de oportunidades e de tratamento, especialmente para pessoas com deficiência, mulheres, população negra, grupos populacionais tradicionais e específicos, LGBT e trabalhadores(as) domésticos; Desenvolvimento Sustentável; Economia Solidária; Desenvolvimento Territorial; Prevenção e erradicação do trabalho infantil; Educação profissional; Prevenção e erradicação do trabalho escravo; Migração para o Trabalho; Informalidade; Políticas para a geração de mais e melhores…

Manifestantes liberam a Estrada de Ferro Carajás, no Pará

Integrantes da Frente Nacional de Luta bloquearam a ferrovia e os acessos aos projetos da empresa Vale por dois dias.

anifestantes da Frente Nacional de Luta (FNL) liberaram o acesso a Estrada de Ferro Carajás, no sudeste do Pará. O grupo bloqueava desde segunda-feira (27) a ferrovia e os acessos aos projetos da empresa Vale, onde ficam as minas de extração de ferro.

Os manifestantes cobram investimentos da empresa em áreas da região. Segundo eles, a mineradora não cumpriu compromissos assumidos com a comunidade em reunião mediada pelo Incra, em setembro deste ano.

Por causa da interdição, as viagens ficaram suspensas. Cerca de 1.300 pessoas usam o transporte ferroviário diariamente. O combustível que abastece municípios da região também chega pela ferrovia.

Em nota, a Vale disse que repudia e classifica como criminosa e ilegal a ação da Frente Nacional de Luta. A empresa afirma que em nenhum momento fez acordos com a FNL, como informado pelo movimento. Segundo a Vale, a pauta de reivindicações foi acolhida pelos órgãos públicos competentes que, inclusive, reuniam-se com o grupo em encontros mensais, o que torna ainda mais injustificável a ação.

Compartilhe:

FNL permanece com interdição da Ferro Carajás

  Com os dois dias de interdição, Parauapebas deixa de arrecadar cerca de R$ 1,5 milhão de CFEM A Vale informa que a estrada de ferro Carajás permanece bloqueada pelos manifestantes da Frente Nacional de Luta (FNL). Somente a portaria de Carajás e a rodovia Faruk Salmen foram liberadas pelo movimento no início da tarde de hoje, 28/11. A interdição provoca impactos às operações em Parauapebas e também em Canaã dos Carajás e traz prejuízos à região e à população local. O trem de passageiros permanece suspenso. Os manifestantes interditaram esses locais desde a madrugada de segunda-feira, 27/11. Com os dois dias de interdição, o município de Parauapebas deixa de arrecadar cerca de R$ 1,5 milhão de CFEM – Contribuição Financeira pela Exploração Mineral (CFEM) paga pelas empresas mineradoras. O valor é repassado ao Estado, Distrito Federal, Municípios e aos órgãos da administração da União, para aplicação em ações em benefício da população. As operações em Carajás e no S11D só poderão ser retomadas após a liberação da ferrovia, tendo em vista que não há mais área para estoque do minério. A permanência da interdição na ferrovia prejudica mais de 1.300 pessoas que diariamente usam o transporte ferroviário. A ação impacta ainda as cidades do Sul e Sudeste paraense, com a possibilidade de problemas no abastecimento de combustível, que é transportado pela ferrovia, além de provocar a queda na arrecadação municipal e a insegurança na implantação de novos empreendimentos na região. A Vale repudia veementemente a ação criminosa e ilegal da Frente Nacional de Luta…

Pró-Saúde reúne fornecedores em Encontro no Pará

Cerca de 150 pessoas participaram, nesta terça-feira, 28/11, em Belém (PA), do “1° Encontro de Fornecedores da Pró-Saúde”. Voltado para a sensibilização e capacitação de empresas que prestam serviço para a Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, o evento reuniu mais de 100 fornecedores diferentes, e provenientes das mais diversas partes do Brasil para falar sobre transparência, sustentabilidade, qualidade e segurança do paciente, entre outros temas. O Encontro aconteceu no teatro Estação Gasômetro, no bairro de São Brás. O diretor de novos Negócios do Grupo CDM, Rubens Mesquita, veio de Recife (PE) para participar do Encontro e aprovou a iniciativa. “É a primeira vez que vejo um evento desse tipo, principalmente, promovido por uma instituição filantrópica, como a Pró-Saúde, que gere hospitais 100% públicos, que dependem de verba do SUS, o que é uma coisa extremamente difícil de se fazer”, afirmou. “A Pró-Saúde está de parabéns porque gerir saúde no Brasil é uma coisa muito difícil, e pública é mais difícil ainda, e o que podemos ver é uma excelência de gestão”, completou. Para o representante da Cirúrgica Fernandes, empresa localizada em Barueri (SP), Charles Teixeira, a preocupação com a capacitação de fornecedores demonstra o entendimento da entidade de que é impossível ter êxito sem bons parceiros. “Eu tenho rodado muitos hospitais do País, e a gestão que a Pró-Saúde está fazendo faz toda a diferença e deveria ser copiada. A gente observa que a cadeia de sucesso você só vai conseguir quando os seus pares também tiverem sucesso. É preciso monitorar e…

Exército realiza incineração de armamentos apreendidos

O Exército Brasileiro, por meio da Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC), está realizando a
“Operação Vulcão”, desencadeada em todo território nacional. A Operação tem como objetivo atender o “Acordo de
Cooperação Técnica” firmado entre o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Comando do Exército Brasileiro (EB),
onde a missão do Exército é contribuir com o CNJ na intensificação do recebimento de armas de fogo dos Tribunais de
Justiça, que sejam consideradas desnecessárias pelos juízes para a continuidade e a instrução dos processos.
A Operação é a primeira medida tomada pelo Exército Brasileiro, após a assinatura do Acordo, e tem como
principal amparo legal o Decreto nº 8.938, de 21 de dezembro de 2016, que altera o regulamento da Lei nº 10.826, de
22 de dezembro de 2003 (Estatuto do Desarmamento), e dispõe sobre a doação de armas apreendidas aos Órgãos de
Segurança Pública e às Forças Armadas.
Neste contexto, a 23ª Brigada de Infantaria de Selva está prestando o apoio logístico e de segurança para a
destruição de cerca de 6 mil armamentos apreendidos pelas Comarcas e Órgãos de Segurança Pública dos Estados do
Pará, Maranhão e Tocantins, que ocorrerá em 29 de novembro, às 09:

Compartilhe:

Sete policiais militares estão presos pela morte de conselheiro tutelar de Itupiranga

Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Segup) confirmou, em nota emitida nesta tarde, a prisão de sete policiais militares por envolvimento no assassinato do conselheiro tutelar Rondinele Salomão Maracaípe, ocorrido em janeiro deste ano, em Itupiranga, a 48 quilômetros de Marabá. Uma operação foi desencadeada nesta manhã pelo Ministério Público do Estado do Pará e a Corregedoria da Polícia Militar para cumprimento de nove mandados de prisão preventiva. Destes, três envolvidos já estavam presos: os policiais militares Rony Marcelo Alves Paiva e João Oliveira, recolhidos em um presídio no Estado do Tocantins, e Elvis Fernandes da Silva, que já estava preso em um presídio na região metropolitana de Belém. Rony e João foram presos em setembro em decorrência das investigações acerca de outra morte, do advogado Danillo Sandes Pereira, de 30 anos, ocorrida em julho passado, em Araguaína. Hoje, em Itupiranga, foram presos os policiais militares Josafá Pinheiro da Silva; Welbertt Santana; Francisco Santos e Allan Douglas da Silva, além do cabo da reserva Jonas Cardoso de Farias. Ainda segundo a Segup, os cinco foram conduzidos para Marabá e devem ser transferidos ainda hoje para o presídio Coronel Anastácio das Neves, em Santa Izabel do Pará. A assessoria de comunicação da Segup informou que os mandados de prisão foram requeridos pelo MPPA em decorrência de inquérito presidido pelo delegado Glauco Valentim, da Divisão de Homicídios da Polícia Civil em Belém. Uma pessoa segue foragida. O conselheiro tutelar foi executado a tiros no dia 11 de janeiro, por volta das 15h30, na Rua Santo Antônio, no…