Câmara entrega comenda para personalidades da 23ª Brigada em Marabá General Theophilo Gaspar e outros militares são agraciados com títulos honoríficos pelo Legislativo

Em uma cerimônia realizada na noite desta terça-feira, 15, a Câmara Municipal de Marabá realizou uma Sessão Solene para homenagear o Exército Brasileiro através da 23ª Brigada de Infantaria de Selva. A solenidade contou com a participação de vereadores, do juiz federal do  Trabalho Jonathas dos Santos Andrade e do comandante da 23ª Brigada de Infantaria de  Selva, general de Brigada Estevam Cals Theophilo Gaspar de Oliveira. O Capitão Adriano, capelão do Exército, fez uma leitura bíblica e destacou que “nossos  militares são luzes para nossa sociedade. São luzeiros no mundo e para o mundo. O militar do  Exército tem características de Cristo, sendo um homem de fé”. Logo no início da cerimônia, a presidente da Câmara, Júlia Maria Ferreira Rosa Veloso,  convidou os presentes para renderem, através de um minuto de silêncio, uma homenagem à  memória do presidente do Sindicom (Sindicato do Comércio de Marabá), Paulo César Lopes,  que morreu na tarde daquele dia. Em seguida, Júlia Rosa deu boas vindas aos mais de 200 militares que participaram da cerimônia, muitos dos quais acompanhados de suas esposas, e disse que o autor do Decreto Legislativo sobre a realização anual de sessão solene para homenagem ao Exército foi do vereador Antônio Araújo, que é coronel reformado da Polícia Militar. Ao usar da palavra, Araújo reconheceu que a 23ª Brigada cobre vasta área na Amazônia e os últimos generais que passaram por Marabá colaboraram muito com este município em várias áreas, como educação, saúde e social. “Temos orgulho de ter o Exército em Marabá”, frisou. Na…

Senador e três familiares dele são os mais novos bilionários brasileiros na lista da Forbes.

FORBES COLOCA MAIS 4 BRASILEIROS ENTRE BILIONÁRIOS O SENADOR E EX-GOVERNADOR DO MATO GROSSO, BLAIRO MAGGI, E MAIS TRÊS FAMILIARES ENTRAM PARA O CLUBE DO BILHÃO. Grande empresário do setor de soja no Brasil, o senador Blairo Maggi foi declarado bilionário  pela Forbes. Junto a ele, sua mãe, irmã e o seu cunhado – todos com participação do controle  do grupo André Maggi – também foram incluídos no clube do bilhão pela publicação.   A Forbes calculou a fortuna individual deles a partir da porcentagem que cada um detém no  Grupo André Maggi, companhia de agronegócios e exportadora de soja que leva o nome do  pai de Blairo. Cada um possui cerca de 16% de participação da empresa avaliada no mercado  em R$ 13,85 bilhões. A passagem de milionários para bilionários ocorreu por uma questão  cambial, com a valorização do real em relação ao dólar, avalia a Forbes. Empresa fundada em 1977 no Paraná, a André Maggi começou produzindo sementes e comercializando safras. Foi crescendo à medida que adquiriu terras no Mato Grosso e incrementou a produção de soja. A alta demanda da China fortaleceu a expansão do grupo e a exportação a baixos preços. Atualmente, é uma das gigantes do setor de agronegócio. Ex-governador do Mato Grosso, Blairo atualmente é senador pelo Estado e, nos anos 1990, era conhecido como o “Rei da Soja” no Brasil. É um dos mais poderosos empresários da agricultura no país e alvo há anos de ações do Greenpeace que, assim como outras instituições ambientais, defende que ele é…

Cliente insatisfeito é o autor da morte de advogado em Marabá.

A policia agiu rápido e em menos de uma semana colocou na cadeia os acusados da morte. Figuram como matadores, os acusados: Wagner Vieira Matos, 24 anos e Rodrigo Carvalho da Silva, 21 anos, enquanto o armeiro Raimundo Mariano, o “Almirante” e a jovem Paloma Morais Farias, foram presos por posse ilegal de armas. Os dois primeiros acusados foram presos na Folha 6, Nova Marabá, nas respectivas casas deles, enquanto a jovem e o armeiro foram presos na Folha 16, também na Nova Marabá. Teria sido na casa do armeiro, que os policiais localizaram um revólver calibre 38 que teria sido usada para matar o advogado e que teria sido deixada com o armeiro para que ele fizesse algumas modificações, entre elas, a troca de algumas peças e cromar a arma. As prisões temporárias contra os acusados foram decretadas ainda no início da semana pela juíza Elaine Oliveira Neves, diretora do Fórum de Marabá, por entender que havia indícios fortes que apontam para a autoria delituosa. Outro indício que a Polícia se apegar para incriminar o acusado seria uma suposta quebra de contrato, entre ele e o advogado, uma execução e até mesmo latrocínio, já que um telefone celular da vítima teria sido roubado pelos acusados. No caso da quebra de contrato, em 2011, o advogado George Machado teria defendido o acusado Wagner Matos num processo de tráfico de drogas e teria recebido R$ 7 mil para fazer tal defesa. Ocorre que o acusado, Wagner Matos teria ficado insatisfeito com a atuação do causídico e amargou…

RECEPÇÃO: AUTORIDADES RECEBERÃO ASDRÚBAL BENTES.

 O ex-deputado Asdrúbal Bentes chega hojé no vôo das 11h em Marabá e uma comitiva formada por  empresários e autoridades vão preparar uma recepção para o ex-parlamentar. Asdrúbal virá cumprir a  pena a que foi submetido em Marabá. De acordo com o advogado Roberto Salame, haverá uma comitiva aguardando o ex-deputado no    aeroporto. “Queremos convidar toda a população de Marabá para dar um caloroso e fraterno abraço de  recepção ao deputado que chega na cidade e lembrar a comunidade toda a importância que o deputado  Asdrúbal tem para a cidade e para a região ele que é campeão de emendas para a nossa cidade”, declarou  ele. Somente no ano de 2013, segundo Roberto Salame, o ex-deputado conseguiu um recurso na ordem de R$  4 milhões de reais para a pavimentação da rua sudoeste. Além disso, ele conseguiu cerca de R$1,5 milhão    para a oitava etapa do novo estádio municipal de Marabá e mais R$ 1,8 milhão para pavimentação da  estrada do Geladinho. E mais R$ 1,2 milhão para equipar os postos de saúde do município. “Marabá não pode deixar de abraçar o nosso deputado e de agradecer e deixar registrado o quanto ele já fez por nossa cidade e nossa região. Por isso fazemos parte de uma comissão que está organizando essa recepção nesta quinta-feira (10) a partir de 11h da manhã”, declarou Roberto Salame. BALANÇO Falando sobre a sua recente descompatibilização da secretaria de planejamento de Marabá, o advogado Roberto Salame mencionou que teve que trabalhar bastante no reequilíbrio das contas da…

Aço: o material mais reciclável do mundo

Ian Corrêa – vice-presidente do Grupo Aço Cearense Em 9 de abril comemora-se o Dia Mundial do Aço, uma data muito importante para nós que há quase 35 anos temos esse material como primordial para nossa atividade.  O desenvolvimento do Brasil está intimamente ligado à evolução da indústria do aço, presente no dia a dia da população muito mais até do que se possa imaginar: em todos os meios de transporte, pontes e passarelas, instrumentos cirúrgicos, embalagens, hidrelétricas, termelétricas, eletrodomésticos e eletroeletrônicos, esculturas, construção civil, O aço é o material mais reciclado e reciclável do mundo, podendo ser moldado para todos os tipos e fins e usado infinitas vezes sem perder a qualidade.  A diversidade da indústria nacional e a disponibilidade de recursos naturais dão ao país excelentes oportunidades para se desenvolver de forma sustentável, combinando crescimento econômico, inclusão social e conservação ambiental. Os benefícios ambientais relacionados à reciclagem na indústria do aço são diversos, incluindo redução do uso de matérias-primas não renováveis e redução de gases de efeito estufa, devido ao plantio de florestas de eucalipto para produção de biorredutor. A cadeia produtiva do aço ainda emprega milhões de trabalhadores no Brasil, criando novas economias locais e regionais, gerando renda, consumo e qualidade de vida por meio de um círculo virtuoso.  Para se ter uma ideia, apenas o Grupo Aço Cearense, composto por sete empresas, é responsável pela geração de cerca de cinco mil empregos diretos e outros 60 mil indiretos e se destaca por seis anos consecutivos no ranking dos maiores contribuintes do…

Brasil é o país ‘mais perigoso’ para os jornalistas, diz Sociedade Interamericana de Imprensa.

No balanço da SIP, Brasil é o país ‘mais perigoso’ Informe final do encontro fala em ‘violência galopante’ no continente e mostra País com 4 das 9 mortes no semestre   GABRIEL MANZANO – O Estado de S.Paulo Com quatro mortes, num total de nove em todo o continente americano nos últimos seis meses, o Brasil marcou-se como o país mais perigoso da região para os jornalistas. Os relatórios de 25 países, aprovados ontem no encerramento da Reunião de Meio de Ano da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP), em Barbados, no Caribe, apontam mais dois mortos no México, outros dois em Honduras e um na Colômbia.   Nas resoluções finais, a SIP “condena os nove assassinatos e pede às autoridades desses países maior vontade política e rigorosa aplicação da justiça”. Além disso, faz um apelo “para se reduzir o clima de insegurança existente no exercíci0 do jornalismo, decorrente dos altos índices de impunidade”. O documento final de Barbados fala em “violência galopante” e “claros retrocessos” para a liberdade de informação na América Latina, além de “um aumento no nível de autocensura” principalmente na Argentina, Peru, México e Honduras. O informe destaca a “angustiante situação” da Venezuela, onde o governo vem dificultando a compra de papel e pelo menos 20 jornais estão ameaçados de parar de circular. A imprensa do país “vive seu momento mais dramático”, com 105 jornalistas detidos desde outubro “e ameaças sem precedentes”. Entre os demais relatórios, os da Argentina, Equador, México e Colômbia são também preocupantes. O argentino acusa o governo de…

MARABÁ: Cosanpa pode perder concessão.

Depois da realização de um conjunto de audiências públicas em Marabá, para tratar do Plano Municipal de Saneamento de Marabá, mudanças profundas podem ocorrer na distribuição de água e no sistema de água e esgoto da cidade. A principal delas pode ser a saída da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), que atua em Marabá há pelo menos três décadas. Essa medida não é descarta pelo secretário municipal de Obras, Antônio de Pádua, e pelo próprio prefeito João Salame (Pros). Os dois deixaram claro que um edital de licitação para contratação de concessionária para o serviço será aberto e a prefeitura vai receber propostas de quem tiver interesse. Isso ainda não quer dizer que a Cosanpa está totalmente descartada. As saídas seriam uma empresa, outra estatal, a própria prefeitura ou até mesmo a própria Cosanpa. Tudo isso vai depender de quem apresentar a melhor proposta para garantir a integralidade no atendimento a Marabá. “O que é a universalização? É o atendimento com 80% de água ou 80% de esgoto, dentro do cronograma previsto no plano municipal”, explica Pádua, acrescentando que a prefeitura vai dialogar com a Cosanpa para ouvir de seus representantes quais as condições de investimento Cuidadoso, o secretário Pádua observa que a possibilidade de fim da concessão não se trata de nenhuma crítica direta à Cosanpa, mas a um conjunto de erros que ocorreram ao longo dos anos em Marabá, pois não há registro de que as administrações municipais tenham cobrado a execução de serviços aos consumidores. Mas agora, com a realização das…

Brasil denuncia violência contra mídia

A situação da liberdade de expressão no Brasil “agravou-se dramaticamente durante 2013 e nos primeiros meses de 2014″. A denúncia abre o relatório “Liberdade de Imprensa no Brasil – Outubro de 2013 a Março de 2014″ apresentado ontem na Reunião de Meio de Ano da Sociedade Interamericana de Imprensa, que se realiza em Bridgetown, capital de Barbados, no Caribe.  O texto, um detalhado levantamento de 14 páginas lido pelo jornalista Carlos Müller – representava  a Associação Nacional de Jornais (ANJ) – informa que nos últimos seis meses foram registradas no  País quatro mortes, 66 agressões, dois casos de censura judicial, seis ameaças, um atentado, uma  prisão e três casos de intimidação. “Os casos de assassinatos impunes de jornalistas e outros  profissionais continuam a ser o fato mais grave” na imprensa do País, adverte o documento. O  balanço desconsidera outros sete casos fatais que, investigados, não apontaram relação entre as  mortes e o exercício do jornalismo. A situação do Brasil foi apresentada no final da tarde, depois de relatórios dramáticos sobre  Equador, Argentina e Venezuela. No total, cerca de 30 levantamentos foram apresentados por  delegados de todo o continente. Hoje o programa inclui debates sobre concentração dos meios de comunicação, proteção da informação na era do Google e uma homenagem aos 20 anos da Declaração de Chapultepec. O documento do Brasil considera “motivo de alarme” a persistência dos casos de censura judicial, “posto que praticada por magistrados”. O texto afirma que é “digno de nota que a censura aplicada ao jornal O Estado de S. Paulo, em…

Marabá completa 101 anos com saldo positivo de empregos.

Crescimento registrado pelo Dieese foi de 5,86%.
Município possui, atualmente, 252 mil habitantes.
 

O município de Marabá, no sudeste do estado, completou 101 anos neste sábado (5) com um  saldo positivo de empregos, segundo pesquisa realizada pelo Dieese/PA. Fundado em 27 de  fevereiro de 1913, mas instalado oficialmente no dia 5 de abril do mesmo ano, a cidade possui  aproximadamente 252 mil habitantes, de acordo com o último Censo IBGE/2013.

Distante cerca de 485 km de Belém, a pesquisa aponta que a economia no município tem  apresentado ótimo desempenho na geração de empregos formais, com cada vez mais  investimentos recebidos.

Nos últimos 12 meses, de março de 2013 a fevereiro de 2014, foram feitas no município  27.013 admissões contra 24.699 desligamentos, gerando um saldo positivo de 2.314 postos de trabalhos e um crescimento de 5,86%.

O estudo do Dieese mostra também que no período a grande maioria dos setores econômicos do município de Marabá apresentou crescimento do emprego formal, com destaque para o setor da construção civil, que teve saldo positivo de 1.010 postos de trabalhos, seguido do setor comércio, com saldo positivo de 973 postos de trabalho; e do setor de serviços, com saldo positivo de 203 postos de trabalho.

Em seguida, vem o setor da indústria de transformação, com saldo positivo de 97 postos de trabalho e o setor extrativo mineral, com saldo positivo de 68 postos de trabalho. O município ficou entre os quatro do Pará que mais geraram empregos com carteira assinada em todo o Estado

Compartilhe:

Vanda solicta visita ao Salobo.

Vereadora quer comitiva da Câmara fiscalizando o projeto “Há tempos que peço uma visita ao projeto Salobo, para vermos como estão ocorrendo as coisas por lá”. Vanda Américo iniciou assim seu discurso. Para ela, é necessário que a comitiva, além dos vereadores, seja formada  por representantes de classe e pelo Poder Executivo. De acordo com a vereadora, o Projeto Salobo, localizado quase na divisão entre Marabá e Parauapebas, mas que pertence ao primeiro município, tem gerado um significante aumento de receita para Marabá. “É preciso que tenhamos um diagnóstico para sabermos o que está sendo gerado, e onde estão sendo aplicados esses recursos”, falou Vanda. Ela lembrou que há uma história de luta por parte da sociedade  local para que a Vale instalasse esse projeto, e que por conta dessa história, é preciso que os Poderes deem uma resposta a sociedade. “A comunidade precisa saber que ele (Salobo) está em franca operação, além arrecadar royalties aos cofres do Estado e município. A Câmara não sabe de nada e nós, vereadores, necessitamos tomar conhecimento sobre o projeto para informar ao povo que representamos”, destacou. Falando em seguida que é preciso que se fiscalize. “É nosso dever. Precisamos também saber onde a gestão municipal está aplicando cada centavo do que vem do Salobo”, advertiu. Vanda Américo sugeriu à Mesa Diretora da Câmara para que agende, junto com a Vale, uma viagem à sede do projeto Salobo para que os 21 vereadores tenham a dimensão exata do que ele representa, qual a arrecadação com o ICMS, ISS e…