Jovem de 21 anos de São José dos Campos faz estágio no Facebook.

Gabriel Dalalio fez testes online com gestores da empresa no fim de 2012. Ele trancou o curso de engenharia da computação no ITA no 5º ano. A rede social mais popular do mundo é também o ponto de partida da carreira de um jovem de São José dos Campos (SP). Aos 21 anos, Gabriel Dalalio foi um dos selecionados para compor o time de estágiários do Facebook  e, desde fevereiro, passou a integrar um grupo seleto de profisssionais brasileiros que atuam no site. No 5º ano de engenharia da computação do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), uma das insituições mais concorridas do país, o jovem foi aprovado em um teste no segundo semestre do ano passado para estagiar na empresa nos Estados Unidos. O que era um sonho, virou realidade no último dia 4 de fevereiro. Aprovado em uma seletiva online, que contou com testes e entrevistas dos gestores do Facebook, ele trancou a faculdade no Vale do Paraíba e embarcou para Menlo Park, na Califórnia (EUA). A sede do Facebook fica em uma região conhecida como Vale do Silício, onde estão gigantes da computação e tecnologia, como o Google, a Microsoft e a Apple. Gabriel faz estágio atualmente no setor de programação de privacidade e mobile da rede social. Segundo ele, apesar de ser ainda um estágio, a função é um desafio, já que o site é bastante complexo. Habilidade Desde os 11 anos de idade, Gabriel participa de competições de conhecimento. Ele já ganhou mais de 14 medalhas nas áreas de matemática, física, astronomia e informática. Percebendo a facilidade que tinha no…

5 pontos essenciais para entender o Marco Civil da Internet

O Projeto de Lei 2.126/2011 passou pelo Senado. Com isso, resta apenas a assinatura de Dilma Rousseff e a publicação no Diário Oficial para entrar em vigor o Marco Civil da Internet, determinando os direitos e deveres de todos os brasileiros conectados – incluindo governos, empresas que fornecem conexão e as que são responsáveis por serviços de e-mail, sites, redes sociais etc. Então preste bastante atenção ao texto a seguir, pois ele é uma explicação básica preparada pelo Olhar Digital para tentar deixar o projeto mais claro. Caso prefira, baixe aqui (em .DOC) a versão aprovada na Câmara dos Deputados. DIREITOS O Marco Civil considera a internet uma ferramenta fundamental para a liberdade de expressão e diz que ela deve ajudar o brasileiro a se comunicar e se manifestar como bem entender, nos termos da Constituição. O texto chega a apontar que “o acesso à internet é essencial ao exercício da cidadania”. O internauta tem garantia de que sua vida privada não será violada, a qualidade da conexão estará em linha com o contratado e que seus dados só serão repassados a terceiros se ele aceitar – ou em casos judiciais, chegaremos a este tópico. NEUTRALIDADE Um dos pontos essenciais do Marco Civil é o estabelecimento da neutralidade da rede. Preparamos um texto só para explicar o que significa o termo e você pode conferi-lo aqui. Em linhas gerais, quer dizer que as operadoras estão proibidas de vender pacotes de internet pelo tipo de uso. O governo até pode fazer essa discriminação, mas só em duas situações: se ela for indispensável para…

Estudo comprova que macacos conseguem fazer somas

Um estudo divulgado nessa segunda-feira, 21, pela Proceedings of the National Academy of Sciences, a publicação oficial da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, comprovou que os macacos são capazes de efetuar somas.

O caminho até a descoberta foi longo. Primeiro, pesquisadores ensinaram os bichos a identificar símbolos que representassem números de 0 a 25, o que aprenderam com uma precisão entre 70% e 90% – dependendo do tempo de treinamento que tiveram.

Os macacos viam símbolos numa tela sensível ao toque e, sempre que os tocassem, recebiam uma recompensa com a quantia equivalente ao símbolo. Com o tempo, eles entenderam que, ao juntar os símbolos, receberiam recompensas maiores, ou seja, bastaria somar.

Na foto acima, o macaco está prestes a escolher a combinação 4+5, porque entende que ela dá um número maior que 8. Se a questão fosse simplesmente apontar o número maior, ele teria ido diretamente no 8, mas o macaco sabia que o 9 feito pelo 4 com o 5 seria mais vantajoso.

A taxa de acerto teria ficado entre 10% e 30%, caso os macacos não tivessem raciocinado, mas ela ficou acima de 50%, o que comprova que eles entenderam o enigma e tentaram resolvê-lo.

Para comprovar que não se tratava de simples memorização, os pesquisadores ensinaram outro conjunto de símbolos que representassem os números de 0 a 25 e imediatamente os macacos conseguiram repetir as contas.

Via Vox

Compartilhe:

Nasa descobre planeta parecido com a Terra em zona habitável

  Desde que a humanidade começou a explorar o espaço, a grande questão sempre foi: “existe algum planeta como a Terra, capaz de abrigar a vida humana?”. Um novo relatório da Nasa indica que talvez esta pergunta tenha sido respondida. A agência espacial encontrou o planeta mais parecido com o nosso, até o momento, com condições de existência de vida muito semelhantes. Nomeado Kepler 186f, o planeta está na distância ideal de seu sol, possibilitando a existência de água líquida, o que permitiria o desenvolvimento de vida. Outros planetas parecidos com a Terra já haviam sido encontrados, mas eles eram ou muito quentes, pela proximidade do sol, ou muito grandes, o que colabora para aumentar a gravidade e dificultar a existência de vida. O novo planeta é apenas 10% maior. O Kepler 186f tem uma órbita bem menor que a da Terra, de apenas 130 dias, indicando que ele está bem mais perto do sol. No entanto, a estrela que ele orbita é significantemente menor do que o nosso sol. No fim das contas, os cálculos indicam que as condições são semelhantes às terráqueas. Há alguns problemas, no entanto. Ele está bem no limite da zona habitável e a Nasa diz que ele recebe de sua estrela apenas um terço da energia que a Terra recebe do sol. Assim, bem ao “meio-dia”, seu brilho é quase o mesmo visto por aqui uma hora antes do pôr do sol. A composição e massa do planeta seguem desconhecidos, e não há evidências de uma atmosfera que seja…

Anatel quer limitar poder das grandes operadoras sobre 4G.

 O leilão da faixa de frequência de 700 mega-hertz, considerada o “filé mignon” da tecnologia  4G, vai oferecer três lotes nacionais e um lote dividido em áreas menores. Segundo o gerente  de regulamentação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Nilo Pasquali, o  objetivo é que empresas de menor porte possam comprar os “pedaços” inferiores, mas uma  mesma empresa pode arrematar todo o lote. O leilão terá duas rodadas, uma com os lotes maiores e outra com os lotes menores. Se na  primeira rodada sobrar algum dos lotes nacionais, eles serão divididos em partes menores. A  proposta de edital do leilão foi aprovada ontem pelo Conselho Diretor da Anatel, e ainda  deverá passar por consulta pública. A previsão é que o leilão seja feito até agosto. O edital deverá ter um anexo tratando da realocação dos canais de televisão que ainda ocupam a faixa de 700 MHz, e devem migrar para o sinal digital. Os custos serão bancados pelos vencedores do leilão. Interferências A introdução do 4G na faixa de frequência de 700 MHz – ocupada atualmente por emissoras de TV – poderá causar interferências em milhões de televisores, segundo a Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET). A apropriação do espectro está prevista para acontecer aos poucos, com início este ano, na tentativa de impulsionar o alcance da internet móvel que hoje é restrita à limitada faixa de 2,5 GHz. Citando testes feitos pela Universidade Mackenzie, a SET alertou no começo do ano que a divisão do espaço prejudicará a recepção de TV digital, causando interrupção…

Vivo é condenada por fazer propaganda enganosa.

A Vivo foi condenada pela Justiça de São Paulo por uma ação publicitária considerada  enganosa. A campanha, iniciada em 2010, dizia “Recarregue e ganhe na hora”, mas tinha  muitos requisitos que não eram claros, possivelmente ludibriando o consumidor.

 

A ação foi movida pela concorrente TIM, insatisfeita com as condições omitidas pela Vivo na     hora de anunciar o serviço, que oferecia tarifas de R$ 0,03 por minuto.

 

O desembargador Carlos Alberto de Salles, relator do processo, cita como requisitos  obrigatórios, mas omitidos, a restrição a determinado plano, o limite do bônus a ligações de  longa distância para outras operadoras, uma taxa de adesão, um prazo e limites da utilização deste bônus, e a obrigatoriedade de uma recarga mensal.

 

O Conar, órgão que fiscaliza o mercado publicitário teria até mesmo solicitado que a Vivo alterasse a campanha por três vezes, reconhecendo a falta de informação, segundo o desembargador.

 

A decisão inicial ditava que o termo “apenas R$ 0,03 o minuto” fosse removido, mas agora a justiça voltou atrás e decidiu que mais informações são suficientes, já que, mesmo bastante limitada a todas as condições inicialmente escondidas, a promoção é verdadeira.

 

Em caso de descumprimento, a Vivo deverá pagar multa de R$ 20 mil diariamente até um teto de R$ 600 mil.

 

Via Estadão

 

Compartilhe:

Criminosos clonam o Chrome para roubar dados bancários.

Foi descoberto um golpe em que criminosos clonam o Chrome para tentar roubar informações bancárias de internautas brasileiros. De acordo com o Laboratório de Pesquisas da ESET, os hackers miraram pelo menos duas grandes instituições do país, Santander e HSBC.

Eles agem com um cavalo de Troia identificado como Win32.Spy.Bancos.ACD, que, uma vez instalado na máquina, executa um navegador falso bem semelhante ao Chrome, só que com funções que não funcionam – botões como o “Atualizar”, por exemplo. O “navegador” já abre na página do banco, esperando que o usuário digite seus dados.

O site aberto é o real, embora o browser seja falso, porque a ideia é monitorar a digitação de agência, conta e nome do titular, além de obter a senha alfanumérica captando os movimentos do mouse.

“Os bancos brasileiros investem fortemente em controles de segurança diversos. Por conta disso, o roubo das credenciais de acesso bancário não é algo comum”, comentou, em nota, Camillo Di Jorge, Country Manager da ESET Brasil.

Compartilhe:

Brasil vendeu 68 smartphones por minuto em 2013, diz IDC.

 
Os smartphones se consolidaram no Brasil em 2013 e pela primeira vez tiveram mais saída no varejo que os celulares básicos. Dos 67,8 milhões de aparelhos comercializados, 35,6 milhões se enquadram na categoria, o que significa crescimento de 123% sobre 2012. Por minuto, vendeu-se 68 smartphones no ano passado.

“Sob muitos aspectos, 2013 foi, de fato, o ano do smartphone no Brasil. O enorme salto nas vendas dos dispositivos inteligentes, comprovou que os smartphones entraram de vez na lista dos bens mais adquiridos pelos brasileiros”, contextualiza o analista da IDC Brasil, Leonardo Munin.

O crescimento da adesão aos smartphones contribui, é claro, para acelerar o sepultamento dos aparelhos mais simples, cujas vendas despencaram de 43,4 milhões de unidades, em 2012, para 32,2 milhões em 2013.

Segundo Munin, vários fatores explicam a alta dos telefones inteligentes. Entre eles estão a inserção desta categoria na Lei do Bem (que corta grande parte dos impostos), a redução do ticket médio do aparelho, a ampliação do mix de modelos por parte dos fabricantes e a aceitação pelos canais de venda, que desenvolvem estratégias para destacar os aparelhos.

Para o futuro, o analista da IDC Brasil arrisca a preferência do público por dispositivos de tela grande e aparelhos de baixo custo (produto de entrada), categoria em que a competitividade entre os fabricantes tem sido cada vez maior e os preços, cada vez menores.

Compartilhe:

Vivo avança, mas Claro e Oi perdem clientes

As operadoras Oi e Claro perderam participação de mercado em fevereiro na comparação com janeiro e viram a rival Vivo avançar. A TIM, por sua vez, manteve-se estável.

Os dados divulgados hoje pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) indicam que a Vivo encerrou fevereiro com 28,6% do setor, contra 28,5% em janeiro, ligeiramente melhor que a TIM, que permanece com 27%. A Claro caiu de 25,3% para 25,2%, enquanto a Oi foi de 18,5% para 18,4%.

Segundo o relatório, o Brasil soma 272,7 milhões de linhas de celulares ativas, crescimento de quase 4% sobre o total verificado no mesmo período de 2013. Na comparação com janeiro, a base registrou avanço de 0,14 por cento.

Via: Reuters

Compartilhe:

Facebook Brasil terá curso online gratuito para empreendedores

Facebook e Sebrae anunciam hoje a formalização de uma parceria com o objetivo de capacitar mais de um milhão de empreendedores brasileiros ainda em 2014. O projeto visa ensiná-los a usar a rede social da melhor forma possível para dar visibilidade às suas empresas e prosperarem no mercado atual.A parceria prevê o lançamento de um curso online gratuito em 12 cidades. A plataforma, em português, conta com um componente interativo de jogo no qual os empreendedores aprenderão a usar a rede para atingirem seus objetivos de negócios. Ao final, o empresário adquire créditos para usar em anúncios na plataforma. Ainda não há data definida para a realização do curso, que terá as inscrições organizadas pelas unidades do Sebrae em cada uma das seguintes cidades: Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Cuiabá, Fortaleza, Manaus, Natal, Recife, Salvador e Curitiba. Além do curso online, a parceria coloca frente a frente especialistas do Facebook e donos de pequenos negócios. Haverá um road show, durante o qual pessoas escolhidas pela rede social irão a capitais brasileiras para capacitar e dar suporte aos empreendedores locais no desenvolvimento de seus negócios dentro do Facebook. Os encontros ocorrerão nas unidades locais do Sebrae. Também estão previstas participação desses especialistas nas Feiras do Empreendedor. “Queremos crescer junto com o mercado e contribuir para a inclusão digital de micro e pequenas empresas brasileiras. Hoje, o Facebook chega a oito em cada 10 internautas brasileiros e isso representa uma oportunidade enorme para que os empresários cheguem aos seus consumidores”, afirmou Patrick Hruby,…