BR-155 está fechada e PA-287 poderá ser fechada ainda hoje

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra interditaram na manhã desta sexta-feira, um trecho da BR-155 nas proximidades do Distrito Rio Vermelho, no município de Xinguara.

Somente passam pelo bloqueio ambulâncias e carros de polícia.
CONCEIÇÃO
Populares que aderiram à manifestação nacional fecharam a PA-287 na saída de Conceição do Araguaia sentido Redenção por duas horas e depois liberaram o tráfego.

Compartilhe:

Operação Dilúvio em Mãe do Rio

A operação “Dilúvio”, da Polícia Civil, cumpriu hoje em Mãe do Rio, no nordeste do Pará, 36 mandados judiciais – 21 de busca e apreensão, oito de condução coercitiva e sete de prisão preventiva de envolvidos em desvio de recursos públicos. Policiais da Divisão de Repressão ao Crime Organizado, com apoio das Diretorias de Polícia Metropolitana e de Polícia do Interior, do Núcleo de Inteligência Policial e do Grupo de Pronto-Emprego, sob coordenação do delegado Evandro Araújo, diretor da DRCO, apuraram o sumiço de mais de R$ 2,5 milhões, valores que podem quadruplicar ao final das investigações. A promotora de justiça Andressa Ávila atuou em conjunto com a polícia e os mandados judiciais foram expedidos pelo juiz Cristiano Magalhães Gomes. Conforme o delegado Carlos Eduardo Vieira, titular da Delegacia de Repressão a Defraudações Públicas, o esquema funcionava durante a administração do ex-prefeito José Ivaldo Martins Guimarães, codinome Badel, cujo mandato encerrou em dezembro de 2016. Vários contratos estão sob suspeita, e o leque é enorme. Vai desde fornecimento de serviço funerário, marmitas e transporte escolar, hospedagem e asfaltamento, até a subtração de documentos da Prefeitura. Como se fosse pouco, o inquérito policial apurou, ainda, a falta de prestação de contas aos órgãos de controle. Cinco foram presos: o ex-secretário municipal de Finanças, João José Canuto de Moraes; a ex-secretária de Educação, Lana Regina Cordeiro de Oliveira; a ex-secretária de Assistência Social, Antônia Edilaura Tavares Lopes; o empresário Everaldo Manoel Rodrigues dos Reis, oZé do Caixão, e o empresário João Paulo de Freitas Oliveira. Estão foragidos o ex-prefeito José Ivaldo Martins Guimarães…

Sistema Norte da Vale registra produção de 36 Mt de minério de ferro no primeiro trimestre de 2017

A Vale produziu 86,2 milhões de toneladas (Mt) de minério de ferro no primeiro trimestre de 2017 (1T17). Deste total, 36 Mt foram produzidos no Sistema Norte, que compreende as operações de Carajás, Serra Leste e S11D, no Pará, representando um aumento de 11,1% em relação ao mesmo período do ano passado. O aumento deveu-se, entre outros, pelos resultados positivos do ramp-up de Ferro Carajás S11D, que está avançando conforme o planejado.   No primeiro trimestre de 2017 (de janeiro a março), a operação do Sossego, com mina em Canaã dos Carajás, produziu 24.900 t de cobre contido no concentrado no 1T17, ficando 10,7% e 11,7% acima do 4T16 e do 1T16, respectivamente. A produção de cobre contido no concentrado de Salobo, com mina em Marabá, alcançou a produção de 42.600 t no 1T17, ficando 3,6% acima do 1T16. A produção de níquel, em Onça Puma, localizada em Ourilândia no Norte, alcançou 6.100 t no 1T17, ficando 8,9% e 10,6% acima do 4T16 e do 1T16, respectivamente. O forte desempenho de produção de Onça Puma foi alcançado por meio de melhoras na utilização dos ativos e produtividade.   A Estrada de Ferro Carajás (EFC) movimentou 39,8 milhões de toneladas (Mt) de minério de ferro e carga geral no 1T17. O minério de ferro foi o principal produto transportado pela ferrovia, totalizando 38,9 Mt no período.   O S11D continua seu bem-sucedido início de operação (ramp-up), avançando de acordo com o esperado. Da mesma forma, o avanço físico na duplicação da Estrada de Ferro Carajás (EFC) chegou…

LEGISLATIVO:PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL VAI PRESTAR CONTAS DAS ATIVIDADES NESTA QUARTA FEIRA

O presidente da Câmara Municipal de Marabá, Pedro Corrêa Lima, enviou convite a Imprensa de Marabá para uma entrevista coletiva no dia 3 de maio, quarta-feira, às 10 horas.
Pedro Correa informa ao Zeca News que vai fazer balanço das atividades realizadas pelo Poder Legislativo Municipal no primeiro quadrimestre de 2017, ao mesmo tempo em que estará à disposição para responder aos questionamentos apresentados pelos jornalistas.
 .

Compartilhe:

Prêmio do Hospital Regional de Marabá incentiva melhorias na gestão

Em uma unidade de saúde, os processos são como o roteiro que definem as condutas que devem ser adotadas pelos profissionais para garantir qualidade à assistência prestada na instituição. Dessa forma, para incentivar a disseminação da cultura da segurança do paciente, o Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP) criou o Plano de Premiação Estruturado para Gestores. A iniciativa visa reconhecer, a cada três meses, os líderes que mais contribuem para o atendimento humanizado e qualificado a usuários do Sistema Único da Saúde (SUS). A primeira edição foi realizada nesta quinta-feira, 27/4, homenageando os gestores com melhor desempenho na gestão de processos no primeiro trimestre de 2017. O Hospital Regional de Marabá é gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) De acordo com o diretor-geral, Valdemir Girato, a gestão qualificada reflete o compromisso e a responsabilidade do líder com o bem-estar do usuário. ‘A informação é a matéria-prima para a gestão, pois é o que determina a tomada de decisões. Onde há uma gestão comprometida com a saúde do paciente, há uma administração comprometida com a melhoria contínua dos processos e indicadores’, argumentou o diretor. Ao todo, 34 gestores foram avaliados de janeiro a março pelo Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente (NQSP) do hospital. A análise foi baseada em critérios como apresentação de indicadores no prazo, participação em treinamentos institucionais e nos Protocolos de Segurança do Paciente, envolvimento da equipe operacional nos processos sistêmicos e…

Brasil vive hoje um dia de greve geral

Sindicatos e movimentos sociais convocaram greve geral para esta sexta-feira em protesto contra as reformas da Previdência e trabalhista propostas pelo governo de Michel Temer. Os aeroviários também devem parar e causar transtornos nos voos operados no Brasil. Os organizadores planejam ainda 25 bloqueios de estradas e vias nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Ceará, Pernambuco, Mato Grosso do Sul, Roraima e no Distrito Federal. No Pará, vários movimentos estão programados para a manhã desta sexta, e aí os protestos terão a adesão de servidores estaduais e municipais, como os professores das redes pública, bancários, servidores do Judiciário, urbanitários, Correios e construção civil. As críticas também serão dirigidas ao governador do Estado, Simão Jatene (PSDB), e ao prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB), por conta da intransigência dos governos em propor ao servidor público reajustes e reposições salariais, além de melhores condições de trabalho. JUSTIÇA Alguns tribunais também vão suspender suas atividades, caso dos tribunais regionais do trabalho de Minas Gerais e da Bahia. No Pará, o expediente será normal. O Ministério Público do Trabalho (MPT) divulgou nota defendendo a greve. “É um direito fundamental assegurado pela Constituição Federal, bem como por Tratados Internacionais de Direitos Humanos ratificados pelo Brasil, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender.” EMPRESAS Já entidades que representam o setor empresarial defendem as mudanças e afirmam que a reforma trabalhista deve gerar mais investimentos e empregos no País. O presidente da Federação das Indústrias do…

Maioria dos deputados paraenses vota a favor da Reforma Trabalhista

Mesmo diante da ameaça de Greve Geral que mobiliza todo o país e prevista para acontecer nesta sexta-feira (28), a Câmara dos Deputados votou e aprovou o texto-base da Reforma Trabalhista, proposta pelo presidente Michel Temer, na noite desta quarta (29). Ao todo, foram 296 votos a favor e 177 contrários. A maior parte dos representantes do Pará pendeu para o lado do Governo, somando dez votos favoráveis contra sete.

Os favoráveis à reforma foram Hélio Leite (DEM), Elcione Barbalho e José Priante, ambos do PMDB, Lúcio Vale (PR), Delegado Éder Mauro (PSD), Joaquim Passarinho (PSD), Nilson Pinto (PSDB), Josué Bengtson (PTB), Francisco Chapadinha (PTN) e Wladimir Costa (Solidariedade). Do outro lado, se colocaram contra Simone Morgado (PMDB), Beto Salame (PP), Arnaldo Jordy (PPS), Júlia Marinho (PSC), Edmilson Rodrigues (PSOL), Beto Faro e Zé Geraldo, representantes do PT.

O projeto prevê mudanças profundas na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e é alvo de fortes críticas da oposição e de diversos setores, que analisam as mudanças como um retrocesso das conquistas trabalhistas.

Compartilhe:

Greve contra a Reforma da Previdência cria “feriado” de 4 dias no país

Folha – A greve geral que está sendo organizada por sindicatos para esta sexta-feira (28), contra as reformas da Previdência e trabalhista, pode paralisar o transporte público, os bancos e outros setores em todo o país. E também criar um feriado de quatro dias.

Funcionários que não conseguirem chegar ao emprego na sexta ou decidirem aderir à paralisação sem comparecer a atos e passeatas têm a possibilidade de prolongar em mais um dia o feriado do Dia do Trabalho, comemorado na segunda (1º) -e ir viajar mais cedo com a família. Crianças e adolescente não terão aula, já que professores da rede estadual, municipal e da rede privada também pretendem parar as suas atividades.
 

Compartilhe:

O que acontece se não declarar o Imposto de Renda 2017? Confira

Perder o prazo de entrega ou não fazer a declaração do Imposto de Renda pode render dor de cabeça ao contribuinte. A consequência imediata é que o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) adquire o status de pendente de regularização e, com isso, a vida financeira do contribuinte se complica, já que o documento é necessário para várias tarefas.

Na prática, o contribuinte com CPF pendente de regularização não pode, por exemplo, fazer empréstimos, obter certidão negativa para venda ou aluguel de imóvel, tirar passaporte e até mesmo prestar concurso público, além de ter problemas para movimentar conta bancária.

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física à Receita Federal termina nesta sexta-feira (28) e a expectativa é de que 28,3 milhões de declarações sejam entregues. De acordo com a Receita Federal, o contribuinte que deixar de declarar fica sujeito ao pagamento de multa.

Leia mais
 

Compartilhe: