Pró-Saúde assina convênio para criação de MBA gratuito em Gestão em Saúde no Pará

Os gestores da saúde pública do Pará agora têm uma opção para aperfeiçoar seus conhecimentos na área. A Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e a Universidade do Estado do Pará (Uepa), assinaram convênio esta semana, em Belém (PA), para a criação do MBA Executivo em Administração com ênfase em Gestão Estratégica em Saúde. O curso é o primeiro MBA gratuito na área de saúde a ser implantado no Pará. Com duração de 18 meses, o programa é destinado a profissionais que exercem cargos de liderança e planejamento nas entidades de saúde pública e hospitalares vinculadas à Sespa. A missão é formar e desenvolver o senso crítico dos profissionais que atuam na gestão de serviços e sistemas de saúde. Durante o curso, os gestores vão conhecer cases de outra organizações de saúde, que poderão transformar as práticas e realidades das unidades geridas por eles. “Temos o compromisso de desenvolver a área da saúde, por isso, atuamos em prol da educação em saúde e, assim, colaboramos para fomentar uma rede pública eficiente”, comentou o diretor de Desenvolvimento da Pró-Saúde, Danilo Oliveira da Silva. “A entidade, que tem como uma de suas premissas investir na qualificação de seus colaboradores para garantir um atendimento de qualidade, também busca ampliar sua atuação, contribuindo na capacitação dos profissionais da rede pública do Estado do Pará.” destacou. São ofertadas 40 vagas, com estimativa de 25 para o quadro de gestores da Sespa, cinco da Uepa e dez da…

Incra discute titulação com movimentos sociais no Sul do Pará

Acontecerá na manhã desta sexta-feira (07), na sede da prestadora Agropará, em Redenção, uma grande reunião entre o Incra, os movimentos sociais do campo e as associações de trabalhadores rurais do Sul do Pará. A pauta é a titulação dos projetos de assentamento da região.

A convite das associações, o superintendente regional do Incra Sul do Pará, Asdrúbal Bentes, estará na reunião, junto com o chefe da Divisão de Ordenamento da Estrutura Fundiária, Zacarias Costa, e o chefe da Divisão de Desenvolvimento, Claudeck Ferreira. Estão sendo formados grupos de trabalho que atuarão em toda a região, visando acelerar os trabalhos de titulação e desenvolvimento dos assentamentos.

A reunião tratará da área de influência da Unidade Avançada do Incra de Conceição do Araguaia, composta pelos municípios: Conceição do Araguaia, Cumarú do Norte, Floresta do Araguaia, Pau D’Arco, Redenção, Rio Maria, Santa Maria das Barreiras, Santana do Araguaia e Xinguara.

Compartilhe:

Comissão do Senado aprova criação de documento único de identificação

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado aprovou nesta quarta-­feira (5) o projeto de lei da Câmara 19/2017, que propõe reunir dados biométricos e civis, como RG, carteira de habilitação e o título de eleitor em um único documento, a Identificação Nacional (DIN). A proposta ainda precisa passar por votação no plenário da Casa.

De acordo com o projeto, o DIN dispensará a apresentação dos documentos que lhe deram origem ou nele mencionados e será emitido pela Justiça Eleitoral, ou por delegação do Tribunal Superior Eleitoral a outros órgãos. O documento será impresso pela Casa da Moeda e usará como base de identificação o CPF (Cadastro de Pessoa Física).

Conforme o texto, o documento único será emitido com base na Identificação Civil Nacional, criada pelo projeto com o objetivo de juntar informações sobre o cidadão. A nova base de dados será gerida pelo TSE, que garantirá o acesso à União, aos Estados, ao Distrito Federal, aos municípios e ao Poder Legislativo.

O relator do projeto na CCJ, senador Antonio Anastasia (PSDB­MG), ressaltou que há anos discute­-se um novo modelo de identificação civil para unificar documentos. Segundo o parlamentar, se convertida em lei, a mudança vai facilitar a vida do cidadão.
 

Compartilhe:

Caixa libera uso do FGTS como garantia para empréstimo consignado

A Caixa Econômica Federal liberou o início das operações de empréstimo consignado com os recursos do Fundo de Garantia do Tempo e Serviço (FGTS) como garantia. As regras para a nova linha de crédito foram publicadas nesta terça-feira (04) e os bancos já podem começar a firmar os convênios com as empresas.

Com juros mais baixos e carência de até 48 meses, a modalidade representa um avanço para os trabalhadores. Isso porque os juros, nesse caso, são 50% menores que os cobrados em outras operações de crédito no mercado.

Pelas regras, os trabalhadores podem dar como garantia até 10% do saldo da conta e a totalidade da multa de 40% em caso de demissão sem justa causa, valores que podem ser retidos pelo banco no momento em que o trabalhador perde o vínculo com a empresa concedente do empréstimo consignado.

Compartilhe:

Comissão aprova nova classificação para CNH de motociclistas

A Comissão de Viação e Transportes aprovou projeto de lei (PL 3245/15), do deputado Ronaldo Fonseca (Pros-DF), que classifica a carteira de habilitação dos motociclistas de acordo com a cilindrada da moto. A proposta altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97) e recebeu parecer favorável do relator, deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE).

A nova versão traz alguns ajustes no texto original, como determinar que a nova classificação não prejudicará os motociclistas já habilitados ou em processo de habilitação quando a lei entrar em vigor.

A categoria A, de motociclistas, será dividida em três subcategorias: A1, categoria genérica, para condutor de ciclomotor (veículo motorizado de duas ou três rodas); A2, para condutor de moto de até 300 cilindradas; e A3, para condutor de moto de até 700 cilindradas. Independentemente da subcategoria, a formação do condutor deverá incluir curso de direção em circuito fechado, anterior à prática em via pública.

 

Compartilhe:

CCJ aprova proposta para tornar crime de estupro imprescritível

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou hoje (5) relatório da senadora Simone Tebet (PMDB-MS), favorável à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 64/2016, que torna imprescritível o crime de estupro, o que significa que a qualquer tempo o agressor pode ser processado e punido pelo crime que cometeu.

A PEC ainda precisa passar por votação no plenário e ser aprovada por três quintos dos senadores, em dois turnos de votação. Se aprovado no Senado, o texto é encaminhado para a Câmara dos Deputados.

O autor da PEC, senador Jorge Viana (PT-AC), lembrou que o estupro é crime hediondo e inafiançável, e defendeu que se torne também imprescritível. Viana citou dados que mostram que mais de 70% das vítimas de estupro são menores de idade e que os agressores, em sua maioria, fazem parte do círculo de convivência do menor, o que dificulta a denúncia imediata do crime.

 

Compartilhe:

No aniversário de Marabá, Celpa faz balanço das ações no município

Em quatro anos, a empresa conseguiu diminuir consideravelmente a quantidade de horas que o marabaense fica sem energia   Nesta semana, em que o município de Marabá completa 104 anos, a Celpa faz um balanço das ações que foram realizadas e que puderam alavancar uma considerável melhoria nos serviços prestados à população da cidade. Um dos indicadores de maior destaque está relacionado à quantidade de horas que o marabaense fica sem luz (DEC), cuja redução foi de 69,21%, em quatro anos (período em que a distribuidora passou a ser gerida por um novo grupo). Já em relação à quantidade de vezes que a cidade poema ficou sem energia (FEC), a redução é de 65, 52%, também em quatro anos. Esses bons resultados estão diretamente atrelados ao arrojado investimento que a concessionária vem fazendo em Marabá. Em pouco mais de quatro anos, já foram destinados mais de R$ 100 milhões em ações de expansão, melhoria e manutenção do sistema; ligações de novos clientes, Programa Luz para Todos, atendimento ao cliente, entre outros. A empresa também investiu em ações sociais na cidade. No ano passado, foi viabilizada, por meio de seu Projeto Energia Social, a inauguração de um centro de reabilitação de animais na Fundação Zoobotânica de Marabá. A iniciativa teve um investimento na ordem de R$ 750 mil. O novo centro beneficia centenas de espécies da fauna local e tem uma estrutura que inclui um hospital para os animais, uma sala de necropsia, um ambiente para preparação de alimentos, um espaço administrativo e uma jaula com…

Vale informa suspensão programada do trem de passageiros nos dias 10 e 11 de abril

A Vale informa a suspensão do trem de passageiros da Estrada de Ferro  Carajás (EFC)  nos dias 10 (segunda) e 11 (terça)  de abril,  em função de trabalhos de manutenção na linha férrea. O serviço retorna na quinta-feira (13), com o trem partindo de São Luis em direção a Parauapebas (PA).

Os passageiros que  adquiriram bilhetes para os dias de suspensão (10 e 11) já podem comparecer nas estações ou nos pontos de venda para remarcação, cancelamento ou reembolso de passagens.

Os bilhetes adquiridos via internet podem ser cancelados em até 24 horas antes da data da viagem no  site da Vale, no endereço www.vale.com/tremdepassageiros, onde é possivel verificar os dias disponiveis de viagem e comprar passagens online.

Para mais informações, os  passageiros podem ligar gratuitamente para o Alô Ferrovias: 0800 285 7000

 

Compartilhe:

Hospital Regional do Sudeste expõe dados de acidentes de trânsito em pauta de reunião

A reunião foi presidida pelas Promotoras de Justiça Dras. MAYANNA SILVA DE SOUZA QUEIROZ e JOSÉLIA LEONTINA DE BARROS LOPES, com a presença de representantes de diversos Órgãos de fiscalização de trânsito de Marabá, do Poder Judiciário, da Prefeitura de Marabá, Secretaria Municipal de Saúde e Hospital Regional do Sudeste do Pará. O auditório do Ministério Público Estadual em Marabá foi o local escolhido para a reunião que ocorreu no último dia 04 de abril, às 09h. Na ocasião,  Valdemir Girato, Diretor do Hospital Regional do Sudeste do Pará, apresentou dados estatísticos de ocupação de leitos nos hospitais referentes a vítimas de traumas decorrentes de acidentes de trânsito em Marabá. A Enfermeira Dármina Duarte, Diretora do Departamento de Média e Alta Complexidade da Secretaria Municipal de Saúde de Marabá, apresentou dados estatísticos referente ao mesmo tipo de ocupação no Hospital Municipal de Marabá. Os representantes dos órgãos de fiscalização de trânsito (DMTU, PRF, DETRAN) apresentaram os dados estatísticos referentes ao trânsito de Marabá, bem como apresentaram as ações que estão sendo realizadas visando a melhoria do trânsito, além de projetos a serem implementados no município. Toni Cunha, Vice-Prefeito de Marabá, informou que a Prefeitura de Marabá aumentará a fiscalização do trânsito no município, que realizará reunião com todo o secretariado para a elaboração de planejamento estratégico para os próximos anos. Jair Barata, Secretário Municipal de Segurança Institucional de Marabá, explicou sobre as ações que estão sendo adotadas pela SMSI para equipar a Guarda Municipal de o DMTU, que são responsáveis pela fiscalização do trânsito, além da melhoria da segurança…

Hospital Regional de Marabá reforça cuidados para evitar lesões de pele

O Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, adotou o Protocolo de Prevenção e Manutenção da Integridade da Pele no atendimento a pacientes da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto. A medida visa evitar o aparecimento de dermatite associada à incontinência (DAI) e lesão por adesivo, fatores de risco para a lesão por pressão, situação que pode comprometer a recuperação no ambiente hospitalar. Usuários restritos ao leito estão mais suscetíveis a lesões de pele, pois possuem pouca ou nenhuma mobilidade. Por isso, segundo o diretor de Enfermagem, Leisson Pinheiro, o protocolo será iniciado pela UTI. ‘Este é o local onde há um maior quantitativo de pacientes com quadro clínico crítico e acamados, portanto, mais suscetíveis a lesões de pele. Também é onde há um maior número de banhos de leito, e o cuidado com a pele também está presente nesse momento, pois há técnicas e produtos específicos para esse atendimento, justamente, para prevenir lesões”, afirma o enfermeiro. O cuidado com o paciente, para evitar ou tratar essas lesões, envolve profissionais de diversas áreas, como enfermeiros, técnicos de Enfermagem, fisioterapeutas, nutricionistas, médicos, farmacêuticos e psicólogos. Uma equipe multiprofissional é responsável por supervisionar, monitorar e avaliar as ações de prevenção e tratamento de lesões, dentre outras atribuições. ‘Por exemplo, quando um paciente tem risco de lesão por pressão, o nutricionista atua para aumentar o suporte nutricional calórico e, com isso, diminuir o risco de abrir uma ferida. Outro exemplo é o paciente com dermatite associada à incontinência. Nessa situação, o fisioterapeuta…