Banco suíço denuncia contas usadas pela JBS para Lula e Dilma

Antes mesmo de vir à tona o conteúdo das delações de Joesley Batista na Operação Lava Jato, um banco suíço usado para movimentar recursos ilícitos para abastecer campanhas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidente cassada Dilma Rousseff, conforme relato do empresário, denunciou suas contas para autoridades do país europeu. O volume de dinheiro e os padrões de transferências sem justificativa levantaram a suspeita de crimes financeiros, embora a instituição desconheça os beneficiários das movimentações. A Procuradoria-Geral da República espera que as informações coletadas pelas autoridades sejam agora transferidas ao Brasil. Na avaliação de autoridades suíças próximas ao caso, o Ministério Público Federal terá “forte chance” de apurar mais detalhes sobre as transferências. O banco Julius Baer fechou as contas na Suíça e o dinheiro foi transferido para Nova York, onde hoje vivem Joesley e sua família. Em sua delação premiada, o empresário afirmou à PGR que reservou duas contas para atender às demandas dos petistas. Segundo ele, o dinheiro era usado para pagar propina a políticos do PT e também a aliados. Joesley contou que as contas chegaram ao saldo de US$ 150 milhões em 2014. O empresário disse também que o dinheiro era operado a mando do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, com o conhecimento de Lula e Dilma. Os petistas negam as acusações. Mesmo sem o nome dos envolvidos nos extratos, uma vez que operadores e doleiros teriam efetuado as transações, fontes do setor financeiro suíço dizem acreditar que as datas das transferências podem indicar se o dinheiro foi…

Governo anuncia 25,6 mil novas contratações para o Minha Casa, Minha Vida

O Ministério das Cidades anunciou hoje (2) as novas contratações para a faixa 1 do Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), que contempla famílias com renda mensal bruta limitada a R$1,8 mil. O investimento previsto é de R$2,1 bilhões para projetos em 77 municípios. De acordo com o ministério, desde 2014 nenhuma contratação foi feita para a faixa 1 do programa. Outra novidade é que a modalidade Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) passa a privilegiar critérios de urbanização, infraestrutura prévia e proximidade de serviços públicos e centros urbanos. Foram contempladas 25.664 novas unidades, que correspondem a 122 propostas selecionadas pelo ministério. A meta, para 2017, é que sejam contratadas 170 mil novas unidades habitacionais para esta faixa do programa; 40 mil novas unidades para a faixa 1,5 (renda familiar de R$ 2.350 para R$ 2,6 mil) e 400 mil unidades para as faixas 2 e 3 (renda de R$ 3,6 mil para R$ 9 mil). Desse total, 100 mil unidades por meio do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). Para as novas contratações, o governo estabeleceu como pré-requisito que o município a ser beneficiado não pode ter empreendimentos paralisados no FAR. Com isso, a intenção é evitar problemas como a distância entre o imóvel e as cidades beneficiadas, a ocorrência de unidades vazias e a paralisação de obras, entre outros gargalos identificados pelo ministério. Pelos novos critérios eliminatórios de seleção, serão priorizados os municípios com elevado déficit habitacional, propostas com empreendimentos próximos a centros urbanos, agências bancárias, lotéricas e pontos de ônibus. Serão excluídas cidades que…

Bloqueios ao WhatsApp no Brasil chegam ao STF; entenda

o Supremo Tribunal Federal (STF) inicia nesta sexta-feira (2) a discussão de ações para averiguar se os pedidos de bloqueio ao WhatsApp no Brasil violam princípios garantidos na Constituição Federal. Desde 2015, o aplicativo que pertence ao Facebook foi alvo de quatro pedidos de suspensão com base no Marco Civil da Internet –três foram executados. Todas as medidas eram represálias porque o WhatsApp descumpriu ordens judiciais para fornecer conversas trocadas em seu serviço. A empresa, que pertence ao Facebook, afirma não poder fornecer dados que não possui, já que usa um modelo de criptografia (técnica para codificar arquivos digitais a fim de driblar interceptações) que a impede de acessar os conteúdos trocados em sua plataforma. No último desses bloqueios, em julho do ano passado, o serviço de bate-papo só foi restabelecido quando o ministro Ricardo Lewandowski derrubou a decisão do Tribunal do Justiça do Rio de Janeiro. O magistrado acolheu, em caráter liminar (provisório), uma ação impetrada pelo PPS. Na época, Lewandowski argumentou que tirar o serviço do ar era uma iniciativa “pouco razoável e desproporcional”, mas sua decisão “não se ingressa na discussão sobre a obrigatoriedade de a empresa responsável pelo serviço revelar o conteúdo de mensagens”.   Quais são as ações? É o mérito dessa ação, uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF), relatada pelo ministro Edson Fachin, e o de outra, uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI), relatada pela ministra Rosa Weber, começa a debater com audiências públicas nesta sexta e na segunda-feira (5). Na ADPF, o PPS afirma que os…

POLUIÇÃO: fábrica de asfalto na Avenida Tocantins está expulsando vizinhos de casa

Uma fábrica de asfalto localizada no final da Avenida Tocantins, em pleno Bairro Belo Horizonte, está obrigando muitos moradores daquela área a saírem de casa à noite para dormir em casa de parentes. É que, segundo a professora Luzivan Matos Borges, que mora na Quadra 196, Lote 3, são 24 horas de sofrimento, com a fuligem que sai da chaminé da indústria, e cobre tudo, e o barulho infernal das máquinas.

“Aqui já há muitas pessoas adoecendo. Já fizemos queixa para a Semma [Secretaria Municipal de Meio Ambiente], mais de uma vez, mas eles só dizem que vão verificar e notificar, nada mais. E a situação vai ficando cada vez mais grave”, afirma a denunciante.

Segundo ela, a grossa camada de fuligem lançada 24 horas no ar invade as casas de cobre tudo, estragando móveis e outros utensílios. “Quem tem parentes, vai dormir à noite na casa deles, pois o barulho é demais. Já queríamos ao menos que nos deixassem dormir”, desabafa a professora ao Site Zeca News.

Com a palavra a Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Compartilhe:

homem que cometeu crime bárbaro em Curionópolis se entrega a policia de São Paulo

Após divulgação do cartaz de procurado, lançado pelo Disque Denúncia Sudeste do Pará, na tarde de Quinta-feira (01). O Disque Denúncia recebeu agora a noite uma ligação de um Delegado da delegacia de Polícia Civil de Monguagua/SP informando que JOSÉ CARLOS ANJOS DOS SANTOS acabou de se entregar na Delegacia mencionada. Ao informar o Delegado Thiago Carneiro, responsável pela delegacia de Curionópolis, sobre a ligação, ele verificou a veracidade da informação.

JOSÉ CARLOS ANJOS DOS SANTOS é acusado do duplo homicídio e dupla tentativa de homicídio em Curionópolis/PÁ no dia 29.05.2017.

O crime chocou a região de Carajás e agora ele estará à disposição da Justiça.

Compartilhe:

Ministro autoriza PF a apurar chacina no Pará

O Ministério da Justiça autorizou a Polícia Federal (PF) a apurar a morte de dez trabalhadores rurais sem terra, no último dia 24, em Pau D’Arco (PA). A autorização atende a um pedido do Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH) e é uma das primeiras medidas assinadas pelo novo ministro, Torquato Jardim, empossado na tarde de ontem (31). Com data de segunda-feira (29) e endereçado ao então ministro da Justiça Osmar Serraglio, a solicitação de investigação federal foi fundamentada com base na Lei 12.986, de 2014, que estabelece a competência do conselho para pedir às autoridades que instaurem inquérito policial ou procedimento administrativo para apurar as responsabilidades por casos de violações aos direitos humanos. A lei também estabelece a obrigação da PF designar delegados, peritos e agentes federais para atender às requisições de auxílio às investigações do CNDH. No pedido de atuação federal, assinado pelo presidente do conselho, Darci Frigo, a ocorrência é considerada uma violação a tratados internacionais do qual o Brasil é signatário, como o Pacto Internacional sobre Direitos Civis e Políticos, de 1992, e a Convenção Contra a Tortura ou Outros Tratamentos ou Penas Cruéis, Desumanos ou Degradantes, de 1991, além de recomendações da Organização das Nações Unidas (ONU). Ao determinar a atuação da PF no caso, o ministro da Justiça reconheceu a “necessidade de apuração de responsabilidade dos envolvidos na violação aos direitos humanos” no episódio que vem sendo chamado de Chacina de Pau D´Arco. Investigação estadual As mortes dos nove homens e da mulher que integravam um grupo de sem-terra…

No Residencial Paris o sonho da casa própria está mais perto virar realidade

A Construtora Baruc, por meio do Residencial Paris, começou a realizar o sonho da casa própria de muitas famílias de Marabá. Localizado no Bairro São Félix, na margem da Rodovia BR-222, em frente ao Caldo de Cana, o empreendimento oferece imóveis construídos em uma área plana, alta e com água potável de excelente qualidade. Mas, isso não é tudo, o financiamento é feito pela Caixa Econômica Federal, com juros de 4,5% ao ano, que só a Baruc oferece, e prestações que variam de R$ 450,00 a R$ 600,00. Mas, as vantagens para aqueles que querem sair do aluguel não terminam por aí. O interessado pode utilizar o seu FGTS como entrada ou amortização e ainda tem a possibilidade de ganhar vantagens oferecidas pelo Governo Federal, tendo bônus de até R$ 18 mil. Nesta quarta-feira, o Site Zeca News recebeu o sócio-proprietário da Construtora Baruc, Diógenes Silvestre, e o diretor comercial Adelino Pampolha, que anunciaram a boa notícia à população marabaense. Diógenes afirma que as casas do Residencial Paris são dotadas de toda a infraestrutura, são de dois ou três quartos com suíte, laje, garagem coberta de primeira qualidade e área de expansão, pois o imóvel é construído no centro de um terreno de 200 metros quadrados. “As parcelas são decrescentes e nossa tabela usa o SAC [(Sistema de Amortização Constante), com as prestações baixando ao longo do período. Quando o cliente faz a simulação, já sai sabendo qual o valor da sua primeira e o da sua última parcela”, informa Adelino. A entrega das primeiras…

Cerca de 80 kg de drogas são incinerados no sudeste do PA

Do total de drogas apreendidas, estavam presentes porções de maconha, de “crack” e de cocaína.
 

A Polícia Civil incinerou, nesta quarta-feira (31) cerca de 80 quilos de drogas apreendidas, no primeiro trimestre deste ano, durante operações policiais realizadas em Santana do Araguaia, no sudeste do Pará. Do total de entorpecentes destruídos nos fornos de uma indústria cerâmica 74 quilos foram apreendidos durante operação policial realizada na área da invasão da fazenda Cristalino, por policiais civis e militares, no município.

As drogas foram apreendidas pela equipe da Delegacia do município em parceria com policiais militares da 30ª Companhia Independente da Polícia Militar de Santana do Araguaia, sob coordenação do delegado Ricard Ribeiro. Do total de drogas apreendidas, estavam presentes porções de maconha, de “crack” e de cocaína.

A incineração contou com a presença do delegado Alberone Lobato, titular da Delegacia de Santana do Araguaia, e a parceria de policiais militares e do Ministério Público local

Compartilhe:

Beto Salame ajuda municípios no Ministério da Saúde

Em recente reunião agendada pelo deputado com representantes de outras sete prefeituras no Ministério da Saúde, o secretário executivo do Ministério, em nome do ministro Ricardo Barros, informou que está empenhado na tentativa de liberar “as emendas parlamentares do deputado Beto Salame destinadas aos municípios”.  Antônio Nardi acrescentou dizendo aos prefeitos e secretários que é possível atender uma das principais reeivindicações das prefeituras que seria  a necessidade de ambulâncias novas tipo A, sinalizando inclusive com “a possibilidade de renovação da frota do Samu para cada município presente à reunião e no caso de Santarém atender também  o pedido de uma  ambulancha” para socorrer a comunidade ribeirinha na região do Tapajós.
Participaram da reunião Nélio Aguiar – prefeito de Santarém; José Milesi – prefeito de Itupiranga;  Elcinho – prefeito de São domingos do Capim;  o prefeito de Capanema, Chico Neto e a secretária municipal de Saúde Meire Freitas; Darlan Nascimento – sec. Saúde de Santa Maria do Pará; Eduardo Chaves – secretário de Saúde de Capitão Poço e  Vagner Souza – Assessor Institucional da Prefeitura de Ipixuna do Pará.
Todos agradeceram o empenho do deputado Beto Salame por ter conseguido a audiência no Ministério da Saúde confirmando o compromisso em defesa dos municípios paraenses independente de região ou cor partidária.

Beto Salame com prefeitos secretários de saúde, assessores e o ex-prefeito de Marabá, João Salame..

Dep. Beto Salame e o secretário executivo do Ministério da Saúde, Antônio Nardi.

Compartilhe:

TERMINOU NA TARDE DESTA TERÇA FEIRA O PROTESTO DOS INDÍGENAS NA FERROVIA CARAJÁS

  A Vale informa que a Estrada de Ferro Carajás (EFC) foi liberada na tarde desta terça-feira (30/05), após interlocução com os indígenas que bloquearam a ferrovia no domingo (28/5), no Km 702, no município de Bom Jesus do Tocantins, no Pará. A invasão foi feita por um grupo de indígenas que pretende se separar dos Parkatêjê, da etnia Gavião, localizada na Terra Indígena Mãe Maria. A Vale reitera que desde a implantação da estrada de ferro, nos anos 80, a empresa mantém relacionamento com os Povos Indígenas tendo como base o diálogo aberto e o respeito mútuo com todas as etnias. A Vale também reforça que vem cumprindo com todas as suas obrigações legais e contratuais com o Povo Gavião e esclarece que o processo de separação pretendido por alguns indígenas não compete à empresa. Por conta da interdição, o transporte de passageiros foi suspenso nos dias 29 e 30 (segunda e terça), prejudicando mais de 1.300 pessoas que utilizam o transporte nas viagens diárias entre o Pará e o Maranhão, passando por 27 município e localidades entres os dois estados. A interdição também paralisou o transporte de minérios, de carga em geral, e ainda de combustível que atende a postos das regiões sul e sudeste do Pará. Nesta quinta-feira (1º de junho), o trem de passageiro volta a circular, saindo de São Luís com destino à Parauapebas (PA). Os passageiros que já tinham comprado passagens e não puderam viajar devido à interdição, poderão solicitar remarcação ou reembolso a partir de amanhã (31/5), nas…