Parauapebas (PA): Procon notifica postos para esclarecer preços de combustíveis

Fiscal em ação na manhã desta quarta

Durante a manhã desta quarta-feira (30), o Programa de Defesa do Consumidor (Procon) de Parauapebas, liderado pelo seu Coordenador de Fiscalização, Joelson de Moura Leira, realizou uma ação de fiscalização nos postos de combustíveis da cidade que estavam em funcionamento.

A ação teve o intuito de coibir a prática adotada por alguns comerciantes do gênero que tange a majoração nos preços dos combustíveis sem justificativa legal. (Portal Pebinha)

Compartilhe:

Litro do diesel deverá estar R$ 0,46 mais barato nos postos a partir de 1º de junho, diz ministro

Segundo Marun (Secretaria de Governo), valor deve ser comparado com 21 de maio, quando começou greve dos caminhoneiros. Desconto vale a partir do momento em que posto for abastecido.       ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou nesta quarta-feira (30) que o “Diário Oficial” deverá publicar, nesta quinta (31), as regras que o governo adotará para assegurar que o preço do litro do diesel nos postos, a partir de sexta (1º), seja R$ 0,46 menor que o praticado em 21 de maio, quando começou a greve dos caminhoneiros. Marun deu a informação após uma reunião do grupo de ministros que monitora a greve da categoria e o reabastecimento de produtos pelo país. Segundo o ministro, o desconto valerá a partir do momento em que o posto for abastecido. “O desconto será obrigatoriamente repassado. Se no dia 21 de maio, no posto de combustíveis, o caminhoneiro abasteceu um litro de diesel por R$ 3,46, por exemplo, obrigatoriamente, a partir do momento que o posto for abastecido, [o litro] terá de ser R$ 3,00. Terá que haver o desconto”, disse Marun. “Os postos de abastecimento de combustíveis terão que aficcionar uma placa onde constará o valor praticado em 21 de maio, o desconto e o preço atual. O desconto pode até ser maior que R$ 0,46, mas, no mínimo, terá que ser de R$ 0,46”, acrescentou. De acordo com Carlos Marun, a redução de R$ 0,46 no preço do litro do diesel corresponde ao percentual incidente de PIS-Cofins e Cide sobre o combustível. A redução no preço…

CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE É PRORROGADA ATÉ 15 DE JUNHO

O Ministério da Saúde anunciou nesta terça-feira (29) a prorrogação da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe até o dia 15 de junho. A decisão foi motivada pelos efeitos da paralisação dos caminhoneiros no atendimento em saúde. Inicialmente, o fim da campanha estava previsto para esta sexta-feira, 1° de junho. De acordo com os últimos dados do ministério, a campanha imunizou 35,6 milhões de pessoas, o que equivale a 66% do público-alvo. Para atingir a meta de imunizar 54,4 milhões de pessoas, o governo espera, com a prorrogação da campanha, vacinar os 18,8 milhões de brasileiros e brasileiras que ainda não receberam a dose da vacina. No recorte por estados, os que mais se aproximaram da meta estabelecida foram Goiás (99,8%), seguido do Amapá (91%), Ceará (84%), Distrito Federal (78,5%) e Espírito Santo (77,4%). Por outro lado, os estados com menor cobertura da vacina são Roraima (32,5%), Rio de Janeiro (47,6%), Rondônia (51,3%), Amazonas (51,9%) e Acre (52%). O público-alvo da campanha inclui idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a cinco anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (mulheres em até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional. Caso haja disponibilidade de vacinas, os municípios podem ampliar o público para crianças de cinco a nove anos e adultos com idades entre 50 e 59 anos. O Ministério destaca, no entanto, a importância de o público-alvo prioritário que ainda não se imunizou procurarem os postos de saúde. De acordo…

ESTADO E EXÉRCITO GARANTEM APOIO A TRANSPORTE DE COMBUSTÍVEIS NO SUL E SUDESTE

Para discutir formas de manter serviços básicos nas áreas de saúde, educação e segurança enquanto for mantida a paralisação dos caminhoneiros, foi realizada nesta terça-feira (29) uma reunião extraordinária com o gabinete de crise, montado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), no Centro Regional de Governo do Sudeste do Pará, em Marabá. Assim como já está sendo realizado no nordeste paraense, foi definido um comboio com cinco viaturas do Exército, duas da Polícia Militar, uma do Corpo de Bombeiros e outra da Polícia Rodoviária Federal, que seguirá para o município de Eldorado do Carajás com o objetivo de acompanhar 10 carretas de transporte de combustíveis, que abastecerão municípios do sul do Estado. Nas regiões Sul e Sudeste, os municípios de Xinguara, Sapucaia, São Félix do Xingu, São Domingos do Araguaia, Curionópolis, Redenção, Santana do Araguaia, Cumaru do Norte e Parauapebas já enfrentam o desabastecimento. O secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luis Fernandes, enfatizou que “a prioridade é a saúde, principalmente para que as pessoas que necessitam de atendimento de alta e média complexidade possam se deslocar até Marabá, e também no atendimento às ambulâncias e postos de saúde nos municípios, assim como a parte de segurança e transportes escolares”. Normalidade – Em Marabá, o abastecimento de combustível já está sendo normalizado, mas outros municípios da região, como Xinguara, começam a registrar desabastecimento, disse o presidente da Associação Comercial e Industrial de Marabá, Ítalo Ipojucan. “A informação que nos foi transmitida pela Associação Comercial de Xinguara, que está…

interior do Pará sofre com o desabastecimento de combustível

Existem locais em que não há combustível desde a sexta-feira, 28. Vários frigoríficos estão parados desde o início da greve por falta de abastecimento. o menos 17 pontos de interdição ainda são registrados nas rodovias federais e estaduais do Pará, nesta segunda-feira (28). A paralisação dos caminhoneiros chega ao oitavo diacom registros de desabastecimento de produtos hortigranjeiros na Central de Abastecimento do Pará (Ceasa) e nos supermercados. Também já há suspensão de aulas na Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) nos campi do Estado. Desde o dia 18 de maio, quando a Petrobras anunciou mais uma alta do valor nas refinarias, a categoria começou a mobilização em vários estados do país. Mesmo após o anúncio do governo de que atendeu as reivindicações dos caminhoneiros, a categoria segue concentrada nas estradas do Pará. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, os pontos interditados são: o km 248 da BR-155, em Eldorado dos Carajás; os km 19, 23 e 27 na BR-316 nos dois sentidos, em Benevides; o km 128 da BR-230, em Marabá; o km 340 da BR-155, também em Marabá; o km 150 da BR-316, em Capanema; o km 202 da BR-316, em Santa Luzia; e no km 778 da BR-158, em Santana do Araguaia Já a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), informou que dos nove pontos monitorados, apenas seis mantém a concentração de caminhoneiros, sem obstrução de vias. A mobilização acontece no km 100 da PA-275, em Parauapebas; no km 69 da PA-483, em Abaetetuba; no km 25 da PA-39, em Mosqueiro; no km 12 da PA-256, em Paragominas; na PA-160…

OAB suspende aplicação da segunda etapa do Exame da Ordem

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) suspendeu a aplicação da segunda fase do Exame da Ordem Unificado (EOU) que seria aplicado no próximo domingo (27). Segundo a OAB, o exame foi suspenso por conta das manifestações que estão interditando parcialmente rodovias do país.

De acordo com o comunicado anunciado na quinta-feira (24), a decisão vale para todo o território nacional. A medida, segundo a OAB, visa preservar a segurança e o deslocamento dos candidatos ao exame, já que não há condições logisticas para realizar o exame.

Ainda não há previsão para a realização do novo exame. A OAB disse que deve informar em breve quais providências serão adotadas.

Compartilhe:

CORPUS CHRISTI: IGREJA COMEMORA CORPO DE CRISTO NO PRÓXIMO DIA 31

A Diocese de Marabá já está divulgando a programação para o Corpus Christi, que acontece na próxima quinta-feira, dia 31 de maio. Nesse dia um grande evento no Ginásio Renato Veloso da Folha 16 vai acontecer para comemorar a data. Entre as ações, o tradicional tapete de serragem com desenhos coloridos na entrada do ginásio.

De acordo com o Padre Ademir Gramelik, Pároco do Santuário de Nossa Senhora de Nazaré na Folha 16, o tema deste ano será “Jesus Cristo que vem até nós para nos amar”. “E nais uma vez estaremos celebrando com muita dignidade a festa de nosso senhor Jesus Cristo, Jesus Eucarístico, iniciando as 15h do dia 31”, explicou ele.

Neste ano o evento acontece em dois momentos, primeiramente na Nova Marabá, que se concentra no ginásio da Folha 16 e na Cidade Nova que vai comemorar a data na Paróquia São Francisco. “Queremos convidar a todos da Nova Marabá para estarem junto conosco no dia 31 no ginásio da Folha 16, a partir das 15”, convida o padre Ademir.

Compartilhe:
FacebookWhatsAppFacebook MessengerTelegramTwitterGoogle+Compartilhar

Compartilhe:

Pau D`Arco (PA): Após um ano da chacina, fazenda Santa Lúcia volta ser ocupada por posseiros

A chacina que deixou 10 mortos em Pau D’arco, sul do estado, completa nesta quinta-feira (24) um ano. Cerca de 70 famílias voltaram a ocupar a fazenda Santa Lúcia e a situação é tensa no local. Os 15 policiais acusados de participar das mortes estão presos.

A área de quase seis mil hectares foi batizada como acampamento ‘Jane Júlia’, em homenagem a única mulher entre as dez vítimas da chacina. Muitos posseiros já começaram a transformar os lotes em pequenas propriedades rurais. No local foram feitas plantações de alguns grãos, um poço e até um criadouro de gado.

As famílias temem por novos conflitos. Após a execução de dez posseiros um ano atrás, outros dois sem terras foram assassinados. Os ocupantes afirmam que a principal causa de desentendimentos é a incerteza sobre a regularização das terras.

Os donos da fazenda Santa Lúcia aceitaram vender as terras para o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), no valor de 22 milhões de reais, mas a negociação ainda está em análise pelo governo federal. Neste mês de maio a justiça determinou a reintegração de posse da fazenda, a ordem pode ser cumprida a qualquer momento. (G1/PA)

Compartilhe:

procon diz que prática de preço abusivo de combustível pode ser denunciada pelo 151

O órgão fiscaliza postos no Pará e diz que o objetivo é evitar que eles pratiquem preços abusivos como R$ 6 para a gasolina e R$ 5 para o diesel, por exemplo.   Para evitar a cobrança abusiva no preço do combustível, o Procon-PA começou uma operação nos postos de combustível nesta quinta-feira (24). É que algumas pessoas denunciam que alguns postos estão elevando os preços devido à grande procura após as interdições em rodovias em todo o país. Segundo o Procon, qualquer denúncia de cobrança abusiva de combustível pode ser feita pelo número 151. “A gente tá pedindo a ajuda da população para que nos mande informações caso veja algum preço abusivo como gasolina a R$ 6, por exemplo, e óleo diesel a R$ 5”, disse o diretor geral do Procon-PA Moysés Bendahan. Mesmo com a operação sendo realizada, ainda tem motorista pagando bem mais caro, como R$ 4,69 na gasolina, por exemplo. “Agora não deu pra procurar muito. Com a agonia de tudo, eu vim logo nesse posto aqui. Mas o preço tá absurdo”, avaliou o pastor Alfredo Ortis. Mantimentos Além dos combustíveis, os produtos alimentícios também ficaram mais caros por causa das interdições nas rodovias. Segundo as Centrais de Abastecimento do Pará (Ceasa), a média de aumento foi de 70% no preço da batata, cebola, tomate e banana. A Ceasa disse ainda que a saca da cebola, por exemplo, que custava R$ 50 ou R$ 60, está saindo por R$ 180. A Ceasa informou que recebeu somente 10% dos caminhões que costumam abastecer o…