ENSINO INFANTIL E FUNDAMENTAL: MEC apresenta Base Nacional Comum Curricular para escolas

Documento define o que os estudantes devem aprender em cada ano escolar no ensino infantil e no fundamental Da Redação, com Agência Brasil O Ministério da Educação (MEC), apresentou nesta quinta-feira, 6, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), documento que define o que os estudantes devem aprender em cada ano escolar no ensino infantil e no fundamental. Uma das definições é que as crianças tenham acesso, desde cedo, a conteúdos de português e matemática e que até o 2º ano do ensino fundamental sejam capazes de ler e escrever. Na educação infantil, que vai até os 5 anos, a BNCC estabelece que seja desenvolvida a “oralidade e a escrita”. O conteúdo começa a ser introduzido aos poucos. Até 1 ano e 6 meses, as creches deverão garantir, por exemplo, que as crianças reconheçam quando são chamadas pelo nome ou demonstrem interesse ao ouvir a leitura de poemas e a apresentação de músicas. Aos 7 anos, no 2º ano do ensino fundamental, as escolas deverão garantir que os estudantes saibam escrever bilhetes e cartas, em meio impresso e digital – e-mail, mensagem em rede social. Devem também ler, com autonomia e fluência, textos curtos, com nível adequado, silenciosamente e em voz alta. A matemática também deverá estar presente na formação desde cedo. A partir dos 6 anos, no 1º ano do ensino fundamental, os estudantes terão acesso a conteúdos de probabilidade e estatística. Até o final do segundo ano, saberão, por exemplo, coletar, classificar e representar dados em tabelas simples e em gráficos de colunas, além…

Petrobras reduz em 4% preço do GLP de uso comercial e industrial

A Petrobras reduziu em 4%, em média, os preços de comercialização do gás liquefeito de petróleo (GLP) destinado aos usos industrial e comercial. A redução entrará em vigor no sábado (8) e atinge também a venda a granel às distribuidoras.

Já os preços de GLP para uso residencial, vendido em botijões de até 13 quilos, conhecido como gás de cozinha, não terão alteração. O último reajuste deste produto ocorreu no dia 17 de março, quando a companhia anunciou aumento médio de 9,8%, que entrou em vigor no último dia 21.
(Agência Brasil)

Compartilhe:

Paysandu se prepara para enfrentar o Águia

Já classificado para a semifinal do Campeonato Paraense, o Paysandu entrará em campo pela última rodada da fase de classificação do Parazão 2017 com um time bem alternativo em relação ao que vinha entrando em campo nos últimos jogos.

Enquanto a equipe considerada titular ficou treinando na academia do clube, na Curuzu, o técnico Marcelo Chamusca esboçou a equipe que enfrentará o Águia, neste sábado (8), às 16h, em Belém. O time deve ter nomes conhecidos do torcedor, como o goleiro Marcão e o atacante Leandro Cearense.

O Paysandu realizou treino tático com Marcão; Juninho, Perema, Pablo e Andrelino; Augusto Recife, Jhonnatan, Samuel e Daniel Sobralense; Aslen e Leandro Cearense.

Os bicolores ainda realizam trabalho nesta sexta-feira (7) antes da confirmação do time que joga contra o Azulão

Compartilhe:

Governador do Pará é alvo de ação acusado de uso de dinheiro público para beneficiar empresa de filho

Nesta quinta-feira (6), o procurador Nelson Medrado e o promotor militar Armando Brasil reativaram a Ação Civil Pública (ACP) contra o governador do estado do Pará, Simão Jatene (PSDB). A acusação é de improbidade administrativa, que teria beneficiado a rede de postos de gasolina do filho do governador, Alberto Jatene. A ACP foi determinada pelo procurador-geral de Justiça do Pará, Marcos Antonio Ferreira das Neves, em decisão manifestada na quarta-feira (5). O G1 entrou em contato com o Governo do Estado e aguarda posicionamento. O caso passou a ser investigado em 2014, durante as eleições, quando o Ministério Público recebeu a denúncia. O governador teria alterado o sistema de abastecimento dos veículos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, que até então era custeado via Banco do Estado do Pará (Banpará). A Distribuidora Equador de Produtos de Petróleo foi contratada via licitação e passou a ser responsável pelo serviço. Cartões foram distribuídos, e ao final de cada mês, era feito o levantamento dos gastos e o governo do Estado repassaria o valor à empresa. “Essa mudança já foi algo muito estranho, porque o banco oficial não cobrava encargos e ainda oferecia uma série de benefícios. O governo preferiu contratar uma empresa pra gerenciar o abastecimento, pagando por isso. E sequer a empresa fiscalizava se o abastecimento ocorria, e de forma adequada, pelo menos preço, nada disso ocorria”, relata Medrado. Esquema Tal mudança, segundo as investigações da Procuradoria do MP, beneficiou o filho do governador, já que o abastecimento ocorria, com frequência, em dois postos…

Pró-Saúde é a melhor instituição para se trabalhar no Pará aponta ranking

A melhor instituição para se trabalhar no Pará é a entidade filantrópica Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar pelo trabalho desenvolvido no Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém (PA). Esse reconhecimento foi anunciado na noite desta quarta-feira, 5/4, quando o prêmio Prazer em Trabalhar, promovido pela empresa Gestor – Gestão Organizacional, especializada em consultoria organizacional, em parceria com o jornal Diário do Pará anunciou os ganhadores. A cerimônia de premiação foi realizada na Estação das Docas. O HPEG já é reconhecido pela atuação por práticas sustentáveis e tem, como rotina, um novo modelo de gestão de saúde para o Estado, marcado pela busca da excelência. A unidade foi inaugurada em 2014 e pertence ao governo do Pará. A gestão da Pró-Saúde, exercida por meio de contrato firmado com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), desde sua criação, foi destacada pelo novo ranking da Gestor, após três meses de pesquisa, realizada em cinco etapas. Levantamento de práticas voltadas à gestão de recursos humanos, entrevistas com gestores e seus cerca de 400 colaboradores, autoria de projetos no setor de Recursos Humanos e uma entrevista com o diretor-geral da instituição fizeram parte da avaliação. Esta é a primeira vez que a Pró-Saúde participa do ranking, realizado há dez anos. Segundo o diretor-geral do HPEG, Saulo Mengarda, o resultado demonstra que as práticas desenvolvidas no hospital estão alcançando seu objetivo, que é reconhecer e valorizar a atuação do colaborador dentro da instituição. “No Galileu, temos a missão de cuidar de vidas, mas não apenas…

Cosanpa abre concurso para 125 vagas e cadastro de reserva

A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) abriu as inscrições do concurso público para o preenchimento de 125 vagas e cadastro de reserva. Os cargos são para os níveis fundamental, médio e superior e a remuneração varia de R$ 1.084,00 a R$ R$ 4.072,85. As inscrições podem ser feitas até o dia 11 de maio pelo site da organizadora do concurso. Clique aqui e veja o edital. O edital prevê 110 vagas para o cargo de operador de estação de água e esgoto, que exige nível médio, e 15 para agente de operação, voltado ao nível fundamental. Para os demais cargos, está prevista a formação de cadastro de reserva. Veja todos os cargos ofertados: Nível fundamental: Agente de Manutenção, Agente de Operação, Agente de Serviços Gerais – Pintor, Auxiliar Operacional, Encanador. Nível Médio: Agente Administrativo, Assistente Administrativo (área de atuação: Administrativa; Contabilidade), Assistente Comercial, Eletricista Industrial, Mecânico Industrial, Motorista Operador, Operador de Estação de Água e Esgoto, Operador de Subestação Elétrica, Técnico em Informática, Técnico em Segurança no Trabalho, Técnico Industrial (Qualificação: Automação e Controle; Eletrônica; Eletrotécnica; Geodésia e Cartografia; Instrumentação Industrial; Mecânica; Química; Saneamento). Nível Superior: Administrador, Advogado, Analista de Sistemas, Arquiteto, Assistente Social, Contador, Economista, Engenharia (Civil, Elétrica, Controle e Automação, Eletrônica, Mecânica, Segurança no Trabalho, Computação, Sanitária), Químico, Sociólogo. Prova O concurso terá prova objetiva para todos os cargos, na data prevista de 4 de junho, mais prova de títulos para cargos de nível superior e capacidade física para os de agente de operação, auxiliar operacional, encanador e operador de estação de…

Pró-Saúde assina convênio para criação de MBA gratuito em Gestão em Saúde no Pará

Os gestores da saúde pública do Pará agora têm uma opção para aperfeiçoar seus conhecimentos na área. A Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e a Universidade do Estado do Pará (Uepa), assinaram convênio esta semana, em Belém (PA), para a criação do MBA Executivo em Administração com ênfase em Gestão Estratégica em Saúde. O curso é o primeiro MBA gratuito na área de saúde a ser implantado no Pará. Com duração de 18 meses, o programa é destinado a profissionais que exercem cargos de liderança e planejamento nas entidades de saúde pública e hospitalares vinculadas à Sespa. A missão é formar e desenvolver o senso crítico dos profissionais que atuam na gestão de serviços e sistemas de saúde. Durante o curso, os gestores vão conhecer cases de outra organizações de saúde, que poderão transformar as práticas e realidades das unidades geridas por eles. “Temos o compromisso de desenvolver a área da saúde, por isso, atuamos em prol da educação em saúde e, assim, colaboramos para fomentar uma rede pública eficiente”, comentou o diretor de Desenvolvimento da Pró-Saúde, Danilo Oliveira da Silva. “A entidade, que tem como uma de suas premissas investir na qualificação de seus colaboradores para garantir um atendimento de qualidade, também busca ampliar sua atuação, contribuindo na capacitação dos profissionais da rede pública do Estado do Pará.” destacou. São ofertadas 40 vagas, com estimativa de 25 para o quadro de gestores da Sespa, cinco da Uepa e dez da…

Incra discute titulação com movimentos sociais no Sul do Pará

Acontecerá na manhã desta sexta-feira (07), na sede da prestadora Agropará, em Redenção, uma grande reunião entre o Incra, os movimentos sociais do campo e as associações de trabalhadores rurais do Sul do Pará. A pauta é a titulação dos projetos de assentamento da região.

A convite das associações, o superintendente regional do Incra Sul do Pará, Asdrúbal Bentes, estará na reunião, junto com o chefe da Divisão de Ordenamento da Estrutura Fundiária, Zacarias Costa, e o chefe da Divisão de Desenvolvimento, Claudeck Ferreira. Estão sendo formados grupos de trabalho que atuarão em toda a região, visando acelerar os trabalhos de titulação e desenvolvimento dos assentamentos.

A reunião tratará da área de influência da Unidade Avançada do Incra de Conceição do Araguaia, composta pelos municípios: Conceição do Araguaia, Cumarú do Norte, Floresta do Araguaia, Pau D’Arco, Redenção, Rio Maria, Santa Maria das Barreiras, Santana do Araguaia e Xinguara.

Compartilhe:

Comissão do Senado aprova criação de documento único de identificação

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado aprovou nesta quarta-­feira (5) o projeto de lei da Câmara 19/2017, que propõe reunir dados biométricos e civis, como RG, carteira de habilitação e o título de eleitor em um único documento, a Identificação Nacional (DIN). A proposta ainda precisa passar por votação no plenário da Casa.

De acordo com o projeto, o DIN dispensará a apresentação dos documentos que lhe deram origem ou nele mencionados e será emitido pela Justiça Eleitoral, ou por delegação do Tribunal Superior Eleitoral a outros órgãos. O documento será impresso pela Casa da Moeda e usará como base de identificação o CPF (Cadastro de Pessoa Física).

Conforme o texto, o documento único será emitido com base na Identificação Civil Nacional, criada pelo projeto com o objetivo de juntar informações sobre o cidadão. A nova base de dados será gerida pelo TSE, que garantirá o acesso à União, aos Estados, ao Distrito Federal, aos municípios e ao Poder Legislativo.

O relator do projeto na CCJ, senador Antonio Anastasia (PSDB­MG), ressaltou que há anos discute­-se um novo modelo de identificação civil para unificar documentos. Segundo o parlamentar, se convertida em lei, a mudança vai facilitar a vida do cidadão.
 

Compartilhe:

Caixa libera uso do FGTS como garantia para empréstimo consignado

A Caixa Econômica Federal liberou o início das operações de empréstimo consignado com os recursos do Fundo de Garantia do Tempo e Serviço (FGTS) como garantia. As regras para a nova linha de crédito foram publicadas nesta terça-feira (04) e os bancos já podem começar a firmar os convênios com as empresas.

Com juros mais baixos e carência de até 48 meses, a modalidade representa um avanço para os trabalhadores. Isso porque os juros, nesse caso, são 50% menores que os cobrados em outras operações de crédito no mercado.

Pelas regras, os trabalhadores podem dar como garantia até 10% do saldo da conta e a totalidade da multa de 40% em caso de demissão sem justa causa, valores que podem ser retidos pelo banco no momento em que o trabalhador perde o vínculo com a empresa concedente do empréstimo consignado.

Compartilhe: