Hospital Materno Infantil de Barcarena amplia oportunidades de trabalho

Ofertando 23 vagas de trabalho, o Processo Seletivo do Hospital Materno Infantil de Barcarena, encerra as inscrições neste sábado, 17/03. As oportunidades são para cargos de apoio à administração e manutenção do hospital que é gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Com 65 leitos, sendo cinco para Pré e Pós-Parto (PPP), dez para Unidade de Terapia Intensiva Adulto (UTI), dez para UTI Neonatal, dez para Unidade de Cuidados Intensivos Neonatal (UCI) e 30 para enfermaria, o hospital terá ainda consultórios, laboratórios e salas para procedimentos cirúrgicos, atendimentos de emergência e realização de exames importantes para o acompanhamento das mulheres em todas as fases de gestação. Para se inscrever, os interessados devem se candidatar pelo site www.prosaude.org.br/trabalheconosco. Todas as vagas possuem disponibilidade para pessoas com deficiência (PCD). Os currículos também podem ser enviados para o e-mail trabalheconosco@prosaude.org.br, colocando como assunto ‘HMIB + nome da vaga de interesse’, porém, é necessário que a candidatura também seja realizada pelo site da entidade. As dúvidas referentes ao processo seletivo devem ser encaminhadas para o mesmo e-mail, com o assunto “HMIB + Dúvidas”. Trabalho Formado em Administração, Anderson Baia saiu de Barcarena aos 13 anos, mas o desejo e trabalhar na cidade que cresceu era grande. Com a abertura do primeiro processo seletivo Hospital Materno Infantil, em janeiro, ele acabou se inscrevendo. Passou e agora é assistente de diretoria na unidade. “Tem sido uma honra trabalhar aqui. Eu sentia essa necessidade de ajudar de alguma forma…

Helder Barbalho é homenageado com a Comenda Mérito da Mineração

O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, recebeu na noite desta quinta-feira (15) a Comenda Mérito da Mineração, uma importante homenagem concedida pelo setor da mineração pelo apoio dado a atividade extrativista ao longo dos anos.
A entrega da comenda aconteceu durante a cerimônia de lançamento do 7º Anuário Mineral do Pará 2018, realizado no Espaço São José Liberto pelo Sindicato das Indústrias Minerais do Estado do Pará (Simineral). A festa do lançamento do anuário trouxe o tema “Conexões: somos uma só rede”.
Durante o evento também foi lançado o 7º Concurso de Redação da Mineração e o Prêmio Simineral de Comunicação – Ano II. Neste ano, o sindicato vai homenagear Breno dos Santos e a empresa Vale pelos 50 anos do início da pesquisa mineral em Carajás.
A Polícia Militar e a Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Pará também foram homenageadas e receberam Menção Honrosa.

Anuário
Agora no formato totalmente digital, a publicação vem em duas versões, português e inglês, com o objetivo de facilitar a consulta através do tablet ou smartfone, as plataformas mais utilizadas atualmente como fonte de informação.
As informações que consagraram o Anuário como o único produto que condensa todos os dados sobre a mineração no Pará permanecem, assim como o desempenho do setor mineral na balança comercial, saldo das exportações, geração de empregos, projetos de responsabilidade social, empreendimentos na região e participação das mulheres na mineração. Este ano o Anuário não terá exemplares impressos, apenas sua versão para o público infantil, o Anuarinho.

Compartilhe:

Marabá também protesta contra a morte de Marielle

 partir das 18 horas desta sexta-feira (16), acontece em Marabá um ato em protesto pelo assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), morta a tiros na quarta-feira (14), quando voltava de um evento na zona Norte do Rio de Janeiro, a menos de 200 metros de uma cabine policial. A manifestação será realizada no Campus I da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa).

O evento de Marabá integra uma série de protestos que vêm ocorrendo desde ontem (15) em praticamente todos os Estados do Brasil e também no exterior, como em Portugal e em Nova York (EUA). No Parlamento Europeu, deputados do partido Podemos também se manifestaram sobre o caso.

O assassinato de Marielle Franco e de seu motorista, Anderson Pedro Gomes, reforçaram a pressão sobre os interventores federais no Rio de Janeiro, deixando encurralados os militares do Exército responsáveis pela segurança do Estado, que está sob intervenção federal.

Nascida e criada no complexo de favelas da Maré e crítica frequente da violência policial em áreas pobres, a vereadora, de 38 anos, levou quatro tiros na cabeça quando voltava de um evento. Nada foi roubado, e os criminosos fugiram. O motorista levou três tiros, e uma assessora sobreviveu. A principal hipótese dos investigadores é de crime premeditado. Até o momento, a polícia não anunciou nenhum suspeito [ou suspeitos] do crime.

Compartilhe:

Sob aplausos e protestos, corpos de vereadora e motorista são sepultados no Rio

O corpo de Marielle Franco foi sepultado no fim da tarde desta quinta-feira (15), sob aplausos, protestos e homenagens de parentes, amigos e líderes políticos, no Cemitério São Francisco Xavier, no Caju, zona portuária do Rio de Janeiro. Previsto inicialmente para as 16h, o enterro só foi realizado por volta das 18h. Já o corpo do motorista Anderson Gomes, que dirigia o carro onde estava Marielle, foi sepultado no Cemitério de Inhaúma, zona norte do Rio, no final da tarde. A cerimônia também atraiu um grande número de amigos e parentes. Ele deixou a mulher e um filho de 2 anos. Anderson Gome trabalhava como motorista para o aplicativo Uber e prestava serviços eventuais para a vereadora. Na cerimônia religiosa que antecedeu o sepultamento da vereadora, o celebrante manifestou indignação. “É matança de pobre, é matança de negro, matança de quem luta”, disse o padre. Repetidas vezes, o nome de Marielle era gritado por um, e todos respondiam: “presente”. Como o velório tinha sido à tarde, na Câmara Municipal, a cerimônia no cemitério foi rápida, e a imprensa não teve acesso à parte final. Marielle foi assassinada com quatro tiros na cabeça, quando ia para casa no bairro da Tijuca, zona norte do Rio, retornando de um evento ligado ao movimento negro, na Lapa. A parlamentar estava no banco de trás do carro, quando o veículo dos criminosos emparelhou com o dela. Eles atiraram nove vezes. Anderson Gomes, que trabalhava como motorista para o aplicativo Uber e prestava serviços eventuais para Marielle, também morreu no…

Celpa é a 8ª melhor do Brasil, de acordo com ranking elaborado pela ANEEL

  A concessionária do Pará está na 8ª posição na lista que avalia a qualidade do fornecimento de energia de todas as 32 distribuidoras de energia elétrica do Brasil Foi divulgado nesta quinta-feira, dia 15, pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, o ranking anual de qualidade do fornecimento de energia das 32 distribuidoras de grande porte de todo o país (esse grupo já foi composto por 35 distribuidoras). Nessa lista, a Celpa subiu seis posições em relação ao ano passado, fazendo com que a concessionária paraense fique na 8ª posição. O resultado contabiliza uma escalada de 27 posições desde que a empresa passou a ser gerida pelo Grupo Equatorial Energia em 2012, quando era a última do ranking. Os indicadores que determinaram a ótima classificação da Celpa no ranking, estão relacionados a quantidade de horas que o paraense fica sem energia (DEC), cuja redução já foi de 73% nos cinco anos que a Celpa atua sob nova gestão; e ao número de vezes em que ocorrem interrupções do fornecimento de energia (FEC), onde a redução chegou a 65%. Comparando apenas os anos de 2016 com 2017 (o ranking atual), a redução de DEC foi de 13,42% e do FEC, a redução foi de 14,20%. Essa evolução já é reconhecida como uma das melhores da história do setor elétrico nacional. O presidente da Celpa, Nonato Castro, comemora o excelente resultado da empresa. “Nós estamos trabalhando muito para que o nosso principal serviço, que é o fornecimento de energia elétrica, consiga chegar a um nível…

Celpa se posiciona a respeito dos dados divulgados pelo Procon.

 
A Celpa considera positiva a sua colocação no ranking do Procon, visto que melhorou uma posição em relação ao ano passado. O número de atendimento no Procon totalizou 9.331, desses, 1.053 passaram para a fase de Carta de Informação Preliminar (CIP) e somente 29 processos foram considerados pelo Procon como reclamações fundamentadas, o que significa 0,31% de todos os atendimentos realizados pelo Procon Estadual. Considerando que em 2017 o número de serviços realizados pela Celpa foi de 75.630.528, o número de processos fundamentados no Procon representa 0,0000004% neste cenário.

Este resultado só foi possível com a melhoria contínua dos serviços, aliada às ações em favor dos clientes.  Uma dessas ações é o projeto Linha Direta, que tem como finalidade solucionar de maneira célere e eficaz as demandas encaminhadas pelos órgãos de defesa do consumidor. Além do projeto, investimento em ações nas comunidades, mutirões de atendimento, participação das feiras de conciliação e melhoria no atendimento presencial foram decisivos para este avanço.

Compartilhe:

1º Salão do Livro de Carajás vai priorizar escritores da região

Marabá, município do sudeste paraense, vai sediar o 1º Salão do Livro de Carajás, no período de 27 de abril a 06 de maio, no Centro de Convenções. As reuniões para definir a programação do evento, que faz parte da XXII Feira Pan-Amazônica do Livro, já começaram. Nesta quinta-feira (15), na Biblioteca Pública Municipal Orlando Lima Lobo, na Velha Marabá, se reuniram representantes das secretarias de Estado de Cultura (Secult) e Educação (Seduc), e Municipal de Cultura, da Academia de Letras de Marabá, Associação de Escritores do Sul e Sudeste do Estado, Academia Brasileira de Letras e Câmara Municipal de Vereadores. Ana Catarina Brito, diretora de Cultura da Secult, ressaltou que o Salão do Livro de Carajás é um anseio antigo. “Marabá é referência para o Sul e Sudeste, e com a instalação do Centro de Convenções, que oferece a infraestrutura necessária para um evento desse porte, a gente vai preencher essa lacuna”, informou a diretora, acrescentando que a programação será formada por autores que já participam da Feira Pan-Amazônica do Livro, mas a prioridade é para autores regionais. Segundo o presidente da Associação de Escritores do Sul e Sudeste do Estado do Pará, Bertim Di Carmelita, só em Marabá há mais de 30 escritores em atividade. “É uma satisfação enorme ter um evento dessa magnitude aqui. Nós estamos pleiteando uma maior participação dos escritores da região, além de um festival de música e poesia”, disse o presidente da Aessp. Vasta programação – O Salão do Livro de Carajás é resultado de um convênio entre o…

MARABÁ: ADOLESCENTES FAZEM MOTIM NO CIAM E SERVIDOR FICA FERIDO

16 de Março de 2018

Adolescentes promoveram um motim no início da noite desta quinta-feira (15), no Centro de Internação de Adolescentes Masculinos de Marabá (Ciam), localizado no Bairro São Félix III. Durante o motim, um monitor foi ferido no rosto com um estoque, que é uma arma improvisada com uma ponta afiada. Viaturas da Polícia Militar e do Grupamento Tático Operacional foram acionadas para conter a situação.

Com os adolescentes foram encontrados vários estoques e pedras, que eles retiraram do muro e estavam jogando nos agentes.

O tenente Mourão, do Grupamento Tático Operacional, informou que os internos estavam quebrando as celas, na tentativa de empreender fuga. Ao chegar ao local, juntamente, com outras duas viaturas, conseguiram entrar e conter o motim que durou cerca de duas horas.

A coordenação do Centro de Internação explicou à polícia que os adolescentes queriam também pegar internos, que estavam separados, os quais são chamados de “brindes”, por alguma rivalidade entre eles. “Eles estavam tentando passar para esse lado para pegar os rivais, mas não conseguiram, pois a Polícia Militar chegou antes dessa agressão nos outros internos”, explicou o policial. (Alessandra Gonçalves / Diário de Carajás)

Ao chegar ao local, juntamente, com outras duas viatu

Compartilhe:

Mais de 11 mil pessoas devem fazer prova no concurso da Susipe neste domingo

No próximo domingo, 18, serão aplicadas as provas para os candidatos que concorrem ao cargo de agente prisional no concurso público da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe). No total, 11.835 candidatos estão inscritos para concorrer a 500 vagas. As provas serão realizadas em Belém, Altamira, Marabá, Castanhal, Itaituba e Santarém. A empresa organizadora é a Assessoria em Organização de Concursos Públicos (AOCP). Para o cargo de agente prisional, a região de Carajás é a que tem a maior concorrência, com 97,95 candidatos por vaga. Na Região Metropolitana, a concorrência para o cargo de agente é de 24,07 candidatos por vaga. Para o cargo é exigido o nível médio e CNH, conforme estabelecido na Lei nº 8.322. A remuneração é de R$ 2.435,10. Os candidatos devem estar atentos para o horário das provas, que iniciam às 8h. Os portões dos locais de prova estarão abertos a partir das 7h. As provas têm duração de quatro horas. Para ingresso nos locais de prova os candidatos devem levar documento oficial com foto e cartão de inscrição. O concurso público da Susipe será constituído de duas fases, observadas as peculiaridades do cargo a qual cada candidato concorre. A primeira fase será composta das seguintes etapas: prova objetiva e discursiva, de caráter eliminatório e classificatório; avaliação psicológica, de caráter eliminatório; exame médico, de caráter eliminatório; prova de aptidão física, de caráter eliminatório; investigação social para verificação de antecedentes pessoais, de caráter eliminatório, e avaliação de títulos, de caráter classificatório, para os cargos de nível superior, sendo, porém, facultada…

Ministro da Integração vem a Marabá cumprir agenda

14 de Março de 2018 •

Helder Barbalho, ministro da Integração Nacional, vem a Marabá nesta sexta-feira, 16,  participar da entrega de títulos de regularização fundiária, ao  lado  de Asdrúbal  Bentes  superintendente  do Incra do Sul  do Pará. Segundo  Asdrúbal  serão entregues  713  títulos para 13 municípios da região.

e assinatura  da Ordem de Serviço para obras de prevenção na orla de Marabá. Solenidade ocorrerá na Câmara Municipal, a partir das 10 horas. Em Belém, agora pela manhã, Helder assina a ordem de serviço para início das obras do Projeto Belém Porto Futuro.

Obra será edificada  na Doca de Souza Franco, esquina da  Marechal Hermes.

Investimento é da ordem de R$ 31,5 milhões.

Compartilhe: