250 mil não regularizaram título no Pará e podem ficar sem votar

  cerca de 250 mil paraenses ainda não se regularizaram com a Justiça Eleitoral e têm uma última chance até a próxima quarta-feira (9). O prazo é para quem não conseguiu fazer seu recadastramento biométrico nos municípios em que a revisão era obrigatória e teve o título cancelado. Após esse prazo, os eleitores irregulares só poderão tirar um novo título em novembro, quando o cadastro reabrir, tendo que pagar multa pela não participação nos pleitos de 2018, além de perderem diversos direitos, como nomeações em concursos públicos. Só em Belém, 161 mil pessoas ainda não se cadastraram. O coordenador de Logística de Eleições, Dilson Athias, esclarece que, para se regularizar basta comparecer a um dos postos de atendimento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em posse de um documento oficial (como RG ou carteira de habilitação) e um comprovante de residência. Na capital paraense, a mesma estrutura de atendimento adotada durante o processo de revisão será mantida, com seis postos de atendimento por agendamento e outros três por comparecimento. No restante do Estado, todos os postos funcionam por ordem de comparecimento. “Até o momento, no entanto, a procura está bastante baixa e os postos voltaram a ficar vazios e ociosos, diferente de como estavam nos últimos dias do período de revisão”, explica o coordenador, orientando quem precisa se regularizar ou utilizar outros serviços eleitorais (como fazer atualizações cadastrais, transferências ou se alistar) a se adiantar para que evite transtornos nos dias finais do prazo. “Quem teve o título cancelado não paga multa para se regularizar, a…

Faltando pouco mais de um mês para o início da Copa do Mundo, a Rússia revelou nesta quinta-feira, 3, que 89% dos ingressos disponíveis já foram vendidos

Faltando pouco mais de um mês para o início da Copa do Mundo, a Rússia revelou nesta quinta-feira, 3, que 89% dos ingressos disponíveis já foram vendidos, o equivalente a 2,3 milhões de bilhetes. Metade das entradas ficaram com torcedores russos, seguidos de fãs dos Estados Unidos, Brasil e Alemanha. Mesmo com os EUA fora da Copa, os torcedores norte-americanos se destacaram na aquisição dos ingressos. Curiosamente, foram eles que mais compraram bilhetes para o jogo entre Espanha e Portugal, pelo Grupo B. A partida, uma das mais aguardadas da fase de grupos, será disputada em Sochi. Os dados foram revelados em evento do Comitê Organizador da Copa do Mundo, na mesma cidade, com a participação do diretor geral da entidade, Alexey Sorokin, do presidente da Fifa, Gianni Infantino, e do próprio presidente russo, Vladimir Putin. Na visita desta quinta, Putin e Infantino foram até o gramado do local e também supervisionaram os vestiários do estádio, que anteriormente abrigou as cerimônias de abertura e de fechamento dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014. No palco com capacidade para receber 45 mil torcedores, o presidente russo afirmou o que o seu país já “praticamente terminou” os preparativos para a Copa. A última fase de venda de ingressos para o Mundial teve início no dia 18 do mês passado. Esta fase vai até o fim da competição ou até estarem esgotadas todas as entradas para o Mundial. Nesta nova etapa, os torcedores podem comprar ingressos online, sujeitos a disponibilidade, em tempo real e por ordem de chegada.

TIM dá acesso grátis a WhatsApp, Instagram e Facebook

Depois de criar planos com franquias exclusivas para serviços de streaming, a TIM reformulou sua linha do pós-pago e controle com zero-rating para aplicativos como Facebook, WhatsApp, Instagram, Telegram e Waze. Ou seja, eles não consomem a franquia de dados. Embora operadoras já tenham criado planos com alguns desses serviços sem descontar da franquia, é a primeira vez que eles estão disponíveis de uma vez só. Confira as opções: – TIM Controle 3,5 GB: R$ 54,99 (pagamento no cartão de crédito) – TIM Controle 4 GB (3,5 GB + 500 MB de bônus): R$ 59,99 (pagamento via fatura digital) – TIM Black 7 GB: R$ 99,99 – TIM Black 10 GB: R$ 139,99 – TIM Black 15 GB: R$ 179,99 – TIM Black 50 GB: R$ 249,99 – Da Vinci 100 GB: R$ 799,99 Todos os planos possuem ligações ilimitadas para qualquer operadora (inclusive interurbanos utilizando 41), SMS ilimitado, roaming nacional, TIM Banca Virtual e uma conta do Deezer, que também tem tráfego isento do plano principal. No entanto, nem todos os planos possuem os mesmos aplicativos de zero-rating: o TIM Controle de 3,5 GB e 4 GB e o TIM Black de 7 GB trazem acesso gratuito ao WhatsApp, Messenger, Telegram, Waze, Easy Táxi e Easy Taxista. Do plano de 10 GB em diante, o cliente também pode usar à vontade o Instagram, Twitter e Facebook. Também existem algumas restrições de uso. A operadora libera chamadas de voz e vídeo no WhatsApp e Facebook Messenger sem descontar da franquia; enquanto isso, o Telegram fica…

Gasolina do Pará é a 11ª mais cara do País e já subiu de novo

POSTO SÃO BENTO GASOLINA   DE QUALIDADE E PREÇO MAIS BARATO EM MARABÁ

 

gasolina do Pará, que já é a 11ª mais cara do Brasil, voltou a subir de preço em abril, segundo pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos no Pará (Dieese/PA). A média do preço do combustível no Estado, que era de R$ 4,246 em março, passou para R$ 4,291 no mês seguinte, a mais cara do Pará no ano de 2018, que começou com R$ 4,268, em janeiro, e R$ 4,270, em fevereiro.

Ainda de acordo com as análises do departamento, o menor preço encontrado para o litro da gasolina no Estado em abril foi de R$ 3,820, enquanto o maior foi de R$ 4,900. Os valores deixam o Pará em quinto lugar entre os Estados com o produto mais caro da região Norte, superado em R$ 0,506 pelo Acre, que tem a gasolina mais cara do Brasil. No ranking nacional, o Pará está acima de estados como São Paulo, Distrito Federal e Pernambuco.

Confira uma lista dos principais postos de combustível dos bairros centrais de Belém, organizados dos mais barato aos mais caro. Apenas um deles cobra menos de R$ 4 pelo litro de gasolina. Veja:

(Arthur Medeiros/Diário do Pará)

Compartilhe:

Paralisação dos professores na Região Metropolitana de Belém atinge apenas 6% das escolas

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) informa que o movimento de paralisação das escolas não causou, no segundo dia, impacto expressivo na rotina escolar da rede estadual, tanto da capital quanto do interior. A Secretaria acompanha a movimentação dos professores para fazer uma avaliação, caso a caso, da repercussão no calendário de aulas. De acordo com o levantamento da Secretaria Adjunta de Ensino (Saen), até às 17 horas desta quinta-feira (3), o número de escolas paradas foi inexpressivo, considerando o universo de 953 escolas em todo o Estado. Das 357 (incluídos nove anexos) localizadas na Região Metropolitana de Belém, apenas 20 (6%) tiveram as atividades paralisadas totalmente, nesta quinta-feira. No interior, do total de 596 escolas (75 anexos), apenas 14 (2%) não funcionaram totalmente. A adesão à greve também é inexpressiva nas regiões Sul e Sudeste do Estado, onde se localizam três Unidades Regionais da Seduc (URE), que gerenciam as escolas de 27 municípios. A 4ª URE, sediada em Marabá, registrou paralisação de apenas duas escolas do município de Itupiranga. Na 22ª URE, sediada em Xinguara, nenhuma escola suspendeu as aulas, e nos municípios da 15ª URE, que tem sede em Conceição do Araguaia, também não houve paralisação. Salários – No Pará, a remuneração de professor em início de carreira é maior que o piso nacional da categoria, fixado em R$ 2.455,35. O valor da remuneração do professor estadual é bem mais alto: R$3.772,69. Esse é o valor do início da carreira. Com as vantagens pessoais, a média da remuneração de professor com 200…

Nova administração do Pátio Marabá espera atrair lojistas e clientes

Prestes a completar cinco anos no próximo dia 7 de maio, o Shopping Pátio Marabá ganha uma nova administração. Ele passa a ser administrado pela Partage Shopping, mesma empresa que administra o shopping de Parauapebas. O anúncio oficial aconteceu na tarde desta quinta-feira (3), durante coletiva de imprensa. Apesar da nova gestão, o Shopping Pátio Marabá continua pertencendo ao grupo Parkway, empresa formada pelos Grupos Dan Hebert e Leolar. A Partage Shopping é sócio-majoritária e administradora de sete shoppings nas regiões Norte, Nordeste, Sul e Sudeste do país. Júlio Macedo, diretor de gestão e marketing do Shopping Partege, informou que os donos do Shopping Pátio Marabá vinham conversado com eles em função do trabalho realizado no shopping de Parauapebas. “Pela sinergia, porque eles não são concorrentes, são complementares, isso sempre foi uma das coisas que nós interessou e nessa proximidade com o grupo da Parkway, eles nós convidaram para administrar o shopping e a gente assumiu no mês de abril”, contou. O diretor de gestão e marketing disse ainda que a nova equipe já realizou um diagnóstico completo do shopping e que tem conversando muito com lojistas e consumidores, procurado entender da melhor forma, aquilo que eles querem que essa nova administração foque. “Fizemos um diagnostico inicial, fizemos uma discussão interna e nesse momento nós trouxemos um dos mais experientes superintendentes para ficar interinamente cuidando no shopping”, explicou. Sobre as mudanças a serem implementadas no shopping, ele explicou que não “tem um pacote pronto”, mas que Marabá tem uma característica peculiar e, por isso, estão…

Intercorte 2018 etapa Marabá

Marabá vai sediar pela primeira vez a InterCorte, nos dias 22 e 23 de maio, em parceria com a Acripará – Associação de Criadores do Estado do Pará. O evento ocorre no Centro de Convenções, localizado na BR-222, Folha 30, na Nova Marabá.

A InterCorte, é um evento de pecuária de corte, que percorre desde 2012 os principais polos de produção de carne no Brasil para levar informação, discussão e tecnologia aos produtores. O evento é composto por um workshop, onde comparecem importantes especialistas.

Os participantes conferem ainda as novidades tecnológicas apresentadas por empresas de referência do setor que participam da feira de negócios que compõe o evento.

Maurício Fraga Filho, presidente da Associação dos Criadores do Estado do Pará (ACRIPARÁ) informou que não terão animais expostos, mas sim stands de empresas que trabalham com nutrição, área de sanidade, tudo voltado para pecuária de corte.

 

Compartilhe:

PA: Segundo dia de greve dos professores estaduais é marcado por atos na capital e interior

A greve dos professores da rede estadual do Pará chega ao segundo dia nesta quinta (3). O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp) informou que a categoria quer uma rodada de negociações com o Governo do Estado para reivindicarem pautas da categoria. Os trabalhadores organizaram protestos em Belém e em municípios do interior do Pará.

A categoria pede: pagamento atualizado do piso salarial; reajuste salarial; unificação do plano de cargos e carreiras; reforma de escolas; e garantia da segurança no ambiente escolar. (G1/PA)

MAIS
Em Redenção estão ocorrendo aulas normalmente nas escolas estad

Compartilhe:

SEDUC-PA afirma que apenas 2% das escolas aderiram ao movimento de greve

Na tarde de ontem, 2/5/2018, as redes sociais e parte da imprensa divulgaram que em torno de 75% das escolas teriam aderido ao movimento de greve dos trabalhadores da educação. O teor de uma Nota de Esclarecimento publicada ontem pela Secretaria de Estado da Educação mostra que Simão Jatene não está disposto a ceder à pressão dos educadores. Em contato com Assessoria de Comunicação da SEDUC-PA (ASCOM), através da Agência Pará de Notícias, foram disponibilizadas as informações abaixo: A paralisação deflagrada na manhã desta quarta-feira (2) pelo Sindicato dos Professores em Educação Pública não impediu que quase 98% das escolas estaduais funcionassem normalmente em todo o Estado, conforme levantamento parcial feito pela Secretaria de Educação (Seduc). De 869 escolas no interior e 348 localizadas na Região Metropolitana de Belém, apenas cerca de 2% suspenderam as aulas, apontam os números parciais. Das escolas sob jurisdição das 18 Unidades Seduc na Escola  (Uses), 239 funcionaram normalmente pela manhã. Apenas 25 paralisaram parcialmente e 17 suspenderam as aulas. No interior, 580 suspenderam suas atividades parcialmente, e sete não funcionaram. Em Belém, no Bairro de Nazaré, houve aula normal na Escola Dr. Ulysses Guimarães. De acordo com a coordenadora pedagógica da instituição, Márcia Roberta Martinez, o funcionamento ocorreu sem problemas. Na “Ulysses Guimarães” estudam 1.250 alunos do ensino fundamental e médio (1º e 2º anos em tempo integral), e atuam 55 professores. As aulas também foram ministradas na Escola Estadual Magalhães Barata, localizada no Bairro do Telégrafo, onde estudam 1.370 alunos e trabalham 88 professores. A paralisação não afetou as aulas, e somente…

profissionais trocam de papel no Hospital Regional de Marabá

Nesta quinta-feira (3/5), 14 colaboradores do Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá (PA), viverão a rotina de colegas para saber como funcionam os processos de outras áreas. O projeto ‘Sentindo na Pele’ é uma estratégia da unidade para integrar os setores e reforçar a importância de cada profissional no atendimento aos usuários da unidade.

Gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), o Hospital Regional de Marabá realiza esta ação como parte da programação alusiva ao Dia do Trabalhador, celebrado no dia 1º de maio.

Compartilhe: