MARABÁ:PARTURIENTE MORRE APÓS CIRURGIA NO HOSPITAL MATERNO INFANTIL

  A paciente Taliany Michely de Sousa Rosário, deu entrada no hospital Materno Infantil com quadro de DESCOLAMENTO PREMATURO DE PLACENTA que tem como suas características a abundante hemorragia interna, sendo comum a elevação do consumo dos fatores de coagulação na tentativa do organismo em se auto estabilizar. O quadro foi diagnosticado e a paciente foi imediatamente submetida a uma cesariana onde se constatou que o feto já estava sem vida sendo confirmado o diagnóstico descolamento de placenta pela equipe médica. Todos os procedimentos foram feitos, incluindo transfusão de hemácias para conter a hemorragia. Logo em seguida, durante o intra-operatório a equipe médica procedeu a uma histerectomia, na tentativa de salvar a vida da paciente. Logo após essa cirurgia a paciente foi colocada em observação e ligada a monitores de batimento cardíaco e saturação. As 9:10h, a paciente retornou ao centro cirúrgico para uma nova cirurgia, onde a equipe executo uma laparotomia exploratória para identificar a origem do sangramento. Sendo constatado o sangramento difuso característico do consumo excessivo de seus fatores de coagulação, quadro q é definido como coagulação intravascular disseminada que é uma complicação da patologia inicial (descolamento prematuro de placenta) O procedimento terminou as 10h50min onde a equipe médica solicitou a transferência da paciente ainda em estado grave para a UTI do hospital Regional. A equipe do SAMU foi acionada imediatamente. Ao chegar ao HMI para transportar a paciente, a mesma já estava em óbito. a diretoria técnica do HMI solicitou o encaminhamento ao IML para confirmação da causa da morte da paciente.…

MEIO AMBIENTE:JORGE BICHARA OCUPA IMPORTANTE VAGA NO CONAMA NACIONAL

O médico Jorge Bichara, presidente da Unimed Sul do Pará e da Fundação Zoobotânica de Marabá, tomou posse, hoje (15), de cadeira titular do CONAMA, Conselho Nacional de Meio Ambiente. Bichara sempre foi ligado às causas ambientalistas e a posse mostra o reconhecimento nacional pelo empenho do médico em preservar a natureza em Marabá e região. O CONAMA elabora soluções ambientais através de políticas governamentais. As idéias são apresentadas ao governo federal. O órgão, dentro de sua competência, cria normas e determina padrões que mantenham a sustentabilidade entre o meio ambiente e as sociedades que o cercam. Acompanhe a entrevista cedida pelo ambientalista ao Zeca News: ZN: Esta nova responsabilidade, de nível nacional, é muito importante para a região. Como o Sr.  vê essa nova oportunidade? Olha, a posse foi hoje, com a presença do Ministro Sarney Filho e já estamos discutindo a pauta do primeiro dia, para saber como funciona o processo de receber e trabalhar nas demandas, garantindo a participação efetiva da Amazônia do que diz respeito às discussões ambientais. ZN: Como esta representação no CONAMA pode influenciar nos casos de desmatamento da Amazônia na nossa região? Precisamos participar das discussões sem “oito ou oitenta”, mas da maneira mais positiva possível, com vista à preservação ambiental e evitar desmatamento de maneira sustentável, pois, também não podemos engessar a economia. Sabemos que há mecanismos para isso. Só não podemos fazer as coisas de forma aleatória. A discussão agora mesmo na reunião de hoje é o desmatamento da Amazônia.   ZN: Qual o primeiro passo…

Maior desafio à saúde no século XXI, mudanças climáticas exigem hospitais mais sustentáveis

  Na esteira do aquecimento global, as mudanças climáticas do planeta já estão criando grandes desafios à saúde mundial para as próximas décadas. E na Amazônia Brasileira, em específico, esses panoramas exigem ações profundas para já. Estudiosos alertam: é preciso tomar drásticas medidas de gestão, para que nos preparemos a duros cenários, e isso inclui mudanças de processos e práticas em estabelecimentos de saúde, como hospitais, que também devem estar presentes nas políticas públicas regionais. A meta é encontrar soluções eficazes para problemas, como o manejo de resíduos, o consumo de água e energia e a emissão de gases relacionados ao agravamento do efeito estufa. Sem isso, populações mais vulneráveis sofrerão – e demandarão cada vez mais os serviços de saúde, ao passo que hospitais estarão menos preparados para cumprirem seu papel de promover o bem-estar de comunidades.   “Para a saúde do norte, as mudanças climáticas trazem maiores riscos para crianças e idosos. Eles sofrerão mais com doenças relacionadas ao aumento da temperatura média na região, que deve ser igual ou maior que 30  graus Celsius, até 2099. Esse fato, associado a quadros precários de saneamento básico, poderá fazer crescer a incidência de diarreias infantis em 34% nos municípios da região. Além disso, 64% das populações infantis da Amazônia sofrerão um aumento de até 50% nos casos de diarreias até 2099”, alerta Brenda Brito, pesquisadora associada à ONG Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), uma das 40 instituições que hoje integram o Observatório do Clima.  “Somos a última geração que ainda…

Pará registra redução de processos no Dia Nacional do Consumidor

Seguindo uma recomendação nacional, a Diretoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), ligada à Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos do Pará (Sejudh), divulgou na manhã desta quarta-feira (15) os números do Cadastro de Reclamações Fundamentadas de 2016, assim como a relação das empresas elencadas. O procedimento é uma prática recorrente do órgão neste 15 de março, instituído Dia do Consumidor, para prevenir casos que ferem os direitos e fortalecer as ações em defesa do consumidor paraense. O cadastro de 2016 registrou cerca de 20 mil atendimentos diretos, entre ligações e queixas nas centrais. Desses atendimentos, 1.072 se converteram em reclamações fundamentadas, que deram origem a processos. Outros 90% foram resolvidos em acordos, com a interseção do Procon, antes de chegar a uma audiência. Na comparação com o ano de 2015, os números de processos caíram, perfazendo 1.447 reclamações fundamentadas pelo Procon Pará. A Diretoria de Proteção e Defesa do Consumidor considera que essa diminuição reflete o avanço no atendimento, que se tornou mais ágil. “Mudamos de sede no início do ano e investimos no melhoramento da nossa tecnologia. Isso permitiu mais rapidez na resolução dos problemas. Também percebemos que o consumidor está mais atento quanto aos seus direitos e as empresas estão conscientes disso”, destacou o diretor do Procon Pará, Moyses Bendahan. Cinco empresas lideraram o ranking das reclamações no ano de 2015 (os dados foram divulgados em 2016): Telemar Norte Leste S/A (Oi Fixo), com 96 processos; Claro S/A (Claro), com 61; Digibras Indústria do Brasil S/A (Grupo Lenovo), com…

Hospital Regional de Marabá incentiva uso consciente de energia elétrica

Empenhadas em melhorar a qualidade de vida da população, dentro e fora das unidades, instituições de saúde de todo o mundo reúnem esforços para promover sustentabilidade. Assim, suas ações são planejadas a partir das necessidades atuais, mas com o compromisso de garantir o bem-estar das gerações futuras. Pensando nisso, nesta semana, o Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), referência em atendimento para 22 municípios da região, realiza a primeira edição da campanha ”Consumo Consciente de Energia: sua atitude faz a diferença!”, voltada para usuários e colaboradores da unidade. A programação foi aberta nesta segunda-feira, 13/3, com uma palestra sobre hábitos que podem ajudar a economizar na conta de energia elétrica. Um material educativo foi criado pelo Núcleo de Comunicação da entidade no Pará, identificando essas atitudes, para ser disseminado em toda a unidade. Segundo o supervisor de Manutenção da unidade, Tiago Seabra, ”é importante que todos se sintam responsáveis pelo uso consciente dos recursos naturais e passem a ter atitudes que, ao final do mês, vão impactar significativamente na conta de energia paga pela unidade. Mas não só isso, que eles levem para casa essas orientações para sentir a diferença lá também”. Para conferir a adesão dos colaboradores à iniciativa, o HRSP fará uma blitz educativa nesta terça-feira, 14/3, ao longo do dia. E, na quarta-feira, às 16h, promoverá mais um bate-papo sobre o assunto, com a participação do colaborador da empresa Vale, Josimar Silva. A campanha é organizada pela Comissão de Sustentabilidade, composta por profissionais de diversos setores da…

Nova lista de Janot ao STF pede investigação de 83 políticos delatados pela Odebrecht

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou hoje (14) ao Supremo Tribunal Federal (STF) 83 pedidos de abertura de investigação contra citados nas delações de ex-diretores da empreiteira Odebrecht. Os pedidos foram remetidos à Corte sob sigilo, e os nomes dos citados não foram divulgados oficialmente.

Caberá ao ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato, decidir se autoriza abertura de inquéritos e as diligências solicitadas por Janot. O ministro também deverá decidir sobre a retirada do sigilo do conteúdo das delações.

As delações da Odebrecht foram homologadas em janeiro pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, após a morte do relator, Teori Zavascki, em acidente aéreo. Foram colhidos pela Procuradoria-Geral da República (PGR) 950 depoimentos de 77 delatores ligados à empreiteira.

Ao todo, o material envolvendo as delações da Odebrecht envolve 320 pedidos ao Supremo. Além dos 83 pedidos de abertura de inquéritos, são 211 solicitações para desmembramento das investigações para a primeira instância da Justiça, sete arquivamentos e 19 pedidos cautelares de providências
 

Compartilhe:

“”Deixa eu filosofar” tudo é tudo e nada é nada!!! Tim Maia morria há 19 anos

Tim Maia: Este país não pode dar certo. Aqui…

Este país não pode dar certo. Aqui prostituta se apaixona, cafetão tem ciúme, traficante se vicia e pobre é de direita.

Há dezenove anos morria no Rio de Janeiro o cantor, compositor e instrumentista Tim Maia, responsável pela introdução do “soul” na música popular brasileira e considerado um dos mais populares artistas brasileiros das últimas décadas.

Sebastião Rodrigues Maia, ou simplesmente Tim Maia, nasceu e foi criado no bairro carioca da Tijuca. Teve uma infância bastante pobre. Caçula de doze irmãos, ainda criança trabalhou como entregador de marmitas para ajudar nas despesas da casa. Aos oito anos já cantava no coral da Igreja.

Ainda pequeno fez contato com outros jovens que viriam a ser grandes cantores, como Jorge Ben Jor e Erasmo Carlos. Em 1957, fundou o grupo The Sputniks, do qual fez parte Roberto Carlos.

Dois anos depois se mudou para os Estados Unidos, onde teve seus primeiros contatos com a “soul music”. Na América, acabou preso e deportado por roubo e porte de drogas.

Seu primeiro disco, intitulado Tim Maia, foi gravado em 1970. Neste trabalho destacam-se Azul da Cor do Mar e Primavera, canções que fizeram do disco um dos mais vendidos daquele ano.

O sucesso continuou nos anos seguintes, com o lançamento de músicas como “Não quero dinheiro”, e “Gostava tanto de você”.
 

Compartilhe:

Mega-Sena: prêmio pago nesta quarta-feira poderá chegar a R$ 6 milhões

O prêmio máximo da Mega-Sena pode chegar a cerca de R$ 6 milhões nesta quarta-feira (15), de acordo com a Caixa Econômica Federal. O sorteio do concurso 1.912 será realizado por volta das 20h.

A Mega-Sena está acumulada desde o último dia 8, quando uma aposta acertou sozinha as seis dezenas sorteadas e faturou o prêmio de R$ 59,7 milhões. O jogo foi feito na cidade de Conceição do Pará, no Estado de Minas Gerais. Os apostadores fizeram um bolão, do qual 20 pessoas participaram. Cada uma levou para casa quase R$ 3 milhões.
 

Compartilhe:

Relator da reforma trabalhista defende contribuição sindical opcional

O relator da reforma trabalhista na Câmara dos Deputados, Rogério Marinho (PSDB/RN), afirmou nesta terça-feira que incluirá, em seu relatório, o fim da obrigatoriedade da contribuição sindical. Para ele, o empregado deve ter a opção de escolher se quer ou não contribuir com um dia de trabalho para o sindicato.

O mesmo deve ser aplicado para a contribuição dos empregadores a sindicatos patronais.

Para Marinho, a medida vai evitar que sindicatos fracos, que recebem a contribuição mas fazem pouco pelo trabalhador, sigam funcionando.

— Existem sindicatos fortes, mas existem sindicatos pelegos, que não representam sua categoria, de alguém que usa uma pasta debaixo do braço pra receber uma contribuição obrigatória. Hoje eu tenho convicção de que há necessidade de tornar opcional a contribuição sindical, retirar essa obrigatoriedade.

Segundo ele, as contribuições somaram, nos últimos 5 anos, R$ 15 bilhões.
Blog do Joabson Silva: http://www.joabsonsilva.com/#ixzz4bPtebjbu

Compartilhe:

Violência da PM no Brasil intriga especialistas: “É difícil dizer se o policial é mais violento que a sociedade”

O atual momento conturbado da relação entre polícia e sociedade brasileira tem se multiplicado em exemplos. Os mais de 100 presos mortos em recentes rebeliões em presídios do Amazonas, Roraima, Rio Grande do Norte. Recorrentes casos de chacinas nas periferias. A fúria dentro de casa. Em 2016, 395 policiais militares de SP foram denunciados por violência doméstica.

Leia mais

 

Compartilhe: