Celpa leva o Projeto Negociar para o município de Parauapebas

Serão oferecidas oportunidades de negociação para os clientes que possuem débitos com a concessionária Entre os dias 08 e 12 de maio, a Celpa realizará em Parauapebas, no sudeste do Estado, o Projeto Negociar. A ação tem o intuito de promover a conciliação para os clientes que possuem débitos pendentes junto a empresa. O evento ocorrerá de 8h às 17h nas dependências do Tribunal do Júri, no Fórum Cível de Parauapebas, localizado na Rua C, quadra Especial s/n, no bairro da Cidade Nova. A iniciativa é realizada em parceria com o Tribunal de Justiça do Pará, por meio do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc). A semana de conciliação será destinada a cerca de 800 consumidores de Parauapebas, que foram convocados por meio de carta convite, encaminhada pelo Tribunal de Justiça do Estado, a comparecer na negociação. A expectativa da distribuidora é atender e buscar soluções para todos os casos apresentados e, assim, evitar que os mesmos se transformem em demandas judiciais. Conforme explica um dos líderes da área Jurídica da Celpa, Carlos Eduardo Rodrigues, o projeto é uma ótima alternativa para quem pretende eliminar suas pendências com a distribuidora. “A Celpa é uma empresa que se preocupa em oferecer o máximo de alternativas possíveis para o cliente quitar suas dívidas. Trata-se de mais uma oportunidade oferecida para a população de Parauapebas que pretende resolver suas pendências financeiras com a distribuidora, agora sob a chancela e parceria do CEJUSC, núcleo de conciliação e mediação coordenado pela Juíza de Direito Eline Vieira, pois…

PÁROCO DE NAZARÉ CONVIDA CATÓLICOS A REEBEREM A IMAGEM DE NOSSA SENHORA APARECIDA

O pároco de Nossa Senhora de Nazaré, padre Ademir Antônio Gramelik, em nome do dispo diocesano Dom Vital Corbellini, convida toda a comunidade católica de Marabá a recepcionar, nesta sexta-feira, 5, às 23 horas, no Aeroporto de Marabá, réplica da imagem da Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, vinda diretamente da Basílica de Aparecida, em São Paulo, trazida por Dom Vital. A partir do próximo dia 28, a imagem percorrerá todas as paróquias da Diocese de Marabá, como parte das comemorações e celebrações do Ano Mariano de 2017.

Compartilhe:

REPRESENTANTE DE SINDICATO NÃO CUMPRE HORÁRIOS AGENDADOS E COMPLICA A VIDA DE PROFESSORES E DIRETORES DE ESCOLAS

 

O Zeca News recebeu na tarde desta quinta-feira, 4, denúncia de diretor de escola particular, que pediu para ter sua identidade preservada, contra o representante do Sindicato dos Professores dos estabelecimentos de ensino privados, de prenome Samuel.
Segundo ele, Samuel não honra os compromissos que faz em relação a horários, quando solicitada sua presença em alguma escola ou para homologação de Rescisão de Contrato de Trabalho.
“Ele marca um horário e só aparece duas, três horas depois. Isso nos causa transtorno e prejuízos. Outro dia ele marcou uma reunião em uma escola para as 14 horas e só foi aparecer às 18 horas. Isso é um descaso e acaba nada resolvendo”, desabafa o denunciante.
O blog tentou várias vezes, mas não conseguiu contato com Samuel para que ele desse sua versão. Porém, o espaço está aberto para a resposta, como manda a boa prática da ética e da boa informação.

Compartilhe:

CONVÊNIO ENTRE GOVERNO, PREFEITURA E ONCORADIUM PODE VIABILIZAR TRATAMENTO DE CÂNCER PELO SUS EM MARABÁ

O sofrimento de pacientes acometidos de câncer, de Marabá e região, que têm de se deslocar até Belém para tratamento de quimio e radioterapia, está próximo de ser amenizado.Depende só da disponibilidade do Governo do Estado e da prefeitura para que o Centro Oncológico Oncoradium venha a atender em breve esses pacientes, sem que eles necessitem viajar até a capital e seus familiares. A boa notícia foi anunciada, com exclusividade, ao blog Zeca News pelo médico marabaense Rodolfo Amoury Jr., mastologista, cirurgião-geral e diretor-técnico da Oncoradium. Segundo ele, o projeto de atendimento a pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde) está passando por exame na Câmara Técnica da 11ª Regional da Sespa (Secretaria de Estado de Saúde Pública), para que seja avaliada a necessidade e a viabilidade de atender do melhor modo possível os pacientes da região. “Hoje as únicas referências para esses pacientes, no Pará, são: o Hospital Ophir Loyola, em Belém; e o hospital de Santarém, município muito distante da nossa região e de difícil acesso”, lembra Rodolfo, ressaltando que essas duas casas de saúde já não atendem mais à demanda do Estado, que tem 8 milhões de habitantes. “Levantamento do Ministério da Saúde constatou que, para cada 500 mil habitantes, surgem 1.000 casos novos de câncer, por ano. Então, Marabá teria mais de 500 casos todos os anos”, calcula o médico, afirmando que tem se reunido com representantes da área de saúde do Governo do Estado, com o secretário de Saúde de Marabá, Marcone Leite, e que as negociações têm avançado. Segundo…

Instalada Comissão que vai reavaliar a lei Kandir

O deputado Federal Beto Salame faz parte da Comissão que vai reavaliar a Lei Kandir. A Comissão Especial da Câmara Federal, instalada na quarta-feira, 03, foi criada para corrigir distorções da Lei aprovada em 1996 para estimular as exportações dos estados. Com a criação da comissão o congresso atende a determinação do Supremo Tribunal Federal no sentido de compensar financeiramente os estados com a desoneração do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre produtos. Para Beto Salame “ a Comissão Especial vai apresentar sim uma proposta de regulamentação da Lei Kandir para salvar os estados exportadores que vem perdendo muito dinheiro público com a desoneração.” Disse o deputado federal membro titular da Comissão Especial. A desoneração do ICMS sobre produtos primários e semielaborados foi prevista na chamada Lei Kandir (Lei Complementar 87/96. A norma previu que uma lei complementar deveria ser aprovada pelo Congresso para compensar os estados com a perda da arrecadação. No entanto, a nova norma para fixar os repasses ainda não foi regulamentada. A ação foi proposta pelo Pará, que alega ter recebido de 1996 a 2015 R$ 7,6 bilhões de compensação pela União, sendo que teria direito a R$ 29,6 bilhões se o imposto fosse cobrado e não houvesse a desoneração. Mais 15 estados também recorreram ao Supremo com o mesmo argumento. Atualmente, os valores que devem ser compensados por meio da Lei Kandir são repassados aos estados pela União, mas dependem de aprovação do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), constituído pelos secretários de Fazenda dos estados. Durante…

HOSPITAL REGIONAL DO SUDESTE VAI ESTIMULAR PRÁTICAS DE HIGIENE COM AS MÃOS

Nesta sexta-feira, 5/5, é celebrado o Dia Mundial da Higienização das Mãos. A prática é importante para prevenir doenças, pois mais de 80% das infecções são transmitidas pelas mãos.

Para reforçar a importância da higienização das mãos no cuidado com o paciente, o Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP) realizará blitz e palestra educativas sobre o assunto. 

Compartilhe:

IML de Marabá pede urgência para exames de corpos encontrados carbonizados

Quatro pessoas foram mortas e tiveram os corpos carbonizados. Segundo a polícia, o crime teria sido motivado por disputa de terras. Instituto Médico Legal (IML) de Marabá, no sudeste do Pará, pediu urgência ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPC), em Belém, para a liberação do laudo com o resultado dos exames nos quatro corpos que foram encontrados carbonizados no município de Santa Maria das Barreiras, no sudeste do Pará. Os quatro corpos foram encontrados na última terça-feira (2) dentro de uma caminhonete na invasão Cristalino, um terreno de cerca de 40 mil hectares, que abrange os municípios de Santana do Araguaia, Santa Maria das Barreiras e Cumaru do Norte. Segundo a polícia, o crime teria sido motivado por disputa de terras. Nesta quarta-feira (3), parentes das vítimas foram ao IML de Marabá para participar da coleta de amostras de DNA que vão auxiliar na identificação dos corpos. O laudo com o resultado dos exames tem prazo de 15 a 20 dias para ser concluído, mas pode ser antecipado. “Eu vou pedir urgência para a central (do IML) em Belém. Depende muito da fila, mas como é um caso de repercussão, tem uma certa urgência, eu creio que sejam sensíveis a isso”, disse Augusto Andrade, gerente regional do IML em Marabá. Os corpos das vítimas ainda permanecerão no instituto e só serão liberados após o resultado dos exames. As vítimas são o PM da reserva Adenir Souza da Costa, de 44 anos, o filho dele Wesley Paulino da Costa, de 23 anos, e Artur…

PREFEITO DE MARABÁ AVALIA PRIMEIRO QUADRIMESTRE E DIZ QUE AINDA HÁ MUITO A FAZER PARA REEQUILIBRAR O MUNICÍPIO

    “Vamos trabalhando que Deus vai ajudando”. Foi assim que se manifestou o prefeito de Marabá, Sebastião Miranda Filho (PTB) – Tião Miranda -, entrevistado com exclusividade pelo Zeca News, ao falar sobre como vem contornando as dificuldades herdadas do governo anterior. Miranda disse que vem conseguindo pagar servidores e fornecedores em dia, a fim de fazer com que o município recupere a credibilidade e possa atrair investimentos. “Estamos economizando e organizando o município. É uma coisa que não vamos conseguir da noite para o dia, vai levar certo tempo, mas estamos fazendo o maior esforço para conseguir”, disse o prefeito. Tião conta que assim como a situação do Brasil, a situação de Marabá está muito ruim, com tudo desequilibrado, uma vez que encontrou dívidas com pessoal, divida com a previdência, precatórios a pagar e fornecedores com pagamentos atrasados. E tudo isso “deixou a administração muito desorganizada, sem compromisso”. “Temos trabalhado muito nesses quatro meses, mas não dá para arrumar rapidamente. Encontramos muita coisa feita de forma equivocada, obras inacabadas, muitos débitos e tudo sem controle”, afirma o prefeito, dizendo que até hoje “muita coisa ainda surpreende” conforme a situação do município vai ficando mais clara. Sobre os pagamentos pendentes a ex-servidores da prefeitura, o gestor municipal reafirmou que na sexta-feira (5) paga mais de 900 pessoas que recebiam até R$ 1.700, líquidos, muitas das quais se encontram, inclusive, “muito penalizadas, desempregadas”. A respeito da captação de recursos para o município, o prefeito disse que em todas as esferas do governo a situação está…

Cármen Lúcia cria comissão para monitorar processos de liberdade de imprensa

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Cármen Lúcia, anunciou hoje (3) a instalação da comissão do Fórum Nacional do Poder Judiciário e Liberdade de Imprensa, do CNJ. Segundo ela, hoje, o Brasil não é um país que garante livremente o exercício do jornalismo, entretanto, ao menos no Poder Judiciário, é preciso dar ampla eficácia à Constituição, que garante o trabalho do jornalista de informar o cidadão e promover uma cidadania informada. “E eu quero apurar isso melhor, para saber quais são os problemas que são gerados com a Constituição que garante tão amplamente liberdades, inclusive a liberdade de imprensa, com um texto que não necessita de grande intervenção para ser interpretado. É proibido qualquer tipo de censura e, no entanto, continua haver censura e jornalistas que não podem exercer os seus diretos. É preciso resolver isso”, disse. A ministra explicou que o fórum foi criado pelo ex-presidente do STF e do CNJ, ministro Joaquim Barbosa, mas não havia sido implantado na comissão. Segundo ela, a portaria de instalação está pronta e deve ser publicada nos próximos dias. “Para que a gente tenha no conselho nacional um exame de quais os problemas que dizem respeito ao Poder Judiciário, quais as vertentes de críticas, censuras judiciais que são ditas, e processos sobre jornalistas para que a gente dê prioridade.” Para ela, o Brasil está vivendo um momento de grandes transformações, e não só no jornalismo, mas “a imprensa livre é essencial para que se tenha democracia. E é…

WhatsApp fica fora do ar e deixa usuários revoltados na web

Usuários do WhatsApp de diferentes partes do país relatam instabilidade no aplicativo desde o início da tarde desta quarta-feira (3). No Twitter, centenas de mensagens podem ser encontradas sobre a falha do utilitário que não tem enviado alguns textos.

Além do Brasil, internautas da Alemanha, Itália e Turquia também contam ter problemas com o WhatsApp. As mensagens enviadas por meio do app aparecem com a notificação de espera, o ícone do reloginho que informa quando os celulares não estão conectados à internet.

Compartilhe: