Consumidor tem até hoje para comprar passagem com franquia de bagagem garantida

Quem comprar passagem aérea a partir de amanhã (14) vai ter que ficar atento às regras de cobrança de bagagens que deverão ser implementadas pelas companhias aéreas. Entra em vigor nesta terça-feira o novo regulamento aprovado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para o transporte aéreo de passageiros, que prevê a possibilidade de as empresas cobrarem por qualquer bagagem despachada.

Cada empresa está definindo como será feita a cobrança pela bagagem, por isso os passageiros devem se informar antes de comprar a passagem. A GOL e a Azul anunciaram que terão uma classe tarifária mais barata para os clientes que não despacharem bagagens. A Latam disse que continuará com a franquia de 23 quilos nos próximos meses, mas ainda este ano passará a cobrar R$ 50 pela primeira mala e R$ 80 pela segunda despachada nos voos domésticos. A Avianca disse que não vai cobrar pelo despacho de bagagens no início da vigência da nova resolução, pois prefere estudar a questão mais profundamente durante os próximos meses.
 

Compartilhe:

PIS para quem nasceu em maio e junho será pago a partir desta terça-feira

 

Quem nasceu nos meses de maio e junho recebe o PIS referente ao ano de 2015 a partir de terça-feira dia 14. Essa data vale só para quem tem conta corrente ou poupança na Caixa. Quem não é correntista pode fazer o saque a partir da quinta-feira, dia 16 de março.

Qualquer pessoa que tenha trabalhado por pelo menos um mês no ano de 2015, mesmo que esteja desempregado atualmente, tem direito ao saque. Mas só se tiver recebido no máximo dois salários mínimos por mês enquanto trabalhava. Também é preciso estar inscrito no PIS há mais de cinco anos.

 

Compartilhe:

MARABÁ:PREFEITURA RECUPERA MÓVEIS E EQUIPAMENTOS DE HOSPITAL

  A administração do Hospital Municipal de Marabá (HMM), com o apoio da Secretaria de Viação e Obras Públicas (Sevop), conseguiu recuperar mais de 60 móveis e equipamentos hospitalares e uma ambulância daquela casa de saúde, praticamente sem custos adicionais, além da mão de obra e materiais necessários, cedidos pela Sevop. Segundo o diretor administrativo do HMM, Sidney Miranda Júnior, havia muito material descartado, jogado ao relento pela administração anterior, que em parte poderia ser reaproveitado.Equipamentos estavam sucateados e amontoados no estacionamento do hospital. Foram recuperados 36 macas, 22 camas,11 suportes de soro ,4 carrinhos de curativo, 3 isoladores de pano incluindo também uma ambulância que já estão sendo utilizados, exceto uma parte das camas (10 unidades) que aguarda a compra de colchões. Para as macas, foram conseguidos 36 colchonetes. ATENDIMENTO O HMM funciona agora dentro da normalidade com cinco médicos por plantão de seis horas.O HMM também terá em breve o estacionamento ampliado para atender servidores e veículos de carga e descarga de material. Segundo o secretário de Saúde, Marcone Leite, toda equipe da prefeitura tem feito um esforço em conjunto para recuperar a operacionalidade do sistema de saúde de Marabá. Os postos, o HMM, o HMI, outras unidades e os programas da SMS estão aos poucos voltando a normalidade. ASCOM – PMM A administração do Hospital Municipal de Marabá (HMM), com o apoio da Secretaria de Viação e Obras Públicas (Sevop), conseguiu recuperar mais de 60 móveis e equipamentos hospitalares e uma ambulância daquela casa de saúde, praticamente sem custos adicionais, além da…

Bandidos arrombam caixas eletrônicos e cofre em Tucuruí

Bandidos arrombaram caixas eletrônicos e ainda o cofre de uma agência da Caixa Econômica Federal no município de Tucuruí, no sudeste do Pará, na madrugada desta segunda-feira (13). O G1 tenta contato com a assessoria da Caixa Econômica Federal.

De acordo com a polícia, os suspeitos entraram pela parte de trás do prédio do banco e usaram um maçarico para abrir os terminais de atendimento e roubar o dinheiro, uma quantia ainda não informada. Durante a ação criminosa, dois revólveres também foram levados.

Homens das Polícias Civil e Militar fazem buscas pelos suspeitos. O caso foi registrado na Seccional de Tucuruí, mas deverá ser conduzido pela Polícia Federal de Marabá.

Compartilhe:

Hospital Regional de Marabá orienta sobre prevenção do câncer do colo de útero

Nesta sexta-feira, 10/3, o ginecologista Francisco de Assis Alves orientou usuárias e colaboradoras do Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, sobre prevenção do câncer do colo de útero. Segundo o médico, que coordena o Serviço de Obstetrícia de Alto Risco da instituição, mais de 90% dos casos estão relacionados ao papilomavírus humanos (HPV), a doença sexualmente transmissível mais comum. Outros fatores de risco para o desenvolvimento de câncer de colo de útero são: tabagismo, número elevado de gestações, imunidade baixa persistentemente e idade. O bate-papo integrou a agenda da “Semana da Mulher”, promovida pela instituição para comemorar o Dia Internacional da Mulher, celebrado na última quarta-feira, 8/3. A técnica de Enfermagem do HRSP, Simone Oscar, participou da palestra. “De forma muito objetiva e simples, ele falou sobre um assunto que toda mulher precisa estar informada. Até porque, como o próprio médico falou, há problemas que, muitas vezes, tiram o nosso sono porque não temos o esclarecimento devido”, comentou a colaboradora. Para o médico, a inclusão desse assunto na programação demonstra o compromisso do hospital em promover a saúde e capacitar a equipe. “As pessoas que assistiram à palestra se tornarão multiplicadoras dessa informação, ou seja, além do autocuidado, elas ainda vão poder repassar essa informação adiante. Isso demonstra o compromisso que o hospital tem com a formação técnica dos seus colaboradores”, afirmou Francisco. Programação Ao longo desta semana, o Hospital Regional de Marabá, unidade gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a…

Consumidor tem até hoje para comprar passagem com franquia de bagagem garantida

Quem comprar passagem aérea a partir de amanhã (14) vai ter que ficar atento às regras de cobrança de bagagens que deverão ser implementadas pelas companhias aéreas. Entra em vigor nesta terça-feira o novo regulamento aprovado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para o transporte aéreo de passageiros, que prevê a possibilidade de as empresas cobrarem por qualquer bagagem despachada.

 

Cada empresa está definindo como será feita a cobrança pela bagagem, por isso os passageiros devem se informar antes de comprar a passagem.

A GOL e a Azul anunciaram que terão uma classe tarifária mais barata para os clientes que não despacharem bagagens.

A Latam disse que continuará com a franquia de 23 quilos nos próximos meses, mas ainda este ano passará a cobrar R$ 50 pela primeira mala e R$ 80 pela segunda despachada nos voos domésticos.

Compartilhe:

VIOLÊNCIA Mais de 200 corpos decapitados são encontrados no México

Corpos foram descobertos por mães à procura de filhos desaparecidos
Restos mortais de pelo menos 242 pessoas foram encontrados no estado mexicano de Veracruz, de acordo com a imprensa local. As valas onde os corpos estavam foram descobertas ao longo dos últimos seis meses, após denúncia de um grupo de mães à procura de filhos desaparecidos. Os mortos tem entre 14 e 25 anos.

De acordo com a emissora mexicana TeleSur, 117 sepulturas foram exumadas até a última sexta-feira (10) e mais da metade do território ainda precisa ser investigado – é possível que mais covas irregulares sejam descobertas. A maioria dos corpos encontrados está decapitada. As autoridades locais estimam que, nos próximos meses, a Colina de Santa Fé, onde ficam as fossas, pode se tornar o maior cemitério clandestino da América Latina.

Cerca de 720 pessoas foram registradas como desaparecidas desde 2010 no estado de Veracruz, notório por seu alto nível de criminalidade decorrente do tráfico de drogas. A operação de busca que encontrou os primeiros corpos foi realizada pelo coletivo Solecito, grupo que ajuda pessoas a encontrarem familiares desaparecidos.

Compartilhe:

Sandalias da Humildade: Juiz que barrou audiência porque lavrador usava chinelo terá de pagar R$ 12 mil

Em 2007, juiz se recusou a fazer o julgamento pois o autor do processo estava usando chinelos Um juiz do Paraná que impediu um lavrador de participar de uma audiência porque usava chinelos terá de pagar R$ 12 mil à União. O valor se refere a indenização por danos morais que o trabalhador ganhou em ação contra o governo federal. O caso que envolveu o juiz Bento Luiz de Azambuja Moreira e o lavrador Joanir Pereira em Cascavel (PR) teve repercussão nacional em 2007. À época, Moreira era encarregado de julgar um processo trabalhista cujo autor era o agricultor, na 3ª Vara do Trabalho da cidade paranaense. O magistrado se recusou a prosseguir com a audiência sob o argumento de que o uso do calçado “atentaria contra a dignidade do Judiciário”. Em decisão de dezembro de 2016, a Justiça Federal condenou Moreira a ressarcir a AGU (Advocacia-Geral da União) por reconhecer que o funcionário público agiu “com culpa grave” e “de forma imprudente” no caso do lavrador. Joanir recebeu uma indenização de R$ 10 mil da União em 2013. O valor agora cobrado pela AGU sofreu correção monetária. “Penso que o réu agiu com culpa grave, de forma imprudente, (…) porque se trata de um juiz do trabalho que exercia suas funções em região com grande quantidade de trabalhadores rurais”, diz a sentença do juiz Alexandre Moreira Gauté, da 1ª Vara Federal de Paranaguá (PR). Segundo o juiz Gauté, a conduta de Moreira “abalou a moral” de Pereira. “Trabalhador rural, pessoa de poucos recursos financeiros, que…

Mergulhadores seguem buscas por crianças sumidas em naufrágio no AM

Uma equipe de mergulhadores do Corpo de Bombeiros iniciou, na manhã deste sábado (11), mais um dia de buscas por duas crianças que desapareceram no Rio Madeira durante um naufrágio ocorrido no município de Nova Olinda do Norte, no interior do Amazonas.

De acordo com a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, quatro mergulhadores procuram pelos dois irmãos na orla do município a 135 km de Manaus. A Defesa Civil auxilia a corporação.

As buscas iniciaram após o naufrágio ocorrido na tarde de quinta-feira (9). Mais de 20 pessoas estavam na embarcação de transporte de passageiros que afundou na frente do porto de Nova Olinda do Norte
 

Compartilhe: