Redenção (PA): Menino de 9 anos morre a tiros

O menino Yuri Claiver Santos da Silva morreu neste domingo (09/04) no Hospital Regional Público do Araguaia (HRPA) em Redenção (PA). Ele havia sido atingido por um tiro acidentalmente na cabeça.

De acordo com informações a arma – pistola 380 – estava em cima do guarda roupa. A criança subiu em uma cadeira e pegou a arma. O pai estava pra rua e quando chegou o menino teria se assustado e caído da cadeira. A arma ao cair ao chão disparou acertando a cabeça da criança. O corpo do menor foi trazido para o IML onde vai passar por pericia.

Compartilhe:

Salário mínimo será de R$ 979 em 2018, informa governo

O governo informou que, com a revisão da meta fiscal para 2018 — que passou de um déficit primário de R$ 79 bilhões para R$ 129 bilhões — o salário mínimo estimado para 2018 será de R$ 979.

O valor corresponde a uma alta de 4,5% frente ao salário mínimo vigente em 2017, que é de R$ 937. Para chegar ao percentual de correção, soma-se a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior, que é calculada pelo IBGE, ao resultado do PIB dos dois anos anteriores.

O salário-mínimo ultrapassará o patamar de R$ 1.000 a partir de 2019, informou hoje o Ministério do Planejamento. O projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2018, que será encaminhado ao Congresso na semana que vem, prevê que a remuneração básica dos trabalhadores brasileiros subirá para R$ 979 em 2018, R$ 1.029 em 2019 e atingirá R$ 1.103 em 2020.
 

Compartilhe:

PREFEITURA FAZ AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA REVISÃO DO PLANO DIRETOR

 A audiência pública de apresentação das diretrizes e etapas do processo  de revisão do Plano Diretor Participativo, contou com a participação de representantes da comunidade, além de autoridades. O evento aconteceu na câmara de vereadores no ultimo dia  (7) e teve como pontos principais a discursão de temas relacionados as premissas do plano diretor atual e o porque de uma revisão mais aprofundada. 
Assuntos como o Direito à Cidade; O que é Plano Diretor; Exercício de Cidadania;Porque estamos revisando o Plano Diretor; Como acontece a participação da sociedade; Procedimentos de revisão do Plano Diretor;  Temas contemplados na revisão do Plano Diretor;  Agenda de Oficinas e Audiências;  Plano de Trabalho, também fizeram parte da pauta.
As sugestões, opiniões, críticas e informações colhidas na Audiência Pública terão caráter consultivo e não-vinculante, destinando-se a subsidiar a motivação do Executivo Municipal quando da tomada de decisão acerca da matéria objeto da Audiência.
Para o presidente do conselho gestor, o secretário de planejamento Karan El Hajjar, este mais um passo importante na construção de um plano real e que vai ajudar bastante a gestão na condução de obras para o desenvolvimento da cidade.

Compartilhe:

Sicredi Centro Norte atinge o resultado de 308 milhões em 2016

O Sicredi Centro Norte alcançou crescimento de 7% em seus resultados no ano de 2016 em comparação ao ano anterior, foram R$308 milhões contra R$289 milhões em 2015. Com atuação nos Estados de Mato Grosso, Pará, Rondônia e agora Acre, o Sicredi registrou ainda um aumento nos depósitos totais de 21% em 2016, que chegou a R$3,9 bilhões, ante R$3,2 bi do ano anterior. Sua atuação com os créditos direcionados, consolidam o bom momento da instituição financeira cooperativa: a oferta de BNDES saltou de R$952 milhões para R$1,2 bilhão em 2016, expansão de 26%; o FCO Rural e Empresarial (Fundo Constitucional do Centro-Oeste) obteve um aumento de mais de 90%. No ano passado, os valores oferecidos chegaram a R$151 milhões contra R$79 milhões em 2015. Os créditos de Pronaf disponíveis também cresceram 38% e atingiram o montante de R$422 milhões, diante dos R$305 milhões de 2015. “Estamos fazendo gestão constante junto ao Ministério da Agricultura, Banco do Brasil e governo do Estado para ter acesso a mais recursos do FCO. Este ano há disponíveis R$10 bilhões, em recursos para Centro Oeste, mas apenas 10% deste montante é direcionado as instituições parceiras, valor muito baixo. Temos capacidade para atender e ofertar muito mais. Pra se ter uma idéia, ano passado o Banco do Brasil (agente publico financeiro) deixou de emprestar mais de R$2 bi em FCO,  número significativo, que deixou de ser aplicado”, informou o presidente do Sicredi Centro Norte, João Spenthof. CONTRATAÇÕES – Na contramão da economia, em que o desemprego ganhou patamares bem elevados,…

Raízen investe R$ 100 milhões em terminal ferroviário em Marabá (PA)

nova base será inaugurada na terça-feira que vem (11/04) para atender o suprimento de combustíveis na região Norte do país com uma logística de transporte mais competitiva Para atender as fronteiras agrícolas e a expansão da mineração no Norte e Nordeste do país, a Raízen, distribuidora de combustível da Shell, vai investir R$ 100 milhões em um terminal ferroviário em Marabá, no Pará. A nova base é parte de um plano de expansão estratégico para transportar combustíveis por trilhos no interior do país. Conforme o gerente de novos negócios da Raízen, Raphael Nascimento, apesar da crise, a empresa aportou R$ 100 milhões no terminal para receber a carga expedida por São Luís do Maranhão, onde já foi feito outro investimento, de R$ 200 milhões. “No Pará, a Raízen arrematou os terminais de Santarém por R$ 68,2 milhões”, destacou.   A inauguração da próxima semana, explicou Nascimento, reafirma a aposta da Raízen no sudeste do Pará. “É uma região de franco crescimento agrícola e da extração mineral. Com o recebimento do produto por ferrovia, queremos mostrar o diferencial, o alto nível do serviço e a qualidade da marca Shell”, disse.   A expectativa da Raízen, com o novo terminal, é aumentar sua capacidade para 500 milhões de litros de combustíveis por ano na região. “Vamos quadruplicar a movimentação pelo modal ferroviário”, acrescentou o gerente da companhia. INAUGURAÇÃO DO TERMINAL MARABÁ AGENDA DO DIA 11 DE ABRIL ATIVIDADES HORA Chegada dos jornalistas | imagens fotográficas e de vídeo 9:30 Entrega de EPI’s + Visita exclusiva com jornalistas…

INSCRIÇÕES ABERTAS NA UAB

O Polo UAB Marabá está com inscrições abertas para o Processo Seletivo Especial 2017 – Educação à Distância para o Curso de Licenciatura em Ciências Naturais com habilitação em Química. São 40 vagas para a nova turma.

Todos os detalhes estão no Edital Nº 41/2017-UEPA e as inscrições serão realizadas exclusivamente via Internet, no período de 05 a 18 de abril de 2017. Acompanhe mais informações sobre datas e valores:

O valor da taxa de inscrição é R$ 60,00 (sessenta reais)

Realização das provas Objetiva e de Redação 14/05/17

As provas ocorrerão em um único dia, sendo:

a) Uma prova de Redação, valendo 30 (trinta) pontos e;

 b) Uma prova objetiva com 50 (cinquenta) questões de conhecimentos gerais, valendo 1 (um) ponto cada, abrangendo as seguintes áreas: Linguagens e suas tecnologias (Língua Portuguesa, Literatura Brasileira e Portuguesa e Língua Estrangeira), Ciências da natureza e suas tecnologias (Física, Química e Biologia), Matemática e suas tecnologias (Matemática) e Ciências Humanas e Sociais Aplicadas (História e Geografia) totalizando 50 (cinquenta) pontos.

Edital: www.uepa.br (editais)
 

Compartilhe:

TRF1 suspende licença da UHE-Belo Monte

Por nove votos a cinco, a corte especial do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília, acatou recurso do Ministério Público Federal e suspendeu a licença de operação da usina hidrelétrica de Belo Monte. Antes, o funcionamento da UHE já havia sido suspenso por liminar concedida pela Justiça Federal no Pará até que fosse integralmente realizado o saneamento básico da cidade de Altamira, uma das condicionantes do empreendimento.

O projeto de saneamento básico deveria ter sido implementado em julho de 2014 e tem o objetivo de evitar a contaminação do lençol freático de Altamira pelo afogamento das fossas rudimentares da cidade, devido ao barramento do rio Xingu. Na decisão que foi reformada, o presidente do TRF1 entendeu que a paralisação da UHE-Belo Monte traria prejuízo à ordem e à economia públicas, ocasionando suspensão de fornecimento de energia elétrica, elevação das tarifas e prejuízos ambientais pelo uso de termelétricas.

Os procuradores regionais da República Raquel Branquinho, Felício Pontes e Bruno Calabrich assinam a ação. O processo é o nº 0053298-77.2016.4.01.0000.

Compartilhe:

Pedral do Lourenço obras iniciam em 2018

Os projetos básico e executivo já estão concluídos e o coordenador de Licenciamento Ambiental do Ibama, Gabriel Angotti, prometeu conceder hoje a autorização para a captura, coleta e transporte de material biológico, conhecida como Abio, para a elaboração do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e do Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) do derrocamento do pedral do Lourenço, sem o qual as eclusas de Tucuruí – que custaram R$1,6 bilhão e demoraram mais de trinta anos para serem construídas – continuam um elefante branco no rio Tocantins. O documento permitirá os levantamentos de campo que irão auxiliar os estudos para o licenciamento ambiental federal da obra. Na segunda-feira passada, a presidente do Ibama, Suely Araújo, garantiu a análise do EIA/RIMA com a maior brevidade possível. Contudo, o presidente da DTA Engenharia, João Acácio, anunciou que essa documentação será protocolada até o fim do ano pela empresa, que é responsável por todas as etapas prévias e a execução da obra. A análise dura em média de seis meses a um ano e envolve muitas audiências públicas. A previsão mais otimista é de que os serviços sejam iniciados no segundo semestre de 2018. O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, reuniu com representantes do governo federal e da DTA Engenharia Ltda. para cobrar celeridade ao processo. Ele garante que está empenhado no destravamento da hidrovia do Tocantins, que viabilizará a logística de transporte de cargas no Norte do país, integrando os modais hidroviário, ferroviário e rodoviário com a garantia do escoamento da produção agrícola, mineral e também pecuária do Maranhão, Tocantins, Pará, Mato Grosso e Goiás. O…

ENSINO INFANTIL E FUNDAMENTAL: MEC apresenta Base Nacional Comum Curricular para escolas

Documento define o que os estudantes devem aprender em cada ano escolar no ensino infantil e no fundamental Da Redação, com Agência Brasil O Ministério da Educação (MEC), apresentou nesta quinta-feira, 6, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), documento que define o que os estudantes devem aprender em cada ano escolar no ensino infantil e no fundamental. Uma das definições é que as crianças tenham acesso, desde cedo, a conteúdos de português e matemática e que até o 2º ano do ensino fundamental sejam capazes de ler e escrever. Na educação infantil, que vai até os 5 anos, a BNCC estabelece que seja desenvolvida a “oralidade e a escrita”. O conteúdo começa a ser introduzido aos poucos. Até 1 ano e 6 meses, as creches deverão garantir, por exemplo, que as crianças reconheçam quando são chamadas pelo nome ou demonstrem interesse ao ouvir a leitura de poemas e a apresentação de músicas. Aos 7 anos, no 2º ano do ensino fundamental, as escolas deverão garantir que os estudantes saibam escrever bilhetes e cartas, em meio impresso e digital – e-mail, mensagem em rede social. Devem também ler, com autonomia e fluência, textos curtos, com nível adequado, silenciosamente e em voz alta. A matemática também deverá estar presente na formação desde cedo. A partir dos 6 anos, no 1º ano do ensino fundamental, os estudantes terão acesso a conteúdos de probabilidade e estatística. Até o final do segundo ano, saberão, por exemplo, coletar, classificar e representar dados em tabelas simples e em gráficos de colunas, além…

Petrobras reduz em 4% preço do GLP de uso comercial e industrial

A Petrobras reduziu em 4%, em média, os preços de comercialização do gás liquefeito de petróleo (GLP) destinado aos usos industrial e comercial. A redução entrará em vigor no sábado (8) e atinge também a venda a granel às distribuidoras.

Já os preços de GLP para uso residencial, vendido em botijões de até 13 quilos, conhecido como gás de cozinha, não terão alteração. O último reajuste deste produto ocorreu no dia 17 de março, quando a companhia anunciou aumento médio de 9,8%, que entrou em vigor no último dia 21.
(Agência Brasil)

Compartilhe: