AÇÃO DE BANDIDOS É EVITADA POR INTERVENÇÃO DE POLÍCIA MILITAR E CIVIL

Uma ação conjunta entre as polícias Militar e Civil evitou que criminosos finalizassem um plano terrível de sequestro ao gerente de uma agência bancária em Marabá. A Operação Sapatinho prendeu três pessoas das nove participantes da quadrilha. Márcio Dellon Modesto Silva, Fernando Guedes dos Santos e Eric Pablo de Oliveira foram presos na tarde da última sexta-feira.   
Na ação policial, houve troca de tiros e um dos integrantes da quadrilha faleceu, sendo identificado como Fredson Santos do Nascimento. De acordo com informações da Polícia, os acusados são do estado do Maranhão. Equipes da Polícia estão no encalço dos outros criminosos.  

Compartilhe:

Médicos do Hospital Regional de Marabá participam de capacitação sobre Declaração de Óbito

O planejamento de políticas de prevenção e promoção da saúde está diretamente relacionado à identificação dos fatores que provocam doenças na população. É a partir desse levantamento que são definidos os investimentos estratégicos na área. Um dos instrumentos para essa análise é a Declaração de Óbito, documento preenchido pelo médico, após a confirmação de morte, cujos dados integram o Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), desenvolvido pelo Ministério da Saúde. Para melhorar a qualidade dessas informações, dentre outras ações, o governo federal tem capacitado médicos de todo o País sobre o preenchimento da Declaração de Óbito. No Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, o encontro entre o Corpo Clínico e os consultores do Ministério da Saúde foi realizado nesta quinta-feira, 23/3. O debate contou com a participação de estudantes do curso de Medicina da Universidade do Estado do Pará (Uepa) e representantes da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), do 11º Centro Regional de Saúde e da Vigilância Epidemiológica de Marabá. A iniciativa integra o esforço conjunto de mais de 20 países que se empenham para qualificar a definição de causas básicas de óbito, reduzindo, assim, os chamados garbages codes na Declaração de Óbito, que são informações com pouca utilidade para a saúde pública, ou seja, inespecíficas para o planejamento de ações de enfrentamento. No Brasil, 30% dos óbitos têm como causa os garbages codes e, no Pará,35%. São registros como insuficiência cardíaca ou renal aguda, indicadas como causa de morte, mas, que, na verdade, são complicações…

Vale anuncia um importante avanço na ação coletiva nos Estados Unidos

A Vale anuncia um importante avanço na ação coletiva relacionada a valores mobiliários proposta contra a Vale e três de seus executivos perante o Tribunal Distrital dos Estados Unidos no Distrito Sul de Nova York (United States District Court for the Southern District of New York). Em 23 de março de 2017, a Corte emitiu decisão julgando extinta a ação com relação à maior parte dos pedidos aduzidos contra a Vale e os indivíduos que são réus, todos os pedidos formulados contra o Diretor-Presidente da Vale, Sr. Murilo Ferreira, e todos os pedidos relativos à responsabilidade pessoal de controle dos réus indivíduos.

A pequena parte da ação que permanece é limitada a algumas declarações relativas à mitigação de risco que constaram nos Relatórios de Sustentabilidade da Vale em 2013 e 2014, e declarações isoladas a respeito da responsabilidade da Vale pelo rompimento da barragem de Fundão, feitas durante uma única conferência telefônica em novembro de 2015.

A Vale está satisfeita de que a Corte tenha reconhecido amplamente a falta de embasamento desta ação e continua confiante de que os poucos pedidos que permaneceram não têm mérito. A Vale continuará a combater vigorosamente essa ação.

Mônica Ferreira
Gerente geral de Relacionamento com a Imprensa

Compartilhe:

Onze frigoríficos estão embargados no Sul do Pará

O Senador Jader Barbalho com Zequinha Marinho e Deputado João Chamon, e Beto Salame, estão em ação para resolver as questões que culminaram no embargo de onze frigoríficos do Sul do Pará. O Senador esteve em Xinguara para intervir na situação que causa prejuízos aos frigoríficos por conta de aquisição de gado criado em áreas embargadas por questões ambientais. Entenda melhor a situação na entrevista com o Gerente do Ibama em Marabá, Hildemberg Cruz: Qual o cenário desta operação que acabou com o embargo de onze importantes frigoríficos da nossa região? Na verdade, na primeira fase operação “Carne Fria”, nós autuamos quinze frigoríficos. Um na Bahia, três em Tocantins e onze no Pará, neste caso, nessa região de Xinguara, Redenção, Santana do Araguaia, Rio Maria. Infelizmente, estes frigoríficos compraram gado de áreas embargadas e nós identificamos estas aquisições. Entre estes, há frigoríficos grandes e médios. O que ocorre no “embargo”? O frigorífico fica impedido de comercializar até quando? É importante esclarecer que o Ibama não embargou os frigoríficos, sua atuação comercial. Nós embargamos a aquisição de animais oriundos de áreas embargadas. A condição para sair do embargo é que os frigoríficos apresentem uma lista de compras já contratadas de fornecedores, para que nós possamos verificar se não há embargos nas áreas de criação de gado. É uma análise rápida para o fornecedor e para o frigorífico, é importante que as propriedades verifiquem se há em bargos do Ibama na área de criação. Pois, se o criador estiver criando animais nestas áreas, terá problemas com o…

Projeto que proíbe algemas em presas durante o parto vai à sanção

O Plenário aprovou nesta quarta-feira (22) projeto que proíbe o uso de algemas em presas grávidas durante os atos médicos e hospitalares preparatórios para a realização do parto. O texto também proíbe a prática durante e logo após a presa dar à luz. Agora, o projeto segue para a sanção presidencial. O Projeto de Lei da Câmara (PLC) 23/2017 torna lei uma medida já prevista em um decreto presidencial editado em setembro de 2016, pelo presidente Michel Temer. A inclusão da medida no Código de Processo Penal torna o decreto uma política de Estado. A limitação no uso de algemas também estava prevista na Súmula Vinculante 11, editada em 2008 pelo Supremo Tribunal Federal. O projeto, da deputada Ângela Albino (PCdoB-SC), é semelhante a outra iniciativa já aprovada no Senado, e que está sendo analisada pela Câmara. Senado O PLS 75/2012, da senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE), garante tratamento humanitário às presas em trabalho de parto e proíbe o uso de algemas nessas situações. A iniciativa é uma tentativa de proteger a saúde das gestantes presas e de seus bebês. O argumento é de que o uso de algemas traz riscos, inclusive de antecipação do parto. — Nem nós, mulheres parlamentares brasileiras, tínhamos o conhecimento de que esse fato acontecia no Brasil, tamanha a barbaridade Mulheres que cumpriam pena davam à luz algemadas e isso é verdade. Não foram poucas — lamentou a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), relatora do texto. A aprovação também foi comemorada pelos senadores Regina Sousa (PT-PI) e Cristovam Buarque (PPS-DF).…

Proposta une voto em lista fechada com voto distrital

Duas propostas de mudança do sistema eleitoral brasileiro podem ser combinadas em um único modelo na reforma política que o Senado pode promover ainda este ano. O voto em lista fechada, defendido pelo presidente da Casa, Eunício Oliveira, e o voto distrital, encampado por vários senadores, se unem na PEC 61/2007, que a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) já pode votar. A PEC institui o sistema chamado de proporcional misto para a Câmara dos Deputados, que mistura características da lista fechada — em que o eleitor vota apenas em um partido, e os candidatos são eleitos a partir de listas partidárias pré-definidas — e do modelo distrital —, em que os estados são repartidos em distritos e cada distrito elege um representante, numa disputa majoritária. Nesse sistema misto, os eleitores teriam direito a dois votos para a Câmara: um para o candidato específico do seu distrito e outro para um partido de sua escolha. Metade dos deputados de cada estado viria das disputas nos distritos, e a outra metade sairia das listas partidárias. Neste último caso, o que decidiria os vencedores seria a votação proporcional de cada partido. Na última segunda-feira (20), ao participar da abertura do Seminário Internacional sobre Sistemas Eleitorais realizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o presidente do Senado, Eunício Oliveira afirmou que o Congresso Nacional “está pronto” para o debate sobre uma reforma eleitoral profunda. Eunício tem trabalhado junto ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para aprovar novas regras até setembro, de modo que elas já possam entrar em vigor nas eleições gerais…

Banpará obriga trabalhadores a serem revistados

Uma nova determinação do Banpará tem causado uma série de constrangimentos aos seus funcionários. Segundo o Sindicato dos Bancários do Pará, há pouco mais de uma semana, os trabalhadores da sede matriz do Banpará em Belém, localizado na Avenida Presidente Vargas, têm que ser submetidos a uma revista geral antes de terem acesso ao local de trabalho. A determinação veio em um aviso oficial do último dia 15, da própria administração do banco. No documento, a empresa sustenta sua decisão na “necessidade de aprimoramento dos procedimentos de segurança, para controle de acesso e permanência de pessoas nas dependências do Banco e visando resguardar a segurança do prédio e das pessoas”.  No aviso também constam detalhes dos procedimentos que deverão ser cumpridos por todos os funcionários. “A conduta assumida pelo banco trouxe uma série de constrangimentos vexatórios aos empregados e empregadas. A espera é feita do lado de fora, em uma enorme fila, colocando em risco a segurança de nossos colegas que ali trabalham. Sem falar da possibilidade de bater o ponto atrasado por causa da espera, caso contrário, a alternativa é chegar bem mais cedo do que de costume. Todo esse constrangimento poderia ser evitado se a porta giratória com detector de metais funcionasse adequadamente, já que a unidade dispõe de pelo menos três dispositivos de segurança estabelecidos na lei de segurança bancária”, destaca a diretora do Sindicato e funcionária do banco, Érica Fabíola. O QUE DIZ A LEI A Lei nº 7.102/83 prevê a necessidade de que os bancos adotem aos menos três dispositivos de segurança, sendo…

Liminar suspende embargo do Ibama a frigoríficos da JBS no Pará

Uma liminar da Justiça Federal suspendeu nesta sexta (24) o embargo pelo Ibama a dois frigoríficos da JBS no Pará.

Segundo o órgão ambiental, a empresa teria adquirido gado de propriedades rurais embargadas por desmatamento ilegal, descumprindo o Termo de Ajuste de Conduta firmado com o Ministério Público Federal.

 

Outras 13 empresas também foram alvo da ação, batizada de Carne Fria.

De acordo com o juiz Heitor Moura Gomes, da 2ª Vara da Subseção Judiciária de Marabá (PA), essa premissa do órgão ambiental para realizar o embargo foi equivocada uma vez que o gado comprado de forma irregular teria sido uma exceção nas atividades da empresa.

“A autuação fiscal do Ibama se fundou, no caso da empresa JBS S/A, em aparente irregularidade na compra de gado de áreas embargadas, quase 20 mil cabeças, enquanto o quantitativo de abate desde 2012 até o corrente ano fica próximo de 2 milhões de cabeças de gado”, escreveu o juiz em sua decisão.

A investigação identificou a venda de 58 mil cabeças de gado (90% compradas pela JBS) vindas de 50,7 mil hectares embargados em território paraense, o equivalente a 229 Parques Ibirapuera.

 

Compartilhe:

Jader Barbalho visita hoje região sul do Pará

O senador Jader Barbalho (PMDB) participa hoje, em Xinguara, no sul do Estado, de uma audiência pública organizada pela comunidade local em defesa da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa). O objetivo é mobilizar esforços em defesa da manutenção dos investimentos para ampliação do campus local, incluindo o funcionamento dos cursos de Medicina Veterinária, Zootecnia e Licenciatura em Geografia. O encontro será no auditório da Câmara Municipal, às 14h.
No início deste mês, o senador havia recebido o convite das mãos de um grupo de vereadores de Xinguara, formado por Edelton Araújo e Adair Silva (PDT) e Raimundo Silva (PSDB). Eles estiveram, em seu gabinete, em Brasília (DF), capitaneados por um dos coordenadores do comitê, o vereador Leandro Gomes (PSDB). “A população de Xinguara e das regiões sul e sudeste do Pará sabe que pode contar comigo. Esta é uma luta de todos nós e estarei presente para trabalhar, junto com a população da região, pela garantia dos recursos federais para investimento e manutenção do campus de Xinguara”, disse o senador, ao confirmar presença.
A comunidade da região teme que o campus da Unifesspa em Xinguara sofra prejuízos com a redução de gastos do Orçamento da União, anunciada pelo governo Federal. Eles reivindicam a manutenção dos valores destinados a contratação de professores e funcionários, implantação de laboratórios e ampliação dos cursos de graduação na região.

Compartilhe:

Caravana Bicolor desembarca em Marabá

Para dar continuidade ao processo de interiorização e fortalecimento da marca Lobo e do programa Sócio Bicolor, na próxima quinta-feira (30) a Caravana Bicolor vai desembarcar pela primeira vez no município de Marabá, onde o Paysandu joga contra o Águia, no dia seguinte, pela partida de ida das quartas de final da Copa Verde.   Na véspera do jogo, o clube vai promover uma noite festiva para os torcedores marabaenses e das demais cidades da Região Sudeste do Pará, com a participação do grupo de pagode Sempre Assim. Durante o evento, eles poderão adquirir produtos oficiais da marca Lobo, aderir aos planos do programa Sócio Bicolor e ter um contato mais próximo com jogadores, integrantes da comissão técnica e diretores, que também vão participar da programação. A CARAVANA   Uma das ações do Planejamento Estratégico do clube para o biênio 2016/2017, a Caravana Bicolor surgiu com o objetivo de consolidar o Paysandu como o Maior da Amazônia. “Por isso, estamos aproximando mais dos torcedores de várias cidades o programa Sócio Bicolor e a marca própria do clube, a marca Lobo”, ressalta o diretor do Sócio Bicolor, Erick Almeida.   Este ano, as cidades de Tucuruí, no sudeste do Estado, e Macapá (AP) já receberam a visita da Caravana Bicolor, que fez sucesso entre os torcedores bicolores de fora da capital paraense. “A avaliação foi boa. Nas duas primeiras caravanas, nós conseguimos fazer novos sócios e vender bastante produtos oficiais da marca Lobo. Além disso, firmamos parceiras com vários estabelecimentos locais nestas cidades para distribuírem os…