Comissão aprova nova classificação para CNH de motociclistas

A Comissão de Viação e Transportes aprovou projeto de lei (PL 3245/15), do deputado Ronaldo Fonseca (Pros-DF), que classifica a carteira de habilitação dos motociclistas de acordo com a cilindrada da moto. A proposta altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97) e recebeu parecer favorável do relator, deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE).

A nova versão traz alguns ajustes no texto original, como determinar que a nova classificação não prejudicará os motociclistas já habilitados ou em processo de habilitação quando a lei entrar em vigor.

A categoria A, de motociclistas, será dividida em três subcategorias: A1, categoria genérica, para condutor de ciclomotor (veículo motorizado de duas ou três rodas); A2, para condutor de moto de até 300 cilindradas; e A3, para condutor de moto de até 700 cilindradas. Independentemente da subcategoria, a formação do condutor deverá incluir curso de direção em circuito fechado, anterior à prática em via pública.

 

Compartilhe:

CCJ aprova proposta para tornar crime de estupro imprescritível

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou hoje (5) relatório da senadora Simone Tebet (PMDB-MS), favorável à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 64/2016, que torna imprescritível o crime de estupro, o que significa que a qualquer tempo o agressor pode ser processado e punido pelo crime que cometeu.

A PEC ainda precisa passar por votação no plenário e ser aprovada por três quintos dos senadores, em dois turnos de votação. Se aprovado no Senado, o texto é encaminhado para a Câmara dos Deputados.

O autor da PEC, senador Jorge Viana (PT-AC), lembrou que o estupro é crime hediondo e inafiançável, e defendeu que se torne também imprescritível. Viana citou dados que mostram que mais de 70% das vítimas de estupro são menores de idade e que os agressores, em sua maioria, fazem parte do círculo de convivência do menor, o que dificulta a denúncia imediata do crime.

 

Compartilhe:

No aniversário de Marabá, Celpa faz balanço das ações no município

Em quatro anos, a empresa conseguiu diminuir consideravelmente a quantidade de horas que o marabaense fica sem energia   Nesta semana, em que o município de Marabá completa 104 anos, a Celpa faz um balanço das ações que foram realizadas e que puderam alavancar uma considerável melhoria nos serviços prestados à população da cidade. Um dos indicadores de maior destaque está relacionado à quantidade de horas que o marabaense fica sem luz (DEC), cuja redução foi de 69,21%, em quatro anos (período em que a distribuidora passou a ser gerida por um novo grupo). Já em relação à quantidade de vezes que a cidade poema ficou sem energia (FEC), a redução é de 65, 52%, também em quatro anos. Esses bons resultados estão diretamente atrelados ao arrojado investimento que a concessionária vem fazendo em Marabá. Em pouco mais de quatro anos, já foram destinados mais de R$ 100 milhões em ações de expansão, melhoria e manutenção do sistema; ligações de novos clientes, Programa Luz para Todos, atendimento ao cliente, entre outros. A empresa também investiu em ações sociais na cidade. No ano passado, foi viabilizada, por meio de seu Projeto Energia Social, a inauguração de um centro de reabilitação de animais na Fundação Zoobotânica de Marabá. A iniciativa teve um investimento na ordem de R$ 750 mil. O novo centro beneficia centenas de espécies da fauna local e tem uma estrutura que inclui um hospital para os animais, uma sala de necropsia, um ambiente para preparação de alimentos, um espaço administrativo e uma jaula com…

Vale informa suspensão programada do trem de passageiros nos dias 10 e 11 de abril

A Vale informa a suspensão do trem de passageiros da Estrada de Ferro  Carajás (EFC)  nos dias 10 (segunda) e 11 (terça)  de abril,  em função de trabalhos de manutenção na linha férrea. O serviço retorna na quinta-feira (13), com o trem partindo de São Luis em direção a Parauapebas (PA).

Os passageiros que  adquiriram bilhetes para os dias de suspensão (10 e 11) já podem comparecer nas estações ou nos pontos de venda para remarcação, cancelamento ou reembolso de passagens.

Os bilhetes adquiridos via internet podem ser cancelados em até 24 horas antes da data da viagem no  site da Vale, no endereço www.vale.com/tremdepassageiros, onde é possivel verificar os dias disponiveis de viagem e comprar passagens online.

Para mais informações, os  passageiros podem ligar gratuitamente para o Alô Ferrovias: 0800 285 7000

 

Compartilhe:

Hospital Regional do Sudeste expõe dados de acidentes de trânsito em pauta de reunião

A reunião foi presidida pelas Promotoras de Justiça Dras. MAYANNA SILVA DE SOUZA QUEIROZ e JOSÉLIA LEONTINA DE BARROS LOPES, com a presença de representantes de diversos Órgãos de fiscalização de trânsito de Marabá, do Poder Judiciário, da Prefeitura de Marabá, Secretaria Municipal de Saúde e Hospital Regional do Sudeste do Pará. O auditório do Ministério Público Estadual em Marabá foi o local escolhido para a reunião que ocorreu no último dia 04 de abril, às 09h. Na ocasião,  Valdemir Girato, Diretor do Hospital Regional do Sudeste do Pará, apresentou dados estatísticos de ocupação de leitos nos hospitais referentes a vítimas de traumas decorrentes de acidentes de trânsito em Marabá. A Enfermeira Dármina Duarte, Diretora do Departamento de Média e Alta Complexidade da Secretaria Municipal de Saúde de Marabá, apresentou dados estatísticos referente ao mesmo tipo de ocupação no Hospital Municipal de Marabá. Os representantes dos órgãos de fiscalização de trânsito (DMTU, PRF, DETRAN) apresentaram os dados estatísticos referentes ao trânsito de Marabá, bem como apresentaram as ações que estão sendo realizadas visando a melhoria do trânsito, além de projetos a serem implementados no município. Toni Cunha, Vice-Prefeito de Marabá, informou que a Prefeitura de Marabá aumentará a fiscalização do trânsito no município, que realizará reunião com todo o secretariado para a elaboração de planejamento estratégico para os próximos anos. Jair Barata, Secretário Municipal de Segurança Institucional de Marabá, explicou sobre as ações que estão sendo adotadas pela SMSI para equipar a Guarda Municipal de o DMTU, que são responsáveis pela fiscalização do trânsito, além da melhoria da segurança…

Hospital Regional de Marabá reforça cuidados para evitar lesões de pele

O Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, adotou o Protocolo de Prevenção e Manutenção da Integridade da Pele no atendimento a pacientes da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto. A medida visa evitar o aparecimento de dermatite associada à incontinência (DAI) e lesão por adesivo, fatores de risco para a lesão por pressão, situação que pode comprometer a recuperação no ambiente hospitalar. Usuários restritos ao leito estão mais suscetíveis a lesões de pele, pois possuem pouca ou nenhuma mobilidade. Por isso, segundo o diretor de Enfermagem, Leisson Pinheiro, o protocolo será iniciado pela UTI. ‘Este é o local onde há um maior quantitativo de pacientes com quadro clínico crítico e acamados, portanto, mais suscetíveis a lesões de pele. Também é onde há um maior número de banhos de leito, e o cuidado com a pele também está presente nesse momento, pois há técnicas e produtos específicos para esse atendimento, justamente, para prevenir lesões”, afirma o enfermeiro. O cuidado com o paciente, para evitar ou tratar essas lesões, envolve profissionais de diversas áreas, como enfermeiros, técnicos de Enfermagem, fisioterapeutas, nutricionistas, médicos, farmacêuticos e psicólogos. Uma equipe multiprofissional é responsável por supervisionar, monitorar e avaliar as ações de prevenção e tratamento de lesões, dentre outras atribuições. ‘Por exemplo, quando um paciente tem risco de lesão por pressão, o nutricionista atua para aumentar o suporte nutricional calórico e, com isso, diminuir o risco de abrir uma ferida. Outro exemplo é o paciente com dermatite associada à incontinência. Nessa situação, o fisioterapeuta…

Paysandu vence o Águia e avança na Copa Verde

O Paysandu está classificado para a semifinal da Copa Verde 2017. Atual campeão da competição, o Papão venceu o Águia nesta terça-feira (4), por 1 x 0, e agora terá o responsável em eliminar o Clube do Remo pela frente. O único gol da noite saiu ainda no primeiro tempo e em lance polêmico. Após cruzamento, Gilvan usou o braço para desviar a bola, que sobrou para Fernando Lombardi colocar na rede e sacramentar a vaga do Papão na competição regional. Antes de encarar o Peixe da Amazônia, o Paysandu tem compromisso pela última rodada da fase de classificação do Parazão, contra o mesmo Águia, neste sábado (8), às 16h, na Curuzu. O JOGO: O Paysandu deixou mais uma vez o torcedor preocupado em 45 minutos de partida. O Papão começou até bem, marcou um gol, mas recuou, foi pressionado e quase cedeu o empate ao Águia no Mangueirão. Tentando fazendo valer o fator casa, os bicolores tomavam a iniciativa, embora os marabaenses fossem perigosos no contra-ataque. O gol não demorou a sair, veio quando em cruzamento, Gilvan tocou com o braço na bola e ajudou a redonda chegar a Fernando Lombardi, que completou para a rede. Depois do gol, o Águia cresceu e foi sempre mais perigoso que o Papão. O atacante Tiago Mandí, jogando solto no setor ofensivo, teve boas tentativas contra a trave do goleiro Emerson, mas as finalizações não acertaram o alvo. No final do primeiro tempo, o Paysandu ainda esboçou novos ataques perigosos, mas desceu para o intervalo sob vaias…

MARABÁ 104 ANOS

 Maraba que beleza de cidade, que  tem sofrido com  com o descaso de alguns  governantes que enveredaram pela corrupção, teimosamente resiste na beleza exuberante de sua natureza e do seu povo honesto e trabalhador. Parabéns cidade de Maraba.
Parabéns marabaenses pela coragem e ousadia de continuar na luta pela cidadania.
Maraba estará completando 104 anos hoje dia 5.
Para quem ainda é hóspede fico a pensar ao contemplar a beleza exuberante do bioma Amazônia presente nessa região.

O coração vai sendo inflamado de indignação por tanto descaso dos representantes políticos, que não nos representam.. Mercantiliza-se e profana-se a sacralidade das florestas, rios, a CRIAÇÃO e a Deus Criador.

Tudo vira objeto de cobiça e transforma-se em lucro em vista de um projeto desenvolvimentista.

Que a indignação seja de todos…a Amazônia é do seu povo ribeirinho, indígenas e patrimônio da Humanidade.

Maraba e dos marabaenses que trabalham honestamente para sustentar suas famílias. Parabéns a cidade de Maraba. Parabéns aos cidadãos marabaenses que lutam pelos direitos do nosso povo.
Enviadapela internauta Zélia  Batista ao Zeca News

Compartilhe:

Sobre a liberação da ferrovia em Marabá

A Vale informa que a Estrada de Ferro Carajás (EFC) foi liberada hoje, às 13h. A ferrovia havia sido interditada no início da manhã desta segunda-feira (3/4), no km 739 da ferrovia, no município de Marabá (PA), por integrantes de movimentos ligados à terra. Eles reivindicavam a presença da Presidência do Incra, do Governo do Estado, do Secretário de Segurança do Estado e do presidente do Iterpa de Belém com pautas relacionadas à reforma agrária e ações direcionadas ao Governo. Os manifestantes interditam os trilhos com pneus e usam a interdição como pressão para possível atendimento as suas pautas. A Vale repudia este tipo de manifestação. Políticas públicas voltadas à reforma agrária não são de competência da iniciativa privada. Por causa da interdição, o total de dois mil usuários não realizaram suas viagens por meio do Trem de passageiros, além do impacto às operações da ferrovia e do transporte de outras cargas como o combustível, que abastece região do sudeste do Pará. A Vale informa que adotará todas as ações judiciais cabíveis. O Boletim de Ocorrência já foi expedido e as ações de reintegração de posse e criminal estão em curso. É importante alertar que toda pessoa que motiva ou participa de interdição de ferrovia, de faixa de domínio e de vias de acessos estará sujeita a responder judicialmente pelo crime de perigo de desastre ferroviário e responderá a inquérito policial e ação penal, podendo gerar uma aplicação de multa diária e prisão, de acordo com a decisão judicial. Sobre o Trem de Passageiros Devido à interdição na EFC,…