Indústria do Pará se destaca no crescimento do PIB da região Norte

Os resultados alcançados pela indústria do Pará em 2017 estão entre os fatores que contribuíram para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Norte, a região que mais cresceu no ano passado, segundo levantamento feito pelo portal Governo do Brasil. A produção industrial paraense teve incremento de 10,1%, com destaque para a indústria extrativa mineral (13,2%) e a produção de produtos de madeira (3,2%). O levantamento se baseou no Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), que tenta prever o comportamento do PIB nacional antes do resultado oficial ser divulgado.
Com mais produção industrial, também cresceu a movimentação de cargas com exportações e exportações, sobretudo no Aeroporto Internacional de Belém. Somente no primeiro trimestre deste ano, o transporte aéreo desses materiais quase dobrou no Estado. Além disso, o aeroporto se prepara para receber mais empresas aéreas – com a abertura de novos voos internacionais – e aumentar o número de passageiros e de cargas este ano.
O emprego na indústria paraense também deu um salto em 2017. Pesquisa do Departamento Interestadual de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), com base nos números oficiais do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, apontam geração de 1.276 vagas em onze meses de 2017, resultado das 27.745 contratações e 26.469 demissões registradas no período. Entre os Estados da região Norte, o Pará foi o segundo que mais gerou empregos na indústria, à frente de Amazonas, Amapá, Roraima, Tocantins e Acre.

Matéria completa na Agência Pará:
http://agenciapara.com.br/Noticia/166519/industria-do-para-se-destaca-no-crescimento-do-pib-da-regiao-norte

Compartilhe:

SINOBRAS abraça a campanha Abril Verde

 
Em alusão ao Abril Verde, campanha que tem o objetivo de trazer à sociedade questões da segurança e saúde do trabalhador, além de falar sobre temas relevantes com o objetivo de reduzir os acidentes de trabalho, a SINOBRAS realiza uma série de ações durante este mês chamando a atenção para o assunto. Estão sendo realizados Diálogos Diários de Segurança (DDS) e Diálogos Semanais de Segurança (DSS) com temas relacionados a campanha em todas as áreas da empresa e entregues laços verdes e mudas de planta aos colaboradores, simbolizando a vida.
Um dos principais valores da SINOBRAS é a segurança no trabalho. Nos últimos anos, a empresa conseguiu reduzir consideravelmente o número de acidentes, por meio do envolvimento da alta direção, atuação enérgica dos gestores e a maturidade das equipes operacionais, somados ao apoio de um Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho​ (SESMT)​ atuante.

Compartilhe:

Inscrições abertas para a 2ª Trilha Ecológica Marabá–Bacabalzinho

Estão abertas as inscrições para a 2ª Trilha Ecológica Marabá-Bacabalzinho, que ocorrerá no próximo dia 31 de maio, feriado de Corpus Christi.
As inscrições custam R$ 50,00 e podem ser feitas na Alfa Bike; Mara Bike; Pedal e Ecomotos; Braciclo e Oficina do Tio Nelson. Todos os participantes da trilha ganharão medalha de participação.
A saída será às 7 horas da Praça do Novo Horizonte, no Núcleo Cidade Nova, finalizando com churrasco na chegada. Os acompanhantes R$ 30,00 (por pessoa), com direito a café da manhã e almoço.

Compartilhe:

Ceará SAIDINHA BANCÁRIA Suspeitos de matar diretor do Fortaleza foram presos em Morada Nova, a 168 km da Capital Um adulto e um adolescente foram presos pela Polícia Civil na madrugada desta terça-feira. Eles foram encontrados no município a 168km de Fortaleza

Um adulto e um adolescente foram presos pela Polícia Civil na madrugada desta terça-feira. Eles foram encontrados no município a 168km de Fortaleza Um adulto e um adolescente de 17 anos suspeitos de envolvimento no assassinato do empresário Roberto Mamede Studart Soares foram presos na madrugada desta terça-feira, 24, no município de Morada Nova, a 168 km da Capital. Roberto era diretor de Esportes Amadores e Olímpicos do Fortaleza Esporte Clube. Sobre o assunto Morre estagiária baleada quando estava a caminho do trabalho Homem é vítima de latrocínio em estacionamento de supermercado Morre o radialista Djacy Oliveira, vítima de latrocínio Conforme O POVO Online apurou, os suspeitos tinham familiares em Morada Nova e fugiram para o município após o crime, que ocorreu na tarde da última segunda-feira, 23, no Papicu. Roberto Mamede foi abordado por um dos homens após realizar um saque no Banco do Brasil da avenida Santos Dumont. Após reagir ao assalto teria sido atingido por três tiros. O empresário chegou a ser atendido por uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas acabou não resistindo. Vídeo mostra luta corporal entre vítima e assassino e a fuga posterior ao assassinato: O adolescente foi encaminhado para a Delegacia da Criança e do Adolescente, segundo fontes policiais. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) realizará coletiva à imprensa ainda nesta terça-feira para mais esclarecimentos sobre o caso. Leia também: Polícia investiga participação de terceiro suspeito no latrocínio de diretor do Fortaleza Ceará também divulga nota de pesar por diretor do Fortaleza assassinado Imagens mostram…

Temer sanciona projeto que aumenta pena para roubo com explosivos

O presidente Michel Temer sancionou nesta segunda-feira (23) um projeto de lei que prevê aumento de pena para roubo e furto que envolva uso de explosivos. A informação foi divulgada por meio de um vídeo publicado nas redes sociais de Temer. “São duas medidas importantes na área da segurança pública que eu faço questão de comunicar a você.” O projeto foi aprovado no fim de março no Senado, depois de já ter sido aprovado na Câmara, e tinha esta segunda como prazo máximo para sanção.   O objetivo principal da nova lei é coibir os casos de roubo e furto nos quais são utilizados explosivos para destruir caixas eletrônicos e carros-fortes. O texto estabelece que a pena de furto qualificado, de três a oito anos de prisão, será ampliada para quatro a dez anos se houver emprego de explosivo. A mesma pena de quatro a dez anos será aplicada para quem furtar substâncias explosivas ou acessórios que permitam sua fabricação. No caso de roubo, que se caracteriza pelo emprego de violência ou ameaça, que já tem previsão de quatro a dez anos de pena na lei atual, a sentença será ampliada em um terço se os objetos subtraídos forem explosivos ou acessórios relacionados à fabricação. A lei determina também que bancos instalem nos caixas eletrônicos equipamentos que inutilizem as cédulas em caso de arrombamento, movimento brusco ou alta temperatura. Isso poderá ser feito com tinta colorida, pó químico, ácidos insolventes e até “pirotecnia, desde que não coloque em perigo os usuários e funcionários”, de acordo com o projeto. O banco deverá, ainda, instalar uma…

MP-PA contrata carroceiro para carregar processos em Conceição do Araguaia 

 

 
Um impasse que começou diante da impossibilidade da caminhonete do Ministério Público de Conceição do Araguaia, no Pará, ser dirigida pelos servidores levou o promotor da comarca a tomar uma atitude radical e assim encaminhar os processos. Ele teve de contratar um carroceiro para não deixar o trabalho parar.
“Ante o impasse quanto quem vai dirigir o veículo da promotoria de Conceição do Araguaia, nós contratamos uma carroça. O trâmite não pode parar. Todo mundo proibido de dirigir o veículo porque é desvio de função”, diz uma voz, atribuída ao promotor da 2ª promotoria. 
Ele ainda completa afirmando que a carroça foi contratada com recursos próprios já que o orçamento para um mototáxi não foi aceito.
Desta forma, com o uso da carroça, os processos poderão ser conduzidos até o fórum do município localizado no sul do Pará.  (DOL)

Compartilhe:

Preso no Pará um dos maiores assaltantes de carros-fortes do Brasil

driano da Silva Brandão, conhecido como “Adriano Pânico” ou “General”, foi preso acusado de ser um dos maiores assaltantes de carros-fortes em atuação no Brasil e líder de um grupo especializado nesse tipo de modalidade criminosa. Com ele, os policiais apreenderam um fuzil AK 47 – arma de guerra -, dezenas de munições; dois coletes à prova de balas; quatro capuzes tipo “balaclava”; luvas; cordel detonador de explosivos; carregadores de armas e roupas camufladas. Ele foi apresentado na segunda-feira (23). O material apreendido é usado em ataques a veículos de empresas de transporte de valores. Adriano é um dos envolvidos no ataque a dois carros-fortes da empresa Prosegur em 30 de novembro do ano passado, perto da fazenda Cedro, a 50 quilômetros da sede de Marabá, sudeste do Estado. Com a prisão de Adriano, três envolvidos no assalto estão presos, um morreu e outros três estão foragidos. Na ocasião, os veículos faziam o transporte de numerários para agências bancárias na região, quando a estrada foi bloqueada por um bando armado de cerca de oito homens em três carros. (Foto: divulgação/Polícia Civil) O grupo passou a efetuar disparos de fuzil calibre ponto 50 em direção aos carros-fortes, obrigado os vigilantes a abandonar os veículos na rodovia. Em seguida, os criminosos roubaram os numerários. De acordo com o delegado Fausto Bulcão, da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos e Antisequestro, a prisão foi realizada na rodovia Belém-Brasília, em uma estrada vicinal situada no trecho da cidade de Dom Eliseu, enquanto o acusado conduzia o carro desde…

Disque Denúncia do Sudeste do Pará lançará nova ferramenta

O Disque Denúncia está com uma nova ferramenta para receber denúncias. Trata-se do APP do órgão, que é um aplicativo, que vai funcionar como mais uma arma de combate a violência e criminalidade em Marabá e Região.
O lançamento oficial do aplicativo vai ocorrer na próxima quarta-feira (25), às 9h30, no auditório do Comando de Policiamento Regional II, na Nova Marabá.
Hellen Araújo, coordenadora do Disque Denúncia, informou que o aplicativo já está disponível. “O lançamento oficial vai ser no dia 25, mas quem quiser já pode baixar, porque é mais um canal que as pessoas vão denunciar e o anonimato é garantido”, disse.
Para baixar o APP é simples. Tem que ir ao Play Store ou IOS, baixar o aplicativo Disque Denuncia Sudeste do Pará. Hellen explica que no aplicativo vai ter a opção denunciar por telefone ou pelo próprio aplicativo. “Quando você denuncia pelo próprio aplicativo lá tem o passo a passo. Você pode enviar fotos, vídeos e a informação vai chegar à nossa central e aqui a gente vai validar a denúncia e difundir para o órgão de competência”, explicou.
Ela disse ainda que o denunciante poderá acompanhar via telefone ou WhatsApp para saber o que aconteceu. “E é mais uma ferramenta que as pessoas vão ter para denunciar de forma anônima”.

Compartilhe:

População de Barcarena e Abaetetuba participa de audiência pública sobre usina termelétrica Será realizada, nesta terça-feira, 24, a Audiência Pública que vai debater a solicitação de Licença Prévia da Usina Termelétrica (UTE) Novo Tempo Barcarena, de responsabilidade da empresa Centrais Elétricas de Barcarena (Celba), no Cabana Clube, a partir de 9h. O projeto é composto de uma Usina Termelétrica movida a gás natural, um Terminal de Regaseificação e um gasoduto, dentro da área industrial, junto às instalações do Porto de Vila do Conde. Antes da audiência pública, a Secretaria de Estado e Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) coordenou reuniões prévias com a população sobre o tema. Três localidades nos municípios de Barcarena e Abaetetuba, que serão influenciadas nos meios físico, biótico e socioeconômico pelo empreendimento, receberam os encontros preparatórios. Cerca de 200 pessoas – entre representantes sindicais, comunitários e a população em geral – participaram das reuniões preparatórias na quinta-feira (19), na comunidade São Pedro, na Vila do Conde, e à tarde na Vila dos Cabanos, ambas no município de Barcarena. Na sexta-feira (20), a reunião prévia ocorreu na Associação Comercial do município de Abaetetuba, na mesma região. Representantes da Semas e da Celba, em todas as reuniões, apresentaram explicações sobre o projeto, relatando as fases do licenciamento ambiental, os impactos positivos e negativos do empreendimento e coletaram sugestões dos participantes, para serem consideradas pelos técnicos da Semas na análise do processo de licenciamento da usina. A equipe da Semas responsável pela análise do projeto foi representada nas reuniões pela coordenadora dos trabalhos, engenheira química Christianne Parry; pela bióloga Cláudia Miranda; o engenheiro sanitarista Rômulo Ferreira e pela socióloga Samara Dias. As reuniões prévias foram precedidas por vistoria técnica realizada por essa equipe do órgão ambiental no local pretendido para a instalação da usina termelétrica. O Estudo de Impacto Ambiental (EIA) apresentado pela Celba indica que a unidade de geração de energia elétrica a gás natural terá potência instalada líquida de 1.607 MW. O EIA visa à autorização para a localização, concepção e ainda à viabilidade ambiental do empreendimento. Os estudos também apontam que durante a implantação estima-se a geração de 700 empregos diretos e dois mil indiretos, para as obras de construção civil. Quando iniciar a operação está prevista a geração de aproximadamente 60 empregos diretos e 180 indiretos. A coordenadora da análise da solicitação da Licença Prévia esclareceu que as reuniões prévias não estão na legislação ambiental. “Mas é uma prática que a Semas já vem utilizando há dois anos, com bons resultados”. O diretor da Celba, Elizeu Campos, explicou nas reuniões que o gás natural é menos poluente do que outros combustíveis fósseis, como o óleo diesel e o carvão, utilizados em outras termelétricas. “Esperamos a atração de novos empreendimentos que usam esse combustível e de outros que podem mudar para o uso do gás, por ser opção mais econômica e de menor poluição ambiental”, avalia. Vila do Conde Na Associação da comunidade de São Pedro, em Vila do Conde, algumas pessoas que participaram da reunião manifestaram interesse sobre capacitação da mão de obra local, geração de empregos e planos de prevenção a acidentes, entre outros cuidados com a qualidade da água, do ar, do solo, ruídos, fauna e informações técnicas da usina. Entre os participantes do evento, a engenheira agrônoma Camila Gaia, moradora de Vila do Conde, apontou questões relativas à qualidade do ar e da água. O representante das comunidades de Maricá e Canaã, Carlos da Costa, mostrou apreensão com relação à qualidade na capacitação de mão de obra. Já o professor da rede municipal de ensino, Rosemiro Brito, disse que a prevenção à poluição e a geração de empregos para os moradores são prioridades locais. O vice-presidente do Centro Comunitário de Vila do Conde, Nazareno Viana, colocou as instalações do Centro à disposição para futuras reuniões e elogiou a iniciativa das reuniões preparatórias à audiência pública. Vila dos Cabanos Na reunião em Vila dos Cabanos, no salão da Paróquia São José, o geólogo da consultoria contratada da Celba, Cássio Martins, afirmou que o ruído na comunidade mais próxima do empreendimento, Murucupi, atualmente com 47 decibéis (Db), vai aumentar para 48 Db, “aumento mínimo”, e que a arrecadação em impostos ambientais e medidas de controle da qualidade do meio ambiente da empresa “tornam a usina altamente viável para a região”. A moradora de Vila dos Cabanos, Laura Covrekozah, perguntou sobre a origem do gás natural e ficou sabendo da importação por empresas internacionais que vão abastecer a usina trazendo o produto em navios até o porto de Vila do Conde. Leonardo do Carmo, do Sindicato dos Trabalhadores da agricultura familiar, chamou atenção para a necessidade de uma divulgação forte para que a audiência tenha uma grande participação da população. Abaetetuba Os técnicos da Semas e os integrantes da Celba forneceram as informações sobre o licenciamento ambiental na reunião e as direcionadas ao funcionamento da usina, à saúde da população e outros dados relacionados à fauna, flora, água e à socioeconomia da região. As peculiaridades do combustível a ser utilizado na termelétrica também foram ressaltados: custo menor e a redução da poluição, em relação ao uso de outros combustíveis fósseis. O secretário Municipal de Meio Ambiente de Abaetetuba, Jairo Vilhena, considera os impactos do projeto reduzidos, mas pediu explicações sobre a utilização da água e dos efluentes lançados nos rios, ruídos e outros danos que possam ser causadores de problemas nas comunidades do entorno, no que foi atendido pelos profissionais da Celba. A representante da Associação dos Barraqueiros da Praia do Beja, Fátima Maciel, disse que se os projetos implantados na região não forem bem encaminhados “o prejuízo é certo para o meio ambiente e aos comerciantes, os clientes somem da praia”, afirma. O coordenador do sindicato de Metalúrgicos de Abaetetuba, Alexandre Vilhena, avaliou como muito importante para o estado a implantação da obra. Para ele, o olhar governamental precisa ser cuidadoso, sobretudo, no quesito de geração de empregos para a população local, reivindicando aumento da inserção da mão de obra local na empresa. O EIA revela que a principal expectativa da população diz respeito à possibilidade de geração de empregos e renda. As comunidades também esperam que possam resolver problemas estruturais, como falta de infraestrutura urbana, educação, saúde, transporte, segurança pública, entre outros, inclusive nas comunidades ribeirinhas. A UTE prevê acompanhamento através dos Programas de Comunicação Social, de Monitoramento da Qualidade das Águas e de Monitoramento de Fauna Aquática, entre outros. Também estão previstas ações de Educação Ambiental e Sexual, de Infraestrutura, para garantir que todos os trabalhadores envolvidos na implantação da Usina direta e indiretamente desenvolvam suas atividades de forma ambientalmente responsável e segura, que direcionem as ações para a proteção do meio ambiente.

C Será realizada, nesta terça-feira, 24, a Audiência Pública que vai debater a solicitação de Licença Prévia da Usina Termelétrica (UTE) Novo Tempo Barcarena, de responsabilidade da empresa Centrais Elétricas de Barcarena (Celba), no Cabana Clube, a partir de 9h. O projeto é composto de uma Usina Termelétrica movida a gás natural, um Terminal de Regaseificação e um gasoduto, dentro da área industrial, junto às instalações do Porto de Vila do Conde. Antes da audiência pública, a Secretaria de Estado e Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) coordenou reuniões prévias com a população sobre o tema. Três localidades nos municípios de Barcarena e Abaetetuba, que serão influenciadas nos meios físico, biótico e socioeconômico pelo empreendimento, receberam os encontros preparatórios. Cerca de 200 pessoas – entre representantes sindicais, comunitários e a população em geral – participaram das reuniões preparatórias na quinta-feira (19), na comunidade São Pedro, na Vila do Conde, e à tarde na Vila dos Cabanos, ambas no município de Barcarena. Na sexta-feira (20), a reunião prévia ocorreu na Associação Comercial do município de Abaetetuba, na mesma região. Representantes da Semas e da Celba, em todas as reuniões, apresentaram explicações sobre o projeto, relatando as fases do licenciamento ambiental, os impactos positivos e negativos do empreendimento e coletaram sugestões dos participantes, para serem consideradas pelos técnicos da Semas na análise do processo de licenciamento da usina. A equipe da Semas responsável pela análise do projeto foi representada nas reuniões pela coordenadora dos trabalhos, engenheira química Christianne Parry; pela bióloga Cláudia Miranda; o engenheiro sanitarista Rômulo Ferreira…

Hospital Galileu recebe trupe de palhaços no Dia Mundial do Livro

No Dia Mundial do Livro, celebrado nesta  segunda-feira (23/4), o Hospital Público Estadual Galileu (HPEG) preparou para os usuários da unidade uma ação em comemoração pela data. A trupe ‘Palhaços Curativos’ estará na unidade, a partir das 15h, contando histórias e encenando-as para os pacientes e acompanhantes nas enfermarias da unidade, localizada na Rodovia Mário Covas, em Belém (PA).

O objetivo da iniciativa é aproveitar a data para incentivar o hábito da leitura, além de humanizar o ambiente hospitalar, tornando-o mais acolhedor e propício à recuperação dos pacientes.

A Trupe ‘Palhaços Curativos’ se apresenta em hospitais e eventos levando alegria através da “palhaçoterapia” desde 2015. Diferente de grande parte dos grupos que se apresentam em hospitais, os integrantes do ‘Palhaços Curativos’ não atuam na área da saúde. O grupo surgiu a partir do trabalho de conclusão do curso de teatro da fundadora da trupe, Isadora Lourenço.

A unidade

O Hospital Público Estadual Galileu é uma unida de baixa e média complexidades, gerida pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), que presta atendimento em traumato-ortopedia, clínica médica e cardiologia.

 

Compartilhe: