Memoria Curta!! 35,1% apoiam intervenção militar

Pasmem, senhores! Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas revela que já são 35,1% os brasileiros que apoiam a intervenção militar no País. Os contrários somam 59,2%, ainda maioria, mas a pesquisa também revela o quanto é curta a memória de uma parcela da população brasileira. Na outra ponta, 73,7% afirmaram ser contra o aborto e 22,3% a favor. Os números não diferem da pesquisa realizada em agosto de 2016. O Paraná Pesquisas entrevistou 2.016 eleitores em 152 cidades de 24 estados entre os dias 6 e 8 de dezembro. 84,5% apoiam a Lava Jato, aponta Paraná Pesquisas Números do Instituto Paraná Pesquisas apontam que 84,5% dos brasileiros apoiam a Lava Jato e 90% e acompanham as ações desencadeadas pela operação. O apoio é o maior do que a pesquisa anterior que era de 81,8%. Contrários à operação somam 12,8%. Para 63,1%, a Lava Jato traz benefícios ao País, enquanto 25,3% apontam o contrário. Na mesma pesquisa, o instituto perguntou se os eleitores eram a favor do projeto contra o abuso de autoridade de juízes e promotores: 69,8% responderam sim e 26,1% afirmaram ser contra o projeto. O Paraná Pesquisas entrevistou 2.016 eleitores em 152 cidades de 24 estados entre os dias 6 e 8 de dezembro. Sem Odebrecht O levantamento, de 7 a 8 de dezembro, não refletiu a avalanche de denúncias envolvendo Temer e integrantes de seu governo e do PMDB, anota a Folha de S.Paulo. Aqueles que veem o governo do presidente como regular reduziram-se a 34%. No levantamento anterior, durante a interinidade do…

Brasileiro virou um pessimista

O brasileiro, diante da crise econômica-política, virou um pessimista. Os números são do Instituto Paraná Pesquisas: 54,9% dos brasileiros estão pessimistas (41,7%) e muito pessimistas (13,2%). Os que estão nem aí com a crise – nem otimista e tampouco otimista -, são 17,8%. Os otimistas são 23,9% entre muito otimistas (1,1%) e otimistas (22,8%).

Os que apoiam o trabalho terceirizado (sem registro em carteira) já são 41,3% e os que são contra esta proposta, 55,1%, um sinal de uma economia em deterioração. Os que acreditam que o desemprego vai aumentar já são 46,9% e os que avaliam que vai diminuir, 23,6%. Para 26,9% o desemprego vai ficar como está: nem aumentou e nem diminuiu.

Foram entrevistados 2.106 eleitores entre os dias 6 e 8 de dezembro em 152 cidades de 24 estados.

Compartilhe:

Yes nos temos no Pará a carestia da Banana !!!

Banana tem aumento quase cinco vezes maior que inflação em 2016. Fruta teve reajuste de 33,74% em 2016, contra inflação de 7%. Preço do produto acumula aumento nos últimos 11 meses. O consumidor do Pará deve pensar duas vezes antes de usar a expressão “preço de banana” como sinônimo de coisa barata: é que a fruta ficou bem mais cara em 2016, com um reajuste médio que é quase cinco vezes maior que a inflação calculada entre os meses de janeiro e novembro. Segundo os economistas, o aumento entre janeiro e novembro deste ano chegou a 33,74%, contra uma inflação estimada em 7% – logo, o reajuste do preço da dúzia de bananas no ano foi de aproximadamente 4,8%. De acordo com pesquisa do Departamento Intersindical de Estudos Socioeconômicos (Dieese), a dúzia de bananas foi comercializada no mês de novembro, em média, por R$ 7,61 nas feiras livres e mercados de Belém – em outubro a mesma quantgidade do produto era vendida por R$ 7,52. A diferença de nove centavos pode parecer pequena, mas novembro foi o décimo primeiro mês seguido em que a fruta teve reajuste nos pontos de venda da capital. Com isto a alta acumulada representa um impacto significativo no orçamento, já que em dezembro de 2015 a dúzia de bananas era vendida por R$ 5,69. Segundo o Dieese, o custo dos alimentos no estado faz com que a cesta básica do paraense seja orçada em R$ 415,86, comprometendo cerca de 51% do salário mínimo de R$ 880 que está em vigor…

Ex-presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Eldorado dos Carajás é encontrado morto na BR-155

 Preocupados com a violência na região manifestantes interditaram a rodovia na manha desta segunda feira 12\12  entre Marabá e Eldorado.   O pecuarista que estava desaparecido desde última quinta-feira (08), foi encontrado sem vida e com varias  perfurações de arma branca. O corpo de Valdir da Campo, como era conhecido o ex-presidente do Sindicato de Produtores Rurais de Eldorado do Carajás, foi encontrado jogado as margens da Rodovia BR-155, as proximidades do                             Posto de Fiscalização da Polícia Rodoviária Federal-PRF , localizado no trecho que lega Eldorado dos Carajas a cidade de Marabá. Até o momento a polícia não tem qualquer informações do autor ou autores do homicídio. Um grupo de moradores da comunidade de Eldorado dos Carajás, no sudeste paraense, bloqueou a rodovia BR-155 na altura da entrada da cidade nesta segunda-feira (12). Duas faixas da rodovia foram bloqueadas. Manifestantes atearam fogo em pneus e fizeram uma barricada impedindo a passagem de veículos no local. Segundo o prefeito eleito no município, Célio Rodrigues da Silva (PMDB), que ainda irá assumir a prefeitura de Eldorado,  o deputado João  Chamon  do seu partido agendou  reunião para esta sexta-feira (16) com o secretário de segurança do Estado Jeannot Jansen da Silva Filho. O prefeito disse ainda, que pediu ao Governo e a Segup, que mandem antes de sexta-feira, uma equipe para o município para investigar e acompanhar a morte do pecuarista Valdir.   Valdir  da Campo, foi encontrado na manhã de quinta-feira (08), com varias manchas de sangue no interior do veículo o que levou a polícia a…

Marabá (PA): Ferreirinha fica na presidência do Águia por mais dois anos

O Águia de Marabá aclamou no sábado (10) o candidato Sebastião Ferreira Neto, o Ferreirinha, para mais dois anos à frente do clube (2017/2018).

Sem interessados na eleição, Ferreirinha inscreveu sua chapa antes do término da eleição e concorreu sozinho em mais um pleito do Azulão. Com o novo mandato, Ferreirinha chegará aos 16 anos como presidente do Águia.

Este ano o time marabaense irá disputar o campeonato estadual e a Copa Verde.

Compartilhe:

PACAJÁ : QUATRO PMs PRESOS ACUSADOS DE PARTICIPAÇÃO EM TENTATIVA DE ASSALTO AO BASA

A Polícia Civil informou neste sábado (10) que fez a prisão de cinco homens, entre eles quatro policiais militares suspeitos de participação no furto com arrombamento da agência do Banco da Amazônia, em Pacajá, no sudeste do Pará, em abril do ano passado. O banco foi alvo da ação criminosa em 11 de abril de 2015, quando um maçarico foi usado para arrombar o cofre do banco e saquear uma elevada quantia em dinheiro. Segundo a polícia, durante as investigações, o delegado Marco Meira Mayer, titular da Delegacia de Pacajá, com apoio da Diretoria de Polícia do Interior (DPI) e Diretoria de Polícia Especializada (DPE), conseguiu levantar provas para pedir as prisões dos suspeitos ao Poder Judiciário. De acordo com o delegado, um dos presos fugiu de Pacajá para tentar dificultar as investigações, mas foi preso no município de São Domingos do Araguaia. Ainda, durante a operação, foi dado cumprimento aos mandados de prisão preventiva contra dois policiais militares, que já estavam recolhidos no Presídio “Coronel Anastácio das Neves”, no Complexo Penitenciário de Santa Isabel do Pará. Um deles foi preso em flagrante por envolvimento em tentativa de assalto uma agência bancária, em Jacundá, em julho deste ano. Já o outro foi preso em março deste ano por envolvimento em assalto a banco, na cidade de Moju, nordeste paraense. Um terceiro policial militar foi preso enquanto viajava em um ônibus intermunicipal, pela rodovia PA 150, em Moju. Um quarto suspeito apresentou-se na Dcrif, em Belém, ao tomar conhecimento do mandado de prisão. Os militares estão…

Meta de Asdrúbal Bentes é resgatar a imagem da entidade

O ex-deputado Asdrúbal Bentes (PMDB), vai assumir em breve a Superintendência do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – Incra – em Marabá. A portaria de nomeação foi publicada nesta sexta-feira (9) no Diário Oficial da União. Como meta principal do novo Superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – Incra em Marabá, está o resgate da imagem da entidade diante da opinião pública, dos assentamentos, dos produtores rurais e da comunidade em geral. Pelo menos é o que deseja Asdrúbal Bentes. O ex-deputado de 77 anos foi indicado para assumir a Superintendência em Marabá (SR-27) e a portaria nomeando o político marabaense foi publicada nesta sexta-feira (9) no Diário Oficial da União. Segundo Asdrúbal, há confiança de melhorar essa imagem por existir dentro do órgão, servidores capacitados que podem ajudar a resolver a situação. “Mas há duas carências que são fundamentais: os recursos humanos que são insuficientes para atender a demanda e sobretudo os recursos financeiros”, declarou ele em entrevista exclusiva. Asdrúbal declarou que já está trabalhando neste sentido. Há uma agendamento de uma reunião como o Ministro da Integração Nacional Helder Barbalho e com o presidente do Incra, o engenheiro agrônomo Leonardo Góes Silva, para determinar um trabalho conjunto com a superintendência para atender situações como construções de estradas vicinais, construção de casas populares. Asdrúbal Bentes salienta que vai assumir a maior Superintendência com mais de 500 projetos de assentamento, mas nenhum deles emancipados. “Isso precisa acontecer, esses trabalhadores precisam receber o seu título porque essa é a segurança jurídica…

SOBRE AS AÇÕES DO GOVERNO DO PARÁ VISANDO O DESENVOLVIMENTO DE MARABÁ: NÃO QUEREMOS ESPELHINHOS E MIÇANGAS

Foi com um misto de satisfação e preocupação que recebi o anúncio de que a Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec) pretende implantar seu Programa de Competitividade Industrial no Distrito Industrial de Marabá. Fico satisfeito por ver que, ainda que muito tardiamente, o Governo do Pará demonstra algum interesse em atuar na construção de uma política de desenvolvimento econômico para Marabá. Lembro que, pelo menos nos últimos quatro anos, pouco empenho se viu por parte do governador Jatene e seu grupo no sentido de apoiar as iniciativas da prefeitura de Marabá ou do setor produtivo de nossa cidade. Em verdade, Jatene tratou Marabá como “inimiga”. Rejeitou até mesmo manter uma relação institucional entre Prefeitura e Governo do Estado. Nenhum convênio foi firmado e o esforço da Prefeitura em busca de asfaltamento não recebeu qualquer apoio por parte de Jatene.Assim, não posso deixar de expressar minha preocupação quando vejo que entre as medidas cosméticas propostas pelos técnicos do Governo do Pará no sentido de “revitalizar” o Distrito Industrial está a retomada dos lotes industriais que estiverem ociosos. Antes de se preocupar em tomar a propriedade de empresas estabelecidas no Distrito Industrial, Jatene precisa explicar porque não oferece diferimento nas tarifas de energia elétrica para as empresas paraenses, que pagam um valor altíssimo para produzir aqui. Jatene precisa explicar porque a burocracia estadual é tão lenta quando o assunto é liberação de licenças ambientais para empreendimentos em Marabá. Jatene precisa explicar porque ao invés de oferecer incentivos fiscais ou de outra natureza, o governo do Pará…

Ex-deputado Asdrubal Bentes assume direção do Incra de Marabá

A indicação do ex-deputado federal Asdrubal Bentes, para a chefia Superintendência do Incra do Sul do Pará, com sede na cidade de Marabá, foi comemorada por fazendeiros e executivos dos grandes grupos do agronegócio instalados no Sul e Sudeste do Pará.    A nomeação do ex-deputado filiado ao PMDB, ocorreu na manha desta  sexta-feira (9), diário oficial ,Antes do final da manhã desta sexta-feira, o nome do ex-deputado já aparecia no site oficial do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agraria de Marabá, como o superintendente. No entanto Asdrúbal disse hoje em entrevista ao Site Zeca News, que seu nome foi indicado pelo Partido (PMDB),pelos deputados na câmara,  senador Jader Barbalho, e o ministro da integração Helder Barbalho. O ex Deputado, informa que o ministro Helder demonstrou interesse em participar da sua posse em Brasilia na presidência do INCRA, em Marabá a data da posse na SR 27, ainda não tem data confirmada.  Asdrúbal relembrou que esta é terceira vez que assume órgão fundiário na Região. Ele ressalta que tarefa vai ser árdua,vai requerer muito esforço, dedicação, e colaboração de todos os servidores,e clientes da reforma agrária, e imprensa. O parlamentar só pede a Deus que o ilumine, para que junto com os colabores do INCRA, possa fazer uma administração  que possa atender os anseios dos clientes da reforma agrária, e dos produtores, e de toda sociedade sul paraense. Asdrúbal disse que o maior desafio a frente órgão, é  resgatar a imagem da instituição,  que segundo ele vem se desgastando ao longo do tempo, e…

Uso de motocas previne quedas no Hospital Regional de Marabá

pequena G.V., de um ano e sete meses, se dirigiu tranquila para o Centro Cirúrgico do Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, nesta quarta-feira, 7/12, onde seria atendida pelo cirurgião pediatra da unidade. O trajeto de 50 metros foi feito em uma motoca acompanhada por uma técnica de Enfermagem. A cena, que mais pareceu um momento de diversão para a menina, apontou para uma medida de segurança sugerida pela Comissão de Humanização e adotada pelo hospital para prevenir quedas no transporte de crianças que precisam fazer procedimentos no Centro Cirúrgico. Para a mãe da paciente, Lucielma dos Santos, de 32 anos, a motoca tranquiliza não só as crianças, mas os pais também. “A criança fica mais confortável lá do que na maca. Ela acha que é um brinquedo e não chora. Assim fico mais tranquila, até porque meu coração aperta quando vejo minha filha chorando”, comentou a dona de casa.  O sentimento foi compartilhado pela mãe de A.G., Antônia Ézila da Silva. O menino foi um dos primeiros pacientes do Hospital Regional de Marabá a usar a motoca. Segundo o diretor de Enfermagem do HRSP, Leisson Pinheiro, a estratégia contribui para a segurança do paciente. Quando transportadas em macas, é comum que fiquem agitadas e nervosas, gerando risco de queda e elevando o nível de estresse das mesmas no ambiente hospitalar. “O hospital adota o protocolo de Prevenção de Quedas, estabelecido pelo Ministério da Saúde. E esta é uma forma de evitar que as crianças sofram um evento…