Curso de Engenharia Civil recebe nota 4 na avaliação do MEC e está entre os melhores do País

O curso de Engenharia Civil da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) é um dos melhores do país, conquistando conceito 4 na avaliação de reconhecimento do MEC, numa escala conceitual que vai de 1 a 5. A O resultado foi comemorado pelo corpo de alunos e professores do curso e deixou orgulhosa toda a comunidade universitária. A organização didático-pedagógica, o corpo docente e tutorial, além da infraestrutura da Unifesspa garantiram este bom resultado. De acordo com o relatório da avaliação, o curso de Engenharia Civil foi muito bem avaliado em todas as dimensões analisadas, com destaque para a qualificação e produção acadêmica do corpo docente. A graduação conta com 19 professores, todos com pós-graduação stricto sensu (53% com mestrado e 47% com doutorado) e que possui, em sua totalidade, regime de trabalho de Dedicação Exclusiva (DE). “No aspecto da docência, o corpo de professores é muito capacitado e comprometido, com regime de trabalho compatível com a proposta”, destaca um dos trechos do relatório final de avaliação. A Engenharia civil tem um corpo docente muito dedicado e comprometido e conta com discentes e Centro Acadêmico engajados e que “vestem a camisa do curso”, segundo os avaliadores. O texto do documento também ressalta a estrutura da biblioteca, os mecanismos de apoio ao discente por meio de programas de apoio extraclasse e psicopedagógico, de acessibilidade, de atividades de nivelamento e extracurriculares,  por meio das ações desenvolvidas pelo Departamento de Apoio Psicossociopedagógico (Dapsi), Núcleo de Acessibilidade e Inclusão Acadêmica (Naia) e do Centro de Registro e Controle Acadêmico (CRCA).…

SUB-17: ÁGUIA VENCE A DESPORTIVA NA ESTREIA DO CAMPEONATO PARAENSE

O Águia Sub-17 venceu o time da Sociedade Desportiva na estreia do Campeonato Paraense, que ocorreu na noite de sábado (28), no Estádio Zinho Oliveira.

Quem abriu o placar foi Frank do azulão marabaense. Ainda no primeiro tempo, a Desportiva empatou. O segundo gol do Águia foi feito por Ruan Pablo, no segundo tempo. O placar ficou 2×1 para o Águia.

Compartilhe:

Mortes em série de civis e de PMs expõem disputa entre traficantes e milicianos no Pará

Entre domingo e segunda-feira, ao menos 22 pessoas morreram; casos seguem um padrão: neste ano, 49 pessoas após policiais serem assassinados. Número de PMs supera ano todo Uma guerra entre traficantes de drogas e milicianos fez disparar os assassinatos de policiais militares e de civis no Pará em 2018. Foram 21 PMs mortos até esta terça (1º), mais do que os 25 assassinatos durante todo o ano de 2017. Em comparação, no Rio de Janeiro, sob intervenção federal na área de segurança, foram mortos 38 PMs em 2018. Houve, ainda, 686 mortes violentas apenas em janeiro e fevereiro, segundo dados obtidos via Lei de Acesso à Informação pelo projeto Monitor da Violência, parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro da Segurança Pública. O total coloca o estado como um dos três que mais matam no país. Questionado, o governo do Pará não informou a quantidade de assassinatos no estado em 2018. O capítulo mais recente começou na tarde de domingo, 29, com a morte a tiros da cabo da PM Maria de Fátima Cardoso, em Ananindeua, na Grande Belém (Foto: Polícia Militar ) O capítulo mais recente começou na tarde de domingo (29), com a morte a tiros da cabo da PM Maria de Fátima Cardoso, em Ananindeua, na Grande Belém. Ela vinha sofrendo ameaças de morte. Nas horas seguintes, ao menos 22 pessoas foram assassinadas, também na região metropolitana –dez no domingo, doze na segunda (30). Os casos seguem sob investigação. Criminosos atiram em trailer da PM em Belém e uma…

Tiroteio e pânico em assalto à agência bancária na madrugada

ânico na madrugada desta terça-feira (1°), no municípío de Brasil Novo, no sudeste paraense, quando um bando fortemente armado invadiu uma agência do Banco do Brasil. Segundo testemunhas, foram pelo menos 40 minutos de tiroteio, durante o assalto e a fuga dos criminosos.
O crime ocorreu pouco depois das 2h, quando as vidraças do banco e a porta giratória foram quebradas. Diversos disparos e explosões foram realizados no local. Os assaltantes ainda dispararam diversas vezes contra o destacamento da PM na cidade, atingido o prédio e as viaturas do local, para impedir a reação dos policiais.

Cartuchos de armas de grosso calibre foram encontrados em toda a cidade. (Foto: Felype Admns/Diário do Pará)
O bando pegou algumas pessoas aletatórias como reféns e fugiu da cidade, em direção ao município de Medicilândia, liberando todos após cruzarem a ponte sobre o igarapé do Arrependido. Os criminosos ainda espalharam ao longo da BR-230 pedaços de metal pontiagudos, conhecidos como “miguelitos”, que furaram os pneus de viaturas da PM que haviam saído de Altamira para ajudar nas buscas.
Ainda não há informações sobre o paradeiro dos criminosos e sobre a quantia levada.

Compartilhe:

MARABÁ: ABERTURA DO MOVIMENTO MAIO AMARELO OCORREU NESTA SEGUNDA-FEIRA

Nesta segunda-feira (30), ocorreu a abertura do Movimento Maio Amarelo, no auditório do Departamento Municipal de Trânsito, na Folha 32, na Nova Marabá.
Com o mote “Nós somos o trânsito” o Movimento chega à sua 5ª edição e fomenta na sociedade discussões e atitudes voltadas à necessidade urgente da redução do número de mortes e feridos graves no trânsito. Assim como em 2017, o tema de 2018 propõe o envolvimento direto da sociedade nas ações e propõe uma reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade.
Trata-se de um estímulo a todos os condutores, seja de caminhões, ônibus, vans, automóveis, motocicletas ou bicicletas, e aos pedestres e passageiros, a optarem por um trânsito mais seguro.
De acordo com o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, os acidentes não acontecem, mas sim são frutos de escolhas inadequadas e arriscadas. Para José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do OBSERVATÓRIO e idealizador do Movimento Maio Amarelo, 90% dos acidentes têm como motivação as falhas humanas como imperícia, imprudência e desatenção.
“Somos os responsáveis pelos nossos atos no trânsito e ter consciência clara disso é um dos caminhos para a reversão do triste cenário não só do Brasil, mas de todo o mundo”, ressalta José Aurelio.

Compartilhe:

Prédio de 26 andares em chamas desaba no centro de São Paulo; veja o vídeo

 
Um prédio de 26 andares no centro da capital paulista, onde viviam 50 famílias, desabou em chamas por volta das 3 horas de hoje (1º), após ter sido atingido por um incêndio. O edifício, que ficava na Avenida Rio Branco, na região do Largo do Paissandu, era ocupado por um movimento social de defesa ao direto a moradia.
O Corpo de Bombeiros confirmou, até o momento, que uma pessoa morreu. Não há informações oficiais sobre o número de desaparecidos. Uma faixa da avenida Rio Branco foi tomada pelos escombros do edifício que desabou.

Um segundo prédio, próximo ao que desabou, também foi atingido pelo incêndio. O edifício, no entanto, estava vazio e as chamas estão restritas a um único andar. Cerca de 160 membros do Corpo de Bombeiros atendem a ocorrência.

(Agência Brasil)

Compartilhe:

Unifesspa divulga estatísticas sobre o Índice de Preço ao Consumidor dos meses de fevereiro e março em Marabá

Muitas pessoas são “obrigadas” a entender o conceito de inflação e acabam decorando o que é este fenômeno e como se calcula a variação de preços. Acabam perdendo a oportunidade de aprender sobre um movimento econômico extremamente importante e que nos afeta a todo instante. E você? Já parou para pensar por que a inflação é tão importante para o seu dia-a-dia? Quando falamos em inflação logo nos vem à mente a ideia de aumento de preços dos supermercados. Mas será que é só por isso que devemos estar atentos? Não é só por isso que devemos acompanhar a mudança contínua e generalizada dos preços. O fato é que a inflação, quanto maior for, mais efeitos perversos trará para a população, especialmente, para o grupo de pessoas com renda fixa como assalariados e aposentados, principalmente. O Laboratório de Inflação e Custo de Vida de Marabá (Lainc) da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) divulgou esta semana, o índice de Preços ao Consumidor (IPC), das famílias com rendimentos entre 1 a 5 salários mínimos, da cidade de Marabá, referente ao mês de fevereiro e março de 2018. O índice de preço ao consumidor de Marabá, é um indicador da evolução do custo de vida das famílias dentro do padrão de vida e do comportamento racional de consumo. O IPC é calculado mensalmente, através da coleta de preços dos bens e serviços que compõe o orçamento das famílias, que se mensura as variações de preços, sendo os dados coletados nos estabelecimentos comerciais, de prestação…

Operação policial prende 44 autores de violência contra a mulher, crianças e adolescentes no Pará

Do total, foram 12 presos em Belém e região metropolitana e 32 em outras cidades paraenses.

operação Xeque Mate, da Polícia Civil, iniciada na quinta-feira (26), na capital, região metropolitana e interior do Pará, prendeu 44 pessoas, informou a Polícia Civil neste domingo (29). Do total, foram 12 presos em Belém e região metropolitana e 32 em outras cidades paraenses.

A operação foi montada para dar cumprimento a mandados de prisão de autores de violência doméstica e familiar contra mulher e de violência sexual contra crianças e adolescentes.

Tudo foi coordenado pela Diretoria de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAV), em parceria com as Diretorias de Polícia Metropolitana (DPM), de Polícia do Interior (DPI) e de Polícia Especializada (DPE), da Polícia Civil.

Fora da Grande Belém, as prisões foram realizadas em Paragominas, Redenção, Santarém, Barcarena, Marabá, Tucuruí, Altamira, Abaetetuba, Bragança, Soure e Breves. Em Belém, as prisões foram realizadas nos bairros da Cabanagem, Marambaia, Sacramenta e Tapanã, e no distrito de Outeiro. Houve ainda prisões em Ananindeua, no bairro do Paar, e em Benevides.

Compartilhe:

Mineradora abre 50 vagas para o programa de Trainee em Parauapebas Os interessados devem se inscrever de 2 a 11 de maio. Candidatos precisam ser maiores de 18 anos, com ensino médio completo, residir em Parauapebas e possuir CNH categoria “D”.

mineradora Vale abre no período de 2 a 11 de maio as inscrições para o Programa de Trainee em Operação de Mina da Vale no Pará. Serão 50 vagas para atuação na área operacional da empresa em Carajás e na mina do Salobo. Os interessados devem seinscrever pelo site, ser maiores de 18 anos, com ensino médio completo, residir em Parauapebas e possuir CNH categoria “D”.

O processo seletivo ocorrerá entre os meses de maio e junho, dividido em seis etapas, todas eliminatórias. As fases incluem prova online, entrevista coletiva, dinâmica de grupo, além da avaliação psicológica, avaliação de documentação e exames médicos.

O programa tem duração de um ano, o objetivo é preparar jovens para o mercado de trabalho. Além da capacitação prática, os trainees receberão formação teórica, desenvolvida em parceria com o Senai.

O início da formação dos trainees selecionados está previsto para a segunda quinzena de junho de 2018. Durante o período de treinamento operacional, os profissionais receberão uma bolsa no valor de cerca de R$ 1.550 e benefícios como assistência médica, seguro de vida, transporte, vale alimentação, entre outros.

Serviço

Programa de Trainee em Operação de Mina
Quando: 2 a 11 de maio de 2018
Quantidade de vagas: 50
Inscrições pelo site da Vale

Compartilhe:

SUSPENSOMinistro do TST suspende liminar sobre contribuição sindical

Decisão pode servir de precedente que também autorizam a cobrança obrigatória em todo o país   O corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Lelio Bentes Corrêa, decidiu suspender uma decisão da Justiça de Porto Alegre que determinou o desconto de contribuição sindical dos empregados de uma loja de departamento. A cobrança obrigatória passou a ser facultativa após a sanção da 13.467/2017 (Reforma Trabalhista). A decisão, assinada no dia 18 de abril, tem validade somente para o caso concreto, mas poderá servir de precedente para anular liminares que também autorizaram a cobrança obrigatória em todo o país. O ministro entendeu que liminar da primeira instância antecipou o exame do mérito de outra ação sobre a mesma questão e que também tramita na Justiça Trabalhista da capital gaúcha, na qual é discutida a constitucionalidade do fim da obrigatoriedade. Corrêa também concordou com os argumentos dos advogados das Lojas Riachuelo. A empresa alegou que a ordem de recolhimento traria dano irreparável porque a eventual restituição de valores seria “extramente difícil”. “Nesse contexto, extrai-se que a referida decisão – frise-se, de natureza eminentemente satisfativa, de difícil reversibilidade, impôs genericamente à ora requerente a obrigação de proceder ao recolhimento da contribuição sindical de todos os seus empregados.”, afirmou. A decisão do ministro derrubou uma liminar concedida pelo desembargador Gilberto Souza dos Santos, do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT4), que obrigou as Lojas Riachuelo a fazer o desconto do contracheque e o repassar ao Sindicato do Comércio de Porto Alegre o valor equivalente a um dia de trabalho de todos…