Dona de casa é a ocupação mais comum entre as candidatas

A ocupação mais comum entre as candidatas nas eleições deste ano é a de dona de casa, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Das mais de 156 mil mulheres concorrendo a cargos eletivos em 2016, 23,9 mil se declaram como donas de casa nos registros do tribunal, o que representa 15,3% do total.

A segunda ocupação mais comum é a de servidora pública municipal, com 6,7% do total de candidatas. Ela é seguida pelas ocupações de agricultora (4,9%), professora de ensino fundamental (4,7%), comerciante (4,6%) e aposentada (3,4%).

uase 30 mil candidatas – ou 19,1% – não determinam suas ocupações nos registros do TSE, constando apenas como “outros”.

Entre os mais de 490 mil candidatos, a profissão mais comum é a de agricultor – 7% do total. Logo depois aparecem os servidores públicos municipais e os comerciantes.

Compartilhe:

Um em cada 3 brasileiros culpa mulher em casos de estupro, diz Datafolha

  Um em cada três brasileiros acredita que, nos casos de estupro, a culpa é da mulher, de acordo com pesquisa Datafolha encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) e divulgada nesta quarta-feira (21). Segundo o levantamento, 33,3% da população brasileira acredita que a vítima é culpada. Entre os homens, o pensamento ainda é mais comum: 42% deles dizem que mulheres que se dão ao respeito não são estupradas. A culpabilização da vítima também acontece entre as mulheres, que são as que mais sofrem com o crime: 32% concordam com a afirmação. Para 30% dos homens, a mulher que usa roupas provocativas não pode reclamar se for estuprada. A pesquisa foi realizada pelo instituto Datafolha, que entrevistou, entre os dias 1º e 5 de agosto, 3.625 pessoas de 217 cidades espalhadas por todo o Brasil. A margem de erro máxima estimada é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento apontou que 65% dos brasileiros temem sofrer algum tipo de violência sexual. O temor é muito maior entre as mulheres e é sentido por 85% delas. O medo de ser estuprada também varia conforme a região do Brasil. No Nordeste, por exemplo, o índice de mulheres que receiam ser vítimas do crime chega a 90%. No Sul do país, é de 78%. O estudo também fez um levantamento com base na idade dos entrevistados. Neste recorte, os brasileiros com 60 anos ou mais aparecem como os que mais tendem a culpar as vítimas. Enquanto 44% dos idosos alegam que mulher com…

Faltam 11 dias: estimativa para votação é inferior a um minuto

Nas eleições do próximo dia 2 de outubro, o tempo médio de votação não deverá ultrapassar um minuto, tendo em vista que a escolha recai apenas sobre os cargos  de prefeito e vereador. Os candidatos a prefeito são identificados por dois dígitos, já os vereadores, por cinco.

A expectativa do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi feita com base em dados de eleições municipais anteriores. Em 2012, o tempo médio foi de 40 segundos. Nas eleições municipais de 2008, cada eleitor levou 31 segundos, em média, para fazer sua opção.

Esse é o tempo calculado a partir do momento em que o eleitor se dirige à urna até o instante em que confirma o voto no segundo cargo (prefeito).

Para dar facilitar e agilizar o tempo de votação, a Justiça Eleitoral incentiva os eleitores a levarem os números de seus candidatos anotados em papel, a chamada ”cola eleitoral”. Imprima aqui a sua.

VP/

Compartilhe:

Resgate de trabalhadores em condições análogas à escravidão

Em operação conjunta, o Grupo Especial de Fiscalização Móvel, composto pelo Ministério do Trabalho e Emprego, Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho, Defensoria Pública da União e  Polícia Federal, prendeu em flagrante na sexta-feira passada (16), na localidade de Mula Perdida, município de Bannach(PA), o dono de uma fazenda que mantinha quatro trabalhadores em condições de trabalho semelhantes à escravidão, alojados em barracos precários, de palha e lona, sem as mínimas condições de higiene, asseio e civilidade para a digna permanência humana. O córrego que abastecia de água os trabalhadores também servia como bebedouro dos animais. Não havia condições para armazenamento de alimentos. Os salários eram retidos para pagamento de dívidas com o empregador, incluindo os instrumentos de trabalho utilizados e os trabalhadores eram proibidos de se afastar do local onde eram explorados, pois suas dívidas nunca eram quitadas. O proprietário da fazenda foi encaminhado ao presídio e posteriormente liberado mediante pagamento de fiança arbitrada pelo Juízo.

Compartilhe:

Hospital Regional de Marabá orienta colaboradores sobre sepse

Considerada um problema de saúde pública, a sepse é uma inflamação do organismo em decorrência de uma infecção, que pode levar o paciente à morte. O assunto foi debatido nesta quarta-feira, 20/9, entre os colaboradores do Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso, em Marabá. A programação é alusiva ao Dia Mundial de Combate à Sepse, celebrado no dia 13/9.

Segundo a supervisora do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) do HRSP, Daiane Freitas, a prática da higienização das mãos e o uso racional de antibióticos, inclusive em casa, ajudam a prevenir a doença.

Ela comentou também sobre a necessidade, dos profissionais de saúde, estarem atentos aos sintomas da sepse. “As primeiras horas do atendimento ao paciente são determinantes para o desfecho favorável. Por isso, os profissionais da saúde precisam conhecer a doença, os sintomas e as formas de tratamento”, comentou a enfermeira.

Compartilhe:

Parque Zoobotânico Vale entra em obra para ampliação de estacionamento e fechará a partir de amanhã, 22

Aumento do número de visitantes foi determinante para o serviço. A reabertura está prevista para 6 de outubro Parque Zoobotânico Vale entra em obra para ampliação de estacionamento e fechará a partir de amanhã, 22 Aumento do número de visitantes foi determinante para o serviço. A reabertura está prevista para 6 de outubro O Parque Zoobotânico Vale será fechado provisoriamente para visitas de 22 de setembro até o dia 5 de outubro. No período, será feita a ampliação do estacionamento, em virtude do crescente aumento no número de visitantes. A previsão de reabertura é dia 6 de outubro. O número de visitantes do Parque tem aumentado ao longo dos anos. Em 2011, foram registrados 96.517 visitantes. Já em 2015, o número subiu para 135.895. Até agosto de 2016, mais de 100 mil pessoas já visitaram o Parque, com uma média mensal de 13 mil frequentadores. Em julho, inclusive, o Parque bateu recorde, mais de 24 mil pessoas estiveram na unidade, para conhecer um pouco da fauna e da flora típica do Brasil, demonstrando a importância do parque no contexto regional, como uma das principais opções de lazer do município de Parauapebas e seu entorno. Um dos objetivos do Parque Zoobotânico Vale é a conservação e exposição de espécies da fauna e flora amazônicas. Cerca de 270 animais compõem o Parque. Durante a visita, é possível ver espécies que estão ameaçadas de extinção como a onça pintada, suçuarana, jaguatirica, ararajuba, macaco-aranha-da-testa-branca e o macaco cuxiú. Os animais do Parque Zoobotânico são procedentes de outros zoos, nascidos…

Bancários prejudicam o povo brasileiro

Os bancários recusaram mais uma proposta da Federação Nacional de Bancos (Fenaban) e decidiram continuar a greve nacional, iniciada no último dia 6 e que completa hoje (21 )16 dias, com mais de 12 mil agências e 52 centros administrativos fechados, já na terceira semana de paralisação.
Na reunião da última sexta feira, em São Paulo, a Fenaban ofereceu aos bancários reajuste salarial de 7% e abono de R$ 3,3 mil. Os bancários não ficaram satisfeitos e decidiram manter a paralisação. Segundo a Fenaban, ainda não há data para novas negociações.
Os bancários reivindicam reposição da inflação de 9,57% e mais 5% de aumento real, valorização do piso salarial, no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$3.940,24), participação nos lucros, combate à meta abusiva, ao assédio moral e sexual, fim da terceirização, segurança e melhores condições de trabalho.
(Agência Brasil)

Compartilhe:

FERROVIA SINOP ITAITUBA VAI TRANSPORTAR 13 MILHÕES DE TONELADAS DE GRÂOS E GERAR 116 MIL EMPREGOS

Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil divulgou documento detalhando o projeto da ferrovia que ligará Sinop (Mato Grosso) ao porto de Miritituba, em Itaituba (Pará). A chamada “Ferrogrão” teve mais um trecho adicionado para ligar o município de Lucas do Rio Verde e, com isso, terá 1.142 quilômetros de extensão. A previsão do governo federal é que o projeto seja responsável por gerar 116 mil empregos diretos. Para o ministério, após concluídas as primeiras fases da obra, em 2020, poderão ser transportados até 13 milhões de toneladas de grãos e demais produtos. Com a ferrovia totalmente concluída, a previsão é que sejam transportadas 42 milhões (em 2050). O governo também definiu que o prazo de concessão será de 65 anos, o que será suficiente para atrair o interesse de “tradings” do setor agropecuário que utilizarão o corredor para exportação. Com investimentos previstos de R$ 12,6 bilhões, o governo, no entanto, prevê que o projeto poderá enfrentar problemas ambientais. Isso porque para que as obras saiam do papel será necessário desafetar uma parte da área do Parque Nacional do Jamanxim, no Pará. A situação está, atualmente, em discussão junto ao Ministério do Meio Ambiente. Na semana passada, o governo do presidente Michel Temer (PMDB) anunciou a primeira rodada do programa de concessões em infraestrutura, durante reunião do conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). No total, 25 projetos serão objeto de concessão, entre eles, a “Ferrogrão”. A previsão é lançar tanto o edital quanto o leilão no 2º semestre do ano que vem. A…

PREFEITURA ESCLARECE SOBRE SUSPENSÃO NO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA

Com três meses de atraso no pagamento das faturas de energia elétrica, a Celpa está sendo implacável com a Prefeitura de Marabá. Quatro equipes da empresa estão cortando, na manhã de hoje, a energia de 16 prédios públicos, entre eles da Secretaria Municipal de Assistência Social (Seasp) e da Semed (Secretaria Municipal de Educação). Não há confirmação se escolas, hospitais ou postos de saúde estejam no pacote negro da Celpa. Na Seasp, a energia foi cortada às 8h30 e os servidores ficaram no escuro. Foram para os corredores e não faziam atendimento. Na recepção, onde a reportagem do blog esteve às 9h30, os servidores atenderam gentilmente, apesar da falta de energia. Todavia, os serviços internos não estavam sendo executados. “Soubemos que o pessoal do Gabinete do Prefeito está correndo para pagar a energia ainda pela manhã. Esperamos voltar a trabalhar ainda hoje”, disse a assessora da Secretária Municipal de Assistência Social. Nota A Administração Municipal vem a público esclarecer que a ação da Celpa, em suspender o fornecimento de energia elétrica dos prédios públicos municipais, se deu em todo o sul do Pará, ressalvando que, no caso de Marabá, a Prefeitura devia apenas as faturas de julho passado. Comunica que essas faturas foram quitadas nesta terça-feira, dia 20, à exceção das contas das Secretarias de Educação e de Saúde, que estão negociando com a Celpa a fim de sanar as dívidas para com a concessionária. Reforça ainda que a prioridade dos recursos que entraram no caixa dessas duas secretarias foi pagar os salários dos servidores.…

PREFEITURA JÁ PAGOU MAIS DE R$ 700 MIL À HUMANITAR

Por meio de nota  enviada a imprensa, A Prefeitura de Marabá informa que a empresa Humanitar, responsável pelo atendimento médico nos dois hospitais públicos do município, recebeu, na última semana, R$ 226 mil e, nesta terça-feira, dia 20, mais R$ 480 mil, totalizando R$ 706 mil.

A Administração Municipal informa ainda que após passar 90 dias afastado da Prefeitura, o prefeito João Salame Neto encontrou no início de agosto, três faturas em atraso e agora está regularizando esses pagamentos.

João Salame reafirma o que havia dito em coletiva à Imprensa local assim que reassumiu o cargo: as duas principais prioridades da administração no momento são a Folha de Pagamento e a manutenção dos hospitais. E informa que, assim que entrarem mais receitas nas contas do município efetuará mais um pagamento em favor da Humanitar.

ASCOM-PMM

Compartilhe: