Empresário e ex-gestor da previdência em Tucuruí são presos por desvios de R$500 mil Ex-presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Tucuruí, Firmo Giroux, e um empresário, que não teve identidade divulgada, foram presos nesta terça-feira (17) na operação Silere.

foram presos nesta terça-feira (17) em Tucuruí, sudeste do Pará, o ex-presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Tucuruí (Ipaset), Firmo Giroux, e um empresário, que não teve identidade divulgada. As prisões são resultado da operação Silere do Ministério Público do Pará (MPPA), com apoio da Polícia Civil. O G1 tenta contato com a defesa dos investigados.

Ambos são acusados pelo MPPA de fazer parte de um esquema de fraude que já desviou cerca de R$500 mil dos cofres públicos do município.

O esquema, segundo o MP, desviava os recursos repassados pela prefeitura para o Ipaset, instituto responsável pela administração do regime próprio de previdência do município. Documentos foram apreendidos para serem analisados pela procuradoria.

Os presos foram encaminhados para o Centro Regional de Recuperação de Tucuruí (CRRT).

Compartilhe:

Prefeito é afastado por atraso no salário dos servidores do município

O prefeito de Igarapé Miri, Alexandrino Santos, foi afastado do cargo por conta de denúncias no atraso de salários dos servidores do município. A denúncia foi acatada pelo Ministério Público do Estado do Pará (MPPA). No processo, foi constatado que a principal causa dos atrasos se deve a contratação de servidores temporários pelo município quando não era necessário.

Juntamente com o prefeito, o MPPA também afastou Secretário Municipal de Educação do município, Raimundo Barbosa Melo das atividades. Segundo o processo, familiares de alunos das escolas municipais estavam sem aulas por conta do não pagamento dos professores.

De acordo com o registro de funcionários do Setor de Contabilidade da Prefeitura Municipal de Igarapé Miri, em janeiro de 2017 o município possuía 117 servidores temporários. Esses funcionários somavam uma despesa bruta mensal de R$ 224.403. Já em junho do mesmo ano, havia um total de 1.206 servidores temporários que somavam uma renda bruta de R$ 1.896.624. (G1/PA)

Compartilhe:

Saneamento avança, mas Brasil ainda joga 55% do esgoto que coleta na natureza, diz estudo

Apenas 45% do esgoto do país é tratado, apontam os dados mais recentes do governo. Em 2015, na ONU, Brasil se comprometeu a universalizar serviços de saneamento até 2030. Por Clara Velasco, G1 18/04/2018 04h30  Atualizado há 3 horas Saneamento básico Estudo aponta lenta evolução no acesso a serviços de água e esgoto População com água tratada (%)Coleta de esgoto (%)Esgoto tratado (%)20112012201320142015201630405060708090 2013 ● Esgoto tratado (%): 39 Fonte: Instituto Trata Brasil Apenas 45% do esgoto gerado no Brasil passa por tratamento. Isso quer dizer que os outros 55% são despejados diretamente na natureza, o que corresponde a 5,2 bilhões de metros cúbicos por ano ou quase 6 mil piscinas olímpicas de esgoto por dia. É o que aponta um novo estudo do Instituto Trata Brasil obtido pelo G1 e que será divulgado nesta quarta-feira (18). O estudo é feito com base nos dados mais recentes do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), que se referem ao ano de 2016. Eles foram divulgados apenas neste ano. Os números indicam que o saneamento tem avançado no país nos últimos anos, mas pouco. Veja os destaques: Em 2016, 83,3% da população era abastecida com água potável, o que quer dizer que os outros 16,7%, ou 35 milhões de brasileiros, ainda não tinham acesso ao serviço. Em 2011, o índice de atendimento era de 82,4%. A evolução foi de 0,9 ponto percentual. Quanto à coleta de esgoto, 51,9% da população tinha acesso ao serviço em 2016. Já 48,1%, ou mais de 100 milhões de pessoas,utilizavam medidas alternativas para lidar com os dejetos – seja através de…

22 anos do Massacre de Eldorado dos Carajás

  Em 17 de abril de 1996, ocorreu um dos piores massacres promovidos pelo Estado contra os movimentos sociais de toda a nossa história. Dezenove trabalhadores sem-terra ligados ao MST foram covardemente assassinados pela polícia militar do Pará, mais dois morreram nos dias seguintes em decorrência de complicações dos tiros tomados e 67 ficaram feridos na curva do S da rodovia PA 150, localizada no município de Eldorado dos Carajás, no sudeste do Pará. Dos 155 policiais envolvidos na operação, apenas dois foram condenados: o coronel Pantoja e o major José Maria Oliveira. Os demais envolvidos, particularmente o ex-governador Almir Gabriel (PSDB), já falecido, e o então secretário de segurança pública, Paulo Sette Câmara, foram absolvidos. A maioria das vítimas sequer foi indenizada e ainda hoje sofre com os traumas e sequelas de toda ordem deixadas pelo massacre. Após 22 anos do massacre, a luta por justiça e por reforma agrária seguem vivas. O Brasil continua sendo um dos países com maior concentração de terra do mundo e o Estado do Pará campeão em violência no campo. As multinacionais e o latifúndio, com a conivência do Estado, seguem perseguindo e matando lideranças camponesas, indígenas, ribeirinhos, quilombolas e sindicalistas. A 22 anos do massacre de Eldorado dos Carajás, a melhor homenagem que podemos fazer aos mártires de abril é manter viva suas memórias e fortalecer a luta por justiça e reparação. Participemos da programação da jornada pela reforma agrária organizada pelo MST: 🚩 *JORNADA DE LUTAS DO MST EM BELÉM DO PARÁ* 🚩 _22 ANOS DE IMPUNIDADE DO…

Famílias afetadas por chuvas em Marabá receberão cestas básicas do governo Ministro da Integração, Pádua Andrade, sobrevoou área alagada na segunda-feira (16). Ele garantiu envio de kits de ajuda humanitária com cestas básicas e produtos de limpeza e higiene.

Ministro da Integração Nacional, Pádua Andrade, sobrevoou na segunda-feira (16) áreas afetadas pelas fortes chuvas em Marabá, no sudeste do Pará. Ele participou de uma reunião com o prefeito Tião Miranda e informou que enviará kits de ajuda humanitária para as famílias desabrigadas.

Os kits emergenciais incluem cestas básicas, produtos de limpeza e de higiene. No Pará, dez municípios estão sendo atendidos.

“Além da entrega de kits de assistência humanitária, a Defesa Civil Nacional está empenhada em auxiliar essas cidades na recuperação dos danos causados pelas chuvas e por inundações”, afirmou o ministro.

Após o reconhecimento federal de situação de emergência, os municípios devem enviar um relatório com o diagnóstico dos danos e um Plano de Trabalho com proposta de obras e serviços, que serão analisados pela Defesa Civil Nacional.

Orla de Marabá recebe ação emergencial. (Foto: Reprodução/ TV Liberal)

Ação emergencial

Segundo o ministério, uma a ação emergencial prevê obras de infraestrutura portuária e de proteção das margens dos rios Tocantins e Itacaiúnas. Cerca de R$ 42 milhões serão destinados a intervenções para minimizar os danos causados pelas cheias.

Serão construídos 1.476 metros de cais de contenção para prevenir inundações e desmoronamentos nos bairros de Francisco Coelho, Folha 33 e Amapá. As três localidades são frequentemente afetadas pelas cheias dos rios. Também serão implantados muro de contenção, plataformas e rampas de cargas pesadas e leves.

Compartilhe:

Bando armado troca tiros com policiais federais na BR-155

fique por dentro do  fato ocorrido na tarde de segunda-feira (16), na BR-155, envolvendo elementos de uma caminhonete e policiais federais.

Os policiais federais estavam em uma caminhonete e avistaram outra caminhonete com um pneu vazio tentaram alerta o motorista, mas o mesmo acelerou o veículo. Os policiais acompanharam o carro de longe e depois de ultrapassar um caminhão foram alvejados a tiros que acertaram o motor e veículo dos federais parou. A caminhonete suspeita seguiu e na sequência saiu da pista. Os elementos abandonaram o veículo e entraram na mata.

Compartilhe:

MARABÁ: EXPOAMA SERÁ EM SETEMBRO

17 de Abril de 2018

Depois de 31 anos ocorrendo no mês de julho, a 32ª Exposição Agropecuária de Marabá (Expoama) será esse ano em setembro, devido os Jogos da Copa do Mundo. A feira ocorre no Parque de Exposição José Francisco Diamantino, no Km 10, da BR-155.

Historicamente realizada no final de junho e primeira semana de julho, esse ano a Expoama será de 8 a 16 de setembro. A informação da nova data foi confirmada nesta segunda-feira (16) pelo presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Marabá, Antônio Vieira Caetano, oNeném do Manelão,

Ele explicou que entre 14 de junho a 15 de julho tem jogos da copa. Por isso, fica difícil investir R$ 1.200.000,00 (um milhão e duzentos mil reais) em shows, nos mesmos dias de jogos e não atrair público para a feira de exposição.

Além disso, Neném do Manelão informou que nessa mesma época em que ocorreria a Expoama já está agendado um show no Centro de Convenções em Marabá com o cantor Wesley Safadão, além de ter o aniversário do município de Itupiranga, a 48 quilômetros de Marabá, com shows de graça.

Cavalgada

A Cavalgada, que abre a Exposição, ocorrerá no dia 8 de setembro. Inicialmente seria no feriado da Independência do Brasil, 7 de setembro, mas diante do desfile escolar, o prefeito Tião Miranda pediu para que o evento ocorresse no dia 8.

 

 

 

 

Compartilhe:
FacebookWhatsAppFacebook MessengerTelegramTwitterGoogle+Compartilhar

Compartilhe:

Ex-Prefeito de Marabá se submete cirurgia do coração

Ex-Prefeito de Marabá (PA), João Salame Neto, passa hoje, 17/4/2018, por uma intervenção cirúrgica chamada “ablação cardíaca” para cauterização de nervos do coração. Esse procedimento é realizado pelos cardiologistas, após tentativa de se fazer o coração voltar a funcionar normalmente, através apenas de medicamentos, não resolver a patologia. Essa intervenção cirúrgica pode ser considerada simples, mas uma “cirurgia invasiva” no coração sempre traz risco de morte ao paciente. Os médicos introduzem um cateter em um vaso sanguíneo periférico, normalmente a perna, até chegar ao coração para realização do procedimento. João Salame Neto foi diagnosticado com um quadro de arritmia cardíaca profundo, pelos médicos do Instituto do Coração, em Brasília (DF), em janeiro de 2017. Segundo os médicos do Instituto do Coração do Distrito Federal, um dos fatores que provoca esse tipo de patologia cardíaca é o grau de estresse alto e contínuo. O ex-prefeito vai ser internado ao meio-dia de hoje para o procedimento cirúrgico. Na gestão de Prefeito de Marabá, em 2016, o organismo de Salame deu sinais de que não estava bem, quando o prefeito sofreu uma paralisia facial, ficando alguns dias afastado das funções pelos médicos de Marabá. João Salame ocupa o cargo de Coordenador do Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde, em Brasília.

Fim da conversa no bate-papo

Digite uma mensagem…

 

Compartilhe:

Polícia Federal faz operação de combate ao contrabando de cigarros em 4 estados

Justiça expediu 37 mandados de prisão contra quadrilhas de Sorocaba apontadas por distribuir os produtos ilegais e sonegar mais de R$ 14 milhões em impostos. Um PM foi preso Polícia Federal faz na manhã desta terça-feira (17) uma operação contra o contrabando de cigarros nos estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul e Espírito Santo. Duas quadrilhas, sediadas em Sorocaba (SP), são apontadas por distribuir os produtos ilegais trazidos do Paraguai. Até as 6h40, um policial militar já havia sido preso. Foram expedidos pela Justiça 35 mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária, 45 mandados de busca e apreensão, 32 de bloqueios de bens. A operação, batizada de Homônimo, cumpre mandados em Sorocaba, Jundiaí, Piracicaba, Várzea Paulista, Cesário Lange, São Paulo, Linhares (ES), Umuarama (PR), Naviraí (MS) e Iguatemi (MS).       Operação da PF no combate ao contrabando de cigarros As equipes foram mobilizadas para investigar duas casas em dois condomínios de alto padrão localizados na zona industrial de Sorocaba. Também são realizadas buscas em duas lojas de veículos. De acordo com as investigações, que começaram em agosto de 2017, a quadrilha sonegava mais de R$ 14 milhões em impostos e faturava R$ 2 milhões com a venda da mercadoria ilegal. Ainda de acordo com a Polícia Federal, durante toda a investigação, foram elaborados 17 autos de prisão em flagrante com o apoio da Polícia Rodoviária Estadual, com a prisão de 25 pessoas, apreensão de 25 veículos entre caminhões, vans e automóveis e apreensão de 4.276 caixas de cigarro –…

Hospital Regional de Marabá realiza campanha de doação de sangue

 

Nesta terça-feira (17/4), o ambulatório do Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá (PA), se tornará um posto de coleta para receber os voluntários que participarão da 33ª Campanha de Doação de Sangue da unidade. A meta é coletar, pelo menos, 120 bolsas entre 8h e 16h, ajudando a repor o estoque do banco de sangue da Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará – Hemopa Marabá.

Ao longo desta semana, as doações também poderão ser feitas diretamente no Hemopa Marabá, que fica localizado na Rodovia Transamazônica, s/n, no núcleo Cidade Nova. O atendimento funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h. Uma única doação pode salvar até quatro pessoas adultas.

Para ser um doador é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar 50 kg ou mais, estar bem de saúde e apresentar documento oficial com foto, como carteira de identidade ou habilitação de motorista. Menores de idade precisam de autorização dos pais ou dos responsáveis legais.

Mobilização

Para alcançar a meta da campanha, o Hospital Regional de Marabá conta com o apoio do grupo ‘Amigos do Sangue’, formado por colaboradores da própria unidade que se mobilizam para esclarecer dúvidas sobre o procedimento e incentivar a ida até os dois postos de coleta. Escolas técnicas e associações de classe estão entre os segmentos mobilizados por profissionais do HRSP.

Compartilhe: