Em mais de 315% ao ano, juro do cheque especial bate novo recorde Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/em-mais-de-315-ao-ano-juro-do-cheque-especial-bate-novo-recorde-19793289#ixzz4Fdem4RU3 © 1996 – 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Taxa é a maior desde o início do Plano Real; juros do cartão recuam a 470% ao ano 

A taxa de juros do cheque especial quebrou novo recorde histórico em junho. De acordo com o Banco Central (BC), o percentual cobrado pelos bancos no Brasil saltou de 311,5% ao ano para 315,7% ao ano. É o maior patamar desde que a autoridade monetária passou a registrar os dados em 1994, ou seja, é a maior taxa desde o início do Plano Real.

Já os juros cobrados no rotativo do cartão de crédito caíram levemente no mês passado. Passaram de 471,5% ao ano para 470,9% ao ano. Foi a primeira queda desde outubro do ano passado, quando os juros estavam num patamar elevadíssimo (considerado proibitivo pelo Banco Central) de 405,2% ao ano. De lá até o mês passado, os bancos aumentaram, em média, 65,7 pontos percentuais a taxa que oferecem para os clientes que não conseguem quitar a fatura do cartão.

 

Compartilhe:

Julgamento é transferido de Rio Maria para Marabá

Réus são acusados do homicídio de candidato a prefeito As Câmaras Criminais Reunidas deferiram, na sessão desta segunda-feira, 25, o pedido para transferir de Rio Maria para Marabá, o julgamento de Velusiano Mendes de Abreu, Gisvaldo Gratão e José Gilmar Gratão. Os réus são acusados do homicídio de Agemiro Gomes da Silva, 54 anos, ocorrido em 9 de agosto de 2008, quando a vítima era candidata pelo PMDB, a prefeito do município. Gisvaldo Gratão era presidente da Câmara Municipal de Vereadores, na época do crime. O juiz da Comarca de Rio Maria alegou que o deferimento era necessário para garantir a imparcialidade do júri, tendo em vista que os réus exercem forte influência política na região. O relator do pedido, o desembargador Maírton Marques Carneiro, acolheu os argumentos, sendo acompanhado à unanimidade pelos integrantes das Câmaras. Em apreciação a um pedido de habeas corpus, o desembargador Milton Nobre, manteve a prisão preventiva de Edvaldo Sobreira, acusado de roubo. Segundo os autos, em abril de 2015, ele assaltou uma farmácia em Capanema, de onde subtraiu 108 aparelhos celulares e R$ 106 de renda. Antes de fugir, ainda fez o funcionário lhe fornecer a farda para que saísse sem ser notado. O relator do HC negou que o decreto de prisão preventiva estivesse sem fundamento e, consequentemente, provocando constrangimento ilegal ao réu. O desembargador ressaltou que a prisão era necessária para garantir a ordem pública. O voto foi acompanhado à unanimidade. As Câmaras apreciaram 26 feitos na sessão desta segunda-feira, que foi presidida pelo desembargador Ricardo Nunes.…

Vale abre inscrições para Jovem Aprendiz em Canaã e Parauapebas

São mais de  200 vagas para assistente administrativo, eletricista industrial, mecânica industrial, operação de mina e eletroeletrônica industrial. Os selecionados vão atuar nas unidades de

Carajás, Salobo e Sossego da empresa

Desde terça-feira, 26/7, foram abertas as inscrições para o Programa Jovem Aprendiz da Vale, nas cidades de Canaã dos Carajás e Parauapebas. Podem participar do processo seletivo jovens com idade entre 18 e 22 anos, residentes nesses municípios e que possuem ensino médio completo. As inscrições devem ser feitas até o dia 7 de agosto pelo site dawww.vale.com/oportunidades.

São oferecidas mais de 200 vagas para assistente administrativo, eletricista industrial, mecânica industrial, operação de mina e eletroeletrônica industrial. Os selecionados irão atuar nas unidades de Carajás, Salobo e Sossego. O processo seletivo será dividido em etapas eliminatórias, que incluem análise de documentos, prova online de português e matemática, entrevista coletiva, dinâmica de grupo, avaliação psicológica e exames médicos.
O Jovem Aprendiz é um dos programas Porta de Entrada da Vale e tem o objetivo de preparar jovens para o mercado de trabalho. O jovem que ingressa no programa cumpre duas fases: uma teórica e outra prática. Não é exigida experiência anterior. Os selecionados têm direito a bolsa-auxílio, assistência médica, seguro de vida e transporte, além de vale-alimentação e refeição (na fase prática).

Compartilhe:

Prisão arbitrária de Eduardo Suplicy foi uma vergonha nacional

Eduardo Suplicy foi preso por defender pobres. Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara, lobista e comprovadamente corrupto, continua solto e debochando da cara da população brasileira e colocando em xeque a lisura da Justiça O ex-senador e candidato a vereador pelo PT Eduardo Suplicy, 75, foi detido nesta segunda-feira (25) pela Polícia Militar (PM) após protestar contra reintegração de posse na Zona Oeste de São Paulo. Ele foi levado ao 75º Distrito Policial (DP), no Jardim Arpoador. Ele foi liberado às 14h30, após ficar cerca de três horas detido. Suplicy se deitou na rua para impedir a reintegração de posse e chegou a ser carregado por policiais militares. Após prestar depoimento, Suplicy disse a jornalistas que relatou ao delegado ter deitado no chão para evitar confronto entre policiais e os moradores. “Havia um grupo de policiais militares avançando com escudos e uma escavadeira que estava avançando logo atrás, e do outro lado estavam os moradores, pelo menos 80. Fiquei com receio de que pudesse haver uma cena de violência quase que incontrolável”, afirmou. Segundo o delegado Gilberto de Castro Ferreira, Suplicy assinou um termo circunstanciado (um tipo de boletim de ocorrência para crimes sem potencial ofensivo) e vai responder por desobediência. Logo após sua prisão, Suplicy afirmou em sua página do Facebook, por meio de sua assessoria da imprensa, que “a truculência da Polícia Militar do governo Alckmin é inaceitável. Se fazem isso com um ex-senador da República, imagine o que sofre a população que tanto precisa de apoio”. Mais tarde, também em sua página pessoal,…

MP instaura procedimento detectar deficiências no IML de Marabá

Uma reunião intermediada pelo Centro de Apoio Operacional Criminal e requisitada pela Promotoria de Justiça de Marabá tratou nesta segunda feira (25), das condições de funcionamento do Centro de Perícias Científicas e do Instituto Médico Legal em Marabá. O encontro foi realizado em Belém no gabinete da Procuradoria-Geral de Justiça. Um procedimento administrativo foi instaurado pela Promotoria de Justiça de Controle Externo da Atividade Policial de Marabá em razão de inúmeros relatos e de informações de que o Centro de Perícia Renato Chaves estaria funcionando em condições precárias no município. Os promotores de Justiça de Marabá Daniela Dias e Jane Cleide solicitaram a reunião e esta foi articulada pelo CAO Criminal, representado na ocasião pela promotora de Justiça Adriana Passos. Carlos Stilianidi, do Controle Externo da Atividade Policial de Belém participou do encontro, que contou ainda com a presença do secretário de Segurança Pública Jeannot Jansen da Silva, do diretor do CPC Renato Chaves, Orlando Salgado, e dos técnicos do Grupo de Apoio Técnico Interdisciplinar do Ministério Público (Gati) Débora Crespo (médica) e Ricardo Castelo Branco (engenheiro) “Foi instaurado em Marabá procedimento para averiguar e detectar as reais deficiências no que diz respeito à estrutura física do prédio, mobiliário, equipamentos, material técnico de consumo e de expediente, cadeia de Custódia, quadro de servidores, alojamento, escala de plantões, assim como em razão da inexistência de Protocolos de atendimento, problemas que têm afetado significativamente a eficiência dos serviços prestados”, resumiu a promotora de Justiça Daniela Dias. Foi detectado durante a instrução do procedimento a urgente necessidade de…

DE 25 30 DE JULHOBrasil realiza Semana de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas

Semana de conscientização começou nesta segunda-feira, 25, e prossegue até sábado, 30, em todo o país     Até sábado, 30, acontece em todo o Brasil a Semana de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, que faz parte da Campanha Coração Azul. A iniciativa é mundial e é promovida pela Convenção das Nações Unidas contra o Crime Organizado Transnacional (UNTOC). A campanha Coração Azul busca conscientizar sobre o tráfico de pessoas e inspirar políticos e governos a promover as mudanças necessárias para acabar com esse tipo de crime. Na América Latina, o Brasil e o México já lançaram suas próprias versões nacionais da campanha. No caso do Brasil a Campanha acontece desde 2013. Em Brasília, acontece hoje e amanhã, 26 e 27, o Simpósio Distrital da Rede de Atenção ao Migrante Refugiado e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, promovido pela Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal. O simpósio antecede o dia 30 de julho, Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, instituído pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Na ocasião haverá a apresentação de trabalhos e propostas para o enfrentamento do tráfico de pessoas e problemas que envolvem os refugiados e migrantes. Enfrentamento ao tráfico de pessoas no Distrito Federal Para mobilizar esforços no combate e na prevenção do tráfico de pessoas, Brasília conta com o Comitê Distrital de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. O colegiado é coordenado pela Secretaria de Justiça e Cidadania, por meio da Diretoria de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e Apoio ao Migrante Refugiado, vinculada à Subsecretaria de Políticas para Justiça e Cidadania…

Mais de 144 milhões de pessoas estão aptas para votar neste ano

São Paulo é o município com maior número de eleitores; a maioria do eleitorado nacional é formada por mulheres O número de eleitores aptos a votar no pleito municipal deste ano aumentou em relação ao de 2012: mais de 144 milhões os eleitores poderão votar para prefeito e vereador no dia 2 de outubro – na eleição de 2012, estavam aptas mais de 138 milhões de pessoas. Os números foram divulgados nesta segunda-feira, 25, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e não incluem o eleitorado do Distrito Federal e de Fernando de Noronha, onde não há eleição neste ano, nem os brasileiros residentes no exterior. São Paulo é o município com maior número de eleitores, mais de 8 milhões e 800 mil. Araguainha, em Mato Grosso, tem o menor número, 954 eleitores. A maioria do eleitorado nacional é formada por mulheres, que, em 2016, representam 52,21% do total, com crescimento de 0,32 ponto percentual sobre 2012 (51,89%). Os dados do TSE mostram também o número de municípios onde pode haver segundo turno. Dos mais de 5 mil municípios onde serão realizadas eleições, 92 podem ter segundo turno, já que têm mais de 200 mil eleitores. Ao divulgar os dados, o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, lembrou que o prazo para registro de candidatos termina no dia 15 de agosto. De acordo com Mendes, até o momento, foram feitos apenas 122 registros. A expectativa é haja cerca de 580 mil candidatos na eleição de outubro. Gilmar Mendes falou ainda sobre a redução do prazo para registro de candidaturas…

Com preço definido, vacina contra a dengue poderá ser vendida no Brasil

Governo Federal determinou preço de R$ 132,76 até R$ 138,53.     A Dengvaxia, primeira vacina contra a dengue disponível no Brasil, vai custar de R$ 132,76 a R$ 138,53, de acordo com alíquota de cada estado, segundo anunciou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), nesta segunda-feira (25). A partir de agora, ela poderá ser comprada por hospitais e clínicas particulares. O consumidor, no entanto, deverá desembolsar um valor adicional, que varia em cada estabelecimento, pela aplicação do produto, como explica a agência. De acordo com o Ministério da Saúde, ainda não há uma previsão de compra para o Sistema Único de Saúde. Serão feitos estudos de custo para a distribuição nacional e, caso seja viável, a vacina poderá ser distribuída de graça aos pacientes. O estado do Paraná, no entanto, já anunciou que deverá comprar 500 mil doses da vacina. A Dengvaxia é produzida pelo laboratório francês Sanofi Pasteur e é uma imunização recombinante tetravalente, para os quatro sorotipos existentes da doença. Ela poderá ser aplicada em pacientes de 9 anos a 45 anos, que deverão tomar três doses subcutâneas com intervalo de seis meses entre elas. DENGVAXIA (laboratório Sanofi Pasteur) – primeira vacina contra dengue disponível no Brasil – poderá ser aplicada em pacientes de 9 a 45 anos – não tem 100% de eficácia – serve para os quatro sorotipos da doença Na própria bula da vacina, o laboratório informa que a Dengvaxia não protege 100% dos pacientes. Por isso, ela não substitui as recomendações anteriores do Ministério da Saúde. A…

CAMPANHA ELEITORAL MAIS BARATA; CAIXA 2 DE CANDIDATOS É DESAFIO À FISCALIZAÇÃO

Mesmo se o valor total das doações de pessoas físicas em 2016 continuar estável em relação ao da última eleição, a disputa municipal deste ano deverá ser a mais barata das últimas décadas. A expectativa se deve à recente proibição pelo Supremo Tribunal Federal (STF) das doações de empresas. A partir deste ano, apenas pessoas físicas podem contribuir para as campanhas – o que, historicamente, representa somente uma pequena fração do total gasto pelos candidatos a cargos políticos. Em 2014, as pessoas físicas doaram cerca de 21% do total arrecadado pelos candidatos, partidos e comitês, segundo cálculos do Estadão Dados. Se essa média fosse aplicada na eleição municipal anterior, isso significaria um total arrecadado de R$ 650 milhões em 2012, de acordo com levantamento do projeto Às Claras, da Transparência Brasil, em valores atualizados. Isso significa que, mesmo se a maior dessas quantias se repetisse em doações de indivíduos em 2016, ela ainda seria menos da metade do total gasto na eleição municipal mais barata desde os anos 2000, para quando há dados: R$ 1,4 bilhão, registrado em 2004. “As vedações impostas ao financiamento de campanha somadas à estipulação de limite de gastos modificarão profundamente a campanha eleitoral no Brasil”, disse Diogo Rais, pesquisador do Grupo de Ensino e Pesquisa em Inovação da Fundação Getúlio Vargas (FVG) Direito. Segundo ele, as eleições deste ano serão uma espécie de “laboratório”, sendo eficazes para se testar os efeitos dessas mudanças. Análise. De fato, a análise dos limites de gastos divulgadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já deixa…

Por que Dilma não acaba logo com essa agonia?

Por Ricardo Kotscho “Quero acabar logo com essa agonia”. A declaração acima, atribuída à presidente afastada Dilma Rousseff na capa da revista Veja desta semana, leva à pergunta do título da coluna, que a maioria dos brasileiros gostaria de fazer neste momento: por que a própria Dilma não acaba logo com esta agonia? Segundo a revista, o desabafo teria sido feito por Dilma ao presidente do Senado, Renan Calheiros, e por ele transmitida ao presidente interino Michel Temer, durante jantar no Palácio do Jaburu, na última terça-feira. “Renan Calheiros disse a Temer que a petista jogou a toalha e admitiu não ter mais chances de impedir a aprovação do impeachment no Senado”, escreve a revista. Até o momento em que comecei a escrever este texto, no final da tarde de sábado, a afirmação da revista não tinha sido desmentida. Desde a aceitação do processo de impeachment contra Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados, em dezembro do ano passado, o País está parado à espera de uma definição para saber quem vai ficar na Presidência da República até 2018. Dilma poderia ter acabado com essa agonia se tivesse renunciado no dia seguinte à sua acachapante derrota na Câmara, em que não conseguiu sequer um terço dos votos para evitar a abertura do processo. Ou quando o Senado aprovou a instalação do processo, também por ampla maioria de votos. Nas duas ocasiões, Dilma já poderia ter acabado com essa agonia. Bastaria apresentar uma carta-renúncia reconhecendo que tinha perdido as condições para governar o País. Isolada no Palácio…