População de Barcarena e Abaetetuba participa de audiência pública sobre usina termelétrica Será realizada, nesta terça-feira, 24, a Audiência Pública que vai debater a solicitação de Licença Prévia da Usina Termelétrica (UTE) Novo Tempo Barcarena, de responsabilidade da empresa Centrais Elétricas de Barcarena (Celba), no Cabana Clube, a partir de 9h. O projeto é composto de uma Usina Termelétrica movida a gás natural, um Terminal de Regaseificação e um gasoduto, dentro da área industrial, junto às instalações do Porto de Vila do Conde. Antes da audiência pública, a Secretaria de Estado e Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) coordenou reuniões prévias com a população sobre o tema. Três localidades nos municípios de Barcarena e Abaetetuba, que serão influenciadas nos meios físico, biótico e socioeconômico pelo empreendimento, receberam os encontros preparatórios. Cerca de 200 pessoas – entre representantes sindicais, comunitários e a população em geral – participaram das reuniões preparatórias na quinta-feira (19), na comunidade São Pedro, na Vila do Conde, e à tarde na Vila dos Cabanos, ambas no município de Barcarena. Na sexta-feira (20), a reunião prévia ocorreu na Associação Comercial do município de Abaetetuba, na mesma região. Representantes da Semas e da Celba, em todas as reuniões, apresentaram explicações sobre o projeto, relatando as fases do licenciamento ambiental, os impactos positivos e negativos do empreendimento e coletaram sugestões dos participantes, para serem consideradas pelos técnicos da Semas na análise do processo de licenciamento da usina. A equipe da Semas responsável pela análise do projeto foi representada nas reuniões pela coordenadora dos trabalhos, engenheira química Christianne Parry; pela bióloga Cláudia Miranda; o engenheiro sanitarista Rômulo Ferreira e pela socióloga Samara Dias. As reuniões prévias foram precedidas por vistoria técnica realizada por essa equipe do órgão ambiental no local pretendido para a instalação da usina termelétrica. O Estudo de Impacto Ambiental (EIA) apresentado pela Celba indica que a unidade de geração de energia elétrica a gás natural terá potência instalada líquida de 1.607 MW. O EIA visa à autorização para a localização, concepção e ainda à viabilidade ambiental do empreendimento. Os estudos também apontam que durante a implantação estima-se a geração de 700 empregos diretos e dois mil indiretos, para as obras de construção civil. Quando iniciar a operação está prevista a geração de aproximadamente 60 empregos diretos e 180 indiretos. A coordenadora da análise da solicitação da Licença Prévia esclareceu que as reuniões prévias não estão na legislação ambiental. “Mas é uma prática que a Semas já vem utilizando há dois anos, com bons resultados”. O diretor da Celba, Elizeu Campos, explicou nas reuniões que o gás natural é menos poluente do que outros combustíveis fósseis, como o óleo diesel e o carvão, utilizados em outras termelétricas. “Esperamos a atração de novos empreendimentos que usam esse combustível e de outros que podem mudar para o uso do gás, por ser opção mais econômica e de menor poluição ambiental”, avalia. Vila do Conde Na Associação da comunidade de São Pedro, em Vila do Conde, algumas pessoas que participaram da reunião manifestaram interesse sobre capacitação da mão de obra local, geração de empregos e planos de prevenção a acidentes, entre outros cuidados com a qualidade da água, do ar, do solo, ruídos, fauna e informações técnicas da usina. Entre os participantes do evento, a engenheira agrônoma Camila Gaia, moradora de Vila do Conde, apontou questões relativas à qualidade do ar e da água. O representante das comunidades de Maricá e Canaã, Carlos da Costa, mostrou apreensão com relação à qualidade na capacitação de mão de obra. Já o professor da rede municipal de ensino, Rosemiro Brito, disse que a prevenção à poluição e a geração de empregos para os moradores são prioridades locais. O vice-presidente do Centro Comunitário de Vila do Conde, Nazareno Viana, colocou as instalações do Centro à disposição para futuras reuniões e elogiou a iniciativa das reuniões preparatórias à audiência pública. Vila dos Cabanos Na reunião em Vila dos Cabanos, no salão da Paróquia São José, o geólogo da consultoria contratada da Celba, Cássio Martins, afirmou que o ruído na comunidade mais próxima do empreendimento, Murucupi, atualmente com 47 decibéis (Db), vai aumentar para 48 Db, “aumento mínimo”, e que a arrecadação em impostos ambientais e medidas de controle da qualidade do meio ambiente da empresa “tornam a usina altamente viável para a região”. A moradora de Vila dos Cabanos, Laura Covrekozah, perguntou sobre a origem do gás natural e ficou sabendo da importação por empresas internacionais que vão abastecer a usina trazendo o produto em navios até o porto de Vila do Conde. Leonardo do Carmo, do Sindicato dos Trabalhadores da agricultura familiar, chamou atenção para a necessidade de uma divulgação forte para que a audiência tenha uma grande participação da população. Abaetetuba Os técnicos da Semas e os integrantes da Celba forneceram as informações sobre o licenciamento ambiental na reunião e as direcionadas ao funcionamento da usina, à saúde da população e outros dados relacionados à fauna, flora, água e à socioeconomia da região. As peculiaridades do combustível a ser utilizado na termelétrica também foram ressaltados: custo menor e a redução da poluição, em relação ao uso de outros combustíveis fósseis. O secretário Municipal de Meio Ambiente de Abaetetuba, Jairo Vilhena, considera os impactos do projeto reduzidos, mas pediu explicações sobre a utilização da água e dos efluentes lançados nos rios, ruídos e outros danos que possam ser causadores de problemas nas comunidades do entorno, no que foi atendido pelos profissionais da Celba. A representante da Associação dos Barraqueiros da Praia do Beja, Fátima Maciel, disse que se os projetos implantados na região não forem bem encaminhados “o prejuízo é certo para o meio ambiente e aos comerciantes, os clientes somem da praia”, afirma. O coordenador do sindicato de Metalúrgicos de Abaetetuba, Alexandre Vilhena, avaliou como muito importante para o estado a implantação da obra. Para ele, o olhar governamental precisa ser cuidadoso, sobretudo, no quesito de geração de empregos para a população local, reivindicando aumento da inserção da mão de obra local na empresa. O EIA revela que a principal expectativa da população diz respeito à possibilidade de geração de empregos e renda. As comunidades também esperam que possam resolver problemas estruturais, como falta de infraestrutura urbana, educação, saúde, transporte, segurança pública, entre outros, inclusive nas comunidades ribeirinhas. A UTE prevê acompanhamento através dos Programas de Comunicação Social, de Monitoramento da Qualidade das Águas e de Monitoramento de Fauna Aquática, entre outros. Também estão previstas ações de Educação Ambiental e Sexual, de Infraestrutura, para garantir que todos os trabalhadores envolvidos na implantação da Usina direta e indiretamente desenvolvam suas atividades de forma ambientalmente responsável e segura, que direcionem as ações para a proteção do meio ambiente.

C Será realizada, nesta terça-feira, 24, a Audiência Pública que vai debater a solicitação de Licença Prévia da Usina Termelétrica (UTE) Novo Tempo Barcarena, de responsabilidade da empresa Centrais Elétricas de Barcarena (Celba), no Cabana Clube, a partir de 9h. O projeto é composto de uma Usina Termelétrica movida a gás natural, um Terminal de Regaseificação e um gasoduto, dentro da área industrial, junto às instalações do Porto de Vila do Conde. Antes da audiência pública, a Secretaria de Estado e Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) coordenou reuniões prévias com a população sobre o tema. Três localidades nos municípios de Barcarena e Abaetetuba, que serão influenciadas nos meios físico, biótico e socioeconômico pelo empreendimento, receberam os encontros preparatórios. Cerca de 200 pessoas – entre representantes sindicais, comunitários e a população em geral – participaram das reuniões preparatórias na quinta-feira (19), na comunidade São Pedro, na Vila do Conde, e à tarde na Vila dos Cabanos, ambas no município de Barcarena. Na sexta-feira (20), a reunião prévia ocorreu na Associação Comercial do município de Abaetetuba, na mesma região. Representantes da Semas e da Celba, em todas as reuniões, apresentaram explicações sobre o projeto, relatando as fases do licenciamento ambiental, os impactos positivos e negativos do empreendimento e coletaram sugestões dos participantes, para serem consideradas pelos técnicos da Semas na análise do processo de licenciamento da usina. A equipe da Semas responsável pela análise do projeto foi representada nas reuniões pela coordenadora dos trabalhos, engenheira química Christianne Parry; pela bióloga Cláudia Miranda; o engenheiro sanitarista Rômulo Ferreira…

Hospital Galileu recebe trupe de palhaços no Dia Mundial do Livro

No Dia Mundial do Livro, celebrado nesta  segunda-feira (23/4), o Hospital Público Estadual Galileu (HPEG) preparou para os usuários da unidade uma ação em comemoração pela data. A trupe ‘Palhaços Curativos’ estará na unidade, a partir das 15h, contando histórias e encenando-as para os pacientes e acompanhantes nas enfermarias da unidade, localizada na Rodovia Mário Covas, em Belém (PA).

O objetivo da iniciativa é aproveitar a data para incentivar o hábito da leitura, além de humanizar o ambiente hospitalar, tornando-o mais acolhedor e propício à recuperação dos pacientes.

A Trupe ‘Palhaços Curativos’ se apresenta em hospitais e eventos levando alegria através da “palhaçoterapia” desde 2015. Diferente de grande parte dos grupos que se apresentam em hospitais, os integrantes do ‘Palhaços Curativos’ não atuam na área da saúde. O grupo surgiu a partir do trabalho de conclusão do curso de teatro da fundadora da trupe, Isadora Lourenço.

A unidade

O Hospital Público Estadual Galileu é uma unida de baixa e média complexidades, gerida pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), que presta atendimento em traumato-ortopedia, clínica médica e cardiologia.

 

Compartilhe:

PMs baleados em arena de futebol do Sideral estão em estado grave

Policiais foram baleados por motoqueiros no sábado, 21. Vítimas estão internadas no Hospital Metropolitano.
 
De acordo com boletim médico divulgado neste domingo (22), é grave o estado de saúde os dois policiais militares da reserva baleados no Sideral, em Belém. As vítimas jogavam uma partida de futebol em arena no conjunto Ariri- Bolonha, no sábado (21), quando dois motoqueiros chegaram ao local e fizeram os disparos.

O sargento Elias Brasil Silva e o cabo Rômulo João Rômulo dos Santos Marques, ambos da reserva da Polícia Militar, estão internados no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua.

O comando do 24º BPM da Polícia Militar comunicou a ocorrência tanto à Polícia Civil quanto ao Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves”. O Centro Integrado de Psicologia e Assistência Social (CIPAS) da Polícia Militar acompanha o caso e presta todo o atendimento às vítimas, assim como aos familiares

Compartilhe:

Estado vai abrir mais de 5 mil vagas em 22 concursos públicos

  Com os concursos Estado cumpre termos de ajustamento de conduta com o Ministério Público Estadual. Serão 5.765 vagas, em cargos da administração direta e indireta.           Governo do Pará divulgou neste domingo (22), que vai realizar 22 concursos públicos ainda neste ano, oferecendo um total de 5.765 vagas, em cargos da administração direta e indireta. A Secretaria de Estado de Administração afirma que a ação é importante para assegurar a continuidade da prestação de serviços da forma constitucionalmente prevista “Com esses 22 concursos, nós cumprimos todos os termos de ajustamento de conduta com o Ministério Público Estadual, e esses novos profissionais já vão estar aptos a ingressar nos quadros da administração a partir de janeiro de 2019”, informa a secretária de Estado de Administração, Alice Viana. O concurso com maior número de vagas ofertadas é o da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), com mais de 2 mil vagas específicas para professores. O edital foi aberto no dia 20 de março, as inscrições começaram no dia 26 de março e prosseguem até 2 de maio. Outro concurso em andamento é para preenchimento de cargos na Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe), com 469 vagas. O Diário Oficial do Estado (DOE) já publicou o termo de homologação dos concursos para as secretarias de Estado de Administração (Sead), Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster) e de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas). O editais serão brevemente divulgados e os salários vão variar entre de R$ 1.037,00 a R$ 2.727,54. Também no…

Ciclo de palestras na ACIM aborda “A Psicologia Econômica e o Potencial Empreendedor de Universitários”

  Com o apoio da ACIM – Associação Comercial e Industrial de Marabá – e da Proex (Pro-Reitoria de Extensão e Assuntos Estudantis) da Unifesspa (Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará), acontece nos dias 25 e 26 próximos (quarta e quinta-feira), de 18h às 21h, o 1º Ciclo de Palestras dos Projetos de Extensão: “Grupo de Estudos em Psicologia Econômica e Empreendedorismo” e “Qualificação, Empregabilidade e Empreendedorismo”. O tema central é “A Psicologia Econômica e o Potencial Empreendedor de Universitários”. PROGRAMAÇÃO Dia 25 – quarta-feira 18h30 – 19h – Inscrições e Credenciamento – Profª. Drª. Katerine Sonoda. 19h00 – 19h30 – Palestra História e Contexto da Psicologia Econômica: um novo mercado para o psicólogo brasileiro (?) – Prof. Dr. André Picolli. 19h30 – 20h – Palestra – A Importância da Educação Financeira Pessoal nas Decisões Econômicas dos Indivíduos – Acadêmica Ana Pimentel. 20h – 20h30 – Palestra Comportamento do Consumidor: fatores influenciam no processo de decisão de compra – Acadêmica Ester Ferreira. 20h30 – 21h – Confraternização – Profª. Drª. Katerine Sonoda Dia 26 – quinta-feira 18h30 – 19h – Inscrições e Credenciamento – Profª. Drª. Katerine Sonoda. 19h – 19h30 – Palestra A Influência do Capitalismo Cognitivo no Mercado de Trabalho – Acadêmica Amanda Alencar. 19h30 – 20h – Palestra O Potencial Empreendedor de Universitários – Profª. Drª. Silvania Onça e Acadêmica Brenda Correia. 20h – 21h – Confraternização e entrega dos certificados – Profª. Drª. Katerine Sonoda.   Local: Auditório da ACIM – Praça Duque de Caxias, Rua Norberto de Melo,…

Professor assassinado foi vítima da polícia que ‘mais mata e mais morre’, diz sindicato

Sindicato das Trabalhadoras e Trabalhadores em Educação do Pará (Sintepp) vai protocolar, na Corregedoria da Polícia Militar, no início desta semana, uma solicitação para apurar o assassinato do professor Wilson Pires. Ele foi executado por policiais militares, na última sexta-feira (20), após uma abordagem policial “irresponsável”, no município de São Miguel. Em nota, o Sintepp lamentou a morte da vítima. “Wilson se tormou vítima da Polícia Militar Brasileira, a que mais mata, e a que mais morre. Num Estado que a cada dia casos de violência avançam, a PM tirou a vida de um cidadão comprovadamente de boa índole”. O sindicato pede ao Governo uma apuração rigorosa do crime, além da solicitar a responsabilização e punição do governador Simão Jatene e de todos os agentes públicos envolvidos no assassinato do professor. “A Polícia agiu de forma imprudente. As motos utilizadas na abordagem, por exemplo, não estavam marcadas e não foi possível identificar que era a PM”, disse Beto Andrade, coordenador do Sintepp. “Precisamos de uma resposta clara sobre o que ocorreu. Queremos uma apuração dos fatos”, concluiu. Wilson foi executado a tiros por policiais militares, que não possuíam equipamentos obrigatórios, diz o Sintepp (Foto: Reprodução) Segundo o Sintepp, o corpo do professor será enterrado neste domingo (22), em Belém. “No Estado onde o governo largou a própria sorte a população, que cotidianamente morre ou se mata entre si, e a segurança pública está em total desalinho, o governador Simão Jatene gira dentro e fora de nosso território, cantando e tocando, como se houvesse paz e ordem. Encaixotando…

Marabá é bicampeã do Miss Pará, agora com Ponnyk Torres Engenheira civil e exímia nadadora, Ponnyk tem 26 anos e representará o Pará no Miss Brasil Be Motion

Os atributos de Ponnyk Torres encantaram o júri do Miss Pará Be Emotion 2018 e na noite deste sábado, 21, a marabaense foi eleita a mais bela entre as 22 candidatas do certame de beleza. O evento no Teatro Margarida Schivazappa, do Centur, em Belém, contou com transmissão ao vivo pela Internet. Fablina Paixão, também de Marabá, já havia sido eleita em 2016 a Miss Pará Ponnyk Torres, de 26 anos e 1.76 de altura e é formada em engenharia civil, exímia nadadora, sendo filha de família tradicional de Marabá. Quem assistiu ao concurso, com certeza, pôde testemunhar que os jurados tiveram dificuldade para eleger a soberana da beleza paraense. Das 23 candidatas, cinco brigaram pela coroa, mas a vitória foi para Marabá. Na classificação final, o quinto lugar foi para Camila Abreu, 21 anos, 1.70, representante do município de Moju. O quarto ficou com Gisele Rodrigues, 26 anos, 1.79, Miss Ananindeua. O terceiro para Shanti Devi, 24 anos, 1.74, candidata de Belém, e por fim, o segundo lugar para Kauane Nava, 21 anos, 1.82, representante de Barcarena. Ponnik recebeu a faixa das mãos da Miss Brasil 2017, a modelo piauiense Monalysa Alcântara, eleita uma das 10 mulheres mais belas do universo no ano passado. E a coroa da modelo Stefany Figueiredo, Miss Pará Be Emotion 2017. A noite foi muito mais que especial e o concurso deste ano, homenageou um dos grandes nomes da música brasileira: Nelson Gonçalves, que neste abril comemorou 20 anos de falecimento. Na ocasião, as empresárias Lilian e Margarete Gonçalves, filhas…

CRIMINOSOS ASSALTAM O IML DE TUCURUÍ E LEVAM ARMAS E UMA VIATURA DA PERÍCIA CRIMINAL

 

Três homens armados e encapuzados renderam o vigilante do Instituto Médico Legal de Tucuruí IML de Tucuruí e realizaram um assalto neste último sábado, 21 de abril, por volta das 23:30.
De acordo com a direção do IML cerca de 30 a 40 armas foram levadas pelos criminosos, além de uma viatura Hilux da Perícia Criminal do Centro de Perícias Científicas CPC.
Durante o assalto um dos bandidos ainda chegou a falar para o vigilante ficar tranquilo que eles não fariam nada com ele: “fique tranquilo, não vamos fazer nada com o senhor, sei que assim como eu, o senhor também tem filho. O que levaremos pertence ao estado” relatou o vigilante.
Toda a ação criminosa levou cerca de 10 minutos. Até o momento a polícia ainda não conseguiu localizar nenhum dos bandidos, as armas nem a viatura.
Foram feitas várias barreiras nas saídas da cidade e nos municípios vizinhos, mas até o momento nenhum sinal.
A polícia recebeu agora a pouco informações de que a viatura Hilux teria sido vista na região de placas do pitinga e buscas já estão sendo feitas no local.  Informações devem ser encaminhadas a polícia imediatamente através do 190.

Compartilhe:

INFLUENZA: META É VACINAÇÃO DE 51 MIL EM MARABÁ

A Secretaria Municipal de Saúde, por intermédio da Coordenação de Imunologia, dará início à Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza (gripes) na próxima segunda-feira (23), com o intuito de imunizar mais de 51,8 mil pessoas em Marabá ou no mínimo 90% desse contingente, até o dia 1º de junho do corrente ano.

O público alvo é crianças de seis meses a quatro anos, trabalhadores da saúde, gestantes, puérperas, idosos, pessoas com comorbidades, professores (públicos e privados), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema penal.

Dentre os grupos indicados a tomar a vacina contra gripes, os maiores contingentes são crianças (22.206), distribuídas em dois grupos: seis meses a dois anos (7.124) e dois a quatro anos (15.082); e idosos, com 13.432 pessoas de 60 anos ou mais.

É importante observar que pessoas fora dos grupos citados só poderão ser vacinadas após o atingimento da meta, ou seja, o mínimo de 90%.

Acerca das comorbidades, as pessoas com doenças que se enquadrem na indicação para tomar a vacina contra influenza devem apresentar laudo médico ou outro documento que comprove o agravo.

Compartilhe:

Café, chocolate, queijo… A lista das comidas por trás da enxaqueca é grande

A cena é clássica: o indivíduo começa a se comportar de maneira diferente, a luz e o barulho parecem estar nas alturas e o incômodo é tão forte que a única solução é escapar para um lugar escuro, deitar e esperar a dor passar. Os ataques de enxaqueca, tão tristemente famosos quanto misteriosos, são causados por uma lista longa de fatores, das mudanças bruscas de temperatura ao esforço físico. “O cérebro de quem sofre com a doença é mais sensível a estímulos e desequilíbrios que normalmente não afetam outras pessoas”, resume Fernando Kowacs, neurologista que coordena o Departamento de Cefaleia da Academia Brasileira de Neurologia. Com a sensibilidade aguçada, para essa turma até um simples lanchinho pode dar origem ao suplício. “Estudos mostram que entre 12 e 60% dos enxaquecosos relatam ter episódios após consumir determinado alimento”, comenta Laís Bhering, nutricionista da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Para entender melhor como uma coisa está ligada a outra, pesquisadores da Universidade de Cincinnati, nos Estados Unidos, revisaram mais de 180 estudos sobre o impacto do menu na dor de cabeça. Eles concluíram que a associação é forte a ponto de justificar uma mudança na abordagem do tratamento. “Atualmente, o foco está nas medicações, mas deveria incluir mais as dietas preventivas e os hábitos alimentares de cada um”, aponta Vincent Martin, médico da instituição americana e um dos autores do trabalho. A extensa investigação sugere dois caminhos para que as refeições passem de vilãs a coadjuvantes no combate à doença. Primeiro, evitar os ingredientes-gatilho (conheça os…