Justiça do Rio de Janeiro manda bloquear WhatsApp

Operadoras de telefonia do país já foram notificadas para suspender acesso ao aplicativo A Justiça do Rio de Janeiro mandou que todas as operadores de telefone celular bloquem o aplicativo de mensagens de celular WhatsApp em todo o país, imediatamente. As empresas de telefonia já foram notificadas após o Facebook se recusar a cumprir uma decisão judicial para fornecer informações para uma investigação. A decisão tomada pela juíza Daniela Barbosa Assumpção de Souza, da 2ª Vara Criminal de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, manda que as operadoras suspendam o acesso imediatamente. De acordo com a magistrada, o Facebook, que é proprietária do WhatsApp, foi notificado três vezes para interceptar mensagens que seriam usadas em uma investigação policial da 62ª DP (Imbariê), em Caxias, no entando a empresa teria se negado a passar. “A população tem que entender que realmente não é algo que o juiz fixa. Eu uso o WhatsApp, todos nós utilizamos. O que tem que se entender é que hoje o WhatsApp é utilizado por muitas pessoas envolvidas em crimes. Eles — os criminosos — começaram a perceber que como as interceptações telefônicas são feitas nas investigações criminais e como no WhatsApp isso não acontece, então eles passaram a ter no WhatsApp um ‘porto seguro’, onde eles se comunicam livremente. Esse bloqueio é por tempo indeterminado, até que o WhatsApp cumpra efetivamente a decisão judicial”, diz a magistrada em sua decisão. Todas as operadoras telefônicas – TIM, Oi, Vivo, Claro e Nextel – já foram notificadas, por volta das 11h30, sobre a determinação e o app…

MARABÁ: Promotoria cumpre mais uma etapa do Plano de Atuação e realiza entrega de livros

A Promotoria de Justiça de Execução Penal e Controle Externo da Atividade Policial de Marabá, por meio da promotora Daniella Maria dos Santos Dias, com o apoio da Universidade do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), realizou na última sexta-feira, dia 15, entrega de livros ao Centro de Recuperação Feminino de Marabá (CRFM).

A ação “Educar Para Incluir” faz parte do Plano de Atuação da referida Promotoria e teve como objetivo estruturar a biblioteca do CRFM e promover a interação dos alunos e professores com o Centro de Recuperação para que atuem, proativamente, em prol do diálogo com as reclusas.

As obras foram arrecadadas pelos alunos do curso de Direito da Unifesspa na campanha de doação de livros feita durante o Seminário “Direitos Humanos/Humanos Direitos”, nos dias 29 e 30 de junho.

“A preparação para liberdade não depende somente do ensino, da formação e do acesso ao trabalho. O egresso do sistema penitenciário precisa do apoio da Comunidade, durante a reclusão e após a libertação. Por isso, imprescindível que o Ministério Público atue para aproximação da população carcerária do seu local de origem, para isso, os cidadãos livres devem tomar consciência dos problemas e dificuldades que são enfrentados no sistema penitenciário”, explicou a promotora Daniella Dias.

Compartilhe:

Minirreforma eleitoral afrouxou regras para a pré-campanha

A minirreforma eleitoral, aprovada pelo Congresso no ano passado, proibiu, de um lado, a doação de empresas e encurtou o tempo de campanha de 90 para 45 dias, com o objetivo de baratear seus custos, mas, de outro, afrouxou as regras da pré-campanha. A disputa começa oficialmente em 16 de agosto, mas a nova lei permitiu aos concorrentes anunciar, antes dessa data, que são pré-candidatos, inclusive em atos políticos financiados pelo partido — e que não constarão da prestação de contas da campanha — desde que não haja pedido explícito de voto. Também passou a ser autorizado exaltar qualidades pessoais, pedir apoio político e divulgar propostas. Para o Ministério Público, as mudanças dificultam a configuração de eventual propaganda eleitoral antecipada e, consequentemente, ações para coibir abusos de poder econômico e quebra de isonomia entre os concorrentes. As informações são de Fernanda Krakovics e Silvia Amorim n’O Globo. “Como se vê, a reforma eleitoral de 2015 praticamente restringiu a configuração da propaganda eleitoral antecipada, ilicitamente realizada antes do período eleitoral, ao pedido explícito de voto”, afirmou o vice-procurador-geral eleitoral, Nicolao Dino, em consulta ao Tribunal Superior Eleitoral. Segundo nota técnica do Grupo Executivo Nacional da Função Eleitoral, vinculado à Procuradoria-Geral Eleitoral, a mudança de regras da pré-campanha “tornou inócuo o ilícito do pedido implícito de votos”. — A lei é feita por eles e em prol deles. Uma das piores coisas da minirreforma foi mexer na propaganda fora de época — disse o procurador regional eleitoral do Rio, Sidney Madruga, em reunião sobre as eleições deste…

Pastoral da Criança recebe apoio de Fundação no Pará e Maranhão

Um projeto de promoção do desenvolvimento infantil em áreas vulneráveis, através da educação para as ações básicas de saúde, está sendo desenvolvido pela Pastoral da Criança, com apoio da Fundação Vale, em municípios do Pará e Maranhão. A parceria iniciou em 2013 e viabilizou a ampliação das ações preventivas de saúde e nutrição que já são executadas pela Pastoral. Nos três primeiros meses da parceria em 2013, os voluntários acompanhavam 5.452 crianças. Três anos depois, com a intensificação das ações de saúde, educação, nutrição e cidadania, os dados do primeiro trimestre de 2016 apontam para a marca de 7.652 crianças, o que significa um aumento de 40% no número de atendimentos. Além de atender crianças de 0 a 6 anos, o programa também atua junto a gestantes que residem nos dois estados. Equipes de apoio do projeto visitam, periodicamente,  as famílias acompanhadas, fornecendo orientações que sensibilizam para uma mudança de atitude em prol da qualidade de vida da população. O projeto também trabalha na mobilização de novos voluntários e atua na capacitação das pessoas envolvidas nas atividades da Pastoral da Criança. As ações dos voluntários da Pastoral estão entre os principais programas e iniciativas que contribuíram para melhorar a saúde infantil no Brasil, nas últimas três décadas. O trabalho tem seu foco na organização da comunidade e capacitação dos líderes voluntários que ali vivem e assumem a tarefa de orientar e acompanhar entre 10 e 15 crianças vizinhas, em ações básicas de saúde, nutrição, educação e cidadania, para que elas se tornem sujeitos de sua…

Novas regras da Anac geram filas e alteram rotina em aeroportos

As mudanças nas normas de inspeção de bagagens e revista de passageiros nos aeroportos brasileiros implementadas a partir de hoje (18) alteraram a rotina dos voos domésticos e geraram filas nas áreas de embarque de várias cidades na manhã desta segunda-feira. As novas determinações da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para aumentar a segurança dos passageiros incluem revistas aleatórias e retirada de equipamentos eletrônicos das bagagens de mãos e líquidos em voos domésticos. Passageira assídua nos aeroportos do país, a vlogueira Amanda Guimarães, 28 anos, estranhou a rotina de checagem na hora do raio-x, quando embarcou no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, para o Rio de Janeiro. “A fila estava demorada, porque pediram a todos para abrir as malas. Acho que atrasou alguns voos por conta disso”, disse Amanda. O engenheiro de telecomunicações Felipe de Andrade Toneti, 31 anos, também enfrentou fila no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, na hora de embarcar. “Havia uma fila de 300 metros. Eles informaram que era por causa do pente fino devido às Olimpíadas. Houve um grande transtorno, porque pessoas tinham chegado meia hora antes, porque tinham feito o check-in em casa e podiam perder o voo. Também causou atrasos em muitos voos. Minha bolsa teve de ir e voltar duas vezes [no raio-x], por causa do laptop e dos medicamentos, Foi um processo diferente do comum”, afirmou Felipe. Para a estudante Dayane Souza Lopes, 20 anos, a revista foi rígida no aeroporto de Curitiba, onde ela pegou um voo para o Rio de Janeiro. “Pediram…

Morre o jornalista Eliakim Araújo aos 75 anos nos Estados Unidos

Casado com a jornalista Leila Cordeiro, Eliakim tratava de um câncer no pâncreas.

Morreu nos Estados Unidos o jornalista Eliakim Araújo, de 75 anos. Segundo o site G1, ele estava internado em um hospital de Fort Lauderdale, na Flórida, para o tratamento de um câncer no pâncreas. A doença foi diagnosticada há cerca de um mês e o jornalista chegou a se submeter a um tratamento de quimioterapia, mas não resistiu.
Eliakim era casado há mais de 30 anos com a jornalista Leila Cordeiro e apresentou com ela durante três anos o canal CBS Telenotícias, em português nos EUA. Eliakim morava em Fort Lauderdale com a família e trabalhava com jornalismo online.
Eliakim nasceu em Guaxupé, interior de Minas Gerais e formou com a mulher o primeiro casal de apresentadores da televisão brasileira. O jornalista apresentou o Globo Repórter e o Jornal da Globo em 1983 com a mulher.

Fonte: EGO

Compartilhe:

Lei para usar o FGTS no consignado é promulgada

Para a Associação Proteste, a medida é “um retrocesso e complicará ainda mais a situação do consumidor endividado”
 

O Congresso Nacional promulgou a Lei 13 313/2016, que permite aos trabalhadores da iniciativa privada oferecerem a bancos, como garantia do empréstimo consignado, parte dos recursos da conta do FGTS e da multa rescisória.

A nova lei que foi publicada no DO de ontem prevê que nas operações de crédito com desconto em folha o empregado ofereça como garantia até 10% do saldo do FGTS e até 100% do valor da multa paga pelo empregador, em caso de demissão sem justa causa. Hoje, a multa paga pelas empresas nestes casos é de 40% do saldo do fundo.

Com a regra, que já está em vigência, o Conselho Curador do FGTS pode definir o número máximo de parcelas e a taxa máxima mensal de juros a ser cobrada pelas instituições consignatárias nessas operações. O texto também destaca que cabe ao agente operador do FGTS, a Caixa Econômica Federal, definir os procedimentos operacionais necessários à execução da medida.

O presidente do Instituto Fundo Devido ao Trabalhador e da Ong Doméstica Legal, Mario Avelino, criticou a provação da nova lei. Segundo ele, só vai aumentar o número de trabalhadores com dívidas. “O aumento de consumo para movimentar a economia será insignificante”, alega. Para a Associação Proteste, a medida é “um retrocesso e complicará ainda mais a situação do consumidor endividado”.

Compartilhe:

Bancos suspendem consignado para funcionários públicos de três Estados

A maioria dos bancos médios e pequenos suspendeu a aprovação de novos créditos consignados a funcionários públicos do Rio de Janeiro, Tocantins e Amapá e avalia entrar na Justiça contra esses Estados pelo fato de a parcela do pagamento do empréstimo já concedido ter sido descontada do salário do funcionário e o repasse do dinheiro não ter sido feito para o banco. O Ministério Público de Tocantins abriu inquérito para investigar o caso.

Compartilhe:

Datafolha: Lula lidera pesquisa de intenção de voto para eleição presidencial

No auge do desgaste político, petista perderia só no 2º turno. O que pode acontecer em dois anos?
Jornal do Brasil

 

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sábado (16) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera as pesquisas de intenção de voto para o primeiro turno da eleição presidencial de 2018.

A pesquisa aponta ainda que, num segundo turno, Lula não garantiria a vitória e poderia ser derrotado pela ex-senadora Marina Silva (Rede) ou pelo ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB).

Já os possíveis candidatos do PSDB consultados no levantamento (José Serra, Aécio Neves e Geraldo Alckmin ) oscilaram negativamente ou mantiveram patamares anteriores, o que favoreceu Lula.

Compartilhe:

Águia Vence o Tocantinópolis

Série D: Encerrado no João Ribeiro Tocantinópolis 0 X 2 Águia de Marabá : Flamel e Alexandre
O domingo (17) foi de última rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série D. Dos três paraenses, dois conseguiram classificação e continuam na briga por uma das vagas na Série D do próximo ano.
Já classificado para a próxima fase, o São Raimundo jogou fora de casa contra o Rondoniense-RO, amargando derrota pelo placar de 2 x 1. Canhoto marcou duas vezes para os donos da casa, enquanto Jair Gomes descontou para os paraenses.
O Águia de Marabá, por sua vez, precisava vencer para avançar, e conseguiu. Jogando longe dos seus domínios, diante do Tocantinópolis-TO, o Azulão venceu pelo placar de 2 x 0, com gols de Alexandre e Flamel, sacramentando uma vaga em primeiro.
Ainda com chances de classificação, o São Francisco deu adeus ao projeto de acesso. O leão santareno perdeu em casa para o Palmas-TO, pelo placar de 2 x 1. Allan Peterson marcou para os santarenos, mas Wagner e Thiago Seiji deram números finais.
Na próxima fase, já pela etapa mata-mata, o São Raimundo vai jogar contra o Juazeirense-BA, enquanto o Águia enfrentará o Moto Club-MA.

Compartilhe: