Grupo RBA promove 2º passeio ciclístico em Marabá

EDIÇÃO ELETRÔNICA (Foto: Michel Garcia/Diário do Pará) Foi realizado na manhã deste domingo (2) o 2º Passeio Ciclístico RBA – Pedalando por Uma Causa Solidária. A ação arrecadou alimentos para doar às instituições sociais, que farão a distribuição para as comunidades de Marabá, sudeste paraense. Foi realizado também sorteios de vários prêmios, como bicicletas, tablets, celulares e TV. Mais de mil ciclistas de todas as idades participaram do evento, que exigia a doação de dois quilos de alimento não-perecível no ato da inscrição. Além do ato solidário, a ação visou incentivou também a prática esportiva e ao ciclismo, e faz parte do encerramento do Verão RBA 2018. (Foto: Michel Garcia/Diário do Pará) “O povo de Marabá como sempre se identifica com o grupo RBA e com a FM 91 e o resultado é esse, pessoas vindo com suas famílias e amigos para nos confraternizar e fazer o bem ao próximo”, destacou Nonato Dourado, apresentador do Barra Pesada Marabá. CUIDADOS Os ciclistas foram desafiados a fazer um percurso de 7 quilômetros, com saída do ginásio Renato Veloso da Folha 16, Nova Marabá, e chegada na Praça São Félix de Valois, na Marabá Pioneira. O tempo estimado foi de 50 minutos de pedalada. E para enfrentar tudo isso, todo mundo recebeu uma aula de zumba dance para aquecer o corpo, além de testes de glicemia e pressão. (Foto: Michel Garcia/Diário do Pará) ENCERRAMENTO – Como parte da programação de encerramento do Verão RBA 2018, será realizado na noite deste domingo, a partir das 18h, um show com os cantores…

Campanha de vacinação contra a pólio e o sarampo chega aos últimos dias Até esta quinta-feira (30), 2,5 milhões de crianças ainda não tinham sido imunizadas.

Campanha de vacinação contra sarampo e poliomielite vacina crianças de 1 até 5 anos (Foto: Divulgação/Prefeitura de Salvador) A Campanha Nacional de Vacinação Contra o Sarampo e a Pólio termina nesta sexta-feira (31), mas as cidades que não atingiram 95% de cobertura terão um dia extra com postos e unidades de saúde abertos neste sábado (1º). O Ministério da Saúde informou na quinta (30) que apenas o Amapá havia atingido a meta e que 2,5 milhões de crianças ainda não tinham sido imunizadas no país. 25 estados e o DF não atingiram a meta de vacinação contra a pólio e o sarampo A campanha tem por objetivos: Vacinar quem nunca tomou a vacina; Completar todo o esquema de vacinação de quem não tomou todas as vacinas; Dar uma dose de reforço para quem já se vacinou completamente (ou seja, tomou todas as doses necessárias à proteção). Esse tipo de campanha que inclui o reforço da dose, informa o Ministério da Saúde, acontece de quatro em quatro anos e já estava prevista no orçamento da pasta. Esse ano, no entanto, a campanha é ainda mais importante dada à volta da circulação do sarampo no território brasileiro e a ameaça da poliomielite. Quem deve ser vacinado? Contra a poliomielite: crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou. Em casos de nenhuma dose, será aplicada a Vacina Inativada Poliomielite. Em caso de uma ou mais doses, será aplicada a Vacina Oral Poliomielite, a famosa “gotinha”. Contra o sarampo: crianças de 1 até 5 anos independentemente de…

Mãe é presa por suspeita de cegar os três filhos para receber benefícios do INSS

 
Uma mulher, de 29 anos, foi presa nesta quarta-feira (29) na cidade de Itabaiana, em Sergipe, com suspeita de provocar a cegueira de seus três filhos, sendo duas meninas e um menino, com o objetivo de receber benefícios previdenciários.
A Polícia Civil está investigando o que teria provocado a cegueira das crianças, de treze anos, de dois anos e outra de nove meses.
No inquérito policial, consta que após o diagnóstico da suposta doença, a mulher requereu ao INSS o benefício financeiro e que não há nenhuma receita médica que comprove a origem dos medicamentos usados pelos filhos.
A mulher vai ser indiciada por lesão corporal gravíssima.

De acordo com a delegada, as crianças passam por acompanhamento médico e estão no aguardo de membros da família. A Vara da Infância vai avaliar o caso.
(Com informações do Portal da Holanda)

Compartilhe:

PF desarticula esquema de extração ilegal de madeira que movimentava R$2 milhões

um esquema criminoso de extração e comércio ilegal de madeiras provenientes de terra indígena do Alto do Rio Guamá, no sudoeste paraense, foi desarticulado pela Polícia Federal, nesta quinta-feira (30), durante a operação Operação Tenetehara.
Durante a manhã de hoje estão sendo cumpridos 10 mandados judiciais, sendo 5 mandados de prisão preventiva e 5 de busca e apreensão, nos municípios de Belém, Viseu e Santa Luzia do Pará.
As investigações iniciaram no início deste ano com o intuito de identificar responsáveis por desmatamento no interior da terra indígena. Foram localizadas 4 madeireiras que operavam clandestinamente, retirando ilegalmente madeira de área federal e comercializando o produto do crime em municípios do Pará, Estados do Nordeste, além do Rio de Janeiro.
No período das investigações também foi realizada fiscalização pela Secretaria de Meio ambiente do Estado com o objetivo de apreender os produtos florestais extraídos e comercializados ilegalmente, bem como auxiliar na materialidade delitiva dos crimes investigados.
A Polícia Federal estima que, por mês, eram retirados da área aproximadamente 4 mil metros cúbicos de madeira, o que representa em termos financeiros o montante de R$ 2.200.000,00 (dois milhões e duzentos mil reais).
Participam da operação 28 policiais federais. Os investigados responderão, além dos crimes ambientais, pelos crimes de receptação qualificada, corrupção ativa e passiva, com pena máxima de até 12 anos de reclusão.

Compartilhe:

Criminosos explodem agência bancária em Dom Eliseu

(Foto: Reprodução/Whatsapp)

Homens armados fizeram reféns e explodiram uma agência bancária na noite desta quarta-feira (29) no município de Dom Eliseu, sudeste paraense. Moradores da área presenciaram cenas assustadoras com muitos tiros e gritaria.
Nos relatos, até quem vivia afastado do centro da cidade disse ter ouvido os tiros e a comoção.
A ação criminosa aconteceu quando vários homens armados invadiram e explodiram a agência do Banco do Brasil. Algumas pessoas foram feitas reféns e, segundo informações preliminares de agentes da PRF, uma pessoa foi liberada após a ação.

Cinegrafista amador registrou os suspeitos em três caminhonetes junto com os reféns
Para tentar impedir a fuga, duas carretas foram posicionadas para fechar o trecho da BR-010 no KM 20, por se tratar de um perímetro bastante estreito. No entanto, de posse dos reféns como escudo humano nas caminhonetes, o bando empreendeu fuga e chegou a arrastar uma viatura da polícia militar que também fazia parte da barricada, ficando destruída no local.

Também segundo informações, a quadrilha conseguiu fugir com o dinheiro roubado, cujo valor ainda não foi revelada.

Compartilhe:

SÃO JOÃO DO ARAGUAIA: MP PROTOCOLA DENÚNCIA E CONCURSO PODE SER ANULADO

O concurso público de São João do Araguaia pode ser anulado. A denúncia está sob o cuidado do promotor público Gilberto Lins de Souza Filho. O certame foi realizado no dia 29 de julho deste ano e foi aplicado em várias escolas do município de Marabá, vizinho a São João.

O denunciante, que também participou do certame, foi Edson Taveira Souza. Ele informou que 40% das 181 vagas foram destinadas a parentes, amigos e aliados políticos do prefeito João Neto Alves Martins (PTB).

Entre os parentes estão os filhos do prefeito Leiliane Lima Martins Santos e Jonilson Lima Martins, além de sobrinhos Rafael Noronha Martins, da filha do vereador e irmão do prefeito Romualdo, Maria Poliana Torres Martins, entre outros. A denúncia foi protocolada dia 23 de agosto.

O promotor já iniciou a investigação, requereu vários documentos, inclusive a relação dos aprovados para iniciar um processo que pode resultar em cancelamento do concurso.

REPERCUSSÃO

Nos grupos de WhatsApp diversos candidatos confirmam a denúncia. Um dos candidatos diz: “Esse concurso foi fraudulento, só passaram os parentes do prefeito e alguns vereadores”, informa. Veja mais denúncias abaixo:

Compartilhe:

Pará acumula mais de 2 mil mortes violentas no primeiro semestre de 2018

Pará teve o quinto maior número de mortes violentas em junho de 2018. De pelo menos 3.957 vítimas em todo o país, o estado teve mais de 8%, com 322 mortes. São 2.035 casos no primeiro semestre de 2018. É o que mostra o mapacriado pelo G1, uma ferramenta que permite o acompanhamento dos dados de vítimas de crimes violentos mês a mês no país. O número de vítimas é ainda maior que esse – isso porque a estatística não comporta os dados totais de cinco estados, que não divulgam todos os números. Em números totais de crimes violentos, o Pará ficou atrás de Pernambuco, com 336; Ceará, com 384; Rio de Janeiro, com 392 mortes; e da Bahia, com 540 casos. Em relação ao índice por cem mil habitantes, o Pará (4.20) ficou em quarto lugar, seguido do Ceará (4.2), do Acre (4.4) e do rio Grande do Norte (4.7) neste mês. Pará teve uma média de 339 casos por mês no primeiro semestre de 2018. Foram 391 casos em janeiro; 295 em fevereiro; 282 mortes em março; 392 em abril; 353 em maio e 322 em junho, que totalizaram 2.035 casos. Página especial O levantamento faz parte do Monitor da Violência, uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Jornalistas do G1 espalhados pelo país solicitaram os dados via Lei de Acesso à Informação seguindo o padrão metodológico utilizado pelo fórum no Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado normalmente no fim do ano. Na página especial,…

CORREIOS PASSAM A COBRAR DESPACHO POSTAL EM ENCOMENDAS INTERNACIONAIS

Todas as encomendas internacionais que chegarem ao Brasil pelos Correios estarão sujeitas à cobrança do despacho postal, no valor de R$ 15. A medida já está valendo desde segunda-feira (27).

Nos últimos anos, o serviço era cobrado apenas para os objetos tributados pela Receita Federal. “Porém, com o aumento das importações, a empresa precisou injetar mais recursos na operação para manter o padrão do serviço”, informou os Correios, em nota.

Segundo a empresa, o valor cobrado, de R$ 15, é quatro vezes menor que a média praticada por outros operadores logísticos para realizar procedimentos similares.

O despacho postal, entretanto, não deve ser confundido com tributo ou frete. De acordo com os Correios, o serviço se refere às atividades de suporte ao tratamento aduaneiro realizadas pelo operador postal, como o recebimento dos objetos e inspeção por raio X, formalização da importação no sistema da Receita Federal (quando for o caso), tratamento de eventuais inconformidades (objetos proibidos, perigosos ou com exigências específicas), recolhimento e repasse dos impostos à Receita Federal (quando houver tributação), disponibilização de informações ao importador para desembaraço da remessa via internet, entre outras. (Agência Brasil)

 

Compartilhe:

SAÚDE: POSTINHOS SÃO REABASTECIDOS COM VACINAS QUE ESTAVAM EM FALTA

28 de agosto de 2018

O Departamento de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde reabasteceu na última semana, as Unidades Básicas de Saúde do município com as vacinas referentes à rotina mensal de julho recebidas no final de agosto pelo 11º Centro Regional da Sespa.

De acordo com Crissiana Dias, coordenadora da Imunização, apenas as doses da Varicela (catapora) não poderão ser distribuídas porque está em suspeição (dúvida da eficiência). Além disso, a coordenadora ressalta ainda que a vacina DPTa (Difteria, Coqueluche e Tétano) e a vacina contra a Meningite C chegaram em menor quantidade de doses devido a falta das vacinas no país.

Vale à pena ressaltar também que as vacinas são adquiridas pelo Ministério da Saúde, repassada ao Estado e depois para as regionais de saúde (SESPA), que redistribui para os municípios da sua região. Então cabe ao município apenas a vacinação da população.

É importante lembrar ainda que a falta de vacina não atinge a campanha contra o sarampo e a poliomielite. Estas estão disponíveis em todos os centros de saúde até o dia 31 de agosto. (PMM

Compartilhe:

ACIM INICIA BATE PAPO COM CANDIDATOS A ALEPA

Como parte do Programa Institucional das Entidades Empresarias de Marabá em ouvir os candidatos nas Eleições 2018, iniciaremos os diálogos com os candidatos a Assembleia Legislativa no Pará, A ACIM, o CONJOVE e o SINDICOM convidam toda a classe empresarial para participar de um Bate Papo com o Vice-Prefeito de Marabá e Candidato a Deputado Estadual, Delegado Toni Cunha.

Hoje, dia 27 de agosto de 2018, as 17h no Hotel Itacaiúnas.

Compartilhe: