Clubes homenageiam atacante Aru nas redes sociais

    Assim que foi confirmada a morte do atacante Aru, de 31 anos, nesta sexta-feira (30), clubes e atletas postaram nas redes sociais homenagens ao jogador que defendeu vários clubes do estado. Primeiro clube índigena do país, o Gavião Kyikategê prestou uma homenagem ao seu ex-atleta. Aru foi destaque do time na participação da equipe no Parazão 2014. Outro time da região, o Águia de Marabá também manifestou seu pesar sobre a morte do atleta. Quem também homenageou o jogador foi o São Raimundo de Santarém, clube defendido por Aru, em 2012, que por meio de nota manifestou seu pesar. VEJA A NOTA Com profundo pesar, o São Raimundo Esporte Clube informa e lamenta o falecimento do atacante Indígena Paulo Aritana Sompre, conhecido como Aru. Ele era um dos líderes do Gavião Kyikatejê – nome do clube e da tribo que fica no município de Bom Jesus do Tocantins, distante cerca de 450 quilômetros da capital Belém. Aru teve passagem pelo pantera no ano de 2012 na disputa do Campeonato Paraense. O indígena, que tinha 31anos, faleceu nesta sexta-feira (30) vítima de um acidente de carro na Rodovia BR-222, entre os Bairros São Félix e Morada Nova, próximo ao Residencial Tiradentes, em Marabá. O São Raimundo Esporte Clube lamenta profundamente o ocorrido e se solidariza com os familiares, amigos e profissionais que conviveram com uma pessoa de grande caráter e profissional exemplar. Aru morreu em um acidente automobilístico nesta sexta-feira (30) após seu carro se chocar com um caminhão, em uma estrada próximo a cidade…

Recém nascido com dentes causa surpresa em hospital de Belém

Um recém nascido foi motivo de assunto em um hospital da capital paraense desde a tarde desta quinta-feira (29). Tudo porque o pequenino de 3,83 kg nasceu com dentes e surpreendeu os membros de um hospital particular localizado no bairro da Pedreira, em Belém. Por telefone, Marcelle Moura, de 25 anos, conversou com o DOL e confirmou que seu filho é a bola da vez, já que um recém nascido ter dentes é um evento considerado raro. Apesar de debilitada, a moradora do bairro do Bengui não escondia a felicidade ao ter seu segundo filho e narrou os momentos antes de dar à luz: ”Eu estava em trabalho de parto desde anteontem, com muita contração. Só que, como eles só internam no hospital quando a mulher está com quatro ou mais centímetros de dilatação, eu voltei para casa e esperei. Vim uma segunda vez e ainda não dava. Até que ontem de manhã eu dei entrada oficialmente. Queria o parto normal, mas acabei tendo por cesárea. Graças a Deus deu tudo certo!” (Foto: Imagem cedida por Marcelle Moura) Mas o que chamou mais atenção mesmo foi o fato do bebê ter nascido com um dentinho. Naturalmente os dentes nascem em torno dos seis meses de vida, mas o filho de Marcelle decidiu ‘chegar chegando’. Os médicos consideram o caso raro, porém, normal. Esses dentes são chamados de ‘dentes neonatais’ e costumam ser formados quando o bebê ainda está no útero, podendo ser um ou mais. Ainda não há uma causa certa, mas é motivo de…

Remédios ficarão mais caros a partir deste domingo (1º)

partir deste domingo (1º), os remédios vão ficar mais caros: o Governo Federal autorizou um reajuste que pode variar de 2,09% a 2,84%, conforme resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED). O aumento deve ser aplicado em cerca de 13 mil apresentações de medicamentos disponíveis no mercado varejista brasileiro, de acordo com o Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma).
Segundo a entidade, o aumento atualiza a tabela de Preços Máximos ao Consumidor (PMC) e não gera elevação automática nem ajustes imediatos nas farmácias e drogarias, principalmente em relação aos remédios que registram grande concorrência.
“Medicamentos com o mesmo princípio ativo e para a mesma classe terapêutica (enfermidade) são oferecidos no país por vários fabricantes e em milhares de pontos de venda”, explica, em nota.
Conforme levantamento do Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade, uma instituição de ensino e pesquisa da área farmacêutica, o preço cobrado pelo mesmo medicamento pode variar até 81% de loja para loja. O analgésico Novalgina, por exemplo, é comercializado por R$ 8,70 a R$ 46,50, dependendo da farmácia.
O novo reajuste será de 2,09%, 2,47% ou 2,84%, conforme o tipo do medicamento. Os índices estão abaixo da inflação de 2017, que foi de 2,95%

Compartilhe:

Crianças do Oncológico Infantil recebem visita surpresa de Lyoto Machida

De passagem pela capital paraense para visitar a família, antes de entrar na fase final de preparação para a próxima luta pelo Ultimate Fight Combat (UFC), o lutador Lyoto Machida resolveu fazer uma surpresa para as crianças e adolescentes em tratamento no Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém (PA), nesta quinta-feira, 29/3. Alguns ainda acordavam e demoraram para acreditar que o lutador criado no Pará, poderia estar realmente conversando com eles. “Você é o lutador mesmo?”, perguntava uma das crianças antes de reconhecê-lo e posar com Lyoto com os punhos cerrados, gesto que se repetiu em todos os encontros, assim como as mensagens de apoio deixadas pelo atleta. Acompanhado pelo pai Yoshizo Machida, amigos da família e dos diretores do hospital, Lyoto pode conhecer um pouco da história da unidade, estrutura de leitos e brinquedotecas, outras características de atendimento da unidade que é gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Para o lutador, a experiência vivida com as crianças, certamente fará parte de sua preparação para as próximas lutas. “Encontros como esse nos fazem valorizar mais tudo aquilo que temos. Eu só tenho a agradecer por esse momento”, ressaltou Lyoto. Em agradecimento pela visita surpresa, a diretora Administrativa e Financeira do Oncológico Infantil, Tatiane Santos, ressaltou a importância da atitude do lutador que é um ídolo para muitas das crianças e adolescentes em tratamento na unidade. “Momentos como esse são importantes porque ajudam a amenizar a rotina das…

Encenação da Paixão de Cristo leva conforto a pacientes internados no Hospital Galileu

Faz uma semana que a auxiliar Administrativa Anne Pereira, de 31 anos, está internada no Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), em Belém (PA), onde se recupera após sofrer um acidente de moto. Ela que teve o pulso esquerdo quebrado durante o acidente e passará por uma cirurgia na próxima segunda-feira (2), ainda sofre com dores, mas encontrou certo alívio durante uma encenação da Paixão de Cristo, realizada na unidade na quarta-feira ( 28). “Vendo as dores pelas quais Jesus Cristo passou, a gente acaba refletindo também sobre a nossa própria dor e que elas são pequenas perto do que ele passou”, disse Anne. “Eu gostei da apresentação também porque vou passar a Páscoa aqui, longe da minha família, então é bom ter esse momento”, ressaltou. A encenação da Paixão de Cristo fez parte da Programação de Páscoa – festividade religiosa que lembra a ressurreição de Jesus Cristo, comemorada no próximo domingo, – e aconteceu no corredor da unidade, despertando a atenção de usuários, acompanhantes e colaboradores. “Temos pacientes que já estão internados há bastante tempo, então esse momento ajuda bastante, dá uma maior motivação, fé renovada, porque nem todo mundo poderá ir à igreja ou até a comunidade que participa”, disse a técnica de Enfermagem do SCIH, Adriana Cardoso. Gerido pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), o Hospital Galileu conta com o Programa de Voluntariado para dar apoio durante as apresentações musicais e teatrais na unidade. Dessa vez, o grupo Auxiliadores…

Hospital Regional de Marabá celebra Páscoa com pacientes e colaboradores

Nesta semana, aproveitando o período da Páscoa, o Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, envolveu colaboradores e pacientes em uma programação especial. Uma delas aconteceu na Unidade de Terapia Intensiva pediátrica, onde A. L., de três anos, está internada desde o dia 15/3.

Para o pai da menina, a ação fez com que o ambiente hospitalar ficasse mais ameno. “Com a doença, minha filha deixou de ir para a creche, ver os amigos, pular e correr, atividades normais na vida de uma criança. Aí alguém chega, faz uma pintura de coelhinho no rosto dela e já arranca um sorriso. Bom seria se todos os hospitais fossem assim”, destacou o acompanhante.

Com a ajuda de grupos que integram o Programa de Voluntariado da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, além da pintura facial, o Hospital Regional de Marabá realizou também sessão de musicoterapia, missa, oficina de artesanato e entrega de bombons.

O clima pascal se estendeu, ainda, à comemoração do aniversário de colaboradores e à ação que presenteou com ovos de chocolate mais de 30 crianças atendidas no Espaço de Atendimento Provisório.

Compartilhe:

QUADRILHA TENTA ASSALTAR AGÊNCIA DO BANCO DO BRASIL NO SUDESTE DO PARÁ

Bandidos tentaram assaltar na madrugada desta sexta-feira (30) a agência do Banco do Brasil de Curionópolis, distante cerca de 130 quilômetros de Marabá, no sudeste paraense. Segundo informações repassadas pela Polícia Militar, a ação dos bandidos foi frustrada pela Polícia, que já estava realizando rondas nas cidades próximas, e que já havia recebido informações que haveria uma tentativa de assalto neste feriadão.

Segundo o Boletim de Ocorrência, a equipe do Tenente Freitas e do Soldado Décio, além do cabo Barros, soldados Dênis e Rafael Lima e do Grupamento Tático por meio do Sargento Mendes e soldado Machado, além da Tático de Curionópolis, ao realizarem rondas pela cidade, eles se depararam com a quadrilha que estava tentando assaltar o banco.

Houve imediatamente uma intensa troca de tiros, vindo até mesmo a resultar na perfuração nas viaturas da polícia. Ainda segundo informações do Tático, a quadrilha ainda fez algumas pessoas de reféns, mas que logo foram libertadas. Os bandidos conseguiram sair em fuga, na direção da vicinal da Cotia, zona rural do município. Eles ainda atearam fogo em veículos que ficaram em cima da ponte que liga Curionópolis a Parauapebas.

Apesar dos suspeitos não terem conseguido levar nenhum valor do banco, o mesmo ainda ficou com vestígios de vandalismo e com vidros quebrados.

A Polícia ainda realiza diligência a procura dos suspeitos,  mas até o momento ainda não conseguiu capturá-los.

Compartilhe:

Na madrugada desta sexta-feira (30), um grave acidente interrompeu a vida do atacante Paulo Aritana Sompre, o Aru, 31 anos, que virou destaque nacional e mundial ao atuar pelo Gavião Kyikatejê, primeiro clube indígena do país. O carro em que Aru estava ficou completamente destruído. Foto: Via WhatsApp O atacante trafegava pela rodovia BR-222, entre São Félix e Morada Nova, nas proximidades do Residencial Tiradentes, em Marabá, sudeste paraense, quando o veículo que dirigia se chocou com um caminhão. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu preso às ferragens. Relembre imagens do atleta Aru teria passado o dia na casa de sua mãe, no bairro Amapá, Cidade Nova, em Marabá de lá saiu com destino à Aldeia Mãe Maria, em Bom Jesus do Tocantins, onde nasceu. Ele costumava andar sempre com amigos, mas desta vez estava só. Foto: Mário Quadros/ Diário do Pará Trajetória Aru completaria 32 anos no próximo dia 12 de maio. Com boas atuações, marcadas pela força e agilidade, nas temporadas 2011, 2012 e 2014, defendeu o Gavião Kyikatêjê. Em 2013, vestiu a camisa do São Raimundo. Aru chegou a marcar contra o Payandu na Curuzú, no Campeonato Paraense de 2014: Também em 2014 atuou pelo Tanabi-SP e no ano seguinte jogou pelo Palmas-TO. Em 2015 teve uma rápida passagem pelo Imperatriz-MA e em 2016 pelo Parauapebas, no primeiro turno do Parazão. O Gavião Kyikatêjê O clube foi criado na década de 1980 e se chamava “Castanheira Esporte Clube” e disputava a liga amadora de Marabá. Somente em 2009 se profissionalizou. Nos últimos anos, nem disputou a divisão de…

FESTIVAL DANÇARTE PROMOVE ESPETÁCULOS GRATUITOS NO ANIVERSÁRIO DE MARABÁ

Há dez anos fomentando a diversidade da indústria criativa do Pará, o festival Dançarte circula pela primeira vez pelo interior do estado. Considerado pela Funarte o maior evento de artes cênicas do norte do país, o evento estreia em Marabá com palestras, workshops e aulas livres de teatro, dança, shows gratuitos e programação infantil a partir do próximo domingo (1º). Um dos polos mais importantes do Pará, Marabá celebra 105 anos em abril com uma semana inteira de espetáculos e atividades culturais em locais históricos da cidade. “Sempre foi um sonho descentralizar o evento da capital e levá-lo para outras regiões do Pará, oferecendo à população acesso à cultura de forma democrática. Nada mais entusiasmante que começar por Marabá, no momento do aniversário do município. É um presente para nós e para a cidade”, diz Will Júnior, criador e produtor executivo do evento. Com oficinas e programações em horários diversos, o evento também desenvolverá ações junto a escolas públicas do Pará. O projeto, patrocinado pela Vale via Lei Rouanet, já alcançou um público de mais de 10 mil pessoas ao longo de seus anos de atuação. “Ao patrocinar iniciativas como o Dançarte, a Vale possibilita a conexão de pessoas, culturas, ideias e locais. Esse projeto contribui para o desenvolvimento de trabalhos criativos com os talentos locais e para a valorização da cultura das regiões”, destaca Christiana Saldanha, gerente de Patrocínios da Vale. Programação Na edição de 2018, a programação inicia no domingo (1º), na Praça São Félix, às 19h, com a apresentação do Boi Bumbá…

Quase 70 quilos de maconha são apreendidos em ônibus

Polícia Rodoviária Estadual, da Polícia Militar, apreendeu na noite de ontem, quarta-feira (28), por volta das 22h30, 68 tabletes de maconha pesando aproximadamente um quilo cada, em um ônibus na Rodovia PA-150, na zona rural de Marabá.

A droga, que totaliza cerca de 68 quilos, estava em posse do casal Cassia dos Santos, de 22 anos, e Marcos Vinícius Machado, de 26 anos, em um ônibus interestadual que saiu de Minas Gerais. De acordo com o registrado na 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil, onde os dois e a maconha foram apresentados, os policiais pararam o veículo em abordagem de rotina, revistando os passageiros e as respectivas bagagens.

Os militares abriram uma das malas de Cassia e a identificaram pelo ticket relacionado à passagem. Após conversarem com ela, a acusada apontou onde estava o restante da maconha, distribuída em outras malas.

Ambos foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e transferidos nesta manhã para o sistema prisional. Ainda hoje deve ser realizada a audiência de custódia, onde será determinado judicialmente se continuam recolhidos ou não.

(Luciana Marschall)

Compartilhe: