Estudos ampliam conhecimento sobre a Arara-Azul-Grande em Carajás

Parte dos resultados está em livro, que será lançado pela Vale na próxima quarta-feira

ve símbolo do Brasil, a Arara-Azul-Grande foi quase extinta na década de 80 e hoje se estima que existam aproximadamente 6.500 indivíduos na natureza distribuídos na região da Amazônia, Cerrado e Pantanal. Com suas penas azuis cobalto e anéis dourados ao redor dos olhos e mandíbula, esses animais tornam também o azul do céu do Pará ainda mais intenso.

Na região, a ave está mais presente no município de Canaã dos Carajás, nas margens do rio Itacaiúnas e no entorno do Mosaico de Carajás. A fim de ampliar as iniciativas para conservação da espécie no Brasil e no Pará, a Vale, em parceria com a Universidade Estadual Paulista (UNESP) e com o apoio do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) desenvolveu programa de estudo e monitoramento desses animais.

Parte dos resultados desses estudos estão reunidos em livro, que será lançado no próximo dia 1º de junho. A publicação traz a beleza dessas grandes aves azuis na região de Carajás em momentos únicos registrados pela lente do renomado fotógrafo da natureza João Marcos Rosa. O evento de lançamento ocorre às 16h, no Canteiro Sudeste,do Projeto S11D, situado  na VS 40.

Por meio do estudo, desenvolvido ao longo de três anos, foram levantados locais de ninhos, número de filhotes existentes, informações sobre sua alimentação, modo de vida e a marcação de áreas com a presença da espécie. Dados fundamentais para a conservação da espécie na região.

Compartilhe:

Hospital Regional de Marabá promove projeto que dissemina práticas seguras no atendimento ao usuário‏

Com o objetivo de reforçar a importância do atendimento humanizado, seguro e de qualidade ao usuário, o Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, lançou o projeto Dez minutos da Qualidade. A iniciativa consiste em envolver os colaboradores na gestão de processos, proporcionando a interação entre os diversos setores da unidade. De acordo com o diretor Administrativo e Financeiro  da unidade Rodrigo Fauth, o projeto estimula a discussão de assuntos relacionados à gestão da qualidade, como instruções de trabalho, adequações de processos e protocolos básicos e assistenciais implantados no hospital. A gerente do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente (NQSP), Patrícia Silva, explica que a integração é necessária, uma vez que, ao ser admitido na unidade para internação, consulta ou realização de exame, desde a sua chegada na portaria até a saída, o usuário é atendido por profissionais de diferentes departamentos, não apenas o médico.“A intenção é integrar o colaborador em todas as etapas de atendimento dos usuários para que ele se sinta parte do processo como um todo. Para isso, é essencial que conheça os processos da instituição, uma vez que todos são responsáveis pela qualidade no atendimento prestado à população”, afirma a administradora. Dessa forma, desde o início de maio, antes das reuniões setoriais, o NQSP faz um rápido bate-papo com os colaboradores, explicando sobre medidas que contribuem para a segurança dos pacientes na unidade hospitalar. A faturista Ramilli Machado Ramos foi uma das primeiras colaboradoras a participar dos Dez minutos da Qualidade. Ela trabalha no Hospital…

Cuidado com as mídias sociais: seu futuro empregador está de olho

As fotos daquela última festa animada podem custar seu próximo emprego. Duvida? Uma pesquisa da Career Builder com mais de 5 mil profissionais mostrou que 60% dos empregadores usam as redes sociais para pesquisar candidatos a emprego nos Estados Unidos. Há dez anos, apenas 11% tinham essa prática – uma alta de cerca de 500%!

Entre os que pesquisam a vida dos candidatos online, 49% dizem ter encontrado informações na rede para desistir da contratação.

Veja abaixo as principais informações encontradas que os fizeram mudar de ideia:

– Fotos, videos ou informações provocantes ou inapropriadas (46%)
– Informações sobre o candidato bebendo ou usando drogas (43%)
– Comentários discriminatórios sobre raça, religião, gênero etc. (33%)
– Críticas a outros empregadores ou colegas de trabalho (31%)
– Baixa habilidade de comunicação (29%)

E mesmo que você não esteja planejando trocar de emprego, cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém: 41% dos entrevistados dizem usar as redes sociais para pesquisar os atuais funcionários – e 26% dizem já ter encontrado conteúdo que os levou a repreender ou demitir um empregado.

Fonte: Do G1, em São Paulo

Compartilhe:

Confiança em Dilma sobe de 18% para 33%, diz Ibope

Uma pesquisa inédita, realizada pelo Ibope entre os dias 14 e 18 de maio, mostra que o índice de confiança na presidente afastada Dilma Rousseff subiu de 18% para 33%. A sondagem é posterior ao afastamento da petista do cargo, a votação do processo de impeachment no Senado ocorreu no último dia 11 e Dilma foi notificada no dia seguinte, quando deixou o Palácio do Planalto para aguardar julgamento.

A expectativa é que mais detalhes da pesquisa sejam divulgados nos próximos dias.

A pesquisa foi realizada antes do vazamento de áudios do presidente do PMDB, Romero Jucá, onde ele negocia com o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, a realização de um ‘pacto para estancar a sangria’ para barrar as investigações de Operação Lava Jato e afastar a presidente Dilma Rousseff do cargo.

Na conversa eles afirmam que com Dilma no governo não daria para fazer e que “a solução mais fácil” seria colocar o Michel (Temer) para um “grande pacto nacional”.

O presidente do Ipobe, Carlos Augusto Montenegro, declarou ao colunista Maurício Dias, na Carta Capital subiu 15 pontos comparadas a outras duas pesquisas realizadas nos meses de março e abril. A queda no quesito ‘desconfiança’ caiu de 76% para 65%.

“O resultado surpreende. Dilma, tudo indica, está em processo de recuperação política. A velocidade do caminho será ditada pelo possível fracasso do governo provisório de Temer”, argumenta Montenegro.

Fonte: Jornal do Brasil, com agências

Compartilhe:

Brasil: Ranking no Facebook dá ponto a aluno por “tipo de mulher” que “pegar” em universidade

Lista avalia beleza, cor da pele e estado civil, de alunas. Na competição, estudante perde um ponto se beijar uma “mulher gorda” ou “preta e feia”, e é eliminado se “pegar travesti”. Internautas repudiam ato

.Uma lista que pontua o tipo de mulher que os estudantes vão se relacionar durante os Jogos Internos da Universidade Federal de Goiás (InterUFG) está causando polêmica nas redes sociais

Chamado de “Regulamento InterUFG 2016”, ele avalia a beleza, a cor da pele e o estado civil das universitárias. Além disso, diz que o rapaz que beijar travesti é “eliminado da competição”. O evento começou na quarta-feira e segue até o próximo domingo (29), em Goiânia. Durante as tardes, são realizados os jogos esportivos e, à noite, festas open bar. No regulamento, a maior pontuação é para quem tiver relações sexuais. Se a mulher for casada, o homem acumula 10 pontos. Se ela for “gostosa e gata”, ganha 8 pontos. Se a mulher for “pretinha bonitinha”, recebe 2 pontos.

 

Compartilhe:

Estupro coletivo: Adolescente fala sobre a barbárie. Temer cria divisão especial na Polícia Federal

Presidente em exercício, indignado com o ocorrido com a garota no Rio de Janeiro, ordenou a Polícia Federal a criar delegacia especializada de defesa da mulher. A menor estuprada por 33 criminosos no Morro da Barão, na Praça Seca, em Jacarepaguá, usou as redes sociais para agradecer o apoio de milhares de internautas do país inteiro. C.B., de apenas 16 anos, passou a noite em casa com a família e, na manhã de hoje, modificou a foto de seu perfil, incluindo o lema que ganhou força nas últimas horas:. “Eu apoio o fim da cultura do estupro”. “Não, não dói no útero. Dói na alma”, afirmou a jovem. “Realmente pensei que seria julgada mal, mas não fui.” Mais de 5 000 pessoas curtiram sua postagem no Facebook e centenas escreveram mensagens de solidariedade à adolescente em apenas duas horas: “Muita força pra você!! As mulheres do Brasil todo estão do seu lado”, escreveu uma jovem do Rio de Janeiro. Outra, de Fortaleza, acrescentou: “Essa luta não é só sua. É nossa! Não se sinta sozinha flor. Vai dar tudo certo          UMA MULHER É ESTUPRADA NO BRASIL A CADA 11 MINUTOS O estupro coletivo que aconteceu no Rio nesta semana é “o caso mais grave já ocorrido no Brasil”, afirmou Samira Bueno, cientista social e diretora executiva do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), organização não governamental (ONG) que formula análises e pesquisa as estatísticas sobre a violência no País. A especialista lembra que, até então, o episódio mais chocante havia sido…

Esta virando rotina: Depois do BASA agora foi a vez do Bradesco ser assaltado em Rurópolis, PA

s 15hs00min desta terça feira, 24 de maio, foi recebido informação que teria ocorrido um roubo ao Posto  do Bradesco em Rurópolis o qual fica localizado no centro da cidade próximo ao entroncamento das BRs 163 e Rod Transamazônica: Dados colhidos por agentes de inteligência de que 02 (dois) Indivíduos um Trajando Camisa Social azul e calça Jeans azul e sapato social, indivíduos moreno e estatura baixa, e outro trajando roupas não identificadas, os mesmo entraram na agencia como clientes por volta de 13:00hs e já dentro da Agencia anunciaram o assalto, e ali permaneceram até a hora da fuga, quando o primeiro indivíduo entrou que o Vigilante Rosivaldo olhou o mesmo anuncio o assalto apontando uma Pistola para o mesmo e dizendo perdeu, perdeu, recolhendo as armas dos Vigilantes 02 Revolver calibre 38, mandando  mesmo permanecer na porta e informar que estava sem sistema a quem chegasse, a ação e assim durou por quase duas horas a ação criminosa, após um determinado tempo os criminosos amarraram as pessoas ali presente são Elas: o Sr Jarinaldo (gerente da Agencia) Sra Pâmela (funcionaria) os Vigilantes Rosivaldo e Everton, e um cliente por nome de Vicente, os causadores pegaram a chave do Veiculo Fiat Fiesta Placa (NSY 4329) de Propriedade da Funcionária Pâmela e saíram em levando duas mochilas dos Vigilantes com valores não informado até o momento. Informo-vos para Conhecimento que o referido Posto do Bradesco em Rurópolis não possui sistema de Segurança tipo PORTA GIRATÓRIA COM DETECTOR DE METAL, nem CIRCUITO INTORNO DE CAPTURA DE…

Polícia identifica quatro suspeitos de participar de estupro coletivo no Rio

A Polícia Civil já identificou quatro homens suspeitos de terem participado do estupro de uma jovem de 16 anos, no fim de semana passado, no morro São José Operário, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio. De acordo com relato da jovem à polícia, ela teria sido estuprada por 33 homens na casa. Em depoimento à polícia, a adolescente contou que foi visitar o namorado em uma casa no alto da comunidade que era usada por homens ligados ao tráfico de drogas na região. Imagens postadas pelos supostos agressores no Twitter geraram indignação ao mostrarem a menina desacordada com órgãos genitais expostos. No vídeo, um homem admite: “uns 30 caras passaram por ela”.Dos quatro identificados até o momento, dois são suspeitos de terem divulgado as imagens nas redes sociais; um é o rapaz que tinha um relacionamento com a jovem; e o quarto identificado aparece no vídeo ao lado da garota. O Ministério Público do Rio (MPRJ), que acompanha o caso, através da 23ª Promotoria de Investigação Penal, informou que a Ouvidoria da instituição já recebeu cerca de 800 denúncias sobre os criminosos e que já encaminhou o material retirado das redes sociais para os órgãos de investigação do crime. Em nota, a Polícia Civil informa que a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) e a Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) estão trabalhando de forma integrada na investigação do crime. A Subchefia Operacional e o Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE) colocaram suas unidades à disposição para auxiliar na investigação. O…

Polícia investiga chacina de família em Brejo Grande do Araguaia

A Polícia Civil investiga as circunstâncias das mortes de quatro pessoas, três delas da mesma família, na noite de terça-feira (24), no interior da fazenda Santa Fé, no KM 85 da Rodovia Transamazônica, zona rural de Brejo Grande do Araguaia, sudeste paraense. As vítimas foram mortas com tiros de arma de fogo na cabeça, por volta das 19h, segundo o delegado Toni Vargas, responsável pelas investigações. Já existe uma linha de investigação quanto à motivação do crime, mas as informações do inquérito são mantidas sob sigilo para não prejudicar os trabalhos de apuração do caso.

As vítimas são o dono da fazenda, Atamir Nascimento de Souza; a esposa dele, Rita da Cruz Souza; o filho do casal Ronildo da Cruz Souza, e o vaqueiro da fazenda, Océlio Filho Ferreira de Sousa. Segundo o delegado, os corpos das vítimas foram encontrados dentro da casa da propriedade rural, caídos no chão. A partir da perícia do local do crime, explica ele, foram coletados materiais que podem ajudar no esclarecimento dos fatos.

Os corpos foram removidos ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, núcleo de Marabá, para serem periciados e depois ficarem à disposição para liberação, o que deve ocorrer nesta quinta-feira (26). O delegado já ouviu depoimentos, na quarta (25), na região, e dará prosseguimento à apuração das mortes. O inquérito tem prazo legal de até 30 dias para ser concluído.

Compartilhe: