Fazenda Cedro:Policia já indiciou 12 invasores por atos de vandalismo ninguém foi preso

 
Em mais um ataque nesta madrugada o grupo armado ateou fogo no laboratório de inseminação e baleou um policial
Policiais da Delegacia de Conflitos Agrários de Marabá e uma equipe do Centro de Perícias Científicas foram deslocados para a fazenda Cedro, localizada entre os municípios de Marabá e Parauapebas, com o objetivo de ouvir testemunhas e fazer o levantamento preliminar das informações acerca da invasão ocorrida à propriedade, na madrugada desta segunda-feira, 28.

Segundo informações da Polícia Militar, por volta de 1h30 de hoje um grupo de trabalhadores sem terra, armados com espingardas, invadiu o escritório, laboratórios e alojamentos dos funcionários da fazenda Cedro, localizada no quilômetro 40 da BR-155, após a Vila Sororo. Os “sem terra” expulsaram os funcionários e seus familiares, ateando fogo às dependências e saqueando os bens e móveis da fazenda, e queimaram veiculos. Acionada para atender a ocorrência, a guarnição da PM da Vila Sororo foi recebida a tiros pelos invasores.

Um policial foi atingido na perna, assim como o veículo da PM. O militar foi levado para o hospital municipal de Marabá com o apoio do Corpo de Bombeiros e passa bem. Uma guarnição do Grupamento Tático está dando apoio ao trabalho da polícia na fazenda, que já foi totalmente desocupada pelos militares.

Investigações – A Delegacia de Conflitos Agrários já fez 12 indiciamentos de invasores por atos de vandalismo, o que motivou, inclusive, a representação de prisões preventivas ao Judiciário. Contudo, até o momento nenhum desses pedidos foi concedidos.

Compartilhe:

MARABÁ 103 ANOS: 50 MIL PESSOAS SÃO ESPERADAS PARA CELEBRAR O ANIVERSÁRIO DA CIDADE

    NA PROGRAMAÇÃO TEM  MISSA CAMPAL COM DOM VITAL E BANDA ANJOS DE RESGATE NO SHOW CATÓLICO
Para os eventos que vão marcar o aniversario de 103 anos da Cidade de Marabá dia 5 de Genival Crescêncio, secretário municipal de cultura, tem a expectativa é que as festividades possam alcançar cerca de 50 mil pessoas, desde as atividades do palco onde serão realizados os grandes shows, além das programações que serão realizadas em Praças Públicas, Cine Marrocos e da Biblioteca Municipal.
Durante a programação a Vale vai apresentar a exposição Vale Celebrar, que vai circular por vários pontos de Marabá com fotos em homenagem a cidade.
Marabá vai ter ainda eventos como apresentação de danças, papo literário, festival de cinema e shows musicais. A agenda começa no dia 1.º de abril e vai até o dia 21.
Entre as atrações tem Aviões do Forró, dia 5, ponto alto da festa, no Palco Principal, na VP-08 à altura da Folha 28. O grupo Anjos de Resgate esta confirmado para animar o show católico no aniversario da cidade dia 3 de abril. A diocese de Marabá informa que na data ocorrerá missa campal que será celebrada pelo Bispo Dom Vital Corbelini as 19hs. E apresentações de bandas regionais.

Compartilhe:

Pioneira: Semsur promove Audiência Pública

A Prefeitura de Marabá, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), realiza audiência pública no próximo dia 31, das 17h30 às 21h, no auditório do Cine Marrocos, na Marabá Pioneira. O objetivo é ouvir e colher contribuições da população acerca das obras de reforma, ampliação e adequação às normas de acessibilidade na Praça São Félix de Valois, calçadas de canteiros centrais da Avenida Antônio Maia, Praça Duque de Caxias e Orla do Rio Tocantins.
Os interessados em se manifestar verbalmente durante a audiência podem se inscrever até às 18 horas do dia 30 no endereço eletrônico urbprojetos@gmail.com. Após esse prazo, inscrições no dia da audiência podem ser consideradas caso o tempo real para as manifestações não esteja completamente preenchido, considerando que cada pessoa inscrita terá cinco minutos para se manifestar.
O que prevê o projeto?
Na Avenida Antônio Maia as calçadas serão readequadas, com nivelamento e rebaixamento, implantação de rampas, revitalização dos canteiros centrais e restauração das condições de saúde das árvores. Será feito ainda o seccionamento, em determinados pontos, dos canteiros para dar condições de travessia de pedestres, com faixas.
As calçadas também receberão os pisos táteis a fim de dar condições aos deficientes visuais para que façam a locomoção independente. Haverá também a regulamentação da faixa de estacionamento, implantando um martelo urbanístico, conhecido como martelo urbano, para definir uma área de afastamento das esquinas, onde os veículos não podem estacionar.

Compartilhe:

Do Congresso em Foco

Arquivo da Odebrecht acusa MP de proteger políticos Análise da companhia diz que empreiteiras e outros fornecedores da Petrobras foram achacados desde a década de 1990 para financiar projetos de poder Divulgação Documento situa empreiteiras como vítimas da classe política Um documento apreendido pela Polícia Federal no escritório da empreiteira Odebrecht, no Rio de Janeiro, durante a 23ª fase daOperação Lava Jato, acusa procuradores do Ministério Público Federal (MPF) de proteger políticos com mandato para não perder a alçada das investigações e dos julgamentos em curso. A análise, feita para consumo interno da companhia, diz que os procuradores “querem julgar rapidamente os empresários como os responsáveis pelas mazelas da corrupção no país, tornando-se heróis da pátria, julgando somente uma parte do problema, como se esta fosse causa principal”. E deduz: “Talvez porque considerem que a verdadeira causa, que será julgada pelo STF, vai acabar em pizza”. Lista da Odebrecht é ainda maior e tem 316 nomes O documento com sete páginas e sem assinatura é parte de um exame mais extenso sobre a situação geral das empreiteiras. O texto acusa o MPF de adotar uma “interpretação corporativa e leviana, que só aborda um lado da questão” da corrupção no país. Disponibilizada pelo juiz Sérgio Moro, a peça não tem data ou timbre da Odebrecht. Junto com extratos bancários e uma listacom nomes de centenas de políticos de 24 partidos que receberam ajuda financeira da companhia, o texto foi resgatado no escritório de Benedicto Barbosa da Silva Júnior, diretor da Odebrecht, e faz parte do item…

Com milhões de assinaturas, “medidas contra corrupção” chegam ao Congresso

Com mais de 2 milhões de assinaturas colhidas em todas as regiões do País, o projeto 10 Medidas Contra a Corrupção, iniciativa do Ministério Público Federal, encerra mais uma etapa nesta terça-feira, 29, com a entrega das rubricas em cerimônia no Congresso Nacional. A campanha é coordenada pela Câmara de Combate à Corrupção da Procuradoria e foi lançada em 27 de julho de 2015. Com o suporte das ruas e o trabalho de voluntários em todo o País, em sete meses o 10 Medidas superou a marca de 1,5 milhão de adesões necessárias para que a campanha pudesse ser apresentada ao Parlamento como um Projeto de Lei de Iniciativa Popular, a exemplo do que ocorreu com a Lei da Ficha Limpa.

O projeto, sem vínculo partidário, propõe mudanças na legislação para coibir e punir com mais rigor os crimes de corrupção. De acordo com a Procuradoria, a campanha abrange cerca de 20 projetos de lei que já existem, mas que se arrastam ou estão parados no Congresso. O projeto contempla medidas como a criminalização do enriquecimento ilícito, o aumento das penas para corrupção de altos valores, a reforma no sistema de prescrição penal, a celeridade nas ações de improbidade administrativa, a responsabilização dos partidos políticos e a criminalização do caixa 2. Por ano, calcula o Ministério Público Federal, a corrupção provoca perdas de pelo menos R$ 200 bilhões para o País.

Compartilhe:

Mais de 150 concursos abertos reúnem 27 mil vagas em todo o país

  Cargos são em todos os níveis de escolaridade. Pelo o menos 155 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (28) e reúnem 27.010 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 27.500,17 no Tribunal de Justiça Militar de São Paulo. Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso. Os órgãos que abrem inscrições para 1.076 vagas nesta segunda são os seguintes: Companhia Pernambucana de Gás (Copergás), Eletrobras Distribuição Rondônia, Prefeitura de Arantina (MG), Prefeitura de Borba (AM), Prefeitura de Cotriguaçu (MT), Prefeitura de Leopoldina (MG), Prefeitura de Oliveira (MG), Prefeitura de Santa Cruz das Palmeiras (SP), Prefeitura de Santo Antônio da Patrulha (RS), Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Itapira (SP), Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Lourenço (MG) e Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Instituição/Órgão Prazo Vagas Salário máximo Escolaridade Local de trabalho Edital Câmara Municipal de Arcoverde (PE) 08/05/16 18 R$ 2.465,25 níveis fundamental e médio Arcoverde (PE) veja edital Câmara Municipal de Estreito (MA) 31/03/16 17 R$ 5.000 todos os níveis Estreito (MA) veja edital Câmara Municipal de Louveira (SP) 07/04/16 16 R$ 5.537 todos os níveis Louveira (SP) veja edital Câmara de Porto Nacional (TO) 16/04/16 23 R$ 3.651,92 todos os níveis Porto Nacional (TO) veja edital Câmara Municipal de Rio Branco 18/04/16 24 R$ 11.488,57 níveis médio e superior Rio Branco veja edital Câmara…

Abril vermelho

SEM  TERRA  ATACAM FAZENDO CEDRO TOCAM FOGO NO LABORATÓRIO DE INSEMINAÇÃO E NO ESCRITÓRIO E ATIRA EM VIATURA DA PM UM POLICIAL FOI BALEADO NA AÇÃO CRIMINOSA. Os sem terras adentraram o interior da fazenda Cedro por volta da meia noite deste domingo 27/03, e incendiaram veículos na área do escritório e laboratório de inseminação. Segundo major Wilson subcomandante do 4ª batalhão de policia militar de Marabá, os assentados provocaram vários danos no móvel, e efetuaram disparos com arma de fogo, contra  a viatura 0429 da policia da militar na Vila Sororó. Um dos projeteis atingiu a panturrilha do cabo Viana, ele já recebeu atendimento médico, e esta fora de perigo. Equipes (GTO) grupo tático operacional,(DECA) delegacia de conflitos agrários estão investigando o ataque, peritos do instituto Renato Chaves vão realizar perecia no local, para tentar prender aos autores do crime.

Compartilhe:

Atentado no Paquistão deixa 72, incluindo 29 crianças

As autoridades paquistanesas elevaram hoje (28) para 72 o número de mortos no atentado suicida deste domingo na cidade de Lahore, no Leste do país.

Zaeem Qadri, porta-voz do governo da província de Punjab, da qual Lahore é capital, afirmou que entre os mortos estão 29 crianças. Mais 315 pessoas ficaram feridas no atentado, no parque público Gulshan-i-Iqbal, acrescentou o porta-voz, citado pela agência oficial chinesa Xinhua.

Zaeem Qadri informou ainda que já foram identificadas 54 vítimas, cujos corpos foram entregues aos familiares.

O atentado, cuja autoria foi reivindicada pelo grupo talibã Jamaat ul Ahrar, foi praticado por um homem-bomba de 28 anos, procedente da cidade de Muzaffargarh, pertencente a Punjab.

O suicida entrou no parque e acionou o explosivo que tinha no corpo, perto da área de jogos para crianças, por isso a maior parte das vítimas é formada por crianças e mulheres, disse um integrante da administração da cidade, Mohammad Usman, acrescentando que o número de vítimas pode ser maior.

O ministro-chefe de Punjab, Shahbaz Sharif, anunciou três dias de luto e disse que todos os edifícios governamentais da província vão colocar a Bandeira Nacional a meio-mastro.

Fonte: Agência Lusa

Compartilhe:

Independente goleia o Águia no Navegantão

O Independente venceu na tarde deste domingo o Águia por 3 a 0, no estádio Navegantão, em Tucuruí, e garantiu sua primeira vitória no returno do Campeonato Paraense 2016. A partida foi válida pela terceira rodada do turno da competição.
Ainda no primeiro tempo, Dudu abriu o placar para o Galo Elétrico, aos 47 minutos. Já no segundo tempo, o Independente deslanchou na partida. Aos 15’, Fabrício marcou o segundo em cobrança de penalidade. Já aos 31’, Dudu fez o terceiro gol.

A partida deste domingo contou com 680 pagantes, registrando uma renda de R$ 10.100,00.

Com o resultado, o Independente chegou aos chegou aos cinco pontos e assumiu a vice-liderança da chave A2. Já o Águia é o lanterna do grupo A1, com apenas um ponto.

No próximo sábado, o Independente encara o Cametá, no estádio Parque do Bacurau. Já o Águia retorna a campo no mesmo dia para enfrentar o Paragominas.
Placar
São Francisco 2 x 1 São Raimundo, Paragominas 0 x 1 Parauapebas, Independente 3 x 0 Águia e Tapajós 1 x 0 Remo.

Classificação
Grupo A: Parauapebas 5, São Francisco, 4, Cametá 3, Remo 2, e Águia, 1.
Grupo B: São Raimundo 6, Independente , Paragominas e Tapajós 4, e Paysandu, 2.

Próximos jogos
Quarta-feira (30), Paysandu x Cametá. Sábado (02-04), Cametá x Independente, Parauapebas x São Raimundo e Paragominas x Águia. Domingo (03-04) Paysandu x Remo e Tapajós x São Francisco.

Compartilhe:

Lava Jato está “apaixonada” e ameaçada por excessos, diz ex-delegado da PF

O delegado federal aposentado José Pinto de Luna, que tem no currículo casos como a prisão do juiz Nicolau dos Santos Neto, o flagrante do dinheiro na cueca do então deputado federal José Guimarães (PT-CE) — irmão do ex- deputado federal José Genoino — e as investigações da morte do prefeito Celso Daniel, de Santo André (SP), faz várias críticas ao andamento da Operação Lava Jato, onde vê excessos e uma atuação “apaixonada” que poderia produzir a anulação de algumas provas. “Anular provas na Justiça não é incomum. A Lava Jato corre risco. Existem várias condenações já feitas, mas existem outras instâncias. Nada é absoluto em primeira instância”, cita. Luna chegou a se filiar ao PT em 2010, candidatou-se a deputado federal por Alagoas, mas não se elegeu e deixou o partido em outubro de 2015. Hoje, filiado ao Solidariedade, está em modo “stand by” na política. Em mais de duas décadas de investigações, garante que nunca sofreu interferências políticas em seus inquéritos — nem na era PT, nem na era PSDB. “Não há espaço. Isso foi uma doutrina muito boa que fizemos”, conta. Foi também superintendente da PF (Polícia Federal) em Alagoas — onde se aposentou em 2010 — e comandou a operação Taturana, em 2009, que descobriu um esquema de desvio da Assembleia Legislativa que teria desviado R$ 302 milhões dos cofres públicos. Veja os principais pontos da entrevista do delegado aposentado: Ônus e bônus da investigação Eu penso que a Lava Jato é uma operação tal qual tantas outras que a PF já desenvolveu, só…