Semed reúne gestores escolares

A reunião aconteceu ontem, terça feira (15), no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e contou com participação de todos os gestores das escolas municipais da zona urbana. A programação abordou cinco assuntos: Gestão, Ensino, Recursos Humanos, Núcleo de Gestão e Planejamento e Infraestrutura.

Pedro Souza destacou o diálogo que se deve manter entre a equipe gestora da escola com a comunidade e enfatizou sobre a qualidade de serviços no atendimento a essa comunidade.

A professora Florípes do Amaral, diretora de Ensino da Semed lembrou aos gestores sobre a finalização do Censo Escolar 2015, a entrega das estatísticas bimestrais e dos Jogos Estudantis Marabaenses, além de informá-los sobre a Formação Continuada que acontece durante todo o ano letivo.

O Núcleo de Gestão destacou os programas que vêm sendo desenvolvidos nas escolas, como o Mais Educação, Mais Cultura, Portas Abertas, Atleta na Escola, Escola Sustentável e Escola Acessível, além de lembrar sobre a prestação de contas dos programas.

Por último, os gestores solicitaram serviços de manutenção nos prédios e foram informados que vêm sendo organizado um cronograma de atendimento, priorizando os prédios que serão inaugurados. (Texto: Victor Haôr/Fotos Magno D’Leon)

Compartilhe:

Alunos do Projovem doam sangue

Na última semana, no encerramento das comemorações pelo Dia Internacional da Mulher, os alunos e coordenadores do Projovem Urbano, da Secretaria Municipal de Educação (Semed) visitaram o Hemopa Marabá durante a ação que faz parte do Curso de Qualificação Profissional no Arco da Saúde, que passa uma visão sobre como o profissional deve se comportar no ambiente de saúde.

O curso permite aos alunos conhecerem a rotina desse importante órgão responsável por coletar, armazenar e distribuir sangue. Alguns alunos aproveitaram para contribuir fazendo doações.

Urbano

O ProJovem Urbano destina-se a jovens de 18 a 29 anos que, apesar de alfabetizados, não concluíram o Ensino Fundamental. Os jovens participam de um curso com duração de 18 meses ininterruptos, com carga horária de duas mil horas.

O Projeto Pedagógico Integrado (PPI) prevê a articulação de três dimensões: a formação básica no Ensino Fundamental por meio da modalidade de Educação de Jovens e Adultos; a qualificação profissional inicial composta de formação técnica geral e de formação técnica específica; e a formação para a participação cidadã. Os jovens recebem um auxílio de R$ 100 por mês condicionado a 75% de frequência nas atividades presenciais e a entrega de trabalhos pedagógicos

Compartilhe:

FHC diz que ‘é um erro’ e ‘escandaloso’ Lula ser nomeado para Casa Civil

a Folha de S. Paulo

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou que “é um erro do ponto de vista da organização do governo” e “escandaloso” o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ser nomeado ministro-chefe da Casa Civil do governo Dilma Rousseff.

FHC foi ovacionado pela plateia formada em sua maioria por corretores quando, ao responder uma pergunta sobre infraestrutura, afirmou que não é possível dirigir o país sendo analfabeto, numa referência ao ex-presidente Lula, que concluiu o ginásio e se formou em um curso técnico de torneiro mecânico pelo Senai.

“Tem que ter cabeça nova, não é só ser político, é preciso conhecimento. Conhecimento é fundamental. Você não pode dirigir esse país sendo analfabeto. Não dá”, afirmou o tucano, em evento da seguradora Tokio Marine, na manhã desta quarta-feira (16).

Leia Mais »

Compartilhe:

Comentários (2) Lula enfrenta a maldição da Casa Civil

Lauro Jardim, O Globo

Lula, admita-se, é corajoso. Vai enfrentar a maldição da Casa Civil que ronda os governos petistas. Desde 2003, não há ocupante do cargo que tenha saído ileso de escândalos enquanto ocupava a pasta.

A começar por José Dirceu, que está preso. Foi substituído por Dilma.

Em seguida, Erenice Guerra e Palocci deixaram o cargo após denúncias.

Os sucessores, Gleisi Hoffmann, Aloizio Mercadante e Jaques Wagner, foram todos citados na Lava-Jato.

Bem, talvez Lula não seja exatamente corajoso. Afinal, ele entra na Casa Civil em condição peculiar — já está investigado na Lava-Jato.

Compartilhe:

Com entrada de Lula, Dilma cede e planeja reforma ministerial

da Folha de S. Paulo

Como condição imposta pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para assumir o Ministério da Casa Civil, a presidente Dilma Rousseff discute uma nova reforma ministerial.

As alterações podem envolver pastas como Comunicação Social, Esporte, Educação, Relações Exteriores e até mesmo a chefia do Banco Central.

O objetivo é acomodar aliados do petista e promover mudanças que deem novo fôlego ao governo federal diante da possibilidade de abertura do processo de impeachment.

Antes de promover as alterações, a presidente realizará uma espécie de análise da fidelidade da base aliada. A intenção é ponderar qual é a base real de apoio ao governo federal e, assim, redimensionar os atuais espaços dos partidos na Esplanada dos Ministérios.

Compartilhe:

Coronel Araújo oficializa filiação no PMDB nesta quarta feira

Coordenadora do Bolsa Família entrega o cargo para disputar cargo eletivo

Eleições 2016: A janela partidária vai até a sexta-feira, dia 18.Até lá continua o troca-troca de partido para quem vai disputar cargos eletivos nas eleições de outubro. O vereador Antônio Araújo, Coronel Araújo, líder do governo na Câmara já decidiu desembarcar do Pros e se filiou no PMDB. Logo mais às 19h, na sede do partido na 7 de junho, na Marabá Pioneira, ocorrerá uma solenidade que oficializa a filiação do vereador Araújo no PMDB.A informação é do presidente do diretório municipal, deputado João Chamon.

Em relação ao prefeito João Salame, ele ainda faz análise dos convites que tem recebido de diversas siglas. A informação é que as conversas estão bastante avançadas com o PMDB e deve decidir até sexta.
Coordenadora do Bolsa Família entrega o cargo para disputar cargo eletivo
Priscila Veloso ficou três anos à frente do Bolsa Família e ainda não tem informação de quem será sua substituta.Ela não decidiu o partido que vai se filiar, como não tem mandato, ela tem até o dia 2 de abril para decidir em que partido vai se filiar.

Compartilhe:

STF julga hoje recurso de Cunha contra rito do impeachment

O Supremo Tribunal Federal (STF) julga hoje (16) o recurso no qual o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pretende modificar o julgamento sobre as regras de tramitação do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, definidas em dezembro do ano passado. O recurso de Cunha chegou ao Supremo no dia 1º de fevereiro, antes da publicação do acórdão, que ocorreu na semana passada. Cunha voltou a defender votação secreta para eleição da comissão e a obrigatoriedade do Senado de dar prosseguimento ao processo de impeachment. Segundo o presidente, ao aceitar recurso do PCdoB, que questionou a validade do rito do impeachment adotado por ele, o STF interferiu no funcionamento interno da Casa e restringiu direitos dos parlamentares. Em dezembro, o Supremo decidiu invalidar a eleição da chapa avulsa integrada por deputados de oposição ao governo, para formação da comissão especial da Câmara dos Deputados que conduzirá o processo. Chapa Alternativa e Voto Aberto No julgamento, os ministros Luís Roberto Barroso, Teori Zavascki, Rosa Weber, Carmen Lúcia, Marco Aurélio, Ricardo Lewandowski e Luiz Fux decidiram invalidar a eleição da chapa alternativa, feita por voto secreto, no dia 8 de dezembro. Para os ministros, mesmo se tratando de eleição sobre assunto interno da Câmara, o procedimento deve ser aberto, como ocorre nas votações de projetos de lei, por exemplo, e com formação por meio de indicações pelos líderes partidários e não por chapa alternativa. Autonomia do Senado O STF decidiu que o Senado não é obrigado a dar prosseguimento ao processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Dessa forma, se o…

MARABÁ:PASSAGEIRO É MORTO A TIROS DENTRO DE UMA VAN

Flávio Silva do Carmo, natural de Palestina do Pará, foi executado no interior de um micro-ônibus que seguia de São João do Araguaia para Marabá. De acordo com informações da Polícia Civil, o assassinato ocorreu nas proximidades da estrada vicinal de acesso à Ponta de Pedras, no município de São João do Araguaia.

As informações da polícia são de que o criminoso não identificado entrou no micro-ônibus e alguns quilômetros adiante teria atirado da vítima que morreu na hora. Após cometer o crime, o criminoso desceu do micro-ônibus fugindo em seguida. O caso está sendo investigado pela Polícia.

Compartilhe:

Senador Aécio Neves recebeu propina de Furnas, diz Delcídio em delação premiada

Em um dos termos de sua delação premiada, o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) afirmou que o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), recebeu propina de Furnas, empresa de economia mista subsidiária da Eletrobras.

A declaração de Delcídio confirmou depoimento prestado pelo doleiro Alberto Youssef, que também afirmou que Aécio recebia propina de Furnas, mas não houve abertura de inquérito para investigar o caso. As informações são da Folha de S.Paulo.

“Questionado ao depoente quem teria recebido valores de Furnas, o depoente disse que não sabe precisar, mas sabe que Dimas [Toledo, ex-presidente de Furnas] operacionalizava pagamentos e um dos beneficiários dos valores ilícitos sem dúvida foi Aécio Neves”, disse Delcídio.

Ele afirmou ainda que o ex-líder do PP na Câmara José Janene, morto em 2010, também recebia dinheiro de Furnas.

AQUI para ler o restante do artigo

Compartilhe:

Delcídio diz que Mercadante ofereceu ajuda financeira para evitar delação

Folha de S. Paulo

O senador Delcídio do Amaral (PT-MS) entregou gravações à PGR (Procuradoria-Geral da República) de conversas de um de seus assessores com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, na qual ele tenta evitar a delação de Delcídio, oferecendo ajuda financeira e lobby junto ao STF (Supremo Tribunal Federal) para sua soltura.

A ofensiva de Mercadante foi relatada por Delcídio no quinto termo de depoimento de sua colaboração premiada, homologada nesta terça-feira (15), ao qual a Folha teve acesso.

A informação foi antecipada pela revista “Veja”.

Leia a íntegra da delação: Continue lendo

Compartilhe: