Parauapebas anuncia 10 jogadores de fora do estado

Atrasado com o início da pré-temporada, a diretoria do Parauapebas corre contra o tempo para anunciar as contratações para a disputa do Campeonato Paraense. Na manhã desta sexta-feira, o técnico Sinomar Naves confirmou a contratação de 10 jogadores para o elenco.

Entre eles está o goleiro Jorge Miguel, com passagens por Santa Cruz de Cuiarana e CSA, os laterais João Rodrigo, ex-Nacional-AM, Getúlio, ex-São Raimundo-AM, e Carlos Alexandre, ex-Pelotas; o zagueiro Yuri, ex-Cene; os volantes Nando e Bruno Potiguar, ex-Nacional-AM; e Anderson Pedra, ex-Treze; além do meia Eder, ex-Campinense; e o atacante Jonatan, ex-Sertãozinho.

Durante a semana, o técnico Sinomar Naves realizou uma peneirada em Parauapebas e selecionou três jogadores que farão parte do elenco e que serão aproveitados para o estadual. São eles: o goleiro Israel, o zagueiro Ronald e o meia Jefferson.

De acordo com o comandante do Trem de Ferro, mais dois jogadores ainda devem ser anunciando durante a próxima semana. Os nomes são mantidos em sigilos para não atrapalhar as negociações.

Compartilhe:

Águia empata amistoso contra o Imperatriz no Maranhão

O Águia de Marabá realizou na noite deste sábado (16) no EstádioPedro Maranhão na cidade de Açailândia-MA, o seu primeiro jogo amistoso antes da estreia noCampeonato Paraense 2016 contra o Remo no dia 31 de janeiro

O time comandado por João Galvão enfrentou o Imperatriz e ficou no  empatou em 1×1. Os gols dapartida foram marcados por Anderson aos 23minutos do primeiro tempo para a equipe do Imperatriz, enquanto Léo Rosa(foto) empatou para o Águia aos 27 minutos do segundo tempo.

 

Compartilhe:

Traficante El Chapo fez cirurgia para melhorar desempenho sexual, diz jornal

Após a prisão de Joaquín “El Chapo” Guzmán Loera na última semana, um dos traficantes mais procurados do planeta, não param de surgir histórias sobre sua vida. O mais recente rumor diz que El Chapo fez uma cirurgia para melhorar seu desempenho sexual. O procedimento teria sido feito em um hospital de Tijuana, uma cidade mexicana ao sul da Califórnia. As informações são do jornal mexicano “Reforma”.

Autoridades do país afirmaram que recuperaram na propriedade do traficante testosterona injetável, anti-inflamatórios e medicação prescrita para melhorar o desempenho sexual. Uma fonte revelou ao “Reforma” que El Chapo só saiu de seu esconderijo uma só vez para ir a Tijuana com o objetivo de corrigir seu problema de disfunção erétil. Isso teria ocorrido entre setembro e outubro do ano passado

“El Chapo passou por uma verificação completa no médico que revelou cicatrizes em suas costas, pênis e testículos, onde médicos colocaram um implante especial que melhora a circulação do sangue”, descreve o jornal.

Aos 57 anos, El Chapo era apontado pela polícia mexicana como chefe do cartel de Sinaloa. Ele fugiu da prisão de segurança máxima em julho do ano passado, pela segunda vez, escapando através de um túnel de mais de um quilômetro a partir de sua cela, apesar de ser monitorado 24 horas por dia por câmeras de segurança.

Compartilhe:

Bom dia

Duas apostas levam prêmio de R$ 25 milhões da Mega-Sena; veja dezenas
Duas apostas vão dividir o prêmio de R$ 25,3 milhões do concurso 1.781 da Mega-Sena, realizado neste sábado em Serra (ES). Os bilhetes que acertaram as seis dezenas são de Manaus (AM) e de Prata (MG).
As dezenas sorteadas foram: 01 – 08 – 22 – 49 – 52 – 53

Cada um dos ganhadores da sena vai receber R$ 12,6 milhões. Este foi o quinto sorteio de 2016 e, até agora, ninguém havia acertado seis dezenas.
Outras 54 apostas acertaram cinco números e vão ganhar R$ 44,7 mil cada. Mais 3.941 apostas fizeram a quadra e devem receber R$ 875,37 cada.

Compartilhe:

Advogados publicam carta aberta com críticas à Lava Jato

Mais de cem advogados publicaram em diversos jornais do país, uma carta aberta em que criticam a Operação Lava Jato. O grupo inicia o documento dizendo que a operação ocupa um lugar de destaque na história do país “no plano do desrespeito a direitos e garantias fundamentais dos acusados”. “Nunca houve um caso penal em que as violações às regras mínimas para um justo processo estejam ocorrendo em relação a um número tão grande de réus e de forma tão sistemática, afirmam. E citam desrespeito a questões como a presunção de inocência, alegam que há um desvirtuamento do uso da prisão provisória e vazamento seletivo de documentos e informações. “O menoscabo à presunção de inocência, ao direito de defesa, à garantia da imparcialidade da jurisdição e ao princípio do juiz natural, o desvirtuamento do uso da prisão provisória, o vazamento seletivo de documentos e informações sigilosas, a sonegação de documentos às defesas dos acusados, a execração pública dos réus e a violação às prerrogativas da advocacia, dentre outros graves vícios, estão se consolidando como marca da Lava Jato, com consequências nefastas para o presente e o futuro da justiça criminal brasileira”, diz o texto. Na carta, os advogados alegam que nos últimos tempos o que se tem visto é uma espécie de “inquisição” em que já se sabe, antes mesmo antes de começarem os processos, qual será o seu resultado e que as etapas dos processos apenas cumprem formalidades. O grupo alega que a prisão provisória vem sendo usada para forçar a celebração de delações…

Manchetes deste domingo

Diário do Pará: Jatene  Recebeu mais de $ 2 mi de empresas da lava
O Liberal: Região Chega a 3 mil crianças de o a 3 anos esperando por cheche
 
O Globo: Montadoras param 50% da linha de produção
-Folha: Irã cumpre pacto nuclear e sanções são revogadas
-Correio Braziliense: Elite formada na UNB dá as cartas no BC
-Estado de Minas: O cuidado que o país não teve
-Estadão: PP desviou R$ 358 milhões da Petrobras, diz Janot
-Zero Hora: Quando o perigo mora dentro de casa

Compartilhe:

São Félix do Xingu: Famílias terão 30 dias para deixar reserva Apyterewa

As famílias que ocupam a reserva indígena Apyterewa, no município de São Félix do Xingu, sul do Pará, já estão sendo notificadas sobre a decisão judicial que determinou a reintegração de posse da área.

De acordo com a prefeitura do município, mais de duas mil pessoas vivem em áreas da reserva. Na área existe também um assentamento, com 200 pessoas não indígenas que deverão sair da terra.

A operação está sendo realizada pela Fundação Nacional do Índio (Funai), em parceria com o Exército, Força Nacional, Ibama e o Incra.

A terra indígena Apyterewa, é um território de ocupação tradicional do povo Parakanã, que foi homologado por decreto presidencial, em 2007. Mas, atualmente, apenas 20% da área de mais de 700 mil hectares está sob a posse plena dos indígenas

Compartilhe: