PEDRAL DE LOURENÇO: Fique por dentro doTrâmite da Obra

 

O ministro Helder Barbalho  explica que trâmite da obra pedral de lourenços após o leilão onde uma empresa se habilitou para fazer a obra do derrocamento do Pedral de Lourenço, em 40 dias o contrato estará assinado com o Governo Federal .

” Como foi RDC agora será feito projeto executivo,depois licenciamento e em seguida obra de fato” disse o Ministro .A previsão é que no final de 2017 esteja tudo concluído.

Compartilhe:

Classificação do Campeonato Paraense e os jogos das semifinais

POS TIMES PG J V E D GP GC SG AP CLASSIFICAÇÃO GERAL 1° Paysandu 12 4 4 0 0 13 3 10 100.0 2° Remo 9 4 3 0 1 10 6 4 75.0 3° Águia 7 4 2 1 1 8 6 2 58.3 4° São Francisco 7 4 2 1 1 5 3 2 58.3 5° Independente 7 4 2 1 1 7 6 1 58.3 6° São Raimundo 5 4 1 2 1 9 11 -2 41.7 7° Cametá 3 4 1 0 3 4 7 -3 25.0 8° Paragominas 3 4 1 0 3 6 10 -4 25.0 9° Parauapebas 3 4 1 0 3 3 8 -5 25.0 10° Tapajós 1 4 0 1 3 5 10 -5 8.3   1 TURNO – GRUPO “A1” POS TIMES PG J V E D GP GC SG AP 1° Remo 9 4 3 0 1 10 6 4 75.0 2° Águia 7 4 2 1 1 8 6 2 58.3 3° São Francisco 7 4 2 1 1 5 3 2 58.3 4° Cametá 3 4 1 0 3 4 7 -3 25.0 5° Parauapebas 3 4 1 0 3 3 8 -5 25.0 1 TURNO – GRUPO “A2” 1° Paysandu 12 4 3 0 0 13 3 10 100.0 2° Independente 7 4 2 1 1 7 6 1 58.3 3° São Raimundo 5 4 1 2 1 9 11 -2 41.7 4° Paragominas 3 4 1 0 3 6 10 -4 25.0 5° Tapajós 1 4 0 1 3…

MARABÁ: Promotoria participa de reunião emergencial sobre conflito agrário

 

 
Promotoria de Justiça Agrária de Marabá, representada pela promotora Jane Cleide Silva Souza, participou hoje (17) de reunião emergencial sobre o Conflito Agrário da Fazenda Cedro, no município marabaense. O evento ocorreu no salão do Júri do Forum local e foi fruto de encaminhamento conjunto da Promotoria e da Vara Agrária.
Participaram o Ouvidor Agrário Nacional, os integrantes da Comissão Nacional de Combate à Violência no campo, o coordenador Estadual do Movimento Sem Terra (MST), a Comissão Pastoral da Terra (CPT), os advogados do Grupo Santa Barbara, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), além de representantes do CME, Policia Militar, Policia Civil e Deca.

“A reunião teve por meta definir encaminhamentos administrativos para despontencializar o conflito na área, em razão da tensão criada pela ocupação que já se prolonga há anos, bem como pelo fato de haver uma ordem de liminar de reintegração pendente de cumprimento”, afirmou Jane Cleide.
 

 

Compartilhe:

Prefeitura asfalta Rua Principal da Folha 33

As obras de pavimentação avançam na Folha 33, Nova Marabá. A Rua Principal do bairro foi asfaltada no último sábado (13) e agora está recebendo os serviços de meio-fio e sarjeta. O asfalto da rua era uma reivindicação antiga dos moradores, uma vez que, por conta do grande tráfego de veículos pesados, a rua se deteriorava mais a cada dia. Para resolver os problemas de alagamentos da via, também foi realizada a drenagem e colocadas manilhas de 60 centímetros de diâmetro. Há 10 anos morando na Quadra 24, a dona de casa Lucimara Barros de Souza, 28 anos, está muito feliz com os executados pela prefeitura. “Está muito bom, porque antes aqui nessa Rua Principal era só esgoto a céu aberto, exalava mau cheiro, agora melhorou 100%”, disse. Quem também está feliz com o asfalto é a estudante Larissa Assunção, 18 anos, que mora com os pais na Folha 33. “Quando estavam fazendo a drenagem estava ruim pra gente, mas agora, vendo tudo pavimentado, a gente percebe que ter esperado valeu a pena”, comemora. Em outra rua, que apresentou problemas na pavimentação, a empresa responsável pelos serviços foi notificada pela prefeitura e já concluiu os reparos. Segundo o engenheiro Marcelo Brito, coordenador de fiscalização da Secretaria de Viações e Obras Públicas (Sevop), a empresa contratada para executar a pavimentação é responsável para corrigir os problemas apresentados na obra durante cinco anos. “De acordo com o Artigo 618, do Código Civil, a empresa contratada é responsável pela solidez e segurança do trabalho, assim em razão dos…

Combate à dengue

A sessão da última terça-feira da Câmara Municipal de Marabá teve assuntos relevantes em sua pauta.
Uma proposição criativa foi apresentada pelo Vereador Ilker Moraes para diminuir as incidências de casos relacionados ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika.
De acordo com a proposta, o cultivo da citronela no perímetro urbano, repele o mosquito e a planta crotalária atrai libélulas, que põe seus ovos em água parada e limpa, como o Aedes. As larvas da libélula se alimentam das larvas do Aedes Aegypti.
A ideia é bem-vinda em um período de muitos casos registrados de pessoas doentes por causa do Aedes Aegypti e deve ser uma importante ferramenta no combate à proliferação do mosquito.
Esporte em pauta
O Vereador Ilker Moraes também propôs que Marabá tenha um Fundo Municipal de Esporte e Lazer para que mais eventos e práticas relacionadas possam ser realizadas, o que é necessário no município, que tem histórica falta do poder público no que se refere ao incentivo esportivo.
Para dar total credibilidade à solicitação, o vereador também apresentou proposição para que seja criado um Conselho Municipal de Esporte e Lazer, para gerir o Fundo e criar novas oportunidades de investimento de qualidade para a área.

Compartilhe:

S11D: começam os primeiros testes de equipamentos

Maior projeto de mineração da história da Vale, o S11D entra em operação no segundo semestre e vai produzir 90 milhões de toneladas de minério de ferro Os primeiros testes do Projeto S11D, maior projeto de mineração da história da Vale, no Sudeste do Pará, já estão em andamento. No fim de janeiro, o Transportador de Correia de Longa Distância (TCLD), com 9,5 quilômetros de extensão, foi ligado – energizado, na linguagem técnica. O TCLD integra uma das principais soluções tecnológicas do projeto, o sistema truckless, composto ainda por escavadeiras e britadores, que vem a substituir os caminhões fora de estrada e irá permitir reduzir em 70% o consumo de diesel e em 50% as emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE).. No ramal ferroviário, que  ligará o S11D à Estrada de Ferro Carajás (EFC), 23 quilômetros de linha férrea estão em fase de alinhamento. Trens de construção já operam no transporte de trilhos e dormentes para a montagem da grade ferroviária nos demais trechos. O ramal terá 101 quilômetros de extensão e o fim das obras está previsto para agosto. Da EFC, o minério de S11D será transportado até o Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, em São Luís (MA), de onde será embarcado e exportado para os principais clientes da Vale no mundo. minério de ferro de S11D será lavrado a céu aberto e transportado da mina até a usina por meio de um Transportador de Correia de Longa Distância. Os testes no TCLD fazem parte da etapa de comissionamento e permitem avaliar…

Águia vence o Fast por 3 a 0 e reforça campanha contra a Zica do Exército em Marabá

O Águia precisou apenas do primeiro tempo para construir a vitória sobre o Fast e garantir a classificação para a primeira fase da Copa Verde. Em jogo de volta da fase preliminar, nesta quarta à noite, no estádio Zinho Oliveira, o Azulão venceu o time amazonense por 3 a 0. Destaque ficou por conta do meia Flamel, que marcou dois gols. O terceiro foi marcado por Joãozinho.

Águia 1 x 0: Flamel 12′ 1º
Águia 2 x 0: Joãozinho 14′ 1º
Águia 3 x 0: Flamel 32′ 1º

Compartilhe: