Vídeo registra refém usado como escudo após assalto a banco no Pará

Bando fugiu com reféns após assalto ocorrido nesta terça, 26. Três reféns foram liberados. Ninguém foi preso até o momento.
Um vídeo feito em um aparelho de telefone de celular registrou a fuga de bandidos após o assalto a uma agência bancária no município de Nova Esperança do Piriá, no nordeste do Pará, no fim da manhã desta terça-feira (26). Um refém, apontado pela Polícia Civil como o gerente da agência, foi usado como escudo no veículo da fuga. O G1 procurou a assessoria do banco Bradesco, que informou que não irá comentar o assunto.

Segundo a Polícia Civil, o grupo armado invadiu a agência e, durante a fuga, um homem foi baleado em uma troca de tiros entre assaltantes e policiais. Ele foi encaminhado para o município de Castanhal. Além do gerente, dois seguranças da agência também foram levados como reféns. Os três foram liberados durante a fuga.

Policiais militares de cidades vizinhas foram deslocados para o município para ajudar a localizar os bandidos. A Polícia Civil também enviou 25 homens para ajudar nas buscas e nas investigações. Segundo o investigador Eduardo Cobra, o bando teria fugido em direção à cidade de Paragominas, no sudeste paraense. Ninguém foi preso até a noite desta terça.

http://g1.globo.com/pa/para/noticia/2016/01/video-registra-refem-usado-como-escudo-apos-assalto-banco-no-para.html

Postad

Compartilhe:

Governo lança campanha com foco na saúde da população trans

O Ministério da Saúde lançou hoje (27) campanha informativa com foco na saúde integral, atendimento humanizado e respeito as travestis, mulheres transexuais e homens trans. “Cuidar bem da saúde de cada um faz bem para todos. Faz bem para o Brasil” é o tema do movimento, que pretende informar à sociedade, em especial profissionais de saúde, sobre garantias ao atendimento considerando as especificidades de saúde dessa população. A campanha foi desenvolvida em parceria com o Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos e faz alusão ao Dia da Visibilidade Trans, comemorado em 29 de janeiro. Segundo o Ministério da Saúde, serão distribuídas 200 mil cartilhas, que enfatizam o direito de todos à saúde com respeito e sem discriminação. O material também aborda orientações aos profissionais no acolhimento à população trans, entre elas a que travestis e mulheres transexuais têm indicação a exames para prevenção de próstata e homens trans podem necessitar de atendimento ginecológico. O direito ao uso do nome social no SUS, garantido desde 2012 pela Portaria 1.820, do Ministério da Saúde, e os cuidados à saúde, em especial no que se refere ao processo transexualizador, também são temas abordados nos materiais. Até setembro do ano passado havia 1,3 milhão de usuários cadastrados com nome social, o que abrange a população trans e pessoas que utilizam apelidos ou nomes artísticos. Também foi lançado hoje o livro Transexualidade e Travestilidade na Saúde, que apresenta uma coletânea de artigos, com foco no desafio da promoção da equidade em saúde para a população de…

Brasil tem 21 das 50 cidades mais violentas do mundo. Veja a lista

O Brasil é o país com o maior número de cidades entre as mais violentas do mundo em 2015, de acordo com estudo realizado pela ONG mexicana. O levantamento, publicado nesta segunda-feira (25), relacionou 21 cidades brasileiras entre as mais violentas em todo o globo. Das 50 cidades com maior taxa de homicídios por 100 mil habitantes em 2015, 21 são brasileiras. No primeiro lugar do ranking internacional, que analisa cidades com mais de 300 mil habitantes, está a capital venezuelana Caracas, com índice de 119,87 homicídios dolosos por cada 100 mil pessoas. San Pedro Sula, em Honduras, que ocupava o primeiro lugar por quatro anos seguidos, conseguiu reduzir o número de homicídios e passou para o segundo lugar, com índice de 111,03. San Salvador, capital de El Salvador, ficou em terceiro (108,54), seguido de Acapulco, no México (104,73). Entre elas as cidades brasileiras relacionadas no ranking, a primeira é Fortaleza, em 12º lugar, seguida de Natal, em 13º, Salvador e região metropolitana, em 14º, e João Pessoa (conurbação), em 16º. Em seguida, aparecem Maceió (18º lugar), São Luís (21º), Cuiabá (22º), Manaus (23º) e Belém (26º). Somadas as 50 cidades, a média dos índices de assassinatos dolosos por cada 100 mil habitantes é de 53,08 (41.338 homicídios dolosos entre 77.878.896 hab.). Apenas as primeiras 20 cidades superam essa média. Apesar de o Brasil superar a Venezuela em quantidade de cidades no ranking, o nível de violência no país vizinho é maior. O índice de homicídios no Brasil é de 46,31 por cada 100 mil…

Governo dará salário por microcefalia

Bebês diagnosticados com microcefalia em todo o país vão ter direito a receber um salário mínimo por mês, uma espécie de aposentadoria, desde que pertençam a famílias com renda mensal de até R$ 220 (um quarto do salário mínimo) por pessoa. A medida deve ser anunciada nos próximos dias pelo governo como forma de proteção às famílias pobres com crianças portadoras da má-formação. A reportagem apurou que o Ministério da Saúde já repassou a lista com os municípios onde foram registrados casos de microcefalia para que o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) faça um cruzamento com o cadastro único do governo de benefícios sociais. Em nota, o MDS confirmou que está em diálogo com os técnicos do Ministério da Saúde. O Benefício de Proteção Continuada (BPC), instituído pela Constituição de 1998 e regulamentado pela Lei Orgânica da Assistência Social (Loas), garante 1 salário mínimo mensal a idosos com mais de 65 anos e a pessoas com deficiência que não tenham meios para se sustentar nem podem ser sustentadas pela família, independentemente da idade. Atualmente, 4,2 milhões de pessoas são beneficiadas. O orçamento deste ano, sem incluir os casos de microcefalia, estima pagamentos de R$ 48,3 bilhões. Pais Para o advogado especialista em Direito previdenciário Rômulo Saraiva, além das consequências da microcefalia, para a concessão do benefício deve ser acrescentado o impacto da doença na vida dos pais. “Essas crianças precisam de cuidados especiais e do tempo deles, que, muitas vezes, têm de abdicar do emprego”, afirmou. O último boletim do Ministério da Saúde, com dados…

CTA terá plantão de prevenção à Aids no Carnaval

 

A Secretaria Municipal de Saúde, por intermédio do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), estará com plantão móvel permanente, no período de 6 a 9 de fevereiro, na Praça São Félix de Valois, Marabá Pioneira. O objetivo é trabalhar, com os brincantes do Carnaval, a prevenção à Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

Wilson Moreira Silva, gerente do CTA, afirma que a ação consiste em orientação aos foliões, distribuição de material educativo; testagem rápida para HIV e hepatites virais; e distribuição de preservativos masculinos.

Em todas as datas, o plantão do CTA se estende das 18 horas à meia noite. Além de um ponto fixo na Praça São Félix, também serão atendidos com de preservativos masculinos os blocos tradicionais Vai-Quem-Quer, Gaiola das Loucas e Jegue Elétrico.

Compartilhe:

DESAPARECIDO

WELLINGTON RODRIGUES DA SILVA, 21 anos, foi visto pela última vez na tarde do dia15/01/2016.

Segundo informações da família, o jovem, trabalha como vaqueiro em uma fazenda, na Vila Cupu, cerca de 15 km da Vila quatro bocas, zona rural município de Marabá-PA.
Quem tiver informações que possa localizá-lo, Denuncie! ANONIMATO GARANTIDO!
Disque Denúncia Sudeste do Pará 
 (94) 3312-3350/ (94) 3346-2250
Whatsapp: (94) 98198-3350

ASCOM/Disque Denúncia Sudeste do Pará

Compartilhe:

Dewson Fernando Freitas da Silva apita Remo x Águia na Abertura do Parazão

A Federação Paraense de Futebol(FPF) escalou no final da tarde desta terça-feira(26) arbitragem que estará trabalhando na primeira rodada do  Campeonato Paraense 2016, o jogo de abertura entre Tapajós e São Raimundo neste sábado às 18 h no colosso do tapajós. terá o apito de Andrei da Silva e Silva,(Foto) auxiliares Ederson Brito de Albuquerque e Odonaldo Antonio Alho Cardoso Junior, quarto árbitro Silvério Ferreira Pinto.

Escala completa da primeira rodada

Sábado 30/01

Tapajós x São Raimundo 18h

A:Andrei da Silva e Silva

A1:Ederson Brito de Albuquerque

A2: Odonaldo Antonio Alho Cardoso Junior

4ºA Silvério Ferreira Pinto.

Domingo 31/1

Remo  x Águia 16h

Local Mangueirão

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva

Parauapebas  x Cametá 16h

Local :Rosenão

Árbitro: Djonaltan Costa Araújo

Segunda-feira 1/02

Paysandu x Paragominas 20h30

Local:Curuzu

Árbitro: Joelson Nazareno Ferreira Cardoso

 

Compartilhe:

Brasil piora 7 posições em ranking mundial de corrupção e fica em 76º

Estudo da Transparência Internacional analisa percepção de corrupção.
Dinamarca é o país menos corrupto entre os avaliados.
O Brasil é o 76º colocado em ranking sobre a percepção de corrupção no mundo, segundo estudo divulgado nesta quarta-feira (27) pela organização Transparência Internacional, que analisa 168 países e territórios.

O índice brasileiro foi de 38 – 5 pontos a menos que em 2014, quando o país ficou em 69º lugar. Naquele ano, 175 países foram analisados –, ou seja, o Brasil piorou tanto sua posição quanto sua nota. Foi o pior resultado de uma nação no relatório 2015 comparando com o ano anterior.

A ONG elenca o escândalo na Petrobras, os problemas na economia e o crescimento do desemprego como alguns motivos para a deterioração do Brasil no ranking. O país divide a 76ª posição com mais seis nações: Bósnia e Herzegovina, Burkina Faso, Índia, Tailândia, Tunísia eZâmbia.

País com a menor percepção de corrupção
A Dinamarca ficou em 1º lugar, como o país em que a população tem menor percepção de que seus servidores públicos e políticos são corruptos. A nação mais transparente registrou um índice de 91 – a escala vai de 0 (extremamente corrupto) a 100 (muito transparente).

Compartilhe:

Uma mulher é estuprada a cada três horas no Brasil

Número é só dos casos que são denunciados pelo telefone 180. A cada três horas uma mulher é estuprada no Brasil. Muitas vítimas acabam não denunciando por medo ou vergonha. Mas o Superior Tribunal de Justiça reforça que o testemunho, a palavra da vítima, funciona na Justiça. Isso já aconteceu em mais de cem casos. Todo processo de violência sexual corre em segredo. E como na maioria das vezes o estupro é um crime sem testemunha, é a palavra da vítima que serve como prova. Uma moça de 19 anos voltava para casa em um sábado à noite, quando um homem a atacou e a violentou. O estupro aconteceu em um local escuro na universidade onde ela estudava, no Recife. “Eu estou tentando retomar a minha vida, aos poucos, lógico, ainda tem aquela sequela do medo de andar sozinha, de alguém estar me perseguindo, de não sair no escuro. À base da ajuda dos amigos e dos familiares”, relata a vítima. O número de estupros no Brasil é impressionante: oito por dia ou um a cada três horas, em média. Isso só dos que são denunciados pelo telefone 180, do Governo Federal. “Você se sente um lixo. É como se sua vida inteira fosse destruída. Não tem explicação. Só sentimento mesmo”, diz a moça. Essa mistura de sentimentos faz com que muitas mulheres não denunciem. Por medo, vergonha, ou porque acham que a denúncia não vai dar em nada. Afinal, muitos casos de estupro não têm, de fato, testemunha. Mas a mulher precisa saber que a palavra…

Taxa da bandeira tarifária deve cair de R$ 4,50 para R$ 3 a partir de fevereiro

O sistema de bandeiras tarifárias, que aplica uma taxa extra nas contas de luz quando está mais caro produzir energia no país, terá mudanças a partir de fevereiro. As alterações foram aprovadas nesta terça-feira (26) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e a principal delas é a criação de um novo patamar de cobrança. A decisão deve levar a um barateamento das contas de luz a partir de 1º de fevereiro. Isso porque o valor da taxa extra a ser paga pelos consumidores (bandeira vermelha) deve cair dos atuais R$ 4,50 para R$ 3,00 a cada 100 killowatts-hora (kWh) de energia consumidos. Mudanças O sistema hoje tem três patamares, representados pelas bandeiras verde, amarela e vermelha. Na verde, não há custo adicional e, portanto, os consumidores não pagam nada a mais. A amarela significa que houve algum aumento no custo para gerar energia e, a vermelha, que esse custo de produção está muito alto. Nesses dois últimos casos, hoje é prevista taxa extra de, respectivamente, de R$ 2,50 e R$ 4,50 para cada 100 kWh consumidos. Mas a Aneel decidiu nesta terça que, a partir de fevereiro, a bandeira vermelha será dividida em dois patamares: um mais barato, com cobrança extra de R$ 3,00 para cada 100 kWh, e outro mais caro, que mantém o valor de R$ 4,50 por 100 kWh consumidos. O que define quando uma ou outra entra em vigor é o custo da energia produzida pelas termelétricas (usinas movidas a combustível) em operação no país. O patamar mais caro (R$…