Bill Gates é a pessoa mais rica do mundo, de novo

Bill Gates: patrimônio estimado em 87,4 bilhões de dólares,
O fundador da Microsoft Bill Gates foi novamente considerado a pessoa mais rica do mundo. Desta vez, Gates ficou no topo do ranking das 50 pessoas mais ricas do mundo, elaborado pela consultoria Wealth-X, em parceria com o site Business Insider.

Segundo a consultoria, a fortuna do fundador da Microsoft chega hoje à cifra de 87,4 bilhões de dólares. Portanto, ele está “apenas” 20 bilhões de dólares à frente do segundo colocado, o espanhol Amancio Ortega, dono da rede de lojas de roupas Zara.

O biblionário da Microsoft é figura constante no topo das listas de maioresbilionários do planeta. No ano passado, ele esteve mais uma vez na primeira posição da lista da revista Forbes.

Compartilhe:

Governo aumenta IPI sobre cigarros a partir de maio

A presidente Dilma Rousseff e o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, editaram decreto trazendo algumas mudanças na Tabela de Incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados (Tipi).

Uma delas determina aumento da tributação sobre cigarros a partir de maio. A alíquota atual, de 60%, valerá até 30 de abril, subindo para 63,3% a partir de 1º de maio, e depois terá nova alta em 1º de dezembro, para 66,7%. A medida afeta os preços do maço, box e vintena dos produtos.

O decreto também excluiu chocolates, sorvetes, além de fumo picado, desfiado, migado ou em pó, não destinado a cachimbos, e o fumo em corda ou em rolo, do regime tributário pelo qual tinham o IPI calculado com base em Bônus do Tesouro Nacional (BTN).

Pelo novo texto, esses produtos agora “passam a sujeitar-se à base de cálculo que lhes é atribuída nas regras gerais da legislação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e à alíquota prevista na Tipi”.

Compartilhe:

Agentes da saúde poderão entrar em imóveis abandonados

O governo publicou hoje (1º) medida provisória (MP) que permite o ingresso forçado de agentes de saúde em imóveis públicos e particulares abandonados para ações de combate ao Aedes aegypti, transmissor da dengue, da febre chikungunya e do vírus Zika.

O texto autoriza ainda a entrada do agente público em casas onde o proprietário não esteja para garantir o acesso e quando isso se mostre “essencial para contenção de doenças”. O agente poderá, nestes casos, solicitar auxílio de autoridade policial.

A MP estabelece como imóvel abandonado aquele com flagrante ausência prolongada de utilização, situação que pode ser verificada por características físicas do imóvel, por sinais de inexistência de conservação, pelo relato de moradores da área ou por outros indícios.

Já a ausência de pessoa que permita o acesso do agente de saúde ao imóvel fica caracterizada, conforme o texto, pela impossibilidade de localização de alguém que autorize a entrada após duas visitas devidamente notificadas, em dias e períodos alternados, dentro do intervalo de dez dias.

 

Compartilhe:

Horror da microcefalia

A Folha de S.Paulo veiculou ontem (31 de janeiro) extensa reportagem relatando que grávidas com diagnóstico de infecção pelo vírus da zika estão recorrendo ao aborto clandestino antes mesmo da confirmação se o feto tem ou não microcefalia. Os preços do procedimento em clínicas particulares e clandestinos variam de R$ 5 mil e R$ 15 mil, dependendo da estrutura e do estágio da gestação. É o horror!

Compartilhe:

Políticos estarão no foco da Lava Jato em 2016

Com duas frentes principais de investigação, a Lava Jato vai avançar este ano nos inquéritos e processos envolvendo políticos. Até o momento, quase dois anos depois de deflagrada, a operação se caracteriza por um ritmo mais acelerado na 1.ª instância, comandada pelo juiz Sérgio Moro. A expectativa, porém, é de que em 2016 as apurações atinjam uma nova etapa no Supremo Tribunal Federal. Após o recebimento de ao menos 38 inquéritos desde março de 2015, o tribunal vai fazer a análise das primeiras denúncias oferecidas pela Procuradoria­-Geral da República como desdobramento das apurações. as informações são de Beatriz Bula e Ricardo Brandt no Estadão. O caso que deve inaugurar essa nova fase é o do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB­-RJ). Os ministros devem se debruçar sobre as seis acusações formais envolvendo sete parlamentares. Na Corte, a perspectiva é de que, ainda no primeiro semestre, o plenário do Tribunal julgue a denúncia contra Cunha por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A elaboração do voto sobre a acusação de Cunha já está avançada no gabinete do ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato na Corte. Os ministros decidem, neste primeiro momento, se aceitam ou não a denúncia. Se aceitarem, é aberta uma ação penal contra o parlamentar, que passa a ser réu. No caso contrário, a investigação é arquivada. Ministros do Supremo acreditam que Zavascki leve simultaneamente ao plenário o julgamento sobre o recebimento da denúncia e o pedido de afastamento do peemedebista do cargo de deputado, apresentado pela Procuradoria­Geral da República dias antes do…

Selecionados no Prouni têm até esta segunda (1º) para fazer matrícula

Nesta edição, o programa ofertou 203.602 bolsas de estudos em 30.931 cursos de instituições particulares de educação superior Os candidatos selecionados para uma bolsa do Programa Universidade para Todos (Prouni) têm até a próxima segunda-feira (1º)  para efetuar a matrícula na Istituição de ensino. É responsabilidade do estudante verificar nas unidades de educação superior os horários e o local onde deve comparecer para a comprovação das informações prestadas no momento da inscrição. O resultado da primeira chamada do ProUni pode ser acessado na página do programa, na Central de Atendimento, pelo telefone 0800-616161, e nas instituições de ensino participantes. A segunda chamada será divulgada no dia 12 de fevereiro, e a comprovação das informações dos pré-selecionados nesta etapa deverá ser feita até 18 de fevereiro. Quem não for pré-selecionado em nenhuma das duas chamadas poderá entrar na lista de espera, exclusivamente para o curso correspondente à primeira opção. O interesse em participar da lista de espera deve ser manifestado pelo candidato entre 26 a 29 de fevereiro de 2016, na página do ProUni. De acordo com o Portal Brasil, nesta edição, o programa ofertou 203.602 bolsas de estudos em 30.931 cursos de instituições particulares de educação superior. O número de inscritos foi recorde: foram registrados 1.599.808 candidatos e 3.108.422 inscrições — cada estudante pode fazer, em ordem de preferência, até duas opções de instituição, curso e turno dentre as bolsas disponíveis. Por meio do programa, estudantes concorrem a bolsas de estudos parciais e integrais em instituições particulares de educação superior, com base na nota do…

STJ decide se FGTS deve ser partilhado com ex-cônjuge

Nas próximas semanas, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) irá decidir se o saldo do FGTS acumulado pelo contribuinte ao longo de anos de trabalho deve ser partilhado com o ex-marido ou a ex-mulher na hora da separação.De acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, a questão está divindo tribunais do país e até mesmo a corte de Brasília. Segundo a publicação, as duas turmas de direito privado do STJ já decidiram que o fundo deve ser partilhado na hora da separação, como se fosse um bem qualquer, e também o contrário: o FGTS seria verba exclusiva de seu titular. Por isso, magistrados dos dois grupos estarão reunidos para debater a questão.A coluna destaca que o STJ irá analisar o processo em que o ex-marido, ao saber que a ex-mulher tinha adquirido um apartamento com o FGTS, entrou na Justiça alegando ter direito à metade do valor. O marido ganhou a causa e a ex-esposa recorreu. O caso foi parar em Brasília e o STJ deve se pronunciar em breve

 

Compartilhe:

Celpa abate conta de luz com recicláveis

Em tempos de crise, a saída é prestar atenção às oportunidades para esticar o dinheirinho e reduzir as contas. Pouca gente sabe, mas no ano passado a Celpa lançou o Ecocelpa, inicialmente implantado na região metropolitana de Belém. A grande sacada é a possibilidade de fazer a troca de resíduos recicláveis por descontos na conta de energia elétrica, que está lá nas alturas. Em 10 meses, a concessionária instalou três postos volantes de troca em pontos estratégicos: em frente à sua sede, outro no Santuário de Fátima e mais um em Ananindeua. No total, já foram coletadas cerca de 206 toneladas de resíduos, quantidade que significa 616 kg capturados de CO2 (gás carbônico) e uma economia de mais de 945 MWh, uma vez que para cada tipo de material reciclado há economia energética, devido ao seu reprocessamento e a não retirada direta da natureza. A população pode levar até os postos materiais como embalagens tetra pack, metais, papeis e resíduos orgânicos (óleo de cozinha). Nos postos de troca há uma maquineta onde os resíduos são pesados separadamente de acordo com a sua categoria. O cliente fornece o número da unidade consumidora (tem na conta de luz) para a qual deseja o desconto, daí é feita a contabilidade conforme o peso,  com a emissão de uma nota referente ao desconto, que já ficará cadastrado. O melhor é que não há limite na quantidade e o bônus pode ser acumulativo, se o valor dos resíduos ultrapassar o total da conta de energia. Nesse caso, o cliente poderá…

Trabalho Escravo Disque Denúncia de Marabá apresenta números sobre crimes relacionados ao Trabalho Escravo

O trabalho escravo é considerado um dos maiores problemas sociais do mundo na atualidade. Países de todas as partes do planeta lutam para combater esse tipo de exploração do ser humano. No Brasil, a questão é cada vez mais grave presente em todos os Estados do País. Tanto que foi até escolhido um dia do ano para ser marcado como Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo: 28 de janeiro. E o Pará é um dos líderes nesse lamentável ranking social. Nos anos de 2014 e 2015, o Pará registrou a libertação de 118 trabalhadores escravos, colocando o Estado na quinta colocação no ranking nacional do Trabalho Degradante e Análogo ao Escravo. (Fonte Diário do Pará).   Em Marabá, região sudeste do Estado, de acordo com dados coletados na Central do Disque Denúncia. Dos crimes relacionados ao trabalho escravo, 86% deles é devido ao descumprimento dos direitos trabalhistas e 07% tem envolvimento com sequestro simples, cárcere privado e tráfico de drogas. (Ver gráfico 1). Dos municípios mais denunciados pela Central, Marabá e São Domingos do Araguaia lideram o ranking com 36%, ficando atrás apenas de Parauapebas, Abel Figueiredo, Bom Jesus do Tocantins e Itupiranga com 7% das denúncias. (ver gráfico 2).     Crimes relacionados ao Trabalho Forçado (Infantil) Somente no município de Marabá foram registradas 24 denúncias referentes a trabalho forçado (infantil), de acordo com pesquisa, os bairros mais denunciados são: 1º Nova Marabá (32%); 2º Laranjeiras (14%); 3º Velha Marabá, Belo Horizonte e Cidade Nova (9%). Projetos A Central busca minimizar essas estatísticas, onde…

PA: Cúpula do Detran estaria envolvida em corrupção

Deflagrada em agosto do ano passado, a Operação Galezia, que desbaratou a quadrilha que atuava na emissão fraudulenta de Carteiras de Habilitação no Pará, está tendo desdobramentos que podem atingir a alta cúpula do Departamento de Trânsito do Estado (Detran), políticos e autoridades paraenses. As informações chegaram à Polícia, graças a ex-servidores que participaram do esquema – e que agora querem se beneficiar da delação premiada. O DIÁRIO teve acesso a trechos de um depoimento que pode ampliar o rol de investigados no caso.

No documento, uma testemunha aponta o atual diretor de planejamento do órgão, Carlos Valente, como um dos integrantes da quadrilha que cobrava para emitir carteiras de habilitação a motoristas -que nem precisavam fazer os exames de praxe (psicotécnico, teórico e prático).

PROPINAS E VOTOS
Segundo o delator, que não quer ser identificado, Valente recebia R$ 10 mil mensais de propina para dar suporte ao esquema na sede do órgão, em Belém. A “mesada” teria sido idealizada por um homem identificado como Paulão, dono de auto-escola e ex servidor do Detran. E era engordada com o dinheiro das fraudes. Cada examinador recebia, segundo o delator em depoimento, R$ 100 para atestar a aprovação do candidato, sem exigir o exame de trânsito, e repassava R$ 60 para a direção local do Detran, em Xinguara. (Diário do Pará)

Compartilhe: