Estudante do Pará alcança 1000 pontos na redação do Enem

Júlia Guimarães acredita que internet contribui para debates sobre feminismo. Ela se inscreveu para Arquitetura, mas agora vai tentar Medicina pelo Sisu.Júlia comemorou bastante a nota alcançada
Júlia Guimarães Cunha, 18 anos, recebeu uma notícia surpreendente neste sábado (9): ela conseguiu 1000 mil na redação do Enem. Com o tema sobre a violência contra a mulher no Brasil, a estudante diz que a internet foi fundamental para que ela pudesse entender sobre direito das mulheres e se interessar pela causa feminista.

 

“Mais do que na escola, na tevê ou na família, é na internet que encontramos esse debate. Assim, eu tive interesse em estudar o assunto, principalmente sobre feminismo e a sua luta pela equidade”, diz a estudante.

 

Ela estava na casa de uma amiga quando recebeu a notícia, e conta que, ao chegar em casa, o clima foi de festa. “Muitos sorrisos e abraços”.

Compartilhe:

104 alunos tiveram nota mil na redação do Enem, aponta MEC

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse na tarde desta segunda-feira (11) que 104 candidatos conseguiram obter nota mil na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2015. Nesta edição, o tema foi “a persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira”.

Ainda de acordo com o Ministério da Educação (MEC), 53 mil pessoas tiraram nota zero.

Além desses dois extremos, o grupo mais numeroso é o de candidatos que ficou com notas entre entre 501 e 600 pontos. Mais de 1,9 milhão de participantes se enquadram nesta faixa de pontos.

Ao todo, 5.810.948 candidatos fizeram ao menos uma prova no Enem 2015.

No ano passado, 250 participantes conseguiram nota mil na redação. “Realmente, houve uma redução, mas o perfil geral de desempenho foi muito favorável. Um número significativo teve excelentes notas”, comentou o ministro.

Redação: violência contra a mulher
Em 2015, o tema da redação foi a persistência da violência contra as mulheres. O ministro Aloizio Mercadante disse que, em 55 redações, os avaliadores  perceberam que alunas descreveram cenas de assédio que elas viveram ou testemunharam.

“Tivemos redações em que as mulheres descreviam cenas de violência em que foram vítimas ou testemunhas. Não sabemos necessariamente se aquele texto é um depoimento, mas tudo indica que sim”, afirmou.

Compartilhe:

Sisu abre seleção para 228 mil vagas em universidades

 
Distribuição por cursos e instituições pode ser vista no site do programa.
Inscrições vão até dia 14; vagas são para 131 instituições.
A primeira edição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) de 2016 começou nesta segunda-feira (11), com 228 mil vagas em 131 instituições públicas de educação superior. Os candidatos precisam ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015, cujas notas foram divulgadas na sexta-feira (8), para poder fazer a inscrição.

VEJA ABAIXO COMO FUNCIONA O SISU)

Desde a semana passada, os interessados em se candidatar na primeira edição do Sisu de 2016 já podiam consultar as vagas disponíveis, com a distribuição por cursos e instituições, na página do programa (http://sisu.mec.gov.br/).

As inscrições no Sisu vão até as 23h59 (horário de Brasília) do dia 14 de janeiro.  As notas de corte serão divulgadas nos dias 12, 13 e 14 de janeiro a partir de 9h.

Compartilhe:

Eleições 2016: novas regras elevam risco de doações ilegais

Diante das novas regras que proíbem doações de empresas para campanhas eleitorais, os partidos oficialmente recorrem à militância em busca de doações individuais para colocar de pé campanhas de candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador. Mas no mundo político pouca gente acredita que o financiamento eleitoral ficará restrito ao que prevê a lei. Com a proibição de empresas doarem a candidatos e partidos políticos, especialistas apostam – e deputados admitem – que as eleições municipais de 2016 poderão representar a explosão do caixa dois. Alertam também para o risco de que o CPF de eleitores seja usado indevidamente para justificar doações ilegais. As informações são de Laryssa Borges e Marcela Mattos na Veja. Em 2018, quando a população voltará às urnas para as eleições presidenciais, o cenário de incertezas e volatilidade de caixa deve se repetir. “As eleições deste ano são um grande campo empírico para se discutir financiamento em 2018. A síndrome de reformismo não vai resolver o país”, critica o presidente da Comissão de Direito Eleitoral da OAB, Erick Wilson Pereira. “As pessoas vão sair alugando pessoas físicas para doarem. A campanha vai custar menos? Não. Você vai ter que pagar aluguel de doador”, diz o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Assim que foi confirmada em setembro a decisão do STF de vetar doações empresariais a candidatos, o peemedebista resumiu: “Vai conseguir se eleger aqui quem tiver sindicato, quem estiver na máquina ou tiver corporação ou capacidade de alugar doador”. “Com o fim do financiamento privado e o tempo reduzido de campanha,…

David Bowie morre de câncer aos 69

O cantor inglês David Bowie morreu neste domingo (10), aos 69 anos, após uma batalha de 18 meses contra um câncer, informou a família do músico em mensagem divulgada nesta segunda-feira no Twitter e no Facebook.

“Muitos de vocês compartilharão esta perda. Pedimos que respeitem a privacidade da família durante o período de luto”, acrescentou o comunicado.

O filho do músico, o cineasta Duncan Jones, também confirmou a notícia nas redes sociais. “Lamento muito dizer que é verdade. Estarei desligado por um tempo. Muito amor para todos”, escreveu. Continue lendo

Compartilhe:

11,28%INSS reajusta benefícios superiores ao salário mínimo

O reajuste, válido a partir deste mês, é para benefícios superiores ao salário mínimo (R$ 880)
Os benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foram reajustados em 11,28%, de acordo com portaria dos ministérios do Trabalho e Previdência Social e da Fazenda, publicada na edição desta segunda-feira, 11, do Diário Oficial da União. O reajuste, válido a partir deste mês, é para benefícios superiores ao salário mínimo (R$ 880).

O teto do benefício do INSS foi estabelecido em R$ 5.189,82. Em 2015, esse limite era R$ 4.663,75.

A portaria também define as alíquotas de contribuição de segurados empregados, empregados domésticos e trabalhadores avulsos. Se o salário for de até 1.556,94, a alíquota de recolhimento ao INSS é 8%. Acima desse valor até 2.594,92, a alíquota sobe para 9%. De 2.594,93 até 5.189,82, a contribuição é de 11%.

A portaria também define regras

Compartilhe:

ILUMINAÇÃO PÚBLICA: SECRETARIA DE URBANISMO ASSUME O SERVIÇO E PROMETE NORMALIZAR O SISTEMA EM 30 DIAS HAVERÁ TAMBÉM UM CALL CENTER ONDE O USUÁRIO PODERÁ FORMALIZAR RECLAMAÇÕES E DENÚNCIAS E ACIONAR O SERVIÇ

A secretaria municipal de Urbanismo assumiu a administração do setor de Iluminação Pública no município que antes era da Secretaria de Obras, Sevop. As reclamações contra o sistema aumentaram devido à demora no processo de licitação para entrada de uma nova empresa, já que o contato com a Urbeluz, que fazia o serviço, terminou no ano passado.
Questões burocráticas foram os motivos apontados pelo secretário de Urbanismo, Cláudio Feitosa, para um novo processo licitatório. Por conta disso a administração resolveu fazer uma Ata-Licitatória a exemplo do que ocorre em outros municípios e a empresa Tecno Lumem foi a escolhida para assumir o serviço de iluminação pública em Marabá.
A nova empresa já assumiu e nos próximos 30 dias os serviços de Iluminação Pública serão normalizados com a troca das lâmpadas.
Além disso, Cláudio Feitosa, explica que haverá um Call Center, onde os usuários poderão oficializar reclamações de ruas escuras, falta de postes e iluminação e lâmpadas queimadas.

Compartilhe:

LIXO: COLETA SERÁ NORMALIZADA DENTRO DE UMA SEMANA, DIZ SECRETÁRIO

A secretaria de Urbanismo de Marabá começou a realizar uma força-tarefa para minimizar o problema de recolhimento de lixo na cidade. Desde o mês passado, Marabá tem sofrido com a falta do recolhimento do lixo urbano, que tem resultado em problemas de mau-cheiro para os moradores de praticamente toda a cidade. A força-tarefa começou a ser executada na noite desta quarta-feira em todos os núcleos da cidade.
De acordo com o secretário de Urbanismo de Marabá, Claudio Feitosa, uma frota de dez caminhões compactadores estavam recolhendo o lixo em Marabá, mas a empresa que foi contratada para fazer o recolhimento do lixo, teve uma baixa em seis caminhões, problemas relacionados à manutenção, que acabaram ocasionando o acúmulo para os quatro caminhões que sobraram.
Para amenizar o problema, Cláudio Feitosa disse que a prefeitura disponibilizou homens, tratores e caminhões caçamba para fazer o recolhimento do lixo, que começou a ser realizado na noite desta quarta-feira (6).
O secretário de Urbanismo de Marabá, Claudio Feitosa explica que até o final de semana a situação do lixo em Marabá esteja resolvido. Ele explica também que a medida que os caminhões da empresa prestadora de serviço sejam regularizados, o serviço de recolhimento de lixo volte a ficar regular.
Enquanto isso, homens com caçamba e tratores continuarão realizando o serviço de recolhimento de lixo em Marabá.

 

Compartilhe:

Máscara de policial federal ‘japonês’ é fabricada em escala industrial

Sempre presente nas prisões e apreensões da Lava-Jato, o agente Newton Ishii finalmente virou máscara de carnaval. O protótipo ficou pronto na quarta-feira e agora compõe o catálogo da fábrica Condal, de São Gonçalo, no Rio, ao lado de políticos como o senador Delcídio Amaral, preso pela PF. As informações são d’O Globo.

Esperança de boas vendas, a máscara de Ishii, que quase sempre aparece de óculos escuros, tem espaço para que o assessório seja pendurado. E, como ele não é figura pública, a fábrica teve o cuidado de recorrer a um “japonês genérico” para evitar processos.

Famoso por aparecer nas fotos de presos da Lava-Jato, ele já havia virado marchinha de carnaval no Rio.

Compartilhe: